Publicidade

Posts com a Tag Alencar Santana

terça-feira, 25 de março de 2014 Política | 21:13

Metrô de SP promete processar rádio por propaganda acusada de machista

Compartilhe: Twitter

O Metrô informou na noite desta terça-feira que pretende processar a rádio Transamérica FM “pelo uso indevido e sem aprovação de seu nome em inserção testemunhal veiculada em programa da emissora”.

A propaganda foi acusada de conteúdo sexista por deputados do PT, que entraram com uma representação no Ministério Público.

Saiba mais: PT alega conteúdo machista e pede suspensão de propaganda do Metrô de SP

Apesar do locutor introduzir a peça dizendo ”o metrô tem uma mensagem especial para você” e divulgar números sobre passageiros e obras de transporte do governo, a rádio informou que a gravação se trata de um “testemunhal” com o “exclusivo intuito de entreter e divertir o público ao passar informações úteis sobre o serviços de transporte público”.

Ouça aqui

“Nem o Metrô nem a agência Nova SB, a qual a Companhia encomendou campanha sobre obras de expansão da rede metroviária, foram informados de que tal conteúdo seria veiculado pela rádio Transamérica”, disse o Metrô em nota. A propaganda já foi retirada do ar.

Leia também: Metrô de SP diz que não autorizou propaganda acusada de machista em rádio

 

 

Autor: Tags: , , , , , , , ,

Política | 19:30

Metrô de SP diz que não autorizou propaganda em rádio acusada de machista

Compartilhe: Twitter

O Metrô de São Paulo afirmou que não autorizou e nem pagará pela propaganda veiculada pela rádio Transamérica, acusada de conteúdo sexista por deputados do PT.

Saiba mais: PT alega conteúdo machista e pede suspensão de propaganda do Metrô de SP

Em nota, o Metrô paulista diz que a inserção é “totalmente inapropriada” e que nunca foi informado pela emissora de rádio de seu conteúdo. “Advertida, a Rádio Transamérica FM tirou o comercial do ar e informou que a produção desse infeliz conteúdo é de sua inteira responsabilidade. Como jamais foi aprovado ou autorizado, esse serviço não foi nem será pago pelo Metrô”, diz a nota do Metrô.

Apesar do locutor introduzir a peça dizendo “o metrô tem uma mensagem especial para você” e divulgar números sobre passageiros e obras de transporte do governo, a rádio informou que a gravação se trata de um “testemunhal” com o “exclusivo intuito de entreter e divertir o público ao passar informações úteis sobre o serviços de transporte público”.

Ouça aqui

A gravação é alvo de representação ao Ministério Público dos deputados Alencar Santana e Luiz Claudio Marcolino, ambos do PT, endereçada, além do Metrô e CPTM, para o secretário da Casa Civil, Edson Aparecido.

“Embora o absurdo da veiculação (da gravação), é má intenção dos deputados incluir a Casa Civil na representação sendo que o Metrô tem conta própria e a Casa Civil não tem a menor responsabilidade sobre veiculação de propaganda”, afirmou Aparecido.

Veja também: ‘Encoxadores’ do metrô marcam encontro pelo Facebook

A empresa diz ainda que “o briefing transmitido à rádio era mostrar a modernidade do Metrô de São Paulo e explicar que a lotação nos horários de pico acontece em todas as grandes cidades do mundo. Além disso, deveriam ser anunciadas as obras de expansão em andamento”.

Em nota, a Rádio Transamérica diz “que o personagem Gavião é caricato e humorístico, restando claro que o testemunhal amplamente apontado tem o exclusivo intuito de entreter e divertir o público ao passar informações úteis sobre o serviços de transporte público”.

Leia também: Metrô promete processar rádio por propaganda machista

Autor: Tags: , , , , , , , ,

Política | 10:00

PT alega conteúdo machista e pede suspensão de propaganda do Metrô de SP

Compartilhe: Twitter

Os deputados estaduais do PT Alencar Santana e Luiz Claudio Marcolino protocolaram  na promotoria de Justiça de Direitos Humanos de São Paulo uma representação contra o secretário da Casa Civil, Edson Aparecido, o diretor presidente da CPTM, Mário Manoel Seabra, e o diretor presidente do Metrô, Luiz Antonio Carvalho Pacheco, pela veiculação de uma propaganda considerada sexista pelos petistas.

Ouça aqui

“Nos horário de pico é normal trem e Metrô ficá lotado. É assim nas grande metrópole espalhada pelo mundo. Pá falá a verdade eu até gosto do trem lotado é bom pra chavecá a mulherada né mano! Foi assim que eu conheci a Giscreusa. Muito já foi feito e o governo sabe que ainda tem muito prá fazê (sic)”, diz a propaganda do governo do estado, veiculada em uma rádio da capital paulista.

Leia também: Metrô de SP diz que não autorizou propaganda acusada de machista em rádio

“Não bastasse o sofrimento vivenciado por homens e mulheres no transporte coletivo oferecido pelo governo do estado, de não  assegurar transporte público digno que garanta tranquilidade e preservação do direito básico da mulher de não ter seu corpo usado como instrumento da satisfação da lascívia masculina, ao contrário, o governo do Estado de São Paulo promove uma campanha publicitária que em nada contribui para a mudança desse estado de coisas e reforça a cultura machista”, diz trecho da representação que pede instauração de inquérito civil e imediata suspensão da propaganda.

Saiba mais: ‘Encoxadores’ do metrô marcam encontro pelo Facebook

Autor: Tags: , , , , , , ,

quarta-feira, 4 de setembro de 2013 Política | 21:08

Por 40 minutos, deputados de SP se perdem em manobras e ficam sem respostas do presidente do Metrô

Compartilhe: Twitter

Por 40 minutos, cerca de 20 deputados que participavam da reunião da Comissão de Infraestrutura com o  diretor-presidente do Metrô, Luiz Antonio Carvalho Pacheco, se perderam em manobras políticas de obstrução e acabaram não ouvindo a resposta da maioria das questões sobre o caso Siemens.

Pelo regimento da Casa, as comissões não podem se alongar durante a sessão do plenário, que tem início às 18h30. Para que o grande expediente não fosse iniciado, deputados petistas se revezavam na tribuna para que a sessão não fosse iniciada.

Enquanto isso, deputados do PSDB discutiam com o presidente da comissão, Alencar Santana (PT-SP), em outro auditório, dizendo que o presidente da Casa, Samuel Moreira (PSDB-SP), já havia iniciado o grande expediente.

O deputado Cauê Macris (PSDB-SP) afirmou que os petistas estavam fazendo um “tribunal de inquisição” com o presidente do Metrô, enquanto os petistas diziam que os tucanos estavam tentando “blindar” Pacheco. O bate-boca durou 40 minutos e a reunião da Comissão foi encerrada sem o presidente esclarecer, por exemplo, questões levantadas  sobre empresas supostamente laranjas.

Outra reunião com o presidente do Metrô deverá ser agendada.

Leia também: PT tenta constranger deputados que não assinaram pedido de CPI do caso Simens

Autor: Tags: , , , , ,

quarta-feira, 27 de março de 2013 Partidos | 09:00

PSDB elege líder do governo na Assembleia de SP; PT tem novo líder da bancada

Compartilhe: Twitter

O deputado tucano Barros Munhoz, ex-presidente da Assembleia Legislativa de São Paulo, é novo líder do governador Geraldo Alckmin (PSDB) na Casa.

Munhoz – que é da ala alckimista do partido – foi indicado dez dias após deixar a presidência da Assembleia, quando Samuel Moreira (PSDB) assumiu o cargo.

Também foi eleito o novo líder da bancada do PT na Assembleia. Sai Alencar Santana e assume Luiz Claudio Marcolino.

Marcolino quer priorizar pautas como a redução do ICMS, a descentralização do orçamento do Estado, a potencialização do desenvolvimento regional e o incentivo à participação popular nas discussões legislativas.

Autor: Tags: , , , , , ,

domingo, 24 de março de 2013 Política | 10:00

“2013 será um ano de discussão acirrada na Assembleia”, diz líder da bancada do PT

Compartilhe: Twitter

Às vésperas de deixar a liderança do PT na Assembléia Legislativa de São Paulo, o deputado estadual Alencar Santana faz um prognóstico do que seu substituto deverá administrar e um balanço do ano em que liderou a oposição a Geraldo Alckmin (PSDB) na Casa.

Na próxima terça-feira (26),  Santana passará o bastão para o deputado Luiz Claudio Marcolino, que assumirá a liderança da bancada petista na Alesp.

Em entrevista ao Poder Online, Santana diz que o ano de 2013 na Casa será um período de “discussão acirrada e combativa”, por ser ano pré-eleitoral.

Poder Online – Como você avalia o trabalho da bancada do PT em 2012?
Alencar Santana – Foi um ano positivo. Primeiro, a bancada conseguiu fazer alguns seminários importantes, entre eles o de mobilidade urbana, fizemos um diagnóstico importante do setor, promovemos debates e apontamos alternativas. Também conseguimos fazer a denúncia que culminou no afastamento do presidente da Fundação para o Desenvolvimento da Educação (FDE), José Bernardo Ortiz, que foi a maior vitória da bancada no ano passado. E fizemos um importante debate sobre segurança, sobre a crise na segurança pública, e sobre a política de cotas das universidades estaduais.

Poder Online – Qual a avaliação do governo Alckmin nesse período?
Alencar Santana – O governo tem duas grandes crises não resolvidas: mobilidade urbana e de segurança. Alckmin não conseguiu mostrar a que veio, prometeu muito e não realizou. Tem recursos disponíveis, mas não concretiza. Muitas obras viárias estão atrasadas, por exemplo, como a da Tamoios. Na segurança, o Orçamento não foi realizado por completo. Tiraram verba de segurança e colocaram em outras áreas, o secretário (Antonio Ferreira Pinto) caiu, mas ainda temos problemas graves.

Poder Online – E como vai ser o trabalho da bancada em 2013?
Alencar Santana – 2013 é um ano pré-eleitoral. Será um ano de discussão acirrada, de muito debate. Vamos continuar trabalhando, fiscalizando o governo, e promovendo seminários para propor alternativas.

Poder Online – Sobre o candidato do PT ao governo do Estado, como está a articulação na Assembleia?
Alencar Santana – Não tem esse debate ainda, o que tem é que o PT vai ter candidato próprio. Quem, ainda não estamos conversando.

Autor: Tags: , , , , ,

sábado, 2 de março de 2013 Estados | 09:00

Petista promete empreitada contra CPIs de fachada na Assembleia de SP

Compartilhe: Twitter

Depois de conseguir a extinção da Comissão Parlamentar de Inquérito dos Serviços Odontológicos na Assembleia Legislativa de São Paulo, o PT se empolgou com a chance de emplacar uma CPI sua na Casa. O partido acusa a base de Geraldo Alckmin (PSDB) de instalar o que classifica como CPIs de fachada para evitar que os pedidos da oposição consigam ser instalados.

O líder da bancada petista, deputado estadual Alencar Santana, diz que agora pretende monitorar os prazos de funcionamento das CPIs vigentes sob a perspectiva aceita para por fim à CPI dos Serviços Odontologicos. A mudança está no início do prazo, que antes era contado a partir da escolha do presidente da comissão, o que na CPI dos Serviços Odontológicos nem sequer chegou a ser feito. O prazo agora será contado a partir da constituição da comissão.

A primeira CPI petista na fila de espera é a que pretende investigar o lixão de Itaquaquecetuba, que segundo o petista funciona há 10 anos com licenças provisórias.

Autor: Tags: , , , ,

terça-feira, 26 de fevereiro de 2013 Partidos | 14:44

PT fecha nomes para a eleição da Alesp e novo líder da bancada

Compartilhe: Twitter

A bancada do PT na Assembléia Legislativa de São Paulo fechou os nomes que indicará para a composição da Mesa Diretora.

Enio Tatto foi escolhido para substituir Rui Falcão como primeiro-secretário, enquanto Marcos Martins é o indicado para ocupar a quarta secretaria, hoje exercida por Telma de Souza.

A reunião petista também fechou a nova configuração da bancada. Luiz Cláudio Marcolino será o novo líder do PT, posto que hoje é acupado por Alencar Santana.

José Zico Prado será indicado para liderança da minoria.

Autor: Tags: , , , , , ,

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013 Partidos | 17:27

PT define amanhã indicação para a mesa e liderança da bancada na Alesp

Compartilhe: Twitter

A bancada do PT na Assembleia Legislativa de São Paulo deve fechar em reunião na manhã desta terça-feira os nomes que serão indicados para a primeira-secretaria da Casa e também para a liderança do partido, posto atualmente ocupado por Alencar Santana.

Os cotados para o lugar de Santana são Antonio Mentor e Luiz Cláudio Marcolino.

Já para substituir Rui Falcão na primeira-secretaria, Enio Tatto e José Zico Prado são os nomes mais prováveis.

Autor: Tags: , , , , , , , ,

quinta-feira, 24 de janeiro de 2013 Partidos | 18:16

PT começa discutir nova composição na Alesp

Compartilhe: Twitter

A bancada do PT na Assembleia Legislativa de São Paulo deve se reunir na primeira semana se fevereiro para tratar da nova composição na Casa. Antonio Mentor e Luiz Cláudio Marcolino são os nomes colocados para ocupar a posição de líder, que atualmente é exercida por Alencar Santana.

Também estará em pauta a indicação do PT para a composição da Mesa Diretoria da Alesp. O partido espera  manter o espaço que atualmente ocupa na primeira-secretaria da Casa, com Rui Falcão.

E para substituir Falcão, os mais cotados atualmente na bancada são Enio Tatto e José Zico Prado.

Autor: Tags: , , , , , , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. Última