Publicidade

Posts com a Tag Alexandre Cardoso

terça-feira, 23 de outubro de 2012 Congresso, Eleições, Partidos | 14:00

A fusão PSB-PSD

Compartilhe: Twitter

As eleições municipais, que já no primeiro turno deram ao PSB um aumento de 42% em número de prefeituras, vão reabrir um debate interno no partido em busca de uma fusão com outra legenda. A noiva cobiçada vem a ser o PSD do prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, cortejada há quase dois anos, mas que só agora tem correspondido ao assédio.

“A fusão é um tema embrionário. Está ovulando”, diz o deputado Júlio Delgado (PSB-MG). A primeira parte das negociações pode ser feita logo depois do segundo turno quando Delgado, candidato a presidência da Câmara, vai procurar o PSD para formar um bloco na tentativa de quebrar a hegemonia PT/PMDB no comando da Casa.

O líder do PSD na Câmara, Guilherme Campos (SP), por enquanto não diz sim nem não, mas se mostra disposto ao namoro. “Vamos aguardar o final do segundo turno”, afirma. Dentro do PSB, outro nome de peso a favor da fusão com o PSD, é o deputado Alexandre Cardoso, candidato a prefeito de Duque de Caxias (RJ). Para ele, a unificação daria musculatura a um novo partido no Congresso (na Câmara nasceria com a maior bancada, de 91 deputados) e, de quebra, abriria caminho para uma terceira via de disputa pelo poder.

Com 39 deputados – oito deles licenciados -, o PSB quer viabilizar a candidatura à Presidência do governador de Pernambuco, Eduardo Campos. Mas ao contrário do que sugerem as urnas agora, é um projeto para 2018. Alexandre Cardoso acha que pelo desenho atual da política, o partido marcharia com Dilma Rousseff novamente em 2014.

Autor: Tags: , , , ,

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011 Estados | 14:04

PSB prestigia Marta Rocha

Compartilhe: Twitter

Cerimônia de posse de Marta Rocha (Foto: Fábio Motta/AE)

O governador do Rio, Sérgio Cabral, tem repetido desde sua primeira gestão que políticos não indicam mais delegados para cargos na Polícia Civil nem comandantes de Batalhão na PM.

Na cerimônia de posse da nova chefe de Polícia Civil, Martha Rocha, porém, chamou a atenção a presença, à mesa, do deputado federal Alexandre Cardoso, presidente do PSB no Rio e hoje secretário estadual de Ciência e Tecnologia.

Marta era filiada ao partido e disse ter se afastado na manhã seguinte ao anúncio de que assumiria o cargo.

Foi candidata a deputada estadual pelo PSB em 2006 e 2002. Ficou como suplente, com 18.194 votos e 10.074, respectivamente. Também foi derrotada como vice de Jorge Bittar na disputa pela prefeitura do Rio, em 2004.

A nova chefe de Polícia Civil nega ter pretensões de futuras candidaturas.

Com estilos completamente diferente, o último ex-chefe de Polícia Civil do Rio candidato – e deputado estadual eleito – foi Álvaro Lins, pelo PMDB. Ele foi cassado em 2008, após ser denunciado pela PF por lavagem de dinheiro, formação de quadrilha, corrupção passiva e facilitação ao contrabando.

(colaboração Raphael Gomide)

Autor: Tags: , , , , ,

quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011 Congresso | 10:09

Aumenta número de partidos com representação na Câmara

Compartilhe: Twitter

O deputado Alexandre Cardoso (PSB-RJ) fez as contas: o Brasil tem 22 partidos. Há dez anos eram 17. Se cada líder usar a palavra por cinco minutos, a Câmara dos Deputados gasta duas horas só para encaminhar a votação de uma matéria.

Segundo ele, apesar de um número maior de legendas, houve uma concentração de poder na Casa. Apenas PSDB, PMDB e PT tem mais de 51 deputados e guardam várias prerrogativas concedidas a legendas com esse tamanho – embora as bancadas médias tenham crescido nessa legislatura. Há dez anos, seis partidos tinham mais de 51 deputados.

Autor: Tags: , ,

segunda-feira, 6 de setembro de 2010 Eleições | 11:04

“O povão nem liga para essa história de sigilo fiscal”

Compartilhe: Twitter
O presidente do PSB do Rio de Janeiro, deputado federal Alexandre Cardoso, tem uma opinião sobre as denúncias de vazamento de sigilos fiscais pela  Receita Federal muito semelhante a do comando da campanha da petista Dilma Roussef à Presidência, mas que poucos se arriscam a exprimir publicamente:

— O Bolsa Família é mais forte do que qualquer quebra de sigilo. Para as classes D e E, que compõem boa parte da população brasileira, o assunto não é grave, não importa.

Autor: Tags: , ,

sexta-feira, 3 de setembro de 2010 Eleições | 11:04

Romário, o fenômeno

Compartilhe: Twitter

Romário (Foto: AE)

O ex-jogador Romário, candidato a deputado federal pelo PSB do Rio de Janeiro,  deve se tornar um dos fenômenos dessa eleição no Estado.

A última pesquisa do Instituto Brasileiro de Pesquisa Social (IBPS) apontou o “Baixinho” como o segundo candidato com maior expectativa de votos, atrás apenas do ex-governador Anthony Garotinho (PR).

– A expectativa é que o Romário consiga em torno de 300 mil votos e ainda leve mais dois candidatos do partido à Câmara dos Deputados – festeja o presidente do PSB do Rio, deputado Alexandre Cardoso.

Autor: Tags: , , , , , ,

quinta-feira, 15 de julho de 2010 Eleições | 09:58

PSB propõe a Dilma incluir ensino profissionalizante no plano de governo

Compartilhe: Twitter

O plano de governo do PSB, que será entregue à Dilma Rousseff no próximo dia 19, em Brasília, vai incluir a proposta de cursos profissionalizantes no segundo e terceiro anos do ensino médio.

A proposta é do deputado Alexandre Cardoso (RJ). Ele defende que, além de ajudar a  reduzir os altos índices de evasão (mais de 50% no ensino médio), a formação profissional facilita o acesso ao primeiro emprego – especialmente entre os jovens que nunca alcançarão o diploma universitário.

Autor: Tags: , , , ,

quarta-feira, 14 de julho de 2010 Eleições | 12:03

PSB do Rio afirma que candidatura de Romário ajudou a afastar do partido milicianos e candidatos evangélicos

Compartilhe: Twitter

Praticamente todos os partidos do Rio têm um miliciano ou um militante evangélico entre seus candidatos. Além de ajudarem a encher a urna da legenda para obtenção de um bom coeficiente eleitoral, esses candidatos servem também como uma espécie de passe livre da agremiação nas favelas.

Mas o presidente do PSB local, deputado Alexandre Cardoso, afirma ter vetado a inscrição de candidatos pela legenda ligados a milicias ou marcadamente evangélicos. Para abrir as portas das favelas usou de outro artifício: a candidatura do atacante Romário. Ele próprio explicou sua opção ao Poder Online, no vídeo abaixo:

Autor: Tags: , , , , , , ,

sábado, 10 de julho de 2010 Eleições | 06:28

Romário larga a final da Copa para fazer campanha

Compartilhe: Twitter

O ex-jogador Romário telefonou da África do Sul para o presidente estadual do PSB no Rio de Janeiro, Alexandre Cardoso. Informou que não assistirá a final da Copa do Mundo, em Joanesburgo,  amanhã.

Ele chega hoje ao Rio para cuidar do lançamento de sua campanha a deputado federal.

Autor: Tags: , ,

sexta-feira, 9 de julho de 2010 Eleições | 16:54

“Precisamos repensar os nossos ídolos”

Compartilhe: Twitter

Do deputado Alexandre Cardoso, presidente do PSB do Rio de Janeiro e responsável pela filiação do craque Romário ao partido:

— Esse episódio do goleiro Bruno devia ser aproveitado para repensarmos os nossos ídolos.  Ele nunca foi um sujeito modelar, mesmo assim a torcida o adorava. Todos o paparicávamos só porque sabia jogar bola. Um ídolo precisa ser mais do que um bom jogador.

Em tempo. Romário é candidato a deputado federal e deverá ser um puxador de votos parea o PSB do Rio.

Autor: Tags: , , , , ,

quarta-feira, 2 de junho de 2010 Eleições | 08:03

Número de mulheres candidatas deve chegar a um quinto da cota legal, avalia deputado

Compartilhe: Twitter

O deputado Alexandre Cardoso (PSB-RJ) está preparando um levantamento sobre o número de mulheres candidatas à Câmara e ao Senado em todo o país.

No Rio de Janeiro, concluiu que as mulheres estão longe de preencher a cota de 30% de candidatas estabelecida em lei. Não chegam nem a um quinto disto.

Ou seja, dos 69 candidatos a 46 vagas de deputados pelo Rio, 21 deveriam ser mulheres. Mas não passam de cinco as candidatas.

– Resultado: Ou as vagas vão deixar de ser preenchidas, ou vai ter partido aí inscrevendo candidata laranja, aposta o deputado.

Para ele, só uma reforma eleitoral com o voto em lista melhorará a situação das mulheres na política.

Autor: Tags: , , , , ,