Publicidade

Posts com a Tag Alfredo Sirkis

terça-feira, 8 de outubro de 2013 Eleições | 19:06

Aliados de Marina participam de primeira reunião de bancada do PSB

Compartilhe: Twitter

Walter Feldman (PSB-SP) e Alfredo Sirkis (PSB-RJ), aliados de Marina Silva que seguiram os passos dela no PSB, foram os destaques da primeira reunião de bancada do partido na Câmara.

Eles compuseram a mesa juntamente com o líder da bancada, Beto Albuquerque (RS), que iniciou sua fala destacando a chegada da Rede no partido.

Pouco antes, falando sob a perspectiva dos novos aliados dentro do PSB, Albuquerque afirmou que o PSB não fechará questão nos estados antes de março.image

Autor: Tags: , , , , ,

Eleições | 14:00

PV decide não pedir mandato de Alfredo Sirkis

Compartilhe: Twitter

O presidente nacional do PV, José Luiz Penna, disse que não tentará ação na Justiça para reaver o mandato do deputado Alfredo Sirkis (RJ), que deixou a sigla para se filiar ao PSB, seguindo os passos de Marina Silva.

Penna disse que normalmente o PV não faz esse tipo de coisa e que não faria muito sentido fazer nesse caso, uma vez que os planos de Sirkis eram de deixar o partido para se filiar a Rede Sustentabilidade, que não obteve seu registro a tempo de disputar as eleições do ano que vem.

Autor: Tags: , , , ,

Partidos | 08:00

‘Saímos totalmente acertados’, diz Sirkis sobre conversa com Marina

Compartilhe: Twitter

Depois de fazer críticas a Marina Silva (PSB-AC) em seu blog, o deputado Alfredo Sirkis (PSB-RJ) diz estar “acertado” com a aliada. O deputado, que decidiu migrar para o PSB com Marina, contou que os dois tiveram uma conversa no domingo. “Foi uma conversa de amizade pessoal. Saímos totalmente acertados”, disse Sirkis.

Sirkis discutiu com Marina na noite da última quinta-feira, diante da indefinição da ex-verde sobre seu futuro político. No dia seguinte, ele publicou na internet um texto em que dizia que Marina “comete equívocos de avaliação estratégica e tática” e “reage mal a críticas”.

Sirkis jura que não foi necessário nenhum pedido de desculpas durante o encontro.

Autor: Tags: , , ,

sexta-feira, 4 de outubro de 2013 Partidos | 13:58

Sirkis preferiu acompanhar desfecho sobre a Rede no Rio

Compartilhe: Twitter

Coordenador da campanha presidencial de Marina Silva em 2010, o deputado Alfredo Sirkis (PV-RJ) nem sequer ficou em Brasília para acompanhar o desfecho sobre o que será da ex-senadora e da Rede Sustentabilidade. Em vez disso, viajou para o Rio de Janeiro e monitora de lá os desdobramentos da reunião que acontece hoje na capital federal.

Sirkis e Marina protagonizaram uma discussão na reunião ocorrida ontem à noite, logo após o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) rejeitar a concessão do registro ao novo partido. Hoje, o deputado publicou um texto nas redes sociais com críticas a Marina.

Leia também: ‘Demos mole’, afirma Alfredo Sirkis após rejeição da Rede 

Autor: Tags: ,

sexta-feira, 12 de julho de 2013 Eleições | 09:00

Marina só conseguiu validar cerca de 50 mil assinaturas até agora

Compartilhe: Twitter

A ex-senadora Marina Silva já conseguiu uma boa margem de segurança na coleta de assinaturas para criar a Rede Sustentabilidade. Já foram acumulados mais de 600 mil endossos. O problema é que, até agora, só cerca de 50 mil foram validados nos cartórios.

Coordenador da campanha de Marina à Presidência em 2010, o deputado Alfredo Sirkis (RJ) diz que, no momento, não há mais o que fazer a não ser esperar. “E rezar”, disse o parlamentar.

 

Autor: Tags: , , , ,

quinta-feira, 2 de maio de 2013 Partidos | 09:30

Burocracia preocupa mais partido de Marina que coleta de assinaturas

Compartilhe: Twitter

O fato de o novo partido da ex-senadora Marina Silva, a Rede Sustentabilidade, não ter conseguido alcançar a meta de assinaturas estabelecida para o mês de abril não é tao preocupante na avaliação do deputado federal Alfredo Sirkis (PV-RJ), um dos articuladores da nova sigla.

Ele avalia que o motivo de maior preocupação ainda é a validação das assinaturas em todos os cartórios eleitorais do país.

“O partido tem tido uma boa adesão, tanto da sociedade quanto de políticos. Nós vamos conseguir todas as assinaturas. O preocupante é a burocracia nos cartórios que vem depois”, afirmou.

A Rede espera recolher as cerca de 500 mil assinaturas necessárias para o registro do partido até 15 de junho.

Leia também: Além da Rede e do Solidariedade, 27 partidos buscam registro no TSE

Autor: Tags: , ,

terça-feira, 19 de março de 2013 Congresso | 12:00

Deputado que quer restringir acesso ao fundo partidário diz não ter nada contra o legenda de Marina

Compartilhe: Twitter

O deputado federal Edinho Araújo (PMDB-SP), autor do projeto que tramita no Congresso propondo restringir o acesso de novas legendas ao fundo partidário e tempo de televisão com base na migração de deputados, afirmou que sua proposta tem o objetivo apenas de deixar mais clara a lei sobre o assunto.

No ano passado, houve um embate no Supremo Tribunal Federal que acabou favorecendo o partido do ex-prefeito de São Paulo Gilberto Kassab.

“O que pretendo é deixar claro o texto da lei e valorizar os partidos e o voto. E que o partido passe a ter essas prerrogativas depois de passar por um processo eleitoral. Não tem nada contra ninguém, nada contra a Marina que está buscando um novo espaço”, afirmou Araújo.

Ele rebate críticas do deputado federal Alfredo Sirkis (PV-RJ), que afirmou que caso o projeto de lei seja aprovado, a Rede Sustentabilidade será prejudicada.

“Tem partido demais e propostas e ideias de menos. E não há tantas ideologias assim. Mas o Brasil tem pluripartidarismo, nada contra, mas não pode ter tempo de radio e de TV e fundo pártidario sem passar pelo batismo das urnas”, afirmou Araújo.

Autor: Tags: , , , ,

segunda-feira, 11 de março de 2013 Partidos, Política | 10:00

‘Candidatura de Marina Silva ainda não é certa’, afirma Sirkis

Compartilhe: Twitter

Para o deputado federal Alfredo Sirkis (PV-RJ), a Rede Sustentabilidade não está recebendo o mesmo tratamento que o PSD, quando foi fundado pelo então prefeito de São Paulo Gilberto Kassab. Sirkis, que foi coordenador da campanha de Marina Silva à Presidência em 2010, afirmou que a legenda que a ex-senadora está criando vem enfrentando muito mais obstáculos.

Ele cita como exemplo o projeto que tramita no Congresso, propondo restringir o acesso de novos partidos ao fundo partidário e tempo de televisão com base na migração de deputados. “Vão nos criar todo tipo de obstáculo”, afirma.

Segundo Sirkis, a candidatura de Marina Silva à Presidência ainda não é certa. Ele afirma que a ex-senadora ainda não anunciou nem excluiu a possibilidade. “Ela não tem certeza. Por enquanto, estamos pensando na oficialização do partido.”

Há uma preocupação do partido com a burocracia para a oficialização do novo partido. Em que fase do trâmite vocês estão?
Estamos priorizando a coleta de assinatura, precisamos de 500 mil, não estamos entrando ainda na questão dos partidos nos Estados e municípios. O problema está no tempo hábil para conseguir a validação das assinaturas em todos os cartórios eleitorais, depender da boa vontade de milhões de escrivães, e depois aprovação do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

A Rede já tem deputados suficientes para conseguir tempo na TV para propaganda eleitoral?
Nós temos seis deputados federais (Sirkis, Walter Feldman, PSDB-SP, Domingos Dutra, PT-MA, além de outros três que não tiveram os nomes revelados). E outros 20 que estão aguardando a oficialização do partido para se pronunciarem. Mas temos outro problema grande que é a proposta de mudança na lei que quer excluir os novos partidos da divisão da maior parte do fundo partidário e do horário gratuito de rádio e TV (de autoria do deputado Edinho Araújo, do PMDB), que deverá ser votada em abril. Estamos tendo tratamento diferente do que foi dado ao partido do (ex-prefeito de São Paulo, Gilberto) Kassab. Vão nos criar todo tipo de obstáculo. Mas se as regras do jogo foram mantidas, nós teremos tempo na TV.

Por que o senhor acha isso?
A Marina teve 20 milhões de votos e isso assusta. É uma corrida de obstáculo. Marina nunca teve facilidades na vida, nós que defendemos o meio-ambiente também não. Nunca tivemos colher de chá. É uma luta.

E a candidatura de Marina à presidência em 2014 é totalmente certa?
Não é certa. Marina não anunciou nem excluiu essa possibilidade. Ela não tem certeza. Por enquanto estamos pensando na oficialização do partido.

Autor: Tags: , ,

quinta-feira, 28 de junho de 2012 Partidos | 12:08

Grupo de Marina não sabe qual caminho seguir

Compartilhe: Twitter

O derputado Alfredo Sirkis (PV-RJ) permaneceu no Partido Verde. Mas é alinhado ao grupo da ex-candidata à Presidência da República Marina Silva, que deixou a legenda.

Sirkis acha que Marina e seu grupo não irão entrar no PEN (Partido da Ecologia Nacional), cuja criação foi recentemente aprovada pelo Tribunal Superior Eleitoral. Mas ele também não sabe qual destino irão tomar:

— Essa discussão vai ficar para depois das eleições municipais. Hoje não temos uma estratégia definida. Creio que nem a Marina sabe exatamente qual caminho ela quer seguir, em termos de candidatura e legenda.

Autor: Tags: , , , , ,

sexta-feira, 25 de maio de 2012 Brasil | 15:42

É positiva primeira reação dos ambientalistas ao novo Código Florestal com vetos de Dilma

Compartilhe: Twitter

Presidente da subcomissão Rio+20, da Comissão de Relações Exteriores e Defesa da Câmara, o deputado federal Alfredo Sirkis (PV-RJ) disse que ainda não analisou detalhadamente o novo Código Florestal sancionado pela presidenta Dilma Rousseff, mas “num primeiro momento” considerou os vetos anunciados “bastante positivos”.

É posição semelhante à do líder do PV na Câmara, Sarney Filho (MA), que disse também não ter analisado detalhadamente o texto, mas que considera positivas as notícias iniciais. Segundo ele, o partido soltará uma nota nas próximas horas.

Autor: Tags: , , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. 3
  5. Última