Publicidade

Posts com a Tag Alfredo Sirkis

domingo, 24 de abril de 2011 Eleições | 06:02

Fernando Gabeira: “A oposição está em extinção no Rio”

Compartilhe: Twitter

Fernando Gabeira (Foto: Valéria Gonçalvez/AE)

O ex-deputado federal Fernando Gabeira foi candidato a prefeito do Rio de Janeiro pelo PV em 2008, quando obteve o apoio de 49,17% dos eleitores, e a governador em 2010, com 20,68% dos votos de todo o Estado.

Um bom patrimônio eleitoral. Mas ele agora não sabe se vai concorrer a prefeito em 2012. Por dois motivos: a) “saí muito duro da campanha”;  b) “o PV do Rio está sendo seduzido a apoiar a reeleição do Eduardo Paes”.

Em entrevista ao Poder Online, Gabeira detalhou melhor a situação:

Poder Online — O senhor será candidato a prefeito do Rio em 2012?

Fernando Gabeira — Não digo que não. Mas acho muito difícil. Saí da campanha muito duro, muito sem grana. Estou tendo que trabalhar muito, tocar a minha vida. Também não sei se pega bem no eleitorado essa coisa de sair candidato em todas as eleições. E, além do mais, o PV está flertando com o prefeito Eduardo Paes (PMDB).

Poder Online — O PV também? O PPS do Rio já está em plena negociação com o PMDB para aderir. Isso não é fruto do racha nacional do PV? O racha não espantou possíveis aliados em 2012?

Fernando Gabeira — Acho que não é isso. O problema aqui no Rio é o Eduardo Paes. Ele está querendo sair candidato à reeleição sem oposição. Está tentando cooptar todo mundo. Não é só o PV ou o PPS, também está atrás do Índio da Costa, do PSD. O Paes quer tudo.

Poder Online — Quem no PV do Rio está indo apoiar o prefeito?

Fernando Gabeira — Não sei se dá para dizer que tem alguém que já está indo. Mas o Alfredo Sirkis (deputado federal e presidente regional do partido) está discutindo o assunto com o Eduardo Paes. Aliás, o prefeito também me procurou. Ofereceu um cargo na organização das  Olimpíadas do Rio. Um trabalho mais internacional… Mas eu não aceitei. Não tenho nada contra o Eduardo pessoalmente, mas sou oposição. A oposição aqui no Rio está em extinção e alguém tem que segurar a onda.

Poder Online — Voltamos à questão do racha nacional. Isso não atrapalhou?

Fernando Gabeira — Acho que não teve nada a ver. Foi uma questão local. E, quanto ao racha, já está mais ou menos resolvido.

Poder Online — Como assim?

Fernando Gabeira — Está-se acomodando. Eu sempre achei que essa coisa de racha era desnecessária, e agora estamos começando a nos acertar. É consenso dentro do PV que o partido tem que se democratizar e que tem que haver rodízio no comando, arejar. O problema era apenas uma questão de prazos. A discórdia era sobre quando devemos fazer nova convenção. E já está ficando mais ou menos claro para todas as correntes que isto deve ocorrer até o final de 2011. Então não chega a ser um racha.

Autor: Tags: , , , , , , , , ,

quarta-feira, 23 de março de 2011 Partidos | 18:01

PV faz mais uma reunião para discutir divergências

Compartilhe: Twitter

Está confirmada para amanhã, em São Paulo, a reunião do grupo do PV ligado à ex-senadora Marina Silva. Verdes de todo o país irão preparar um manifesto que defenderá a renovação do partido e mostrará as principais divergências em relação à gestão do deputado José Luiz Penna.

Maurício Brusadin, presidente do diretório paulista e um dos organizadores do evento, afirmou que Marina Silva estará na reunião que acontecerá numa casa no bairro da Vila Madalena, na região oeste da capital.

– Como não esperávamos que o encontro atingisse essas proporções, não tivemos tempo de pensar em um outro lugar para nos reunirmos. Apesar de o espaço físico ser pequeno, queremos receber todo mundo neste debate democrático.

Autor: Tags: , , , ,

terça-feira, 22 de março de 2011 Congresso | 09:07

PV leva guerra interna para comissão da reforma política

Compartilhe: Twitter

Uma curiosidade:

O suplente do deputado Alfredo Sirkis (RJ) na Comissão de Reforma Política do Congresso é o deputado e presidente do partido, José Luiz Penna (SP).

Os dois, como se sabe, estão em guerra aberta pelo comando nacional do partido.

O que se diz no PV é que, no mínimo, Sirkis comparecerá a todas as sessões da Comissão, só para não abrir espaço para seu suplente.

Autor: Tags: , , , ,

segunda-feira, 21 de março de 2011 Partidos | 15:40

“Zequinha Sarney é dado às rasteiras”, diz Sirkis

Compartilhe: Twitter

O deputado Alfredo Sirkis (PV-RJ) subiu neste domingo o tom das críticas à cúpula verde, com quem
ameaçou romper após a decisão do partido de prorrogar o mandato do seu presidente, José Luiz Penna (PV-SP).

Em seu blog, Sirkis afirmou ontem que o deputado Zequinha Sarney (PV-MA), da corrente da sigla
ligada à Penna, “não se libertou da cultura oligárquica na qual se formou” e que “é eventualmente
dado aos ardis e às rasteiras”.

Na reunião da Executiva do partido, os dois quase saíram no braço.

No texto, direcionado à “turma do deixa disso”, Sirkis também atacou Penna: “Se na família é necessário um sincericida para avisar o tio que está pirando e que não dá mais, aqui estou eu com armas e bagagens”.

Leia aqui o texto na íntegra.

Autor: Tags: , , ,

Partidos | 07:04

Zequinha Sarney X Alfredo Sirkis

Compartilhe: Twitter

Na reunião da Executiva do PV, em Brasília, os deputados Zequinha Sarney (MA) e Alfredo Sirkis (RJ) quase foram às vias de fato.

Os dois deram trabalho à turma do deixa disso.

Autor: Tags: , ,

domingo, 20 de março de 2011 Partidos | 06:03

Marina Silva nega saída do PV e convoca os militantes para ajudá-la a renovar o partido

Compartilhe: Twitter

Marina Silva (Foto: Geraldo Bubniak/AE)

Pelo menos por enquanto, a ex-senadora Marina Silva descarta a possibilidade de sair do PV, embora esteja insatisfeita com a permanência do deputado José Luiz Penna (SP) na presidência da legenda.

– Nunca coloquei a tese de sair do partido, tenho confiança de que o PV irá fazer jus ao seu legado nas urnas e não será preciso criar um outro endereço para este legado – afirmou Marina ao Poder Online, ontem à noite, por telefone.

Ao lado do ex-deputado Fernando Gabeira e do deputado Alfredo Sirkis (RJ), em reunião no Rio de Janeiro, a ex-senadora afirmou que a frase postada por Sirkis em seu blog falando de “um novo começo” foi motivada pela emoção e que todos ali estão confiantes de que o PV “será capaz de protagonizar a sua renovação”:

– O PV não pode perder o vínculo e o elo com a nova forma de fazer política, o discurso de campanha, que obteve o apoio da sociedade viva. Isso implica em uma renovação interna e esse prazo não pode ser 2012, quando teremos um ano eleitoral e, como se diz, não dá para assobiar e chupar cana. É preciso fazer essa renovação antes.

Segundo Marina, o prazo de seis meses já era “bastante elástico” para a renovação da direção. Ela faz questão de lembrar que nunca disputou poder dentro do PT, assumiu cargos no comando do partido na cota das mulheres:

– Essa não é a questão. A única coisa que quero é que as ideias que acredito sejam implementadas na gestão do partido. Podem até discordar, vamos fazer o debate, mas não um embate. A renovação era uma urgência, agora é uma emergência.

Na quinta-feira, Penna derrotou o grupo de Marina por 29 votos a 16 na Executiva Nacional e prorrogou seu mandato de presidente por mais um ano, o 12º de sua gestão. Como o documento aprovado diz que a renovação do comando da legenda se dará “em até 1 ano”, o grupo de Marina, agora, vai partir para a mobilização – por meio de seminários, regionais e nacionais, e na preparação para o Congresso do PV, que irá discutir questões programáticas. O evento está previsto para este ano para atualizar o programa do PV, que é de 1994.

– Acredito que os verdes sejam capazes de honrar seus 25 anos de história – diz Marina que pretende convocar militantes e eleitores para a árdua tarefa.

Autor: Tags: , , , , ,

terça-feira, 5 de outubro de 2010 Eleições | 17:05

Sirkis e a poluição sonora

Compartilhe: Twitter

A maior preocupação do PV, neste momento, é com a atuação da sua bancada. Tem motivos. Ontem, quando a candidata Marina Silva foi gravar entrevista para o Jornal Nacional pediu a todos os verdes que estavam na sala para desligar o celular.

No meio da gravação, foram todos surpreendidos por um toque estridente. Era o aparelho do deputado eleito Alfredo Sirkis (PV-RJ).

Foi preciso que alguns verdes lembrassem a Sirkis que poluição sonora também causa danos ao ambiente.

Autor: Tags: , ,

terça-feira, 10 de agosto de 2010 Eleições | 12:00

“A Globo vai vir agressiva” avalia Alfredo Sirkis

Compartilhe: Twitter

Presidente do PV do Rio de Janeiro e um dos coordenadores da campanha de Marina Silva à Presidência, Alfredo Sirkis conta ao Poder Online que a candidata está preparada para ser pressionada por Fátima Bernardes e Wiliam Bonner durante a  entrevista de hoje à noite, no Jornal Nacional da TV Globo,  com a mesma intensidade com que foi pressionada a candidata do PT, Dilma Rousseff, ontem:

— Eles vão vir com tudo. Até para mostrar que não têm lado.

E devem perguntar sobre o quê?

— Acho que falarão do casamento gay. Marina dirá que não gosta de chamar assim, mas é a favor da união civil entre pessoas do mesmo sexo, o que dá no mesmo. Talvez perguntem sobre os baixos índices de intenção de voto nas pesquisas, mas ela responderá que ainda estamos no início do jogo. Enfim, ela está preparada.

E aquela pergunta do Plínio de Arruda Sampaio, se ela não é uma ecocapitalista?

— Acho que esse tema não vai interessar à Globo…  Mas o socialismo tem a mesma raíz do capitalismo na revolução industrial, que  é a idéia de subjugar a natureza. A antiga União Soviética foi uma das nações mais poluentes da história. Ecologistas não são nem socialistas, nem capitalistas.

Preparados para enfrentar o Plínio no debate da Rede TV?

— Sim. Infelizmente a presença do Plínio obriga a Marina a ser mais agressiva, o que não é o jeito dela. Mas vamos ter que encontrar o lado jaguatirica da nossa candidata.

Autor: Tags: , , , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. 3
  5. Última