Publicidade

Posts com a Tag Ana Maria Machado

quarta-feira, 4 de janeiro de 2012 Brasil | 09:08

Começa a gestão de Ana Maria Machado na ABL

Compartilhe: Twitter

Ana Maria Machado (Foto: AE)

Para dar início à sua gestão na Academia Brasileira de Letras, a escritora Ana Maria Machado convocou para segunda-feira a primeira reunião da nova diretoria da Casa de Machado de Assis. No encontro, ela dará ênfase à organização das comemorações do centenário de Jorge Amado.

Ana Maria falará sobre uma grande exposição que pretende realizar sobre a vida e a obra do escritor. E da ideia de o cineasta e imortal Nelson Pereira dos Santos conduzir uma mostra cinematográfica, com filmes e documentários que tenham relação com Jorge Amado.

Autor: Tags: , , , ,

terça-feira, 13 de dezembro de 2011 Brasil | 08:12

O “ministério” da presidenta da ABL

Compartilhe: Twitter

A escritora Ana Maria Machado toma posse na presidência da Academia Brasileira de Letras, depois de amanhã, mas, ao contrário de Dilma Rousseff, seu “ministério” é composto majoritariamente por homens.

Geraldo Holanda Cavalcanti assumirá a secretaria-geral, Domício Proença Filho e Marco Lucchesi serão primeiro e segundo secretários, respectivamente, e a tesouraria ficará a cargo de Evanildo Cavalcanti Bechara.

Aposta-se, porém, que a autora de A audácia dessa mulher, saberá contornar a situação e impor uma personalidade feminina à sua gestão a partir de 2012 – já que, logo depois da posse, a Casa de Machado de Assis entra em recesso.

Autor: Tags: , ,

segunda-feira, 8 de agosto de 2011 Brasil | 07:06

O imortal Marco Aurélio Mello

Compartilhe: Twitter

O ministro Marco Aurélio Mello (Foto: AE)

Com planos de nos próximos anos se tornar imortal da Academia Brasileira de Letras, o ministro do Supremo Tribunal Federal, Marco Aurélio Mello, tem conquistado o apoio de um grupo de acadêmicos da Casa de Machado de Assis.

Na última sexta-feira, depois de participar da homenagem da ABL ao centenário de nascimento de San Tiago Dantas, o ministro foi convidado para o tradicional chá dos imortais.

Muito à vontade, bateu um longo papo com a escritora e secretária-geral da ABL, Ana Maria Machado.

Autor: Tags: , , ,

terça-feira, 2 de agosto de 2011 Brasil | 09:02

Ana Maria Machado: “Os eleitores têm a ver com a falta de ética na política”

Compartilhe: Twitter

Ana Maria Machado (Foto: AE)

Em meio às denúncias de corrupção nos ministérios dos Transportes e da Agricultura, a Academia Brasileira de Letras promove, no próximo dia 9, um debate sobre ética na política.

O ministro das Relações Exteriores do governo Fernando Henrique Cardoso, Celso Lafer, será o palestrante principal do evento que faz parte do ciclo de conferências Ética e Cidadania em Tempos de Transição.

Coordenadora do projeto, a escritora Ana Maria Machado afirma que o objetivo do evento é provocar do reflexão. “A maioria desses políticos corruptos foi eleita por maioria dos votos. Representam os eleitores que sistematicamente têm votado neles e nos seus partidos. Então os eleitores e o sistema também têm algo a ver com isso. Ou não?”, questiona nesta entrevista ao Poder Online.

Poder Online – Quais as consequências para a sociedade quando a falta de ética de alguns políticos torna-se desculpa ou justificativa para atos de corrupção?

Ana Maria Machado – É exatamente isso que o ciclo Ética e Cidadania em Tempos de Transição está tentando examinar e analisar, com diferentes enfoques – como o do historiador Boris Fausto, o da sociólogo e escritora Rosiska Darcy de Oliveira, o do professor de filosofia do direito Celso Lafer, o do antropólogo Roberto DaMatta. Mas essa análise não pode ficar apenas na superficialidade de carimbar rótulos nos outros. Afinal, a maioria desses políticos corruptos foi eleita por maioria dos votos. Representam os eleitores que sistematicamente têm votado neles e nos seus partidos. Muitos deles são reeleitos, mesmo depois de já terem sido expostos como corruptos e condenados nas primeiras instâncias. Então os eleitores e o sistema também têm algo a ver com isso. Ou não?

Poder Online – Ética e política são incompatíveis?

Ana Maria Machado – Claro que não. A ética é compatível com todas as atividades humanas, em todos os seus aspectos é a marca da civilização. Por isso deve ser sempre reforçada e aprimorada.

Poder Online – A sociedade, no dia a dia, em pequenos atos demonstra uma tendência a abandonar o comportamento ético?

Ana Maria Machado – Não sei se é o caso de generalizarmos assim, com essas afirmações vagas e no ar. Mas, sem dúvida, a impunidade alimenta essa tendência. E a superficialidade característica de tempos em que se evita pensar a fundo também contribui para isso. Fica mais fácil jogar a culpa no outro do que parar para examinar o que realmente ocorre.

Poder Online – É possível resgatar valores éticos na sociedade competitiva do século 21?

Ana Maria Machado – Sem dúvida. Achar que não é possível é, justamente, fazer o jogo da antiética.

Poder Online – Quais ações podem sair do ciclo de conferências da Academia Brasileira de Letras?

Ana Maria Machado – O objetivo do ciclo não é provocar ações diretamente, mas suscitar reflexões. Essas reflexões é que irão apontar a cada um o que deve fazer. Achei que podíamos examinar a ética, como um aspecto da filosofia. E lançar um olhar sobre o momento contemporâneo, os tempos que estamos vivendo, que são considerados de transição para alguns novos modelos de comportamento, ligados às novas tecnologias.

Autor: Tags: , , , , ,

quinta-feira, 4 de novembro de 2010 Brasil | 19:05

ABL pede que Haddad defenda Monteiro Lobato

Compartilhe: Twitter

A Academia Brasileira de Letras (ABL) divulgou agora há pouco apoio ao ministro da Educação, Fernando Haddad, que rejeitou à tentativa de censura ao livro Caçadas de Pedrinho, de Monteiro Lobato, pedida pelo Conselho Nacional de Educação (CNE), sob a alegação de se tratar de obra de conteúdo racista.

Em reunião realizada nesta tarde, os acadêmicos se posicionaram “contra qualquer forma de veto ou censura à criação artística” e seguiram o posicionamento da escritora Ana Maria Machado.

Os imortais ainda fizeram um apelo a Haddad:

– A obra de Monteiro Lobato, em sua integridade, faz arte do patrimônio cultural brasileiro e apelamos ao senhor Ministro da Educação no sentido de que se respeite o direito de todo cidadão a esse legado, e que vete a entrada em vigor dessa recomendação – diz o texto divulgado pela ABL.

Autor: Tags: , , , ,

segunda-feira, 1 de novembro de 2010 Brasil | 16:12

Para Ana Maria Machado, professores não leem Monteiro Lobato

Compartilhe: Twitter

Ana Maria Machado (Foto: AE)

A escritora Ana Maria Machado divulgou carta contra o parecer do Conselho Nacional da Educação (CNE) que caracteriza como racista o conteúdo da obra Caçadas de Pedrinho, de Monteiro Lobato.

Considerada uma das maiores escritoras de literatura infantil do Brasil, Ana Maria afirmou que “toda leitura deve ir além do texto” e que cabe aos professores “orientar seus alunos no desenvolimento de uma leitura crítica”.

Mas, para isso, Ana Maria afirma que  “é necessário que os professores e os formuladores de políticas educacionais tenham lido a obra infantil de Lobato e estejam familiarizados com ela”:

– Então saberiam que esses livros são motivo de orgulho para uma cultura. Raros autores estimulam tanto os leitores a pensar por conta própria quanto Lobato, inclusive para discordar dele . Dispensá-lo sumariamente é um desperdício.

Além de ocupante da cadeira nº1, Ana Maria Machado é secretária-geral da Academia Brasileira de Letras. Na próxima quinta-feira, ela se reunirá com os acadêmicos para decidir qual posição será adotada pela ABL.

Mas a carta divulgada pela escritora já adianta qual será sua posição:

– Somos contra qualquer forma de veto ou censura à criação artística. Uma cultura não pode se tecer com as linhas dos melindres e ressentimentos. Isso a empobrece, em vez de enriquecê-la.

Autor: Tags: , , , ,

sexta-feira, 21 de maio de 2010 Brasil | 05:52

Ana Maria Machado presidirá eleição na ABL

Compartilhe: Twitter

A escritora Ana Maria Machado, 68 anos, secretária-geral da Academia Brasileira de Letras, assumiu interinamente a presidência da ABL e presidirá a eleição para a cadeira de número 29, que ocorre dia 2 de junho, às 16h.

Marcos Vilaça, presidente da ABL (Acervo ABL/Richam Samir)

O presidente da ABL, Marcos Vilaça, 70 anos, ficará licenciado da Casa durante um mês. Ele fraturou o quadril num tombo em São Paulo na semana passada, passou por uma cirurgia na última sexta-feira, 14, e segue internado no hospital Pró-Cardíaco, no Rio.

Vilaça passa bem e, apesar de lenta, sua recuperação tem sido satisfatória. Ele não tem recebido visitas.

Após receber alta, o que deve acontecer na próxima semana, o presidente da ABL seguirá o tratamento em casa: dois meses de fisioterapia. 

(Thaís Arbex)

Autor: Tags: , ,