Publicidade

Posts com a Tag Antônio Donato

quinta-feira, 16 de janeiro de 2014 Partidos | 12:00

Com apoio do PT nacional, Haddad inicia transição na secretaria de Governo

Compartilhe: Twitter

Nomeado secretário de Governo da Prefeitura de São Paulo, Chico Macena se reuniu com o antecessor Antonio Donato e o presidente nacional do PT, Rui Falcão, para tratar da transição na pasta.

A secretaria estava sem titular desde que Donato renunciou após ser citado no escândalo do ISS. Macena foi tesoureiro da campanha de Haddad em 2012 e é homem de confiança do prefeito.

Leia também: Presidente do PSB paulistano terá encontro com Haddad para definir candidatura

Autor: Tags: , , , ,

quinta-feira, 28 de novembro de 2013 Partidos | 07:00

Sem Haddad, PT de São Paulo fará ato de desagravo a Donato

Compartilhe: Twitter

O diretório municipal do PT-SP fará nesta quinta-feira (28) um ato em apoio ao vereador Antonio Donato (PT), ex-secretário de Governo do prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT).

Antonio Donato (foto: divulgação)

Antonio Donato (foto: divulgação)

A prefeitura instaurou uma sindicância para investigar se Donato participou de irregularidades ao manter contato com os acusados de participar de um esquema de fraudes na arrecadação de impostos da cidade.

Vereadores e dirigentes discursarão em apoio de Donato, que estará presente. Já Haddad ficará bem longe do evento.

Leia mais: Fiscal suspeito de fraude trabalhou com secretário de Haddad

Autor: Tags: , , ,

quarta-feira, 13 de novembro de 2013 Partidos | 07:30

Petistas dizem que ‘imprensa bateu demais’ em Donato

Compartilhe: Twitter
Antonio Donato (foto: divulgação)

Antonio Donato (foto: divulgação)

A avaliação dos petistas paulistanos da saída do secretário de Governo da Prefeitura de São Paulo, Antonio Donato, é de que a “imprensa bateu demais” e a situação ficou insustentável para ele continuar no governo.

Leia também: Citado em gravações de quadrilha, secretário de Haddad pede afastamento do cargo

Donato pediu afastamento do cargo após ser citado em gravações de membros da quadrilha do ISS (Imposto sobre Serviços). Ele, assim como os demais petistas, nega envolvimento no caso.

Nos últimos dias, Donato estava “muito abatido”, segundo pessoas próximas a ele, que teria dito que tinha “levado uma trombada sem saber de onde veio”.

Já o outro secretário do prefeito Fernando Haddad (PT), citado no caso, Jilmar Tatto (Transportes), não deve deixar o governo mesmo sendo visto como em uma situação mais delicada do que Donato, já que um dos investigados no esquema tem uma empresa em sociedade com a mulher do secretário, Adli Tatto.

 Saiba mais: Fiscal suspeito de fraude trabalhou com secretário de Haddad

Eleito vereador, Donato voltará para a Câmara. Alessandro Guedes (PT), segundo suplente da chapa petista, perderá a cadeira.

Autor: Tags: , , , ,

quinta-feira, 7 de novembro de 2013 Partidos | 20:30

PSDB pede afastamento imediato de secretário de Haddad

Compartilhe: Twitter

O diretório municipal do PSDB-SP quer o afastamento imediato do secretário de Governo do prefeito Fernando Haddad (PT), Antonio Donato.

Saiba mais: PT-SP sai em defesa de secretário de Haddad e associa investigado a Serra

O presidente do diretório tucano, Milton Flávio, afirma que, assim como o engenheiro Pedro Pereira Benvenuto foi afastado das suas funções pelo governador Geraldo Alckmin (PSDB), Donato também precisa se distanciar para o bom andamento das investigações.

Leia também: Alckmin oficializa demissão de suspeito de vazamento de dados do Metrô

“Temos absoluta convicção de que Benvenuto não tem participação com nada, mas foi afastado. O caso do Donato é mais grave ainda, ele está sendo pelo Ministério Público e há testemunhas. Não é o Haddad que diz se é verdadeira ou não a acusação”, afirmou Flávio.

Leia a íntegra da nota que será divulgada pelo partido:

“O noticiário traz à tona grave denúncia de que o Secretário Municipal de Governo, Antonio Donato, teria recebido dinheiro, para campanha eleitoral, de fiscais acusados de armar um esquema de corrupção que pode ter desviado mais de R$ 500 milhões da Prefeitura de São Paulo. Dentre os beneficiados, estaria o sócio da mulher do Secretário Municipal de Transportes e Deputado Federal licenciado, Jilmar Tatto.
A legislação brasileira, por meio dos artigos 134 a 138 do Código de Processo Civil, dispõe que o magistrado está proibido de exercer suas funções em processos nos quais for parte e o declara suspeito sempre que questionável sua imparcialidade.
A manutenção de Antonio Donato à frente da Secretaria Municipal de Governo é inaceitável, pois avilta os princípios constitucionais da moralidade e da transparência. Esta atitude compromete irremediavelmente a probidade e os resultados do procedimento de apuração. Afinal, Donato deveria, ao invés de conduzir a investigação, ser um dos investigados.
Entre as razões que recentemente levaram a população às ruas, figura a indignação quanto à corrupção e à impunidade. O controle social sobre as ações dos agentes públicos só será progressivamente fortalecido se houver respostas efetivas a este anseio por parte dos governantes.
Lamentável que a defesa do PT seja o ataque, se utilize da dissimulação e de outros expedientes sórdidos, tentando sempre “nivelar por baixo”. O senso de responsabilidade é característica do PSDB, que, sem realizar julgamento prévio, mas firme no cumprimento de seu papel fiscalizador de oposição, exige do Prefeito Fernando Haddad rigorosa apuração e o imediato afastamento de Antonio Donato do cargo – medida em sintonia com o que almeja a sociedade e condizente com os valores republicanos.

DIRETÓRIO MUNICIPAL DO PSDB-SP”

Autor: Tags: , , ,

quarta-feira, 6 de novembro de 2013 Partidos | 13:17

PT-SP sai em defesa de secretário de Haddad e associa investigado a Serra

Compartilhe: Twitter

O diretório municipal do PT-SP decidiu divulgar ainda nesta quarta-feira (6) uma nota em defesa do secretário de Governo do prefeito Fernando Haddad (PT), Antonio Donato, ex-presidente do partido na Capital paulista.

Saiba mais: Haddad manterá secretário e convocará construtoras para esclarecer fraude

Donato é citado em uma das escutas do suposto esquema de corrupção revelado após investigação da Prefeitura de São Paulo e que pode ter desviado R$ 500 milhões.

A nota diz que o PT-SP rejeita a tentativa de associar o secretário ao esquema da “quadrilha” da gestão passada, referindo-se ao ex-prefeito Gilberto Kassab (PSD), mas sem citá-lo nominalmente.

Além disso, o partido diz que o secretário de Finanças da gestão Kassab, Mauro Ricardo, -investigado pela operação – é “conhecido homem forte de José Serra na prefeitura”.

Leia a íntegra da nota que será divulgada:

“A Direção Municipal do PT de São Paulo rejeita de forma taxativa a tentativa de associar o nome do secretário de Governo da Prefeitura de São Paulo, companheiro Antônio Donato, a integrantes de uma quadrilha formada por servidores municipais que agiu livremente na administração passada, e cujo esquema foi desvendado justamente por investigação iniciada na gestão petista de Fernando Haddad.

O vazamento seletivo do que seriam informações e depoimentos no âmbito do Ministério Público Estadual, e em tese resguardados por dever legal, prejudica as investigações em curso, que já identificaram um esquema de cobrança de propina na Secretaria de Finanças da administração anterior, cujo prejuízo aos cofres municipais atinge o montante de R$ 500 milhões. A apuração é também resultado da criação, no governo do PT, da Controladoria Geral do Município forte e aparelhada para a defesa dos interesses da cidadania.

Tais vazamentos seletivos expressam ainda uma ameaça clara: a tentativa de determinados setores de “politizar” uma investigação estritamente técnica, na medida em que informações supostamente contidas em depoimentos prestados ao Ministério Público alimentam o noticiário com acusações infundadas e sem nenhuma consistência factual ao vereador licenciado e secretário de Governo da gestão petista na Prefeitura de São Paulo.

Cada vez mais as informações vão delineando que a quadrilha tinha fortes ligações com o secretario Mauro Ricardo, conhecido homem forte de José Serra na prefeitura, que comandou a Secretaria de Finanças por vários anos nas gestões Serra/Kassab. A sua chefe de gabinete e os subsecretários da Receita Municipal, formavam o núcleo de comando da secretaria de Mauro Ricardo e são alvos das investigações. Eles eram os principais responsáveis pelo desvio de recursos públicos provenientes do ISS (Imposto Sobre Serviços). Essa é a origem das manobras diversionistas que tentam desviar o foco dos verdadeiros organizadores e beneficiários desse esquema.

DIRETÓRIO MUNICIPAL DO PT – SÃO PAULO”

Autor: Tags: , ,

segunda-feira, 10 de dezembro de 2012 Cidades | 10:00

Saída de dinossauros preocupa articuladores da Câmara de SP

Compartilhe: Twitter

O assunto é tema fácil na Câmara de São Paulo: a saída de uma grande quantidade de lideranças partidárias por um lado revitaliza a Casa, mas, por outro, pode gerar dificuldades de diálogo entre os mais novos.

Articuladores veteranos da Câmara tomarão, a partir da próxima legislatura, diferentes caminhos.

O secretariado de Fernando Haddad (PT) tirou do parlamento paulistano Antônio Donato (PT), Eliseu Gabriel (PSB) e Roberto Tripoli (PV).

Chico Macena (PT), Claudio Fonseca (PPS) e Franscisco Chagas (PT) não foram reeleitos, ainda que, de qualquer forma, o primeiro vá assumir cadeira na Secretaria Municipal das Subprefeituras e o último assumirá como deputado federal.

Outro nome importante é de Antonio Carlos Rodrigues (PR), que embora não tenha decidido o que fará do futuro, há grande chance de que permança no Senado na vaga aberta pela hoje Ministra da Cultura, Marta Suplicy (PT).

Carlos Apolinário (PMDB) é mais um com história na Câmara que sequer concorreu à reeleição.

Autor: Tags: , , , , , , , , , ,

sexta-feira, 9 de novembro de 2012 Cidades | 17:25

São Paulo: Finanças e Negócios Jurídicos serão as primeiras secretarias a serem anunciadas por Haddad

Compartilhe: Twitter

O coordenador de transição de Fernando Haddad (PT), Antonio Donato (PT), afirmou que os nomes dos futuros secretários de Finanças e Negócios Jurídicos serão os primeiros a ser anunciados já na próxima semana.

— A vontade do prefeito é anunciar o núcleo mais próximo, porque é um núcleo de escolha pessoal dele – resumiu Donato

O coordenador petista falou ao final da reunião entre Haddad e Gabriel Chalita (PMDB) e disse que novo encontro com o presidente municipal do PMDB será realizado, na semana que vem, com a presença da bancada do PMDB na Câmara Municipal.

Donato afirmou que será a partir desse encontro que serão estabelecidos os espaços que o PMDB ocupará na futura gestão de Haddad, bem como dos outros partidos aliados.

Autor: Tags: , , ,

quinta-feira, 8 de novembro de 2012 Cidades | 22:15

“Ele continua o mesmo Haddad de quando tinha 3%”, diz correligionário de Maluf

Compartilhe: Twitter

Secretário-geral do PP paulista, Jesse Ribeiro (PP) se disse surpreso quando recebeu, nesta quinta-feira, em seu apartamento,  o prefeito eleito Fernando Haddad (PT).

Braço direito do deputado Paulo Maluf, Ribeiro esperava se reunir apenas com o coordenador da transição.

A conversa, diz, foi muito cordial.

— A maioria dos políticos, depois que vence uma eleição, nem lembra de quem o ajudou — disse Ribeiro. — Haddad agradeceu nossa ajuda na eleição e nossa participação, que não criou nenhum problema na campanha. Nisso ele me impressionou, ele é o mesmo Haddad de quando tinha 3% na pesquisa — acrescentou o dirigente do PP.

Haddad vai a Brasília na segunda-feira para encontro com a bancada federal do PT paulista e deve aproveitar a viagem para se reunir com o ministro das Cidades, Aguinaldo Ribeiro (PP).

Ribeiro diz que não indicou nenhum nome e que Haddad não ofereceu nenhum cargo, mas justificou a  decisão de colocar o ministro à frente do diálogo com o prefeito eleito.

O ministério das Cidades comanda programas federais que terão muita importância no futuro governo paulistano, como o “Minha casa, minha vida”, muito alardeado por Haddad durante a campanha eleitoral.

O futuro representante do PP no secretariado de Haddad poderia vir de quadros do próprio ministério.

Autor: Tags: , , , , , , ,

quarta-feira, 7 de novembro de 2012 Cidades | 21:30

Veja como foi o princípio da reunião de Haddad com correligionários

Compartilhe: Twitter

Fernando Haddad (PT) e o vereador Antonio Donato (PT), coordenador da transição, estiveram nesta quarta com a bancada do PT na Câmara Municipal.

Na abertura do encontro, Haddad disse aos correligionários que o desempenho do PT nas eleições não o surpreendeu, em função do potencial de engajamento que ele enxerga na militância do partido.

O prefeito eleito disse ainda que o ingrediente fundamental para o sucesso eleitoral foi o esforço feito no primeiro semestre, com a realização de plenárias temáticas, e o lançamento antecipado do plano de governo.

Assista:

Autor: Tags: , , ,

quinta-feira, 25 de outubro de 2012 Eleições | 14:15

Nanicos que apoiaram Russomanno caem no colo do PT

Compartilhe: Twitter

O PT não fez esforço algum para conseguir o apoio de última hora dos nanicos PHS e PRP, que faziam parte da coligação que sustentou Celso Russomanno no primeiro turno.

Laércio Benko (PHS), único vereador eleito pela coligação PHS/PRP, articulou em nome dos dois partidos e procurou o coordenador da campanha petista Antônio Donato para oferecer o apoio.

Autor: Tags: , , , , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. 3
  5. 4
  6. Última