Publicidade

Posts com a Tag Antônio Palocci

quarta-feira, 27 de agosto de 2014 Eleições | 06:00

Palocci dá uma forcinha, mas arrecadação de Padilha ainda patina

Compartilhe: Twitter
Palocci - Agencia Brasil

O ex-ministro Antonio Palocci: mãozinha na campanha de Padilha (Foto: Agência Brasil)

Nem a mãozinha do ex-ministro da Casa Civil Antonio Palocci fez milagre na arrecadação da campanha do ex-ministro Alexandre Padilha, que disputa o governo de São Paulo pelo PT.

De acordo com interlocutores do candidato ao Palácio dos Bandeirantes, o reforço até que deu uma melhorada na entrada de recursos no caixa. Mas nada muito significativo.

Com resultado ou sem, Palocci continua pedindo aos mais próximos que sejam discretos. O apelo é para que neguem a qualquer custo seu envolvimento na campanha.

Leia também: PT recorre a Palocci para aumentar arrecadação em São Paulo

 

Autor: Tags: , , ,

terça-feira, 12 de agosto de 2014 Eleições | 06:00

Para desviar do assunto eleição, Palocci discorre sobre curso de culinária

Compartilhe: Twitter
Antonio Palocci (Foto: Agência Brasil)

Antonio Palocci (Foto: Agência Brasil)

Para fugir das perguntas sobre sua participação nas campanhas do PT, o deputado Antonio Palocci tem dito a quem o questiona que mal sabe o que está acontecendo na eleição. Repete a todos que acabou de voltar de uma temporada nos Estados Unidos, onde fez um curso de culinária.

O ex-ministro de fato viajou. Mas, desde que voltou, está dando uma forcinha na campanha do ex-ministro da Saúde Alexandre Padilha, que anda tendo dificuldades para fazer decolar a arrecadação.

Leia também: PT recorre a Palocci para aumentar arrecadação em São Paulo

Autor: Tags: , , ,

terça-feira, 22 de julho de 2014 Eleições | 06:00

PT recorre a Palocci para aumentar arrecadação em São Paulo

Compartilhe: Twitter

Preocupado com a arrecadação da campanha do ex-ministro Alexandre Padilha, o PT paulista seguiu uma velha receita: recorreu ao ex-ministro Antonio Palocci. O antigo titular da Casa Civil, que caiu em 2011 sob suspeitas de enriquecimento ilícito,  vem sendo consultado com frequência e já andou dando muito palpite na estratégia para melhorar o caixa do candidato ao governo de São Paulo.

Antônio Palocci

Antônio Palocci

Logo no início das discussões sobre o processo eleitoral, ainda em abril do ano passado, Palocci chegou a participar de conversas sobre arrecadação para a campanha da presidente Dilma Rousseff.

Na época, o ex-ministro esteve em algumas reuniões com a presidente e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Mas, depois que a notícia veio à tona, não tardou para que começasse a circular a versão de que ele ficaria longe do processo eleitoral.

Por manter uma relação muito mais próxima com o PT de São Paulo, Palocci continuou acompanhando, mesmo que discretamente, as negociações para a corrida ao Palácio dos Bandeirantes. Quando a campanha petista tentou emplacar um vice empresário na chapa, por exemplo, Palocci ajudou no diálogo com Maurílio Biagi Filho. Na época, ele também ajudou a organizar uma rodada de jantares do então ministro da Saúde com empresários, entre eles o presidente do Hospital Albert Einstein, Claudio Lottenberg.

Apesar da proximidade de Palocci com a campanha paulista, petistas juram que ele se mantém distante da campanha presidencial. A própria Dilma, segundo um petista, andou dizendo que prefere assim.

Leia também: Planalto reabilita Palocci em discussões sobre a reeleição de Dilma

 

 

 

Autor: Tags: ,

quinta-feira, 10 de abril de 2014 Congresso | 17:42

Tucano questiona CGU sobre paradeiro de ex-ministros

Compartilhe: Twitter
Líder da minoria na Câmara, Domingos-Sávio (PSDB-MG). (Foto: George Gianni/PSDB)

Líder da minoria na Câmara, Domingos-Sávio (PSDB-MG). (Foto: George Gianni/PSDB)

O deputado federal Domingos Sávio (PSDB-MG), líder da Minoria na Câmara, solicitou à Controladoria-Geral da União informações sobre investigações de escândalos que supostamente motivaram a queda de ministros durante os governos de Lula e Dilma Rousseff.

Nos sete requerimentos endereçados nesta semana a Jorge Hage, ministro-chefe da CGU, Sávio questiona se os investigados ocupam atualmente algum cargo ou função pública.

Leia também: Escolha de Berzoini para o ministério é alento para o PT

Na chamada “faxina ministerial”, foram exonerados os ministros Antonio Palocci (Fazenda e Casa Civil), Carlos Lupi (Trabalho), Wagner Rossi (Agricultura), Mário Negromonte (Cidades), Pedro Novais (Turismo), Orlando Silva (Esporte) e Alfredo Nascimento (Transporte).

O tucano também pergunta quais medidas administrativas e judiciais foram tomadas, os resultados das investigações e que mecanismos anti-corrupção o governo federal desenvolveu desde então para “correção das falhas apontadas, objetivando evitar a repetição dos atos de corrupção”.

Autor: Tags: , , , , , , , , ,

sexta-feira, 1 de novembro de 2013 Eleições | 06:00

Discretamente, Palocci lidera interlocução do PT com empresariado para 2014

Compartilhe: Twitter

Reabilitado pela presidente Dilma Rousseff e pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva nas conversas sobre 2014, o ex-ministro da Fazenda Antonio Palocci começa a imprimir sua digital em decisões relacionadas à campanha eleitoral.

Antônio Palocci e Dilma Rousseff (Foto: AE)

Antônio Palocci e Dilma Rousseff (Foto: AE)

Sempre atuando de maneira discreta, Palocci é citado por petistas como peça-chave para reforçar o elo com possíveis doadores da campanha de Dilma à reeleição, principalmente considerando a ofensiva comandada pelo governador de Pernambuco, Eduardo Campos, sobre esse setor. Quem acompanha de perto a montagem da estratégia, garante que Palocci aparece pouco. Mas é “a mão que balança o berço” quando o assunto é dinheiro.

A ação de Palocci já dá sinais também na eleição em São Paulo. É atribuída a ele toda a negociação que resultou na filiação de Maurílio Biagi Filho ao PR, de forma a colocar o empresário no topo da lista de possíveis vices para o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, pré-candidato petista ao Palácio dos Bandeirantes.

Também passou por ele a ideia de realizar uma rodada de jantares do ministro com empresários, como o do último fim de semana, na casa do presidente do Hospital Albert Einstein, Claudio Lottenberg.

Leia também: PT espera minguar caixa de adversários na campanha presidencial

Autor: Tags: , , , ,

segunda-feira, 29 de abril de 2013 Eleições | 08:00

Dilma e Lula reabilitam Palocci em discussões sobre reeleição

Compartilhe: Twitter

O ex-ministro da Fazenda Antonio Palocci  vem recuperando aos poucos o papel de articulador político no PT. Palocci, que deixou o governo em 2011, em meio a denúncias de suposto enriquecimento ilícito, vem sendo consultado com frequência pela presidente Dilma Rousseff e pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na definição da estratégia que vai guiar a campanha de reeleição.

Relembre o caso: Palocci deixa o governo; Gleisi Hoffmann assume a Casa Civil

Encontros entre Dilma e Palocci ocorrem, por exemplo, na base aérea em SP (Foto: Dida Sampaio/AE)

Ele já esteve em pelo menos duas reuniões com Dilma e Lula para discutir a eleição do ano que vem. Em uma delas, estiveram presentes também nomes como o presidente do PT, Rui Falcão, e o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, ambos envolvidos nas discussões sobre a campanha.

Palocci também tem conversado reservadamente com a presidente. Além de trocar telefonemas com Dilma, ele se reúne ocasionalmente com ela na base aérea em São Paulo, entre embarques e desembarques da presidente na capital paulista.

De acordo com um petista com trânsito no Planalto, o pedido para que Palocci retomasse um assento na cúpula encarregada de debater a campanha partiu do ex-presidente Lula. Há no partido, entretanto, quem atribua a participação a uma suposta demanda do setor produtivo pela interlocução com o ex-ministro.

Depois de Lula, Palocci foi o principal articulador da campanha que elegeu Dilma, em 2010. O ex-ministro foi escolhido pelo então presidente para atuar como o principal pilar da estratégia eleitoral. Dali, se consolidou também como articulador político do novo governo e acabou assumindo o comando da Casa Civil.

Autor: Tags: , , , ,

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011 Governo | 06:05

Pressão sobre Pimentel será maior por ser o “Palocci da Dilma”

Compartilhe: Twitter

O ministro Fernando Pimentel (Foto: William Volcov/News Free/AE)

Amigo de muitos anos de Dilma Rousseff, o ministro do Desenvolvimento, Fernando Pimentel, corria sério risco de ser transferido para uma pasta mais próxima da presidenta na reforma ministerial esperada para janeiro.

Seria o cargo sonhado por Dilma desde a campanha presidencial e para o qual Pimentel foi defenestrado logo depois do caso que ficou conhecido como o dos “Aloprados parte 2”. Mesmo assim, o mineiro ganhou um ministério e tanto no governo de Dilma à revelia de boa parte do comando do PT.

Agora, com a divulgação de que recebeu R$ 2 milhões por consultorias, espera-se, no PT, uma pressão política muito maior sobre Pimentel pelo fato de ele ser considerado o “Palocci da Dilma”, em alusão à proximidade do ex-ministro Antônio Palocci com o ex-presidente Lula. E porque o descontentamento com as oito crises anteriores serve de força motriz para mais esta.

Outra questão que é avaliada no PT: esta denúncia partiu do jornal O Globo. No jogo da concorrência entre os veículos, não seria este a ficar a ver navios – já que outros jornais e revistas levaram a cabeça dos seus denunciados.

Por último, mas não o menor dos pontos sob avaliação, está o fato de que Dilma estaria com menos disposição para enfrentar outra turbulência prolongada sendo que o desfecho dessas crises o Brasil todo já sabe qual costuma ser – invariavelmente.

Autor: Tags: , , , ,

terça-feira, 22 de novembro de 2011 Brasil | 17:30

Fora do governo, Palocci fica vinte quilos mais leve

Compartilhe: Twitter

Foi Lula quem chamou o ex-ministro da Casa Civil, Antônio Palocci, no Hospital Sírio-Libanês, ontem à tarde.

Vinte quilos mais magro, Palocci ficou uma hora com o ex-presidente, que passou pelo segunda sessão de quimioterapia, parte do tratamento do câncer na laringe.

Desde que deixou o governo, Palocci tem feito regime e praticado exercícios.

Autor: Tags: , ,

terça-feira, 4 de outubro de 2011 Governo | 06:02

Qual o melhor presente para Palocci?

Compartilhe: Twitter

O ex-ministro Antônio Palocci (Foto: Wilson Pedrosa/AE)

Hoje é aniversário do ex-ministro Antônio Palocci, que deixou o governo em junho, após denúncia sobre seu enriquecimento rápido. Ele completa 51 anos.

No final da semana, Palocci ganha um presente: termina sua quarenta e ele está liberado por lei para voltar a exercer atividade remunerada.

Alias, Poder Online pergunta: qual o melhor presente a ser enviado a Palocci?

Autor: Tags: , , ,

terça-feira, 21 de junho de 2011 Congresso | 20:07

Para Marco Maia, denúncia contra Mercadante é diferente de caso Palocci

Compartilhe: Twitter

O presidente da Câmara, Marco Maia, afirmou agora há pouco que o requerimento da oposição para convocar o ministro da Ciência e Tecnologia, Aloizio Mercadante, não tem “a mesma explosividade que tinha a convocação” do ex-ministro da Casa Civil, Antônio Palocci.

Mercadante é acusado de envolvimento na compra de suposto dossiê, em 2006, contra o ex-governador de São Paulo, José Serra.

— São situações completamente distintas. Não consigo enxergar que vamos viver uma crise semelhante ao debate que tivemos no caso do ministro Antônio Palocci. Não acredito que tenha o mesmo tom ou a mesma explosividade — afirmou.

Autor: Tags: , , , , , , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. 3
  5. 4
  6. 5
  7. 10
  8. Última