Publicidade

Posts com a Tag Arruda

segunda-feira, 25 de junho de 2012 Estados | 15:42

José Roberto Arruda, um quase anônimo no Itaim Bibi

Compartilhe: Twitter

Afastado do cargo de governador de Brasília por conta do Escândalo dos grampos do DF, José Roberto Arruda tem sido visto circulando pelas ruas do Itaim Bibi, em São Paulo.

É onde ele mora agora. Quase anônimo no edifício Jardim Europa.

Autor: Tags:

quinta-feira, 15 de dezembro de 2011 Congresso | 18:56

Paulo Magalhães, ACM Neto e o mistério do vaso de Arruda

Compartilhe: Twitter

Lembra do discurso acima do deputado Paulo Maglhães (PSD-BA) postado aqui no Poder Online no início de dezembro?

O homem já assumiu os microfones do plenário por duas vezes para reclamar do sumiço desse tal vaso de arruda do hall de seu prédio em Brasília, sem que ninguém entendesse o motivo de tanto apreço por um vasinho.

Sites da Bahia explicam o discurso como fruto de um racha na família Magalhães: o deputado está em guerra com seu primo ACM Neto, também deputado, mas pelo DEM, e vizinho de porta no prédio onde moram em Brasília.

Teria colocado o vaso ali, segundo os jornalistas baianos, para constranger o primo com a alusão a supostas ligações de ACM Neto com o ex-governador do Distrito Federal José Roberto Arruda, que renunciou depois de ser filmado recebendo dinheiro supostamente de propina.

Poder Online travou o diálogo abaixo com Paulo Magalhães, na tentativa  de obter uma explicação para o discurso.

Você, internauta, tire suas conclusões.

Poder Online — É verdade que o seu discurso foi em alusão a seu primo, ACM Neto?

Paulo Magalhães —  Não quero falar sobre este assunto. Coloquei o vaso no prédio para me proteger contra o mau olhado. O pé de arruda tem este poder. Não entendo como alguém pode ter tanto problema com arruda…

Poder Online — Mas é o ACM Neto? O senhor está querendo dizer que ele sumiu com seu vaso?

Paulo Magalhães —  Não sei quem sumiu. Mas não era um vasinho. Era um vaso grande. Um verdadeiro canteiro. Quem pegou teve trabalho para carregar e a Câmara pode descobrir.

Poder Online — O senhor e o seu primo estão rompidos? Qual o motivo?

Paulo Magalhães —  Não quero falar sobre isso agora.

Poder Online — É verdade que o senhor tinha colocado umas notas de real no vaso?

Paulo Magalhães —  Havia um desenho no vaso que poderia parecer dinheiro, talvez. Mas não quero falar mais nada.

Autor: Tags: , , , , ,

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011 Estados | 17:24

Pluralidade da OAB no Conselho do Ministério Público

Compartilhe: Twitter

As questões ligadas ao escândalo do Distrito Federal, deflagrado pela Operação Caixa de Pandora da Polícia Federal, têm divido os membros da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) no Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP).

O caso mais recente diz respeito à possibilidade de o CNMP designar um promotor para abrir ação no caso dos contratos de lixo no Distrito Federal.

Almino Afonso, relator da matéria, deu liminar favorável. Ela foi derrubada contando com o voto do colega de advocacia, Adilson Gurgel.

Noutro caso, no primeiro pedido para afastar do cargo o então Procurador de Justiça, Leonardo Bandarra, também houve divergência. Almino foi a favor e Gurgel contra.

Pessoas ligadas ao CNMP se perguntam quando os dois vão concordar nos assuntos ligados ao Distrito Federal.

Autor: Tags: , , , , , ,

sábado, 12 de fevereiro de 2011 Estados | 08:04

Restos do Mensalão do DF

Compartilhe: Twitter

 A Procuradoria do então governador José Roberto Arruda deixou de entrar com um recurso na Justiça para tentar impedir a devolução de milhões em impostos para uma concessionária de Brasília.

Na quinta-feira, uma procuradora avisou seus superiores que, em menos de 15 dias, o prazo de dois anos para o recurso se esgota.

Tirando o possível prejuízo aos cofres públicos, e consequente lucro da empresa, quase nada demais.

 Não fosse o fato de a concessionária ser investigada, junto com integrantes da Polícia Militar, por um esquema de desvios de recursos em contratos com o governo que ficou famoso no chamado Mensalão do DEM.

Autor: Tags: , , , ,