Publicidade

Posts com a Tag Átila Lins

segunda-feira, 1 de dezembro de 2014 Congresso | 10:30

Corregedoria da Câmara espera enxurrada de denúncias da Lava Jato

Compartilhe: Twitter
O corregedor da Câmara dos Deputados, Átila Lins (PSD-AM). Foto: Agência Câmara

O corregedor da Câmara dos Deputados, Átila Lins (PSD-AM). Foto: Agência Câmara

No clima das investigações da operação Lava Jato da Polícia Federal, a Corregedoria da Câmara dos Deputados já está se preparando para um ritmo agitado na próxima legislatura.

A avaliação é de que as denúncias apresentadas nas delações premiadas muito em breve resultarão em novos pedidos de representação contra parlamentares, o que demandará um esforço extra da equipe.

Diante disso, a Corregedoria pretende zerar o mais rápido possível a pauta de processos apresentados até o momento, para começar a nova legislatura pronta para se debruçar nos novos casos.

Leia também: Corregedoria da Câmara já recebeu cinco denúncias contra Bolsonaro

Autor: Tags: , , , , ,

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012 Congresso | 12:01

“O Henrique Eduardo Alves acabou vítima de sua própria traição”

Compartilhe: Twitter

Lembra do deputado Átila Lins (PSD-AM), que deixou o PMDB magoado por ter se sentido traído na disputa pela vaga de ministro do Tribunal de Contas da União?

Na época ele disse isso ao Poder Online sem meias palavras:

Ontem na sessão de reabertura dos trabalhos do Congresso, Átila Lins mostrou que o episódio ainda está engasgado na sua garganta:

— O castigo veio a cavalo para o Henrique Eduardo Alves (líder do PMDB na Câmara). Seu apadrinhado no DNOCS foi demitdo exatamente pelo ministro da cota do governador de Pernambuco, Eduardo Campos, que é filho da Ana Arraes. Ou seja, o Henrique me traiu para apoiar a eleição da Ana Arraes ao TCU, e puxar o saco do Eduardo Campos, mas acabou ferrado por eles.

Autor: Tags: , , ,

sexta-feira, 28 de outubro de 2011 Congresso | 08:02

Magoado, Átila Lins deixa o PMDB

Compartilhe: Twitter

Apresentado oficialmente como integrante da bancada do PSD na Câmara, o deputado Átila Lins (AM) não esconde as mágoas de seu antigo partido:

— Já não dava mais. Perdi total a confiança no PMDB — disse ao Poder Online.

Para quem não se lembra, Átila disputou vaga no Tribunal de Contas da União, mas recebeu apenas 20 votos da bancada peemedebista, que tem 80 deputados. Saiu derrotado. E acusou o partido de “ação coordenada de traição”. Reveja:

Autor: Tags: , , , , ,

quarta-feira, 21 de setembro de 2011 Congresso | 14:01

Átila Lins reclama de traição no PMDB

Compartilhe: Twitter

Candidato derrotado ao Tribunal de Contas da União, o deputado Átila Lins (PMDB-AM) reclamou ao Poder Online da “ação coordenada de traição” dentro de seu partido.

Segundo ele, dos 47 votos que recebeu, apenas 20 vieram do PMDB, que hoje possui uma bancada de 80 deputados na Câmara:

Autor: Tags: , , , , ,

Congresso | 13:06

Ana Arraes é eleita nova minista do TCU

Compartilhe: Twitter

Ana Arraes

A Câmara acaba de eleger com 222 votos a deputada Ana Arraes (PSB-PE) ministra do Tribunal de Contas da União na vaga aberta com a aposentadoria de Ubiratan Aguiar.

Em seu discurso hoje na Tribuna, Ana apelou para o fato de o TCU não ter representatividade feminina, e afirmou que vai trabalhar para que o órgão faça um “controle inteligente” das contas públicas.

Também considerado favorito na disputa, o deputado Aldo Rebelo (PCdoB-SP) perdeu com 149 votos. Na tribuna, Aldo reclamou da falta de segundo turno nas votações ao TCU, o que lhe daria mais chances na disputa.

Já o deputado Átila Lins (PMDB-AM) recebeu 47 votos. Como a votação é secreta, circulavam ontem nos bastidores rumores generalizados de traições dentro da bancada. Átila, em sua fala, apelou para a competência técnica, já que foi servidor do Tribunal de Contas da União em seu estado.

Autor: Tags: , , , , , , ,

Congresso | 09:55

Aldo Rebelo e Ana Arraes são os favoritos na eleição de hoje para o TCU. Mas…

Compartilhe: Twitter

Aldo Rebelo e Ana Arraes (Foto-montagem do site Bahia Todo dia)

Hoje é o dia da eleição, pela Câmara, do substituto do ex-deputado Ubiratan Aguiar (PSDB-CE) como ministro do Tribunal de Contas da União.

O dia amanheceu com sete candidatos:

  • Aldo Rebelo (PCdoB-SP)
  • Ana Arraes (PSB-PE)
  • Átila Lins (PMDB-AM)
  • Damião Feliciano (PDT-PB)
  • Milton Monti (PR-SP)
  • Vilson Covati (PP-RS)
  • Rosendo Severo (único não-deputado, auditor federal indicado pelo PPS)

É provável que alguns desses nomes desistam antes da votação, que não terá segundo turno. Mas no final da noite de ontem, no Congresso, apenas dois nomes eram tidos como favoritos: Ana Arraes e Aldo Rebelo.

A primeira, com o apoio ostensivo de seu filho, o governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), e do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). O segundo, com o apoio da ala mais rebelde dentro da base governista — à esquerda e à direita —  e da bancada ruralista, por ter sido um relator aliado no projeto do novo Código Florestal.

A candidatura de Átila Lins começou a fazer água com os rumores generalizados de traições dentro do PMDB, a começar pelo próprio líder, Henrique Eduardo Alves, que estaria trabalhando nos bastidores por Ana Arraes.

A bancada do PMDB, no entanto, anda em crise com o líder, e isto conta pontos em favor de Aldo. Mais ainda se Lins desistir, pois seus eleitores migrariam tranquilamente para o candidato comunista. Mas se o peemedebista não desistir, quem se beneficia é Ana Arraes, e Aldo terá que contar na legenda apenas com as traições do voto secreto.

No PT, o deputado Sérgio Barradas (BA), que desistitu da candidatura para assumir a relatoria do Código do Processo Civil, afirma que Ana Arraes conta com “enorme maioria”.

Ou seja, noves fora, a soma dos votos nos dois maiores partidos da Câmara está indefinida.

A situação na oposição é a seguinte:

Segundo o presidente do PSDB, deputado Sérgio Guerra (PE) — que é eleitor de Ana Arraes –, a deputada que também recebeu o apoio do senador Aécio Neves (MG) tem maioria na legenda, “mas não é tão grande assim. Aldo tem muitos votos também”. Na verdade, também fala-se muito em traições na bancada do PSDB.

No DEM, o líder ACM Neto, eleitor de Aldo, afirma que o candidato comunista “tem maioria avassaladora na bancada”. A lógica do DEM é simples: o arquiinimogo do partido, Gilberto Kassab, do PSD, ameaça formar um bloco parlamentar com o PSB de Eduardo Campos e manifestou apoio a Ana Arraes. Então o DEM vai em peso para o outro lado.

Resultado: indefinição completa também na oposição.

Tanto Aldo como Ana só vencerão se conquistarem o baixo clero.

E o baixo clero, no Congresso, é sempre uma incógnita: elegeu vários ministros do TCU contra a vontade dos governos e dos partidos majoritários.

Autor: Tags: , , , , , , , ,

terça-feira, 20 de setembro de 2011 Congresso | 14:04

Severino Cavalcanti pede votos para Ana Arraes ao TCU

Compartilhe: Twitter

Ex-presidente da Câmara, Severino Cavalcanti (PP-PE) circula desde a semana passada pelos corredores do Congresso para pedir votos à deputada Ana Arraes (PSB), mãe do governador de Pernambuco, Eduardo Campos, e candidata à vaga no Tribunal de Contas da União.

— Se ela ganhar, o estado ganha mais força — justificou ao Poder Online.

Severino promete acompanhar bem de perto amanhã a eleição, marcada para começar às 9h.

Autor: Tags: , , , , , , ,

Congresso | 07:02

Governador do Amazonas apóia candidato do PMDB ao TCU

Compartilhe: Twitter

Integrante do PSD, o governador do Amazonas, Omar Aziz, está empenhado na campanha do conterrâneo Átila Lins (PMDB) à vaga no Tribunal de Contas da União.

Aziz convidou a bancada do PSD na Câmara para um jantar hoje à noite com o candidato peemedebista em Brasília.

Na semana passada, os deputados do novo partido jantaram com a deputada Ana Arraes (PSB) — mãe do governador de Pernambuco, Eduardo Campos –, que também é candidata ao TCU. Participou do evento o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab.

Autor: Tags: , , , , , , ,

quinta-feira, 15 de setembro de 2011 Congresso | 13:01

Os trunfos do PMDB

Compartilhe: Twitter

Do deputado peemedebista Átila Lins (AM) sobre a disputa, árdua, para vaga no Tribunal de Contas da União:

— Todo mundo tem seus trunfos. A Ana Arraes tem o governador Eduardo Campos fazendo campanha. O Aldo Rebelo tem os ruralistas. O meu trunfo é estar em uma bancada grande como a do PMDB. Se eu tiver 80% dos votos no meu partido, já saio bem na largada — disse ao Poder Online.

Autor: Tags: , , , , , ,

terça-feira, 13 de setembro de 2011 Congresso | 07:02

Deputado do PMDB cobra apoio do PT para concorrer ao TCU

Compartilhe: Twitter

O deputado Átila Lins (PMDB-AM) apelou para a “reciprocidade” para cobrar o apoio do PT a sua candidatura à vaga aberta no Tribunal de Contas da União.

Segundo Átila, o PMDB já abriu mão de disputar vaga no TCU para apoiar um candidato petista:

— Em 2007, o PT pediu que o partido retirasse seu candidato para apoiar o Paulo Delgado que, inclusive, perdeu a disputa. A recíproca agora poderia ser verdadeira, até porque o PT nem tem candidato dessa vez. Afinal, somos aliados, ou não? — disse ao Poder Online.

Autor: Tags: , , , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. Última