Publicidade

Posts com a Tag balanço

quinta-feira, 22 de dezembro de 2011 Governo | 12:47

Em balanço de fim de ano, Dilma elogia coordenação política

Compartilhe: Twitter

Confraternização de líderes e ministros governistas no Palácio da Alvorada (Foto: Alan Sampaio/iG)

Ontem à noite em sua festa de confraternização de final de ano com ministros e líderes governistas, no Palácio da Alvorada, a presidenta Dilma Rousseff não poupou elogios a seus coordenadores politicos.

Ninguém acreditava que desse muito certo o grupo formado pelas ministras Ideli Salvatti (Assuntos Institucionais) e Gleisi Hoffmann (Casa Civil) e pelos líderes do governo na Câmara, Cândido Vaccarezza (PT-SP); no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR); e no Congresso, José Pimentel (PT-CE).

Nem eles mesmo acreditavam, e também não morrem muito de amores uns pelos outros. Incluindo aí os presidentes da Câmara, Marco Maia (PT-RS), e no Senado, José Sarney (PMDB-AP).

Mas a verdade é que, no balanço de fim de ano do Palácio do Planalto, tudo que o governo queria do Congresso foi aprovado.

Autor: Tags: , , , ,

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010 Governo | 11:33

Casa cheia no balanço do governo Lula

Compartilhe: Twitter

Ex, atuais e futuros ministros do governo Lula compareceram a cerimonia de balanço de oito anos do governo Lula. Bastante cumprimentado, Dirceu se recusou a falar com a imprensa no local e passou o inicio do evento conversando com Miriam Belchior e Alessandro Teixeira, da Apex. Palocci também chegou e passou reto pela imprensa.

Estão no local governadores como Eduardo campos e Cid Gomes. Questionado se Ciro apareceria, já que foi ex ministro, Cid se limitou a dizer que o irmão ainda está viajando.

Autor: Tags: , , ,

quarta-feira, 6 de outubro de 2010 Eleições | 16:12

Executiva do PT reúne-se amanhã

Compartilhe: Twitter

 

O PT reúne amanha, às 10h, na sede do partido, os membros da Executiva para fazer, entre outras coisas, um balanço da eleição no primeiro turno.

Autor: Tags: , ,

Eleições | 10:03

E o DEM afirma que ganhou

Compartilhe: Twitter

Tudo na vida depende do ponto de vista.

Os analistas políticos andam falando por aí que o partido Democratas foi talvez o maior derrotado desatas eleições.

Mas veja a avaliação do líder do DEM na Câmara, Paulo Bornhausen, numa nota distribuída ontem:

Tivemos perdas valiosas na Câmara e no Senado.

Mas, ganhamos novos companheiros e elegemos, no primeiro turno, dois governadores, Raimundo Colombo em Santa Catarina, e Rosalba Ciarlini no Rio Grande do Norte.

Participamos de coligações vitoriosas nos estados, com Afif Domingos e Geraldo Alkimin em São Paulo; José Eliton e Marconi Perillo, em Goiás; e João Oliveira e Siqueira Campos no Tocantins.

Estamos no segundo turno com José Thomaz Nonô e Teotônio Vilela em Alagoas; e Chico Rodrigues e José de Anchieta, em Roraima.

Vamos agora eleger José Serra e Indio da Costa para presidirmos o Brasil.

Autor: Tags: , , ,

domingo, 11 de julho de 2010 Eleições | 11:18

Marcos Coimbra faz balanço dos estados

Compartilhe: Twitter

Previsões bem interessantes do sociólogo Marcos Coimbra, presidente do instituto de pesquisas Vox Populi, em seu artigo de hoje no jornal Correio Braziliense, sobre as eleições no país:

  • “De norte a sul, o tom que domina as sucessões, nos estados para os quais dispomos de dados, é de continuidade. São vários os governadores da safra de 2006 que disputam a reeleição, muitos com favoritismo e possibilidade de vitória no primeiro turno”;
  • “O caso mais notável de descontinuidade é o do Rio Grande do Sul, o único estado em que nem quem está no governo, nem alguém vinculado a ele, disputa com chances. A governadora Yeda Crusius não conseguiu fazer com que a opinião pública gaúcha se reconciliasse com ela”;
  • “Devem se reeleger sem susto os governadores do Rio de Janeiro, da Bahia, de Pernambuco, do Ceará, do Mato Grosso do Sul e a governadora do Maranhão”;
  • “Também favoritos, mas em cenário mais competitivo, os de Sergipe e da Paraíba. Em Alagoas, Teotônio Vilela disputará uma eleição complicada, agora ainda mais, com a entrada de Fernando Collor no páreo”;
  • “Em Minas Gerais, Hélio Costa está bem à frente de Antonio Anastasia, que assumiu o governo com a renúncia de Aécio. Ninguém que acompanha a política mineira, no entanto, considera que sua vantagem é estável”;
  • “Alguns lugares são imprevisíveis, uns que sempre foram (como Santa Catarina e o Pará), outros que se tornaram, como o Paraná. Lá, parecia que Beto Richa talvez nem tivesse adversário e agora tem, por sinal forte: Osmar Dias”;
  • “No fundamental, (em relação à situação atual nos estados) pouca coisa vai mudar”;
  • “Já no Senado, é certo que teremos grandes mudanças, muitas para melhor. Nos dois terços que serão renovados, virão ex-governadores, ex-prefeitos, pessoas experientes e lideranças respeitadas nos seus estados e no país. Vários furos acima da média da atual legislatura, que vai embora sem deixar saudade”.
Autor: Tags: , , , ,