Publicidade

Posts com a Tag BC

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012 Brasil | 17:21

PF prende mais um assaltante do Banco Central

Compartilhe: Twitter

A Polícia Federal prendeu durante este carnaval mais um integrante da quadrilha que assaltou o Banco Central em Fortaleza, em 2005.

A operação aconteceu durante um cerco armado para combater o tráfico de drogas no Ceará.

De acordo com a PF, foram apreendidos mais de 400kg de maconha e 100kg e cocaína e duas pessoas foram presas.

Após a prisão, a PF constatou que se tratava de um dos foragidos de terem assaltado o Banco Central em Fortaleza, em 2005.

Autor: Tags: , , , , ,

sexta-feira, 23 de setembro de 2011 Economia | 13:39

Uma única empresa atrapalhou ação do BC contra o dólar

Compartilhe: Twitter

O Banco Central descobriu que ontem, dia crítico de disparada do dólar, uma grande empresa — cujo nome ainda está levantando — se aproveitou das intervenções da autoridade monetária no mercado para fechar uma importação gigante de material.

Essa negociação ajudou a retomada da desvalorização do real depois que o BC anunciou intervenção bilionária às 10 horas, quando o dólar estava a R$ 1,963.

Quando a moeda recuou até R$ 1,846, essa empresa fechou o tal contrato de câmbio de muitos milhões de dólares, para garantir sua importação em um nível um pouco mais baixo do teto. Com isso, o dólar voltou a R$ 1,895, como mostra o gráfico acima.

A ação da empresa não pegou bem junto ao governo.

Autor: Tags: , ,

terça-feira, 4 de janeiro de 2011 Governo | 10:02

Dilma deixa cargos nas agências e no BC para a volta do Congresso

Compartilhe: Twitter

A presidenta Dilma Rousseff não tem pressa nenhuma para indicar os nomes para as 11 vagas que tem em aberto nas agências reguladoras.

Como o Congresso tem de sabatinar todos os novos diretores e está em recesso até fevereiro, levantar os nomes agora seria colocá-los na fogueira das críticas antes de poderem trabalhar de fato.

O mesmo princípio vale para o sucessor de Alexandre Tombini na diretoria de Normas do Banco Central, que deixou vaga ao assumir a presidência.

Autor: Tags: ,

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010 Governo | 18:03

Tombini em campanha para passar na sabatina

Compartilhe: Twitter

O diretor de Normas do Banco Central, Alexandre Tombini, indicado para a presidência do BC no governo Dilma Rousseff,  não perde tempo.

Já está telefonando para os senadores, em campanha para ter seu nome aprovado durante a sabatina na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado, na terça-feira.

Autor: Tags: , ,

terça-feira, 23 de novembro de 2010 Governo | 06:06

Procura-se uma saída honrosa para Meirelles

Compartilhe: Twitter

Henrique Meirelles (Foto: AE)

Passado o primeiro momento de irritação com o presidente do Banco Central, Henrique Meirelles — pelo fato de ele ter dito que teria sido convidado a permanecer no cargo e que só aceitaria se fossem aceitas suas condições –, começa a entrar em campo a turma do deixa-disso.

Gente como o ex-ministro petista Antônio Palocci e o presidente do PMDB, Michel Temer, tem contemporizado com um argumento muito simples: mesmo que Meirelles deixe o cargo, não é bom para a economia que ele saia de forma traumática.

A ideia é negociar um modus operandi para a despedida que não traga sobressaltos para o mercado.

Autor: Tags: , , ,

quinta-feira, 2 de setembro de 2010 Eleições | 18:40

Meirelles e seu slogan de campanha

Compartilhe: Twitter

Henrique Meirelles (Foto: AE)

Sempre que se refere ao presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, Michel Temer, candidato a vice na chapa de Dilma Rousseff, faz questão de colocar a palavra “ministro” na frente do nome do seu correligionário do PMDB – lembrando que o colega tem esse status.

É a pressão para Meirelles permanecer no BC ou pular para a Fazenda.

Quem conversou com Meirelles recentemente está certo de que ele gosta da ideia. Uma das coisas que mais deixam Meirelles feliz, diz esse interlocutor, é quando alguém lembra que ele é o titular do BC a permanecer mais tempo no cargo – 8 anos.

O ex-ministro Pedro Malan tinha a mesma vaidade.

Mas a de Meirelles está relacionada a uma estratégia de futuro. Se continuar no banco, garante um peemedebista, ele ganha um bom slogan para a eleição ao governo de Goiás em 2014: o único presidente do BC a servir a dois governos.

Autor: Tags: , , ,

segunda-feira, 23 de agosto de 2010 Economia | 11:03

Inflação em baixa e juros em alta jogam contra presidente do Banco Central

Compartilhe: Twitter

Henrique Meirelles

Tem gente na equipe de Dilma Rousseff que defende a permanência de Henrique Meirelles à frente do Banco Central, caso a candidata petista ao Palácio do Planalto seja vitoriosa.

Mas Meirelles perdeu muitos pontos com a divulgação das duas últimas medidas de meio do mês do Índice de Preços ao Consumidor Ampliado, o IPCA-15.

Apontaram deflação de 0,05% em agosto, e 0,09% em julho. O IPCA anualizado está em 4,44%, ou seja, abaixo da meta de inflação, que é de 4,5%.

Isso significa que a taxa básica de juros da economia, chamada Taxa Selic, determinada pelo BC, ficou alta demais.

Meirelles e sua turma previam inflação mais alta e, por isso, puxaram as taxas de juros para o alto além da conta.

E errar a mão em ano eleitoral não é bom para quem planeja permanecer no cargo no próximo governo…

Autor: Tags: , ,

terça-feira, 13 de julho de 2010 Economia | 13:49

Previsões da Fazenda não batem com as do BC

Compartilhe: Twitter

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, reclamou muito hoje do Banco Central com o presidente Lula.  Mantega informou ao presidente que o país crescerá abaixo dos 7% inicialmente previstos pelo mercado.

Tudo porque Henrique Meirreles tem exagerado na dosagem dos juros. Para Mantega, o Brasil fechará o ano com uma inflação menor do que o BC previra, não havendo motivos para insistir em novas elevações da Taxa Selic.

Enfim, a guerra Mantega-Meirelles promete continuar até os últimos dias do governo Lula

Autor: Tags: , , , , , ,

terça-feira, 29 de junho de 2010 Eleições | 09:00

Críticas ao BC foram outro erro da campanha de Serra

Compartilhe: Twitter

Quando a fase não é boa, surgem os críticos de obra feita.

Mas há entre os tucanos quem diga que a operação de escolha do vice não foi o único erro da campanha de José Serra.

Também estaria pesando para a má fase as críticass do candidato à autonomia do Banco Central.

No fundo, Serra pensa igualzinho à maioria dos petistas.

Mas, com as críticas, espantou boa parte dos seus aliados à direita, que continuaram na campanha por falta de opção, embora tenham perdido push.

É o caso, por exemplo, do DEM: não tem para onde ir se deixar a chapa, mas também não fará mais campanha com o mesmo vigor.

Autor: Tags: , ,

segunda-feira, 31 de maio de 2010 Eleições | 08:15

BC continuará sob regime de autonomia concedida, em qualquer governo

Compartilhe: Twitter

Vista aérea do prédio do Banco Central em Brasília (AE)

A proposta de plano de governo do PMDB a ser apresentada a Dilma Roussef coloca um ponto final nessa história de autonomia do Banco Central: deixa claro que tudo continuará como atualmente, sem qualquer mudança na lei.

Ou seja, a aliança PT-PMDB defenderá formalmente, mas sem fazer barulho, exatamente aquilo que o pobre do candidato tucano José Serra cometeu a besteira de defender publicamente, metendo-se numa tremenda polêmica.

Como Marina Silva também tem a mesma posição,  uma coisa é certa, com qualquer que seja o candidato vitorioso o Banco Central continuará sob regime de autonomia concedida.

Autor: Tags: , , , ,