Publicidade

Posts com a Tag Campos Machado

terça-feira, 20 de maio de 2014 Eleições | 09:00

Campos Machado se desculpa por ausência em ato pró-Dilma

Compartilhe: Twitter

Por muito tempo fiel escudeiro do governador tucano Geraldo Alckmin, o petebista Campos Machado encarregou-se de transmitir ao comando petista e ao Palácio do Planalto suas desculpas e explicações por se ausentar do ato de seu partido em apoio à presidente Dilma Rousseff.

Como o anúncio foi marcado para esta terça-feira, Machado explicou que já tinha compromissos agendados previamente. Receberá duas homenagens em São Paulo.

Mas garantiu que mantém “totalmente” sua posição em apoio à petista.

 

Autor: Tags: ,

terça-feira, 6 de maio de 2014 Política | 22:07

Em SP, PT evoca Mario Covas na CPI dos Pedágios e deputado pede sessão de umbanda

Compartilhe: Twitter

Durante a eleição do presidente da CPI dos Pedágios na Assembleia Legislativa de São Paulo, os deputados petistas Gerson Bittencourt e Antonio Mentor evocaram o ex-governador Mario Covas na tentativa de persuadir o deputado Bruno Covas (PSDB-SP) a não assumir a presidência da comissão.

Os petistas alegaram que o modelo responsável pelas elevadas tarifas de pedágios foi criado por Covas, avô do deputado, e que financia a perpetuação de um mesmo partido no poder.

Leia também: PT vai reivindicar presidência da CPI dos Pedágios

Coube ao deputado Campos Machado (PTB-SP) sair em defesa da família tucana. “Mário Covas não foi apenas um político, foi um estadista, um homem profundamente honesto, honrado, franciscano, correto, preparado, sério e de caráter, que não pode se defender, a não ser que nós façamos aqui uma sessão de umbanda, uma sessão espírita”, afirmou.

A vice-presidência da CPI ficou com Mentor e Covas indicou o também ex-secretário do governador Geraldo Alckmin (PSDB-SP) deputado Davi Zaia (PPS-SP) para a relatoria.

Com a chamada “tropa de choque” do governador na comissão, a oposição considera que a CPI já nasceu morta.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , ,

segunda-feira, 24 de março de 2014 Política | 07:00

Aliado reclama do tratamento que recebe de Alckmin

Compartilhe: Twitter
Campos Machado (divulgação)

Campos Machado (divulgação)

O deputado Campos Machado, secretário-geral do PTB e líder da bancada do partido na Assembleia Legislativa de São Paulo, afirmou que os membros da base aliada ao governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), estão confundindo obstrução com indignação.

“Estou obstruindo, mas quando tiver que votar projeto do governo, eu vou votar a favor, mas enquanto estiver em discussão, nós vamos obstruir. Assim como deputado Barros Munhoz (líder do governo na Casa), eu eu também nunca vi em toda minha vida política, em seis mandatos, uma falta de atenção, um tratamento como esse dado ao mais leal e fiel parceiro de que o PSDB já teve, há 15 anos, mais do que o próprio governo. O calendário do PTB não é mais o do governo, é do líder do PTB”, afirmou o deputado.

Leia também: Sob fogo amigo, Alckmin não consegue aprovar projetos na Assembleia

Campos afirmou que projetos do partido, com um sobre defesa animal, estão sendo vetados pelo governador sem nenhum diálogo anterior e aviso. “Isso não é correto, não é leal”.

Autor: Tags: , , , , ,

sexta-feira, 21 de março de 2014 Política | 07:00

Roberto Jefferson terá site para arrecadar dinheiro para pagar multa do mensalão

Compartilhe: Twitter
Roberto Jefferson (foto: Ale Silva/Futura Press)

Roberto Jefferson (foto: Ale Silva/Futura Press)

A exemplo dos petistas José Genoino, Delubio Soares e José Dirceu, Roberto Jefferson (PTB-RJ) também terá uma página para arrecadar dinheiro para o pagamento da multa imposta a ele no âmbito do julgamento do mensalão.

Saiba maisRoberto Jefferson se entrega à Polícia Federal

O deputado estadual paulista Campos Machado, que é secretário-geral do PTB, vai ajudar Jefferson a arrecadar dinheiro para pagar a multa de R$ 720 mil determinada pelo STF.

Campos Machado promete lançar um site e promover a campanha. Jefferson – que já colocou um imóvel a venda e recebeu doação do senador Fernando Collor de Mello (PTB-AL) – foi condenado a 7 anos e 14 dias de prisão pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

 

Autor: Tags: , , ,

quinta-feira, 20 de março de 2014 Política | 08:00

Sob fogo amigo, Alckmin não consegue aprovar projetos na Assembleia

Compartilhe: Twitter
Campos Machado (divulgação)

Campos Machado (divulgação)

“Em toda minha vida política, eu nunca vi isso”. Assim define a situação da base da Assembleia Legislativa de São Paulo o deputado Barros Munhoz (PSDB), líder do governo, nos corredores da Casa.

Saiba mais: Base de Alckmin na Assembleia paulista custa a se entender

Além da tradicional obstrução da bancada do PT, os partidos aliados ao governo também têm dificultado a votação de projetos do Executivo.

Há duas semanas, o governador tenta aprovar os projetos de bônus para médicos que atuarem na periferia e o que transforma em Organizações Sociais (OS) a Fundação Casa e a o Invest São Paulo e não consegue.

Em público, deputados reclamam que emendas parlamentares não foram liberadas pelo governador. No comando da “rebelião”, o deputado Campos Machado (PTB) – que tentou emplacar sua mulher como vice na chapa de Alckmin -, que passou a discursar contra o governo.

Membros do governo e da base aliada dizem não saber o que Campos pretende com as seguidas obstruções, o que inviabiliza um possível acordo.

Enquanto isso, deputados da base, incluindo os parlamentares tucanos, confirmam presença no início da tarde no plenário, mas não comparecem na apreciação, deixando os projetos do governo sem quórum para votação.

Autor: Tags: , , , , ,

segunda-feira, 3 de fevereiro de 2014 Eleições | 11:00

Presidente do PTB paulista tenta emplacar esposa na vice de Alckmin

Compartilhe: Twitter

Diante da perspectiva de desmonte na aliança entre PSB e PSDB em São Paulo, o PTB paulista decidiu insistir no esforço para emplacar a esposa do presidente do partido no estado, Campos Machado, como vice do governador Geraldo Alckmin.

Campos Machado já vinha defendendo desde o ano passado a ideia de alocar uma mulher na vaga, já tendo em mente o nome de sua esposa, Marlene Campos Machado.

O trabalhista promete mobilizar o PTB mulher em São Paulo para pressionar o aliado a aceitar uma mulher como vice.

Autor: Tags: , , , , , ,

quinta-feira, 30 de janeiro de 2014 Estados | 18:52

Partidos tentam acordo para proposta que proíbe mascarados em manifestações

Compartilhe: Twitter
Campos Machado (divulgação)

Campos Machado (divulgação)

A bancada do PT na Assembleia Legislativa de São Paulo não deverá colocar obstáculos à articulação do deputado estadual Campos Machado (PTB) para aprovação do projeto que proíbe o uso de máscaras em manifestações.

Leia também: Dilma faz reuniões quinzenais para discutir protestos e problemas da Copa

Na volta do recesso parlamentar, Campos tentará selar um acordo com os líderes das bancadas para que a proposta seja de autoria conjunta. Ele acredita que as recentes ocorrências nas manifestações ocorridas durante o aniversário de São Paulo poderão estimular os colegas nessa direção.

O líder do PT na Casa, Luiz Cláudio Marcolino, diz que o partido participa do debate desde que o texto não viole o “livre direito a manifestação”. Ele afirma, entretanto, que a Constituição Federal já proíbe o uso de máscaras.

No inciso IV do artigo 5º da Constituição Federal fica especificado que “é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato”.

Autor: Tags: , , , , ,

sexta-feira, 24 de janeiro de 2014 Eleições | 19:00

PRB e PTB discutem espaço na chapa de Alckmin

Compartilhe: Twitter
Marcos Pereira e Campos Machado (foto: divulgação)

Marcos Pereira e Campos Machado (foto: divulgação)

PTB e o PRB estão de olho no espaço que pode se abrir na chapa do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, caso o PSB desembarque de fato da campanha de reeleição do tucano.

Assuntos como a vice de Alckmin apareceram num encontro ocorrido nesta sexta-feira, entre o presidente nacional do PRB, Marcos Pereira, e o presidente do diretório estadual do PTB, deputado Campos Machado (SP).

Leia também:
Indicação de Russomanno para o Procon-SP continua sem resposta e irrita PRB
Campos Machado quer emplacar sua mulher como vice

 

Autor: Tags: , , , , , ,

terça-feira, 7 de janeiro de 2014 Eleições | 16:42

PTB paulista entra no circuito para indicar vice de Alckmin

Compartilhe: Twitter

O PTB de São Paulo entrou com mais força no circuito para tentar emplacar uma vice na chapa de reeleição de Geraldo Alckmin (PSDB). Aproveitando a turbulência envolvendo o PSB paulista e a pressão pela ruptura da aliança com os tucanos, defendida por setores da Rede incorporados ao partido, os trabalhistas correm para oferecer opções para a vaga.

Campos Machado, que preside o PTB de São Paulo, defende a indicação de uma mulher para ser vice de Alckmin e usará a secretaria do partido para fomentar a ideia.

Para isso, promoverá dez encontros do PTB Mulher a partir de fevereiro, para encampar a tese e de uma forma tácita pressionar o tucano para essa possibilidade.

 

Autor: Tags: , , , , , ,

quinta-feira, 12 de dezembro de 2013 Partidos | 21:45

PSDB fica com Comissão de Ética e Corregedoria da Assembleia paulista

Compartilhe: Twitter

Em tempos de acusações pré-eleitorais, o PSDB manteve seu posto em duas cadeiras estratégicas: reconduziu os presidentes da Comissão de Ética e da Corregedoria da Casa.

Não há registros de atividades da Comissão de Ética desde 2011. Ao contrário das comissões permanentes da Casa, o Conselho de Ética só se reúne quando é solicitado. No entanto, de dois em dois anos é preciso eleger novos integrantes, o que só foi feito nesta semana, após divulgação de dois deputados tucanos da Casa que supostamente estariam envolvidos em desvios de recursos da saúde.

Leia também: Gaeco cita mesada a dupla do PSDB em fraudes na Saúde

Hélio Nishimoto (PSDB) foi reeleito por cinco votos a quatro, derrotando José Bittencourt (PSD), que também faz parte da base de apoio do governo, e pleiteava o posto com o apoio do deputado Campos Machado (PTB), citado nas denúncias do caso Siemens/Alston.

A deputada Célia Leão (PSDB) foi reeleita corregedora da Casa e Bittencourt acabou sendo reconduzido ao posto de corregedor substituto.

Saiba maisPolícia Federal pede que inquérito do cartel de trens vá para Brasília

Autor: Tags: , , , , , , , , , , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. 3
  5. 4
  6. 5
  7. Última