Publicidade

Posts com a Tag Candido Vacarezza

terça-feira, 27 de agosto de 2013 Partidos | 14:00

PT de Campinas expulsa 18 e pede que direção nacional investigue Vaccarezza

Compartilhe: Twitter

O diretório estadual do PT reafirmou neste mês a expulsão de 18 filiados do partido de Campinas que apoiaram os governos de Pedro Serafim (PDT) e Jonas Donizette (PSB). Com o endosso da investigação dada pelo PT-SP, o diretório de Campinas pede inclusive que seja feita uma investigação interna contra o deputado federal Cândido Vaccarezza (SP), na Comissão de Ética nacional do partido.

Vaccarezza, assim como os expulsos, é acusado de ferir a disciplina partidária ao apoiar e até indicar secretários para governos de oposição ao PT em Campinas. A primeira representação -que investigou 26 petistas- foi feita em 2011 quando, segundo o partido, o deputado foi o responsável pela nomeação de Clélio Aparecido Leme, seu assessor, para a Secretaria Municipal de Habitação de Campinas, no  governo do vereador Pedro Serafim (PDT), que assumiu no lugar do petista Demétrio Vilagra, afastado pela Câmara Municipal em dezembro de 2011.

Na última eleição municipal, o candidato petista à Prefeitura de Campinas, Márcio Pochmann, perdeu no segundo turno para o atual prefeito Jonas Donizette (PSB). Mesmo com a determinação do diretório municipal de compor a  oposição, alguns petistas -que já haviam apoiado Serafim- integraram o governo do PSB.

“Nós precisávamos, em primeiro lugar, que o diretório estadual deliberasse que a posição de participar do governo do Jonas Donizette é uma irregularidade política e o diretório considerou uma infração grave. Isso fundamenta a postura do Vaccarezza”, afirmou o presidente do PT de Campinas, Ari Fernandes.

 

Autor: Tags: , , , ,

quarta-feira, 17 de julho de 2013 Congresso | 15:21

Decisões do grupo da reforma política não valerão para 2014, diz Vaccarezza

Compartilhe: Twitter
Cândido Vaccarezza (Foto: AE)

Cândido Vaccarezza (Foto: AE)

Coordenador do grupo de trabalho da reforma eleitoral na Câmara dos Deputados, instalado nesta quarta-feira, o deputado Cândido Vaccarezza (PT-SP) disse aos colegas que compõem o colegiado que não pretende aplicar quaisquer modificações aprovados no grupo para as eleições do ano que vem. “Nada aprovado aqui é para 2014”, resumiu o coordenador do grupo.

Leia mais: Vaccarezza propõe realizar quatro audiências públicas sobre reforma eleitoral até agosto

O deputado acrescentou ainda que, em 2016, as eleições municipais servirão de laboratório para as alterações aprovadas, para que tudo funcione na sua plenitude somente nas eleições de 2018.

Também durante a reunião, o coordenador do grupo de trabalho propôs que sejam realizadas quatro audiências públicas para discutir o assunto, até o final de agosto. A expectativa, segundo ele, é de que o relatório final do colegiado fique pronto até outubro.

Autor: Tags: ,

Congresso | 14:38

Vaccarezza propõe realizar quatro audiências públicas sobre reforma política até agosto

Compartilhe: Twitter

Na abertura da primeira reunião do grupo de trabalho para a reforma política na Câmara dos Deputados, o coordenador Cândido Vaccarezza (PT-SP) adiantou que pretende realizar pelo menos quatro audiências públicas sobre o tema até o fim de agosto.

Esperidião Amin (PP-SC) sugeriu que os convidados a essas audiências sejam tabulados numa base de dados, para que fique claro quais movimentos e entidades foram ouvidos e evitar que essa informação se perca, a exemplo do que, segundo ele, ocorreu com os debates já realizados em tentativas anteriores de se fazer a reforma política.

Outros deputados presentes no encontro questionaram a necessidade de se realizar audiências sobre temas em que já haveria consenso. O grupo de trabalho da reforma política deve encerrar seus trabalhos e entregar seu relatório final na primeira quinzena de outubro.

Até agosto, Vacarezza quer ouvir as centrais sindicais, sindicatos patronais, federações nacionais e movimentos sociais.

Assista:

Autor: Tags: , ,

terça-feira, 16 de julho de 2013 Partidos, Política | 19:40

‘Presidente da Câmara agiu de forma desrespeitosa’, reage Henrique Fontana

Compartilhe: Twitter

Insatisfeito com o desfecho das negociações para a montagem do grupo de trabalho que vai debater a reforma política, o deputado Henrique Fontana (PT-RS) disse que o comando da Câmara agiu de forma “desrespeitosa”.

Leia também: Grupo da reforma política é instalado e vai receber sugestões pela internet

Fontana, relator do projeto de reforma política há dois anos e meio e indicado pela bancada para ser coordenador do grupo, abriu mão de sua participação no colegiado após presidente da Casa, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), indicar Cândido Vaccarezza (PT-SP) como coordenador.

“Do meu ponto de vista, a forma como o presidente da Casa agiu foi desrespeitosa. Ele fez um movimento de buscar um deputado do PT e o Vaccarezza articulou com ele. Na minha opinião, o Vaccarezza procurou o presidente e se moveu para construir essa puxada de tapete. Uma coisa desrespeitosa, não se faz politica assim”, afirmou Fontana.

Após o impasse, o PT decidiu indicar o deputado Ricardo Berzoini (PT-SP) para assumir a segunda cadeira do partido no grupo.

 

 

Autor: Tags: , , ,

Congresso | 13:00

‘Querem enfraquecer o PT’, diz Fontana sobre grupo de reforma política

Compartilhe: Twitter

A coordenação do grupo de trabalho que vai discutir a reforma política na Câmara e será instalado ainda nesta terça-feira (16) permanece indefinida, mesmo após o presidente da Casa, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), decidir que o PT poderia ocupar duas cadeiras.

Para o deputado Henrique Fontana (PT-RS), indicado pela bancada da sigla para coordenador o grupo, a medida de Alves é para enfraquecer o PT. “Desrespeita o papel que o PT teve nessa comissão e que eu tive como relator da reforma, defendendo determinadas questões. Ele (Alves) quer dividir o PT. Antes dos protestos, há dez semanas, uma maioria dos líderes decidiu engavetar a reforma. Agora, que veio á tona, me parece desrespeitosos que eu seja retirado da coordenação do grupo”, afirmou o petista.

O líder do partido na Casa, José Guimarães (CE), se reúne novamente com a bancada hoje para debater o assunto já que o deputado Cândido Vacarezza (PT-SP), indicado pelo presidente da Casa para coordenar o grupo, não abre mão da função.

“Não quero debater com o Fontana, quem nomeia é o presidente da Casa e isso já foi feito”, afirmou Vacarezza.

Leia também:  “O PT é assim mesmo”, diz deputado sobre disputa por grupo de reforma

 

Autor: Tags: , , , ,

quinta-feira, 11 de julho de 2013 Partidos | 17:20

PT tenta dissipar mal-estar sobre quem comandará discussões da reforma política

Compartilhe: Twitter

O líder do PT na Câmara dos Deputados, José Guimarães (CE), estará em São Paulo nesta sexta-feira para, entre outros compromissos, uma reunião com o presidente do PT, Rui Falcão.

Guimarães deve usar o encontro para tirar uma posição sobre a indicação do partido para o grupo de trabalho da reforma política que será estabelecido na Câmara.

A bancada indicou o nome de Henrique Fontana (PT-RS), mas o presidente da Casa, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN) convidou Cândido Vacarezza (PT-SP) para coordenar o grupo, gerando mal estar entre os petistas.

Vacarezza também estará reunido com Falcão nesta sexta-feira e admite que falará sobre o tema, mas diz que o encontro foi marcado antes da querela e terá outros assuntos na pauta.

Perguntado se estaria disposto a abrir mão da posição no grupo de trabalho em favor de Fontana, Vacarezza foi evasivo.

“Não tenho de abrir mão de nada. Não me candidatei, não articulei nada, fui convidado pelo presidente”, disse Vacarezza.

Autor: Tags: , , , ,

quinta-feira, 27 de junho de 2013 Congresso | 15:13

Deputado espera votar reforma eleitoral em 9 de julho

Compartilhe: Twitter

Convencido de que conseguirá aprovar seu projeto de reforma eleitoral na Câmara dos Deputados, o deputado Cândido Vaccarezza (PT-SP) já acertou uma data para levar o assunto a votação no plenário.

Vaccarezza espera que o projeto seja apreciado no dia 9 de julho.

Autor: Tags: , ,