Publicidade

Posts com a Tag Cândido Vaccarezza

segunda-feira, 3 de janeiro de 2011 Governo | 13:02

Agradecimentos da discórdia

Compartilhe: Twitter

Um observador petista perspicaz não deixou passar em branco.

Na cerimônia de posse ontem no Palácio do Planalto, o ministro-chefe da Casa Civil, Antônio Palocci, iniciou seu discurso agradecendo aos ministros, deputados e autoridades presentes. Dentre eles, citou o líder do governo na Câmara, Cândido Vaccarezza, e o ex-presidente da Casa, Arlindo Chinaglia.

Presente na cerimônia, o atual presidente da Câmara e candidato do PT a permanecer na pasta, Marco Maia, ficou pra escanteio nos agradecimentos. Saiu sem cumprimentar o novo ministro.

Autor: Tags: , , , ,

terça-feira, 7 de dezembro de 2010 Congresso | 09:17

PT escolhe hoje o virtual presidente da Câmara

Compartilhe: Twitter

A bancada do PT na Câmnara decide hoje o candidato do partido a presidente da Casa.

O líder do governo, Cândido Vaccarezza (SP), é o favorito.

Concorrem contra ele os ex-presidentes da Câmara Arlindo Chinaglia (SP) e João Paulo Cunha (SP), e o atual vice-presidente da Casa, Marco Maia (RS).

Como o líder do PMDB, Henrique Eduardo Alves RN), já abriu mão da candidatura — em troca do apoio formal do PT a que ele assuma daqui a dois anos –, o escolhido hoje pelos petistas terá apenas que convencer os partidos pequenos e médios a não se unirem em torno de uma outra candidatura.

Não é uma tarefa difícil.

Autor: Tags: , , , , ,

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010 Partidos | 12:01

O jogo dentro do PT para fazer de Vaccarezza candidato do partido a presidente da Câmara

Compartilhe: Twitter

A tendência do PT denominada CNB (Construindo um Novo Brasil) é a antiga Campo Majoritário, nascida da mais antiga ainda Articulação. Trata-se do maior grupo dentro do partido, com franca maioria em todas as instâncias.

O líder do governo na Câmara, Cândido Vaccarezza (SP), não é da CNB, mas está com o apoio discreto do comando da tendência e do governo federal na disputa contra Arlindo Chinaglia (SP) pela vaga de candidato do partido a presidente da Câmara.

O deputado José Nobre Guimarães (PT-CE) é irmão do ex-presidente do partido José Genoíno e um dos  aliados de Vaccarezza.  Membro da CNB, ele resolveu dar uma mãozinha ao amigo candidatando-se a líder do partido.

Trata-se de um forte candidato. Mas está ali para ajudar Vaccarezza. Se as outras tendências do PT aceitarem um acordo em torno da candidatura do líder do governo a presidente da Câmara, Nobre retira sua candidatura a líder do partido. Se não aceitarem o acordo, ele bate chapa.

É o jogo da política. Às vezes não revelado. Às vezes articulado abertamente, como no caso de agora. Veja-o nas palavras do próprio José Guimarães:

Autor: Tags: , , , ,

terça-feira, 30 de novembro de 2010 Congresso | 15:50

PT e PMDB tentam acordo sobre presidência da Câmara

Compartilhe: Twitter

Depois de ameaçar lançar candidatura à presidência da Câmara já nesta semana, o líder do PMDB, Henrique Eduardo Alves, se reúne neste momento com o líder do Governo, Cândido Vaccarezza (PT). Os dois são candidatos ao comando da Casa durante o governo de Dilma Rousseff.

O objetivo da nova rodada de negociações é definir quem vai ocupar o primeiro biênio na presidência da Câmara, e o que o partido que cedeu a vez levará em troca.

O almoço acontece na casa do líder do PP, João Pizzolatti, e conta com a presença de líderes de partidos que compõem o blocão do PMDB formado por mais de 200 parlamentares.

Autor: Tags: , , , , , ,

quarta-feira, 24 de novembro de 2010 Congresso | 20:10

Henrique Eduardo Alves ameaça lançar candidatura já na próxima semana

Compartilhe: Twitter

Em conversa agora a pouco com o presidente do PMDB e vice-presidente eleito, Michel Temer, o líder do partido na Câmara, Henrique Eduardo Alves (RN), disse que não aceitará esperar muito tempo para o PT decidir assinar um documento se comprometendo com o rodízio entre as duas legendas na presidência da Casa. 

Henrique Eduardo Alves vinha ameaçando lançar sua candidatura no início de janeiro, mas agora já fala em lançar-se na próxima semana.

Autor: Tags: , , , , ,

domingo, 21 de novembro de 2010 Congresso | 07:01

PT escolhe seu candidato a presidente da Câmara até dia 15

Compartilhe: Twitter

Líder do governo na Câmara, o deputado Cândido Vaccarezza (PT-SP) afirma que o nome do candidato do PT a presidente da Câmara estará decidido até o dia 15 de dezembro.

O próprio Vaccarezza é um dos nomes, assim como os ex-presidentes da Câmara Arlindo Chinaglia (SP) e  João Paulo Cunha (SP), e o atual vice-presidente da Casa, Marco Maia (RS).

Autor: Tags: , , , , , ,

Congresso | 06:54

Vaccarezza afirma ter maioria no partido para disputar comando da Câmara

Compartilhe: Twitter

Candidato a ser o nome escolhido pelo PT para concorrer a preasidente da Câmara, o líder do governo, Cândido Vaccarezza (SP), aproveitou a reunião do diretório nacional do partido para cabalar votos entre seus colegas.

A um deles, sem perceber a presença de repórteres por perto, especulou:

— Dos 87 da bancada, já tenho o voto de 57.

Autor: Tags: , ,

sábado, 20 de novembro de 2010 Congresso | 08:02

Líder petista vai insistir no rodízio PT-PMDB tanto na Câmara como no Senado

Compartilhe: Twitter

Líder do governo na Câmara, Cândido Vaccarezza disse que vai insitir dentro de seu partido na retomada das negociações pelo rodízio das presidências da Câmara e do Senado entre o PT e o PMDB.

O presidente do partido, José Eduardo Dutra, havia declarado ser contra o rodízio. Para Dutra, como o PT é a maior bancada da Câmara e o PMDB, a maior no Senado, o correto é cada partido comandar uma das Casas pelos próximos quatro anos. Sem rodízios.

Mas Vaccarezza discorda:

— As duas bancadas têm dimensões aproximadas e isto sempre pode levar a disputas. Alternando cada partido com o comando de uma das Casas a cada dois anos, ou seja, com o rodízio, estaremos abrindo espaço para mais gente e diminuindo as áreas de atritos.

Autor: Tags: , , , , , ,

quarta-feira, 10 de novembro de 2010 Congresso | 18:39

A saúde e a volta dos bingos

Compartilhe: Twitter

Líderes de partidos na Câmara, os deputados Dagoberto Nogueira (PDT-MS) e Sandro Mabel (PR-GO) defenderam ontem na reunião da base aliada do governo a criação de uma nova fonte para financiar a Saúde: os bingos.

A proposta é criar um fundo apenas com impostos arrecadados nas casas de jogos, o que, segundo eles, chegaria a R$ 7 bilhões anuais. E os dois garantem que a ideia foi tão bem vista pelas legendas que será levada à presidenta eleita Dilma Rousseff.

Os bingos e caça-níqueis, como se sabe, estão proibidos desde 2004 após denúncias de favorecer a lavagem de dinheiro e o crime organizado.

Autor: Tags: , , , , , ,

quinta-feira, 4 de novembro de 2010 Congresso | 12:28

Vitória do PT melou acordo de Vaccarezza com PMDB

Compartilhe: Twitter

Cândido Vaccarezza (Foto: AE)

Até agora são quatro os pré-candidatos do PT à Presidência da Câmara:

  • O líder do governo, Cândido Vaccarezza (PT);
  • o ex-presidente da Câmara Arlindo Chinaglia (PT);
  • outro ex-presidente da Câmara João Paulo Cunha (SP);
  • e o atual vice-presidente da Câmara Marco Maia (RS).

Os mais fortes no momento são Cândido Vaccarezza, que tem o apoio da cúpula partidária, e Arlindo Chinaglia, que trabalha há mais tempo o nome na bancada.

Além da cúpula partidária, Vaccarezza tinha outro trunfo: o poderoso deputado peemedebista Eduardo Cunha,  que havia intermediado um acordo com o líder do PMDB, Henrique Eduardo Alves, segundo o qual caberia ao partido aliado presidir a Câmara nos dois primeiros anos do governo Dilma, ficando o PT com os dois últimos.

O problema deste acordo é que, ao contrário do que se esperava, o PT elegeu mais deputados do que o PMDB. E agora será difícil convencer a bancada a ceder a vez para os aliados comandarem Câmara e Congresso ao mesmo tempo, logo no início do governo.

Se Vaccarezza insistir, pode  acabar não sendo escolhido candidato a presidente da Câmara entre os deputados de seu próprio partido.

Autor: Tags: , , , , ,

  1. Primeira
  2. 10
  3. 11
  4. 12
  5. 13
  6. 14
  7. 15
  8. Última