Publicidade

Posts com a Tag Carlos Sampaio

domingo, 2 de novembro de 2014 Eleições | 08:00

‘O que estamos fazendo é a favor do Brasil’, diz Carlos Sampaio, sobre pedido de auditoria do PSDB

Compartilhe: Twitter

Coordenador jurídico da campanha presidencial do tucano Aécio Neves, o deputado Carlos Sampaio (PSDB-SP), diz considerar necessário um esclarecimento para a população brasileira sobre a segurança do sistema eleitoral. Esta é a justificativa dada por ele para o pedido de auditoria apresentado ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). “Não tem terceiro turno. Estamos fazendo um favor para o Brasil”, afirma o deputado.

Alegando que o PSDB não contesta o resultado da eleição, ele afirma que o objetivo é fazer frente ao sentimento de uma “parte significativa da nação”, de que pode ter havido fraude no processo eleitoral.

O PSDB provocou polêmica nesta semana ao apresentar um pedido de auditoria do processo eleitoral. Isso alimentou muita especulação de que o partido tenta fazer uma espécie de terceiro turno. Como o senhor responde?
O que nós apresentamos foi um pedido de auditoria do sistema, tendo em vista que existe no Brasil, neste momento, uma parte significativa da nação que alimenta um sentimento de que teria havido uma fraude. Mas não houve um pedido nosso de recontagem dos votos, não houve um pedido de impugnação, não questionamos o resultado da eleição. Em hipótese alguma.

O deputado Carlos Sampaio (Foto: Divulgação)

O deputado Carlos Sampaio (Foto: Divulgação)

Mas isso não alimenta uma repercussão que vai exatamente nessa linha?
Quem entende de Direito Eleitoral sabe muito bem que não impugnamos e que não houve motivo para isso. Eu coordeno um time de advogados que cuidou da campanha do senador Aécio Neves que inclui nada menos do que três ex-ministros do TSE. Todos eles, assim como eu, temos a clareza de que o sistema eleitoral brasileiro é seguro.

Se o senhor sabe que é seguro, o que motiva a ação então? Pode ter havido uma ação do PT, na avaliação do senhor?
Em momento algum nós dissemos isso. Olhe, eu, assim como você, recebo 1 mil mensagens de Whatsapp por dia de brasileiros que afirmam que poderia ter havido uma fraude. Se alguém em eleições passadas já viu alguma coisa parecida com isso, eu nunca vi. É assustador para o Brasil esse sentimento de que poderia ter havido uma fraude. Estou afirmando: não houve fraude, o sistema é seguro e o presidente do TSE agiu em todo o processo com a isenção e imparcialidade que se espera da mais alta Corte do país. Ele foi isento, foi um conciliador.

O que o PSDB ganha com isso? 
Em momento algum esse pedido traz algum tipo de ganho ao PSDB. Estamos apenas dividindo com o TSE uma proposta para dissipar esta dúvida que existe em todo o Brasil, propondo que sejam selecionados três técnicos do próprio tribunal e três indicados pelos partidos. Estamos afiançando ao Brasil que o sistema é seguro. Essa nossa tese é em defesa do TSE, não contra. Não há motivo para ninguém se contrapor a isso. Não tem terceiro turno. O que estamos fazendo é a favor do Brasil. Onde é que poderia haver um jogo de cena aqui?

Outra polêmica jurídica que marcou a reta final da campanha foi a capa da revista Veja, que motivou um direito de resposta concedido à campanha do PT. Como o senhor avalia essa decisão da Justiça Eleitoral? Há informações que sugerem que a fala do doleiro Alberto Youssef poderia ter sido distorcida. 
Eu acho que a liberdade de imprensa deve ser preservada, sempre. Até quando a imprensa tem uma interpretação equivocada sobre uma determinada informação. Este também é um direito. Foi um erro brutal o que houve, na minha opinião. Não tem como cercear a imprensa quando há informações claras, áudios. Sem contar que esta questão toda da Petrobras teve uma dimensão enorme por si só. A revista Veja pode ter dado um fecho a isso, mas não foi a revista que suscitou essa crise.

Que avaliação geral o senhor faz da ação jurídica na campanha deste ano? O impacto nas redes sociais e a repercussão criaram um desafio maior para a Justiça Eleitoral?
O que eu acho que os ataques pessoais e mentiras do PT foram desmedidos. Eles sabem que nós afrontamos a candidatura deles na nossa propaganda, mas não com mentira.

Mas no acordo final firmado entre as campanhas e o TSE para neutralizar as ações, havia aproximadamente o mesmo número de representações dois dois lados.
Mas nós agimos na qualidade, não na quantidade. Tanto é que tivemos mais minutos assegurados por decisão da Justiça. No nosso caso, não importou o quantitativo, e sim o qualitativo. Mas posso dizer sem sombra de dúvida que o presidente do TSE mostrou que tem a estatura necessária para comandar um processo eleitoral desta envergadura. Ele foi absolutamente imparcial. Minha posição aqui é de rasgados elogios a ele, embora eu seja um deputado de um partido de oposição.

 

Autor: Tags: , , , , , ,

segunda-feira, 5 de maio de 2014 Congresso | 13:35

PSDB pedirá 8 anos de internação para adolescente que cometer crime hediondo

Compartilhe: Twitter

Bandeira política do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), pré-candidato à reeleição, recém-adotado pelo senador Aécio Neves (MG), que disputará a Presidência, a discussão de mudanças no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) volta à pauta nesta semana.

O relatório da comissão especial da Câmara que debate o tema será votado nesta quarta-feira. O relator, deputado Carlos Sampaio (PSDB-SP), vai propor que a internação do adolescente infrator que pratique crimes hediondos aumente de três para oito anos.

Leia também: Alckmin propõe mudar ECA para punir menor reincidente

Autor: Tags: , , , ,

sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014 Congresso | 09:00

Com novo líder, PSDB torce por ação mais focada na Câmara

Compartilhe: Twitter
Antônio Imbassahy (Foto: Leonardo Prado)

Antônio Imbassahy (Foto: Leonardo Prado)

A chegada de Antonio Imbassahy (BA) na liderança do PSDB na Câmara dos Deputados deve mudar um pouco a forma de atuação da bancada na oposição ao governo.

Segundo tucanos, com um perfil mais discreto, Imbassahy deverá ter ações mais pontuais e vigorosas ao enfrentar o PT.

Na comparação, Carlos Sampaio (SP), antigo líder da bancada, ele é tido como mais intempestivo.

Para alguns deputados da bancada, Imbassahy dará menos tiros, mas mais certeiros, no governo.

Autor: Tags: , , ,

terça-feira, 18 de fevereiro de 2014 Eleições | 10:30

Cinco tucanos lideram campanha de Aécio Neves

Compartilhe: Twitter
O senador Aécio Neves (Foto: Dida Sampaio/AE)

O senador Aécio Neves (Foto: Dida Sampaio/AE)

Um  quinteto de tucanos vem se cristalizando gradualmente como núcleo articulador da candidatura presidencial de Aécio Neves (PSDB).

O mineiro tem contado com o apoio direto de Aloysio Nunes (SP) – cotado para assumir a coordenação geral da campanha -, Cássio Cunha Lima (PB), o deputado e ex-líder na Câmara Carlos Sampaio, ex-senador Tasso Jereissati, com reforço do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso.

Autor: Tags: , , , , , , ,

segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014 Eleições | 17:07

Carlos Sampaio assumirá área jurídica da campanha de Aécio

Compartilhe: Twitter
O deputado Carlos Sampaio (Foto: Divulgação)

O deputado Carlos Sampaio (Foto: Divulgação)

O deputado Carlos Sampaio (PSDB-SP) vai integrar a campanha do senador mineiro Aécio Neves à Presidência. Cuidará especificamente da área jurídica.

O anúncio deve ser feito amanhã, de acordo com interlocutores do ex-líder tucano.

Autor: Tags: , , ,

quinta-feira, 21 de novembro de 2013 Política | 13:16

Oposição contesta cassação de presos sem discussão em plenário

Compartilhe: Twitter

Líderes do PSDB e do PPS na Câmara vão questionar a legalidade da decisão de levar ao plenário a cassação de mandato dos deputados condenados no processo do mensalão, anunciada pelo presidente da Casa, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN).

Saiba mais sobre o julgamento do mensalão

A abertura de um processo pela Câmara contraria a decisão mais recente do Supremo Tribunal Federal (STF) que determinou a cassação imediata de todo parlamentar condenado em última instância. O caso de Genoino começaria a ser discutido hoje, mas Alves adiou.

O deputado Roberto Freire (PPS-SP) entrará com uma questão de ordem na Casa assim que o assunto começar a ser discutido.  Carlos Sampaio (SP), líder do PSDNB, vai apelar para o STF.

O ministro do STF Gilmar Mendes também já criticou publicamente a decisão do presidente da Câmara.

Autor: Tags: , , , , , , , ,

quinta-feira, 31 de outubro de 2013 Congresso | 18:00

PSDB não quer ouvir falar em projeto petista sobre internação de menor infrator

Compartilhe: Twitter

O senador Jorge Viana (PT-AC) anunciou hoje na tribuna que pretende protocolar um projeto que eleva para oito anos o período de internação para menores que cometerem crimes hediondos. Mas o PSDB não quer nem ouvir falar no assunto. Diz que pensou na proposta primeiro.

Quem avisa é o líder do PSDB na Câmara, Carlos Sampaio (PSDB-SP). A ideia já recebeu manifestação pública do governador paulista, Geraldo Alckmin, que considera a ideia “muito inteligente”.

 

Autor: Tags: , ,

terça-feira, 17 de setembro de 2013 Partidos | 13:31

PSDB pede punição maior para manifestantes que usam máscaras

Compartilhe: Twitter

Depois da Asssembleia Legislativa do Rio de Janeiro aprovar um projeto de lei que proíbe mascarados nas manifestações, é a vez  da bancada do PSDB na Câmara se manifestar sobre o assunto.

O líder da bancada, Carlos Sampaio (PSDB-SP), protocolou uma proposta que aumenta a pena para mascarados que causarem danos ao patrimônio público ou privado durante manifestações.

Para o deputado, o uso da máscara como escudo humano impede que a polícia identifique o autor do crime para inibir ações futuras, o que, segundo o Código Penal, seria passível de aumento de pena.

Autor: Tags: , ,

segunda-feira, 12 de agosto de 2013 Política | 20:45

Presidente da Fundação Casa critica excesso de internações por decisão judicial

Compartilhe: Twitter

A presidente da Fundação Casa, Berenice Giannella, defendeu as mudanças propostas pelo governador Geraldo Alckmin (PSDB) no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) e na instituição, durante audiência na Assembleia de São Paulo realizada nesta segunda-feira (12).

Ela criticou o excesso de decisões judiciais de internação e explicou que uma das rebeliões ocorridas hoje foi causada por um interno que recebe tratamento psiquiátrico.

O deputado federal Carlos Sampaio (PSDB-SP), líder do partido da Câmara, é relator do processo e membro da comissão que está realizando audiências públicas em diversos estados para discutir as mudanças.

Autor: Tags: , , ,

quarta-feira, 10 de julho de 2013 Partidos | 14:25

Tucanos tentam atrair apoio do PMDB para sua proposta de reforma política

Compartilhe: Twitter

Após o presidente nacional do PSDB, senador Aécio Neves (MG), divulgar proposta do partido para reforma política, líderes tucanos estão conversando com PMDB, PPS e DEM para buscar apoio.

Alguns pontos da proposta do PSDB já foram elaborados em acordo com os aliados tradicionais do partido, como o senador José Agripino Maia (DEM-RN) e o deputado federal Roberto Freire (PPS-SP).  Agora, o líder do PSDB na Câmara, Carlos Sampaio, vai se encontrar com o líder do PMDB, Eduardo Cunha (RJ), para tentar costurar mais um endosso.

O PSDB espera que esses partidos manifestem apoio à proposta tucana ainda antes do recesso parlamentar.

 

 

 

Autor: Tags: , , , , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. 3
  5. 4
  6. Última