Publicidade

Posts com a Tag Chico Alencar

quinta-feira, 17 de setembro de 2015 Congresso, Justiça | 19:42

Para defazer suspeitas de censura, Cleber Verde garante espaço ao PSOL na TV Câmara

Compartilhe: Twitter

Net_Deputado_Cleber_VerdeO secretário de comunicação da Câmara, deputado Cleber Verde (PRB-MA), tratou de desfazer o desconforto gerado pelas suspeitas de “veto” nos veículos da Câmara, a deputados do PSOL e outros parlamentares críticos à atuação do presidente da Câmara Eduardo Cunha.

Para compensar a não transmissão pela TV Câmara, da sessão solene, que comemorou os 10 anos do PSOL, na última terça-feira, Verde garantiu aos deputados do PSOL que a sessão será exibida no sábado, na programação da TV.

Além disso, a produção também tratou de gravar com o líder do PSOL, Chico Alencar (RJ), o programa Palavra Aberta. A gravação ocorreu nesta quinta-feira (17) e o programa, que falará da história do partido, será exibido na próxima segunda-feira (21).

O líder não perdeu tempo durante a gravação de 11 minutos e acabou fazendo um trocadilho. Avisou que a sessão solene seria “prisada”, em vez de reprisada, já que não foi exibida ao vivo, como é de costume nas atividades do Plenário.

 

 

Autor: Tags: , , , ,

terça-feira, 15 de setembro de 2015 Congresso, Justiça | 19:40

Funcionários da TV Câmara aplaudem discurso de Chico Alencar contra censura

Compartilhe: Twitter
Deputado Federal Chico Alencar (PSOL-RJ)

Deputado Federal Chico Alencar (PSOL-RJ)

O deputado Chico Alencar (PSOL-RJ), que seria um dos “vetados” pelo presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ,) nos veículos de comunicação da Câmara, subiu a tribuna, às 18h25 de terça-feira (14), para repudiar a decisão de não transmissão da sessão solene de comemoração dos 10 anos do partido.

Na redação, servidores da TV Câmara aplaudiram o discurso no momento em que o parlamentar disse que os funcionários da TV Câmara estão se sentindo “obrigados a praticar censura com a qual não concordam” e que o veículo deveria ser, acima de tudo, “suprapartidário”.

O PSOL acusa Cunha de ter censurado a exibição da sessão, ocorrida pela manhã. A sessão seria transmitida pela TV Câmara e acabou  substituída por uma reprise de uma das reuniões de comissões da Casa.
Autor: Tags: , , ,

terça-feira, 26 de maio de 2015 Congresso | 16:45

Chico Alencar critica tramitação da Reforma Política: “Golpe”

Compartilhe: Twitter

O deputado Chico Alencar (PSOL-RJ) criticou a dissolução da comissão especial da Reforma Política antes que o relatório do deputado Marcelo Castro (PMDB-PI) pudesse ser votado.

Alencar ironizou a manobra ao dizer que Castro foi “castrado”. “O golpe começou ontem com a dissolução da comissão especial que queria votar seu relatório e que pela primeira vez na história do parlamento foi esvaziada pelo  seu próprio presidente (Rodrigo Maia)”.

Segundo Alencar, a ordem de votação dos ítens da reforma no Plenário da Câmara poderá favorecer a aprovação do chamado distritão, sistema que transforma a eleição de deputados federais numa disputa majoritária.

Assista:

Autor: Tags: , , ,

sexta-feira, 27 de março de 2015 Partidos | 13:00

‘Ele que teve a iniciativa desse rompimento’, diz Chico Alencar sobre Cabo Daciolo

Compartilhe: Twitter

Ao comentar a decisão tomada na última quinta-feira pela Executiva Nacional do PSOL que suspendeu os direitos partidários do deputado federal Cabo Daciolo (RJ), o líder do partido na Câmara, Chico Alencar (RJ), atribuiu ao próprio cabo a responsabilidade pelo afastamento.

“Isso é da vida partidária. É claro que, se ele considerar que deve seguir nessa posição, ferindo o programa partidário, aí que fique claro que o partido tem uma visão e ele tem outra e, aí, não cabe, isso não tem conciliação possível. Se você está num partido, tem que cumprir o programa dele”, diz Alencar, ao afirmar que Daciolo “é que teve a iniciativa desse rompimento” ao defender uma proposta contra a laicidade do Estado.

Leia mais: PSOL decide pela suspensão de Daciolo

A suspensão foi decidida após Daciolo apresentar uma Proposta de Emenda à Constituição apelidada por ele próprio de “PEC dos Apóstolos”, que sugere substituir os dizeres “todo o poder emanda do povo” por “todo o poder emanda de Deus”, na Carta Magna. A proposta já havia sido barrada em uma reunião da bancada e, agora, o futuro de Daciolo no PSOL será definido pelo Diretório Nacional do partido, que deve se reunir em maio. Até lá, o deputado não fala mais em nome do partido, não pode participar de votações, nem de reuniões partidárias.

Assista:

Autor: Tags: , , ,

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015 Congresso | 15:00

Deputados já esperam tratorada de Eduardo Cunha na reforma política

Compartilhe: Twitter
Eduardo Cunha (PMDB-RJ). (foto: Alan Sampaio iG/Brasília)

Eduardo Cunha (PMDB-RJ). (foto: Alan Sampaio iG/Brasília)

Os deputados que tentam brigar com a reforma política defendida pelo PMDB e amplamente apoiada pelo presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), se reuniram nesta manhã para tentar traçar uma estratégia para responder ao avanço da proposta.

A escolha do deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ) para presidir a Comissão que discutirá a reforma e a indicação de Marcelo Castro (PMDB-PI) na relatoria acenderam a luz vermelha. A saída, afirmam os parlamentares, é tentar ganhar tempo para discutir alternativas.

Henrique Fontana (PT-RS), Jandira Feghali (PCdoB-RJ), Luiza Erundina (PSB-SP), Chico Alencar (PSOL-RJ) e Orlando Silva (PCdoB-SP) temem que, articulado com a oposição, Cunha passe o trator para aprovar o mais rápido possível a PEC 352/2013. O texto mantém o financiamento privado das campanhas e cria uma espécie de cláusula de barreira, ao dificultar a atuação de partidos pequenos.

Autor: Tags: , , , , , , ,

segunda-feira, 26 de janeiro de 2015 Congresso | 07:30

Candidatos calculam 100 deputados ainda indecisos na disputa da Câmara

Compartilhe: Twitter

Na troca de figurinhas que rola entre as campanhas dos candidatos à presidência da Câmara, a estimativa que corre é que cerca de 100 dos 513 deputados ainda estariam sem voto definido. Daí a ansiedade sobre se haverá ou não um segundo turno. Na conta, entram votos de partidos que ainda não declararam nenhum apoio formal – entre eles PP, PR e a maioria do chamado G-10 dos nanicos – além das já esperadas dissidências nas bancadas que definiram uma orientação, em especial no PSDB, PSD e PRB.

Uma das sondagens informais que rodaram nos últimos dias apontava Eduardo Cunha (PMDB-RJ) com apoio de cerca de 160 deputados do PMDB, PTB, DEM, PSC, Solidariedade e PRB. Já Arlindo Chinaglia (PT-SP) viria em segundo, com aproximadamente 140 votos do PT, PROS, PCdoB, PSD e PDT. Em terceiro, estaria Júlio Delgado (PSB-MG), com cerca de 100 deputados do PSB, PSDB, PV e PPS. Já Chico Alencar (PSOL-RJ), por enquanto, teria apenas com o apoio certo dos cinco parlamentares da sigla.

Leia também: ‘A oposição poderia controlar o Congresso’, diz Paulinho da Força

Autor: Tags: , , , , , , , ,

sexta-feira, 23 de janeiro de 2015 Congresso | 19:51

‘Fantasma da Lava Jato paira sobre todas as outras candidaturas’, diz Chico Alencar

Compartilhe: Twitter
Deputado Chico Alencar (PSOL-RJ). (fofo: divulgação)

Deputado Chico Alencar (PSOL-RJ). (fofo: divulgação)

Após o anúncio de que disputaria a presidência da Câmara, o deputado federal Chico Alencar (PSOL-RJ) já definiu os dois pontos centrais que nortearão sua campanha contra os outros três candidatos já declarados Arlindo Chinaglia (PT-SP), Eduardo Cunha (PMDB-RJ) e Júlio Delgado (PSB-MG).

De um lado, Chico adotará o discurso de que as três outras chapas estão presas a “uma pauta corporativa” e que seria necessário “colocar pautas de interesse da população em debate”. Entre os temas já elencados pelo PSOL, estão a defesa de direitos humanos e trabalhistas, bem como a realização de reformas políticas e tributárias que prevejam o fim do financiamento privado e a taxação de grandes fortunas, respectivamente.

Em segundo lugar, o deputado também defenderá que o PSOL é o único dos partidos na disputa “sem rabo preso” no esquema de corrupção da Petrobras, investigado na Operação Lava Jato da Polícia Federal. “De alguma forma, direta ou indiretamente, o fantasma da Lava Jato paira sobre a cabeça de todas as outras candidaturas, menos sobre a nossa, uma vez que não precisamos do dinheiro de nenhuma empreiteira para nos elegermos. A Câmara vai ter de ter muita firmeza para cortar na própria carne”, afirma.

Chico já disse, também, que sua campanha terá “custo zero”. “Achamos um absurdo gastar rios de dinheiro para convencer 513 deputados. Nós não vamos ter nada disso, queremos convencer com nossas ideias, não seduzindo ninguém com jantares e materiais mirabolantes”, explicou.

Leia também: Chico Alencar deve assumir liderança do PSOL

Autor: Tags: , , , , , , ,

quarta-feira, 7 de janeiro de 2015 Congresso | 19:00

Chico Alencar deve assumir liderança do PSOL

Compartilhe: Twitter
Deputado Chico Alencar (PSOL-RJ). (fofo: divulgação)

Deputado Chico Alencar (PSOL-RJ). (fofo: divulgação)

Após dois anos à frente da liderança do PSOL na Câmara, o deputado Ivan Valente (PSOL-SP) tem dito que pretende passar o bastão na próxima legislatura.

O mais cotado para assumir o posto é o deputado federal Chico Alencar (PSOL-RJ), atualmente vice-líder da bancada.

A partir de fevereiro, o PSOL passará a contar com cinco deputados federais. Além de Valente e Alencar, farão parte do grupo Jean Wyllys (PSOL-RJ), Edmilson Rodrigues (PSOL-PA) e Cabo Daciolo (PSOL-RJ).

Autor: Tags: , , , ,

segunda-feira, 29 de dezembro de 2014 Congresso | 15:00

PSOL reforça campanha contra Eduardo Cunha

Compartilhe: Twitter

A possibilidade de o peemedebista Eduardo Cunha (RJ) vencer a disputa pela presidência da Câmara ainda no primeiro turno tem feito o PSOL reavaliar a estratégia de lançar uma candidatura própria para demarcar posição.

Para ajudar a levar a eleição ao segundo turno, o partido estuda apoiar algum dos adversários de Cunha – Arlindo Chinaglia (PT-SP) ou Júlio Delgado (PSB-MG) – com quem tem conversado nas últimas semanas.

Na última legislatura, com apenas três deputados, a sigla lançou por duas vezes o nome de Chico Alencar (PSOL-RJ) como candidato próprio, obtendo 16 e 11 votos em 2011 e 2013, respectivamente. Em 2015, o partido terá cinco deputados.

Leia também: ‘PSOL tá cobiçado’, diz Ivan Valente sobre disputa na Câmara

Autor: Tags: , , , ,

quinta-feira, 29 de maio de 2014 Partidos | 17:00

Deputado do PSOL lança livro sobre manifestações

Compartilhe: Twitter
Deputado Federal Chico Alencar (PSOL-RJ)

Deputado Federal Chico Alencar (PSOL-RJ)

Baseado nas manifestações do ano passado, o deputado federal Chico Alencar (PSOL-RJ) lançará, nesta quinta-feira, o livro “A rua, a nação e o sonho”, em Brasília.

Durante o evento, o PSOL vai aproveitar para realizar um debate com o pré-candidato ao governo do Distrito Federal Toninho do PSOL e a pré-candidata a deputada federal Maria Lúcia Fattorelli.

Na pauta, um dos principais pontos que o partido pretende explorar, durante as eleições: os atuais protestos e sua relação com a Copa do Mundo e a conjuntura política brasileira.

Leia também: ‘Quem vai aguentar ser pisado por cavalos e não reagir?’ questiona indígena 

Autor: Tags: , , , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. 3
  5. 4
  6. Última