Publicidade

Posts com a Tag Complexo do Alemão

quarta-feira, 28 de novembro de 2012 Cidades | 10:00

Teleférico em favela vira atração

Compartilhe: Twitter

Cenário de ‘Salve, Jorge’, o teleférico do Complexo do Alemão, no Rio,  atingiu, neste mês, a marca de 4 milhões de passageiros.

De olho nos visitantes que usam o transporte para contemplar o pôr-do-sol, que, graças ao horário de verão acontece mais tarde, a SuperVia decidiu que o sistema, nos fins de semana, funcionará até as 20h.

Autor: Tags: ,

quarta-feira, 25 de julho de 2012 Cidades | 12:48

Em maré ruim, Eike Batista não dá sorte nem para UPP

Compartilhe: Twitter

O empresário bilionário Eike Batista não anda mesmo com sorte.

Depois de perder bilhões na bolsa de valores recentemente, com a desvalorização de ações de suas empresas, e de ver o filho responder a processo por atropelar e matar um ciclista, parece que nada dá certo para ele.

Nem quando quer ajudar.

A UPP da Nova Brasília, atacada a tiros por criminosos no Complexo do Alemão, foi uma de duas sedes construídas com doação de R$ 2,8 milhões feita pelo empresário.

No atentado, morreu Fabiana Aparecida de Souza, 30 anos, primeiro PM a perder a vida em UPPs.

Autor: Tags: , , , ,

terça-feira, 21 de dezembro de 2010 Brasil | 09:59

O passeio que Lula fará no teleférico do Alemão

Compartilhe: Twitter

O presidente Lula participa daqui a pouco no Rio de Janeiro, às 9h50, do início da fase de testes do teleférico do Alemão (obra do PAC), com deslocamento, em gôndola, para a Estação de Teleféricos do Morro da Baiana.

Poder Online capturou no Youtube reportagem que o Blog do Planalto ainda estava concluindo com vídeo sobre a viagem, tendo como guia o secretário de Obras, Hudson Braga.

É um passeio interessante e um ângulo do Rio ainda pouco conhecido, mas que tenderá a se tornar muito difundido.

Então faça aqui seu primeiro passeio experimental, pegando uma carona em trechos dos vídeos:

Autor: Tags: , , ,

terça-feira, 30 de novembro de 2010 Brasil | 10:06

O risco de a polícia perder o apoio dos moradores do Alemão

Compartilhe: Twitter

Favela da Grota, no Alemão: comércio fechado na segunda-feira (Foto: AE)

Segundo maior conjunto de favelas do Rio de Janeiro (só perde para a Maré), o Complexo do Alemão tem 20% de seus moradores trabalhando dentro da própria comunidade, segundo uma pesquisa de 2003, publicada hoje pelo ex-prefeito César Maia em seu Ex-blog.

Ele alerta para o risco de a população, em pouco tempo, se voltar contra a ação da polícia, como já ocorreu em outras ocupações a comunidades. Num primeiro momento, há total apoio, mas, segundo Maia, quando o dinheiro para de circular no comércio local, a tendência é a população pedir o afastamento da polícia. Maia escreve:

– O fundamental é introduzir programas de geração de renda, de busca de empregos e de injeção de recursos na comunidade para circulação local. Esse será o ponto em mais 60 dias. Deve-se criar uma coordenação de emprego e renda com representação federal, estadual e municipal e entidades empresariais. E urgente.

Autor: Tags: , ,

domingo, 28 de novembro de 2010 Brasil | 21:34

Uma cena nunca antes vista na história do shopping Rio Sul

Compartilhe: Twitter

Hora do almoço no shopping Rio Sul. Aquele que fica embaixo da favela do Chapéu Mangueira, entre o Leme e a Urca, na Zona Sul do Rio de Janeiro, já ocupada por uma das Unidades de Polícia Pacificadoras, as chamadas UPPs.

Um grupo de seis PMs, todos com colete à prova de balas, levanta-se para ir embora depois de almoçar no restaurante a quilo Varanda 33.

Não se sabe se chegaram a participar da ocupação da Vila Cruzeiro e do Complexo do Alemão. Mas deixaram a Praça da Alimentação sob uma calorosa salva de palmas.

* Colaboração Jackson Bezerra

Autor: Tags: , , ,

quarta-feira, 15 de setembro de 2010 Governo | 11:01

Obras do Complexo do Alemão devem ser concluídas logo após as eleições

Compartilhe: Twitter

O ministro das Cidades, Márcio Fortes de Almeida, disse ao Poder Online que as obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) no Complexo do Alemão, no Rio de Janeiro, devem ficar prontas antes do prazo previsto no cronograma, entre outubro e novembro deste ano.

—   A situção ali naquele conjunto de favelas era tão violenta que a avenida que divide a área ao meio é conhecida como “Faixa de Gaza”. No total, o investimento do governo federal, estadual e municipal em obras de intervenção urbanística e social ali será de R$ 827 milhões. Mas eram emblemáticas, indispensáveis — afirma Marcio Fortes.

Autor: Tags: , , , , , ,