Publicidade

Posts com a Tag Conselho de Ética e Decoro Parlamentar

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015 Congresso | 18:39

Izar diz que disputará novo mandato à presidência do Conselho de Ética

Compartilhe: Twitter
O deputado federal Ricardo Izar (PSD-SP). Foto: Agência Câmara

O deputado federal Ricardo Izar (PSD-SP). Foto: Agência Câmara

Depois de eleito quarto suplente da Mesa Diretora da Câmara dos Deputados, Ricardo Izar (PSD-SP) achou que não poderia concorrer a um novo mandato na presidência do Conselho de Ética da Casa.

Entretanto, após consulta a técnicos da Casa, Izar ficou sabendo que não haveria impedimento regimental a uma nova candidatura. Ele chegou a pensar em apoiar o nome de Marcos Rogério (PDT-RO).

A definição ainda depende de acertar os ponteiros no PSD, já que Sérgio Brito (BA) e José Carlos Araújo (BA) pediram ao partido para serem indicados ao posto. Izar deve conversar com Brito nesta terça-feira, mas diz que o correligionário já deu sinalização no sentido de abrir mão em nome do atual presidente do Conselho de Ética.

Segundo o atual presidente do conselho, as primeiras indicações dos partidos para a nova composição do grupo o estimularam. Izar acredita que poderá ter o apoio de PSDB, DEM e PMDB para conseguir um novo mandato.

“Acho que com isso dá para sustentar (nova candidatura)”, aposta Izar. Existe uma grande chance que a eleição para o Conselho de Ética coloque Izar em disputa com Rogério mais uma vez. Os dois, que atualmente têm uma relação cordial, disputaram o mesmo cargo em 2013, ocasião em que Izar acabou vencendo.

Embora conte com o apoio do PMDB, o partido deverá acompanhar o candidato indicado pelo presidente da Câmara e ex-líder na Casa, Eduardo Cunha. O cargo de presidente do Conselho de Ética deve receber ainda mais visibilidade em função dos desdobramentos da Operação Lava Jato sobre parlamentares envolvidos no esquema de corrupção da Petrobras.

Autor: Tags: , , , , , , ,

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2015 Congresso | 10:30

Marcos Rogério busca consenso para disputa no Conselho de Ética

Compartilhe: Twitter
Deputado Marcos Rogério (PDT-RO)

Deputado Marcos Rogério (PDT-RO)

Com o apoio do atual presidente do Conselho de Ética da Câmara dos Deputados para disputar o cargo neste ano, Marcos Rogério (PDT-RO) tentará construir consenso com um correligionário de Ricardo Izar (PSD-SP).

Nesta semana, o deputado José Carlos Araújo (PSD-BA), veterano do Conselho e eterno candidato à presidência do colegiado, já sinalizou interesse em concorrer mais uma vez. Diante disso, Rogério pretende conversar com o baiano, em busca de um acordo. Como já tem o apoio de Izar, o deputado trabalhista espera conseguir convencer Araújo sobre uma chapa conjunta dos dois.

O arranjo, entretanto, ainda depende das indicações do PSD para o Conselho. Além de Araújo e Izar, Sergio Brito (PSD-BA) também manifestou desejo de participar do espaço em 2015. Como o PSD indicará dois parlamentares, é necessário que o imbróglio interno do PSD seja resolvido antes que Rogério possa iniciar sua costura.

Autor: Tags: , , , , , , ,

segunda-feira, 5 de janeiro de 2015 Congresso | 18:56

Adversários em 2013, deputados cogitam articulação conjunta por Conselho de Ética

Compartilhe: Twitter

Adversários durante a disputa da presidência do Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara dos Deputados em 2013, Ricardo Izar (PSD-SP) e Marcos Rogério (PDT-RO) não descartam atuação conjunta em 2015.

Izar tem dito a aliados que não descarta apoiar o nome de Rogério para substitui-lo este ano. Em 2013, o presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN) viu seu acordo com o PDT virar fumaça depois de articulação feita por Izar para tirar do partido a presidência do conselho, cujo beneficiado seria Rogério.

O tempo passou e os dois adversários acabaram se aproximando de forma que já não descartam apoio mútuo na escolha deste ano.

Izar não descarta concorrer novamente, mas alguns de seus colegas acreditam que se Eduardo Cunha (PMDB-RJ) for eleito presidente da Casa, dificilmente o paulista conseguiria se reeleger. Daí o apoio a Rogério passou a ser alternativa.

Autor: Tags: , , , , ,

quarta-feira, 17 de dezembro de 2014 Congresso | 13:34

Marcos Rogério será o relator do caso Bolsonaro no Conselho de Ética

Compartilhe: Twitter
Deputado Marcos Rogério (PDT-RO)

Deputado Marcos Rogério (PDT-RO)

O presidente do Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara dos Deputados, Ricardo Izar (PSD-SP), anunciará em instantes o nome do relator responsável por conduzir o caso Bolsonaro naquela instância.

Jair Bolsonaro foi alvo de representação no Conselho de Ética depois de dizer à deputada Maria do Rosário (PT-RS) que não a estupraria porque a parlamentar não seria merecedora de tal agressão.

Izar selecionou o deputado Marcos Rogério (PDT-RO) para relatar a questão. Rogério saiu fortalecido depois do trabalho que realizou como relator do caso envolvendo o deputado baiano Luiz Argôlo (SDD) e as relações deste com o doleiro Alberto Youssef.

Autor: Tags: , , , , , ,

quinta-feira, 11 de dezembro de 2014 Congresso | 13:33

Caso Bolsonaro ficará para o próximo ano, diz presidente do Conselho de Ética

Compartilhe: Twitter

Embora o PT, PCdoB, PSOL e PSB tenham se unido para representar contra Jair Bolsonaro (PP-RJ) no Conselho de Ética da Câmara dos Deputados, não há mais tempo para que nada seja decidido nesta legislatura.

Na última terça-feira, Bolsonaro disse que não estupraria a deputada Maria do Rosário porque ela “não merece” após polêmica sobre a divulgação do relatório final da Comissão da Verdade.

“Não dá tempo. Hoje um processo no conselho tem de ter a duração de 90 dias úteis. Se entrar com a representação essa semana, os 90 dias ultrapassam o final da legislatura”, diz o presidente do Conselho de Ética e Decoro Parlamentar, Ricardo Izar (PSD-SP).

Segundo Izar, pode-se até iniciar o processo nesta legislatura para começar a contar prazo, até que o caso seja arquivado. Ele poderia, posteriormente, na próxima legislatura, que começa em fevereiro, ser desarquivado.

Assista:

Autor: Tags: , , ,

segunda-feira, 8 de dezembro de 2014 Congresso | 19:15

Após adiamento, relator promete para amanhã parecer sobre Argôlo na CCJ

Compartilhe: Twitter
Deputado federal Valtenir Pereira (PROS-MT). Foto: Divulgação

Deputado federal Valtenir Pereira (PROS-MT). Foto: Divulgação

Depois de frustrar membros do Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara ao adiar a entrega de seu relatório sobre o caso Luiz Argôlo (PSD-BA), Valtenir Pereira (PROS-MT) promete apresentar seu parecer amanhã.

Leia também: Presidente do Conselho de Ética teme que Argôlo seja primeira pizza da Lava-Jato

Pereira é relator na Comissão de Constituição e Justiça do recurso encaminhado por Argôlo após aprovação no Conselho de Ética do parecer de Marcos Rogério (PDT-RO) que pede a cassação do parlamentar baiano.

Mesmo no prazo normal, inicialmente programado para 2 de dezembro, a apresentação do relatório que analisará o recurso de Argôlo na Comissão de Constituição e Justiça já era tido como tardio e com risco de livrar Argôlo da cassação.

Com o adiamento, a pizza é praticamente garantida, já que não haverá tempo para o encaminhamento para o Plenário da votação do relatório que pediu a cassação de Argôlo em função de suas relações com o doleiro Alberto Youssef.

Autor: Tags: , , , , , , ,

quinta-feira, 13 de novembro de 2014 Congresso | 17:17

Após desistências, Izar procura relator para analisar denúncia contra petista

Compartilhe: Twitter

O presidente do Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara, Ricardo Izar (PSD-SP) terá de escolher outro relator para conduzir a apuração contra o deputado Afonso Florence (PT-BA).

Florence, Rui Costa (PT-BA) e Nelson Pelegrino (PT-BA) são alvo de representação do DEM e do PSDB depois que foram citados numa reportagem por supostamente terem se envolvido no desvio de dinheiro destinado à construção de 1.120 casas populares para famílias de baixa renda.

Dos três sorteados para ficar com a relatoria específica da parte que diz respeito a Florence, dois já desistiram de assumir a responsabilidade. Zequinha Marinho (PSC-PA) abriu mão assim que foi sorteado e Roberto Teixeira (PP-PE) alegou uma viagem para declinar do convite.

Izar pretende indicar Mauro Lopes (PMDB-MG). Acontece que Lopes é cotado para ser indicado pelo PMDB para ocupar o Ministério da Agricultura e há quem acredite que poderia querer evitar a tarefa de ter de emitir parecer contra um deputado petista neste momento.

Autor: Tags: , , , , , , , ,

terça-feira, 12 de agosto de 2014 Congresso | 10:56

Contadora de Youssef confirma presença em sessão do Conselho de Ética

Compartilhe: Twitter

Meire Poza acaba de confirmar sua presença na sessão desta quarta-feira no Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara dos Deputados.

O presidente do Conselho de Ética, Ricardo Izar (PSD-SP), marcou a sessão para as 10h.

Meire foi contadora do doleiro Alberto Youssef, preso pela Polícia Federal no âmbito da Operação Lava Jato.

Meire será ouvida no processo que apura a suposta quebra de decoro parlamentar de Luiz Argôlo (SDD-BA). Argôlo é suspeito de manter relações com Youssef.

O parlamentar teria trocado mensagens com o doleiro para supostamente acertar detalhes da transferência de R$120 mil que teriam como destino a conta de Vanilton Bezerra, chefe de gabinete de Argôlo.

Autor: Tags: , , ,

terça-feira, 5 de agosto de 2014 Congresso | 19:24

Presidente do Conselho de Ética reage e diz que advogado de André Vargas age de ‘má-fé’

Compartilhe: Twitter

O presidente do Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara dos Deputados, Ricardo Izar (PSD-SP), divulgou nota em que critica as acusações do advogado do deputado André Vargas (sem partido-PR), Michel Saliba, de que ele o relator do caso, deputado Júlio Delgado (PSB-MG), estariam agindo de má-fé na condução do processo.

O deputado federal Ricardo Izar (PSD-SP). Foto: Agência Câmara

O deputado federal Ricardo Izar (PSD-SP). Foto: Agência Câmara

Vargas é alvo de representação para apurar suposta quebra de decoro parlamentar por causa de suas relações com o doleiro Alberto Youssef, preso pela PF no âmbito da Operação Lava Jato.

“Estamos trabalhando com toda a transparência  possível para que o processo transcorra de acordo com as normas estabelecidas pelo Código de Ética e pelo Regimento Interno desta Casa. Além disso, sempre estivemos, juntamente com a Secretaria do Conselho, à disposição dos advogados do deputado André Vargas para contribuir com o perfeito andamento do processo”, diz a nota.

Izar devolve ao defensor de Vargas a acusação de má-fé por causa de mandado de segurança impetrado no STF. “Má-fé é afirmar no STF que não recebeu cópia integral do Inquérito 3596, sendo que temos o recibo da entrega do documento ao nobre advogado. Posso enumerar outras inverdades contidas no mandado de segurança, mas prefiro elencá-las diretamente na resposta que enviaremos ao STF”, afirma o documento.

Autor: Tags: , , , ,

segunda-feira, 9 de junho de 2014 Congresso | 19:00

Relator promete divulgar cronograma de trabalho do caso Argôlo

Compartilhe: Twitter
Deputado Marcos Rogério (PDT-RO)

Deputado Marcos Rogério (PDT-RO)

O deputado Marcos Rogério (PDT-RO), relator do processo que investiga suposta quebra de decoro de Luiz Argôlo (SDD-BA) no Conselho de Ética da Câmara dos Deputados, promete divulgar seu esquema de trabalho nesta semana.

A partir da aprovação do relatório preliminar e passado o prazo para defesa de Argôlo, Rogério já pode começar efetivamente a investigar as relações do deputado baiano com o doleiro Alberto Youssef.

Rogério deverá divulgar o cronograma de trabalho e as testemunhas que pretende convocar.

Autor: Tags: , , , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. 3
  5. 4
  6. Última