Publicidade

Posts com a Tag Convenção Nacional

terça-feira, 1 de julho de 2014 Eleições | 07:30

Queixas sobre correria na convenção sobram para secretário do PSB

Compartilhe: Twitter

À frente da coordenação da campanha presidencial de Eduardo Campos, o primeiro-secretário do PSB, Carlos Siqueira, já virou alvo de reclamações de alguns colegas de legenda. As queixas não têm nada a ver com os rumos da campanha, mas sim com uma decisão meramente burocrática.

É que socialistas jogam na conta do coordenador a decisão de manter a realização da convenção do PSB, no último fim de semana, para a manhã de sábado. O problema era um só: o jogo do Brasil contra o Chile, que ocorreria às 13h. A convenção terminou em correria, como todos saindo às pressas, para não perder o começo da partida.

 

Autor: Tags: , ,

sexta-feira, 25 de novembro de 2011 Partidos | 08:05

PV faz convenção nacional em hotel fazenda em Brasília

Compartilhe: Twitter

O PV realizará de hoje até domingo uma convenção nacional extraordinária no Hotel Fazenda RM, em Brasília.

Na pauta de discussões estão a alteração do estatuto partidário, a criação de movimentos sociais espontâneos e as eleições municipais de 2012.

Durante a convenção, o partido homologará uma comissão eleitoral para mapear os candidatos do partido para 2012, visando as eleições de 2014.

Autor: Tags: , , ,

sábado, 28 de maio de 2011 Partidos | 18:02

Jutahy e Sérgio Guerra se reaproximam

Compartilhe: Twitter

O líder do PSDB na Câmara, Duarte Nogueira (SP), afirmou que o clima de tensão entre o deputado Jutahy Magalhães (BA) e o presidente nacional do partido, Sérgio Guerra (PE), amenizou depois da Convenção Nacional.

Acontece que, por sugestão do próprio Guerra, Jutahy foi nomeado integrante da Executiva.

A briga entre os dois teve início quando a bancada tucana na Câmara assinou abaixo-assinado em favor da recondução de Guerra à presidência do partido, com o aval do senador Aécio Neves.

Na ocasião, Jutahy — que é um dos principais interlocutores de José Serra — chegou a acusar Guerra de ‘atitude indigna’.

Autor: Tags: , , ,

Partidos | 16:59

FHC costurou o acordo no PSDB, abrindo mão para Serra do Conselho Político do partido

Compartilhe: Twitter

Os tucanos ligados ao senador Aécio Neves (MG) chegaram a tentar fazer de Fernando Henrique Cardoso também presidente do Conselho Político do PSDB.

Não sobraria nada para José Serra,  adversário de Áécio na corrida pela vaga de candidato do partido a presidente da República em 2014.

Mas o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso não aceitou. Saiu da Convenção Nacional do PSDB como entrou: com o cargo de presidente de honra do partido.

FHC foi quem costurou o acordo para evitar o rompimento definitivo de Serra. E passou ao ex-governador de São Paulo o posto de presidente do Conselho Político:

Autor: Tags: , , , , , ,

Partidos | 15:12

José Serra: “Tem muita fantasia, muita intriga nessa história toda”

Compartilhe: Twitter

Logo após a Convenção do PSDB, o ex-governador de São Paulo José Serra não quis falar sobre a ameaça de deixar o partido.

Ele também negou que tenha disputado a presidência do Instituto Teotônio Vilela — que ficou com o ex-senador Tasso Jereissati (CE).

Segundo Serra, a ideia de ele comandar o ITV foi do atual governador de São Paulo, Geraldo Alckmin.

— Mas eu nunca pedi isso. Do ponto de vista pessoal, é até melhor a presidência do Conselho Político — disse, sobre o cargo com o qual acabou ficando. 

E quais as atribuições do presidente deste Conselho Político?

Autor: Tags: , ,

Partidos | 06:01

Aécio Neves ao iG: “Convenção será com grande entedimento entre mim e o Serra”

Compartilhe: Twitter

Aécio Neves (Foto: José Cruz - ABr)

As disputas entre os dois principais pré-candidatos do PSDB à Presidência — o senador Aécio Neves (MG) e o ex-governador José Serra (SP) — tomaram conta do noticiário sobre a convenção nacional do partido, que se realiza hoje em Brasília.

Ontem à noite, Aécio Neves falou ao iG rapidamente sobre a Convenção e, principalmente, sobre a entrevista do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso ao Portal, publicada na quinta-feira:

Poder Online —  Ficou surpreso com o fato de o ex-presidente Fernando Henrique ter dito que o senhor está à frente de José Serra na corrida pela vaga de candidato do partido a presidente da República?

Aécio Neves — Não se trata de surpresa ou não surpresa. Naturalmente, senti-me honrado. Mas neste momento a preocupação não deve ser com as eleições presidenciais de 2014. Temos que encarar agora problemas mais urgentes.

Poder Online — Quais?

Aécio Neves — O primeiro é reconstruir o partido onde ele não está bem. Há oito Estados em que não temos nenhum deputado e outros oito onde só temos um. O segundo problema é o de reconstruir o discurso de oposição: resgatando a trajetória do PSDB; interpretando o sentimento de grande parcela da população que não se vê representada pelas forças governistas; fortalecendo a discussão do municipalismo e da federação; um orçamento impositivo para a área de segurança do país; reforçar a fiscalização sobre a gestão da coisa pública; enfim, muita coisa…

Poder Online —  Fernando Henrique fala em focar na classe média…

Aécio Neves — Não excluo a classe média. Mas não excluo também as classes C e D. Acho que temos discurso para disputar em todos os setores. Em Minas, o PSDB obteve grande votação entre ricos e pobres. Não houve medida mais efetiva para a ascensão social de amplos setores da população do que o Plano Real, uma obra dos presidentes Itamar Franco e Fernando Henrique Cardoso.

Poder Online —  Mas voltando às eleições de 2014…

Aécio Neves — Pois é. Eu ia dizendo que é muito cedo para tratarmos disso. Fico lisonjeado, mas a questão agora é a reconstrução do partido nos Estados onde estamos enfraquecidos somada à reconstrução do nosso discurso. Depois disso, temos que partir para as eleições municipais. Acho que somente em 2013 podemos começar a tratar da campanha presidencial.

Poder Online —  Mas o senhor está na frente, como disse o Fernando Henrique?

Aécio Neves — O que posso dizer é que é muito bom estar num partido com nomes de peso para a disputa presidencial. Tanto pode ser o meu nome, como o de José Serra, ou o do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, ou outro ainda… Temos muitos nomes, e isso é bom.

Poder Online —  E a Convenção Nacional? Vocês não vão poder fugir da disputa. Afinal, o senhor abrirá mão para o Serra de um espaço na Executiva Nacional ou mesmo no comando do Instituto Teotônio Vilela?

Aécio Neves — Sinceramente: não creio que haverá disputa. A Convenção será num clima de grande entendimento entre eu, o Serra e todos no partido. Tanto na composição da Executiva como na definição do comando do Instituto. Isto está sendo conduzido pelo Fernando Henrique lá em São Paulo. Vocês podem não acreditar, mas eu estou fora disso. Só sei que não haverá problemas.

Autor: Tags: , , , , ,

sexta-feira, 27 de maio de 2011 Partidos | 19:31

Aloysio Nunes, mais uma baixa na convenção do PSDB

Compartilhe: Twitter

Assim como o ex-governandor Alberto Goldman, o senador tucano Aloysio Nunes não deve comparecer à convenção nacional do PSDB, que acontece neste sábado, em Brasília.

Aloysio, que chegou a ser cogitado para ser vice-presidente do partido na chapa encabeçada pelo deputado Sérgio Guerra, candidato à reeleição, ficará em São Paulo porque sua mulher, Gisele Nunes Ferreria, foi submetida a uma cirurgia nesta semana.

Gisele recebeu alta do hospital Albert Einstein, na capital paulista, nesta quinta-feira.

* Colaborou Nara Alves

Autor: Tags: , , , ,

segunda-feira, 14 de março de 2011 Partidos | 10:06

Afif: ausência confirmada na convenção do DEM

Compartilhe: Twitter

O vice-governador de São Paulo, Guilherme Afif, já confirmou ausência na convenção nacional do DEM, que será realizada amanhã, em Brasília.

Autor: Tags: , ,

sexta-feira, 25 de junho de 2010 Eleições | 06:00

Francisco Dornelles dribla Dilma Rousseff: PP manifesta apoio, mas não oficializa casamento

Compartilhe: Twitter

Presidente Nacional do PP, o senador Francisco Dornelles (RJ) é considerado hoje uma das maiores raposas políticas em atividade.

Chegou a ser cogitado para vice do tucano José Serra na disputa presidencial. Acossado pelos aliados do presidente Lula para fazer seu partido apoiar formalmente a candidatura da petista Dilma Rousseff, ele saiu pela tangente: simplesmente deixou vencer o prazo para convocar a Convenção Nacional do partido.

Com isso o PP não pode apoiar, oficialmente, mais ninguém, apesar de a grande maioria do partido, segundo ele próprio, estar com a candidata petista.

Autor: Tags: , , ,

sábado, 12 de junho de 2010 Eleições | 11:14

Simon bate na cúpula e elogia adversários

Compartilhe: Twitter

O discurso do senador Pedro Simon, atacando a cúpula do PMDB, que “troca apoio a qualquer governo por uns carguinhos” foi o ponto alto do início da convenção do partido. Simon defendeu a candidatura própria e Roberto Requião, mas também elogiou os candidatos dos outros partidos:

— A Dilma Roussef é uma grande candidata, o melhor nome dentro de todo o PT. O José Serra, do PSDB, é excelente, dez vezes melhor que o Fernando Henrique Cardoso. E a Marina Silva do PT, nem se fala, é uma santa, boa demais até para todos nós que estamos aqui.

Foi bastante aplaudido.

Autor: Tags: ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. Última