Publicidade

Posts com a Tag Coronel Telhada

sexta-feira, 29 de novembro de 2013 Cidades | 13:20

Câmara de SP dribla polêmica e faz homenagem à Rota

Compartilhe: Twitter

Após a polêmica para aprovar a homenagem ao batalhão das Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar (Rota), o vereador coronel Telhada (PSDB) -autor da proposta- conseguiu formalizar a reverência em  sessão solene na Câmara de São Paulo, na noite de quinta-feira (28).

Homenagem aos policiais da Rota na Câmara (foto: divulgação)

Homenagem aos policiais da Rota na Câmara (foto: divulgação)

A corporação recebeu o colar Cruz de Honra Constitucionalista, honraria do Núcleo MMDC Leste, para celebrar os 122 anos da primeira carta constitucionalista após a revolução de 1932.

A homenagem segue nesta sexta-feira na Academia do Barro Branco, na zona norte de São Paulo. A corporação deve receber ainda, do vereador, a honraria Salva de Prata da Casa.

Leia também: Após polêmica, Telhada altera justificativa de homenagem à Rota

Autor: Tags: , , ,

quarta-feira, 6 de novembro de 2013 Cidades | 07:30

Câmara de SP homenageará Elba Ramalho, Bruna Lombardi e ex-secretário de segurança

Compartilhe: Twitter

Enquanto a população ainda discute o aumento do IPTU aprovado pela Câmara de Vereadores de São Paulo, os vereadores discutem homenagens a celebridades.

O vereador Calvo (PMDB) teve seu projeto de título de Cidadã Paulistana para a cantora Elba Ramalho aprovado por ser “itinerante, dinâmica, alegre, fazendo shows, gravando discos e sendo participativa em beneficio da sociedade, engajada em movimento pela vida”.

Já Andrea Matarazzo (PSDB) aprovou a Medalha Anchieta e o Diploma de Gratidão da Cidade de São Paulo para atriz Bruna Lombardi pelo “movimento Amor em Sampa, inspirando e promovendo ações de cidadania e novas atitudes para transformar a relação do morador de São Paulo com a cidade”.

A Câmara também aprovou o projeto do vereador coronel Telhada (PSDB), com as mesmas homenagens que serão dadas à Bruna, para o ex-secretário de Segurança Pública do Estado de São Paulo Antonio Ferreira Pinto, pela “dedicação, respeito e disciplina” demonstra em toda sua carreira.

Autor: Tags: , , , , , , ,

segunda-feira, 21 de outubro de 2013 Política | 19:07

Telhada fará homenagem a capitão que atirou em ladrão de moto

Compartilhe: Twitter

O vereador Coronel Telhada (PSDB-SP) vai homenagear, na Câmara de São Paulo, o policial militar que foi filmado baleando um bandido durante uma tentativa de roubo de moto na zona leste de São Paulo,  no último dia 12.

O PM receberá a medalha Esplendor de São Miguel -dada a civis e militares que se destacam na segurança pública- durante sessão solene em homenagem aos 80 anos da primeira Carta Constitucionalista após a Revolução de 1932, no próximo dia 30.

Leia também: Câmera de vítima filma roubo de moto e PM baleando criminoso em São Paulo

 

Autor: Tags: , ,

quinta-feira, 26 de setembro de 2013 Política | 13:20

Alckmin trata PMs como ‘filhos bastardos’, reclama vereador tucano

Compartilhe: Twitter

Partiram até do partido do governador Geraldo Alckmin as críticas ao reajuste salarial anunciado ontem para delegados, escrivães e investigadores. O vereador Coronel Telhada diz que o governador faz diferença entre a Polícia Civil e a Militar, tratando os militares são tratados como “filhos bastardos”.

“Como ser leal com quem não é leal conosco?  Como confiar num governo que nos trata como filhos bastardos? Fico pensando como seria um dia de greve da Polícia Militar no estado todo, um dia apenas, será que você cidadão iria ter condições de sair de casa e simplesmente ir ao seu trabalho? Será que só dessa maneira, golpeando o governo e fazendo a população sofrer é que se consegue o reconhecimento devido? Para os que vivem defendendo a desmilitarização da PM tenham certeza de que essas greves da polícia fardada um dia acabarão acontecendo”, disse Telhada.

Em sua página no Facebook, o coronel -que pretende ser candidato a deputado estadual pelo PSDB no ano que vem- postou a foto de um palhaço e um texto com críticas ao governador, lembrando o conflito de 2008 entre as duas polícias, em frente ao Palácio dos Bandeirantes, sede do governo paulista.

Leia tambémOficiais da PM criticam reajuste a delegados

 

Autor: Tags: , , , ,

quarta-feira, 18 de setembro de 2013 Cidades | 07:30

Vereadores de SP aprovam homenagem a ex-comandante da Rota denunciado por emboscada

Compartilhe: Twitter

Depois de aprovar, em meio a protestos e tumultos, a Salva de Prata para a Rota (Rotas Ostensivas Tobias de Aguiar) da Polícia Militar, os vereadores de São Paulo aprovaram a concessão da Medalha Anchieta e do Diploma de Gratidão da Cidade de São Paulo ao capitão da PM Dimas Mecca Sampaio. O ex-comandante da Rota foi denunciado na Operação Castelinho pela participação na morte de 11 supostos integrantes do PCC em 2002.

As duas homenagens foram propostas pelo vereador Coronel Telhada (PSBD), ex-comandante do batalhão. A data das duas solenidades ainda não foi marcada.

O pedido de votação nominal não aconteceu como nas três tentativas de votação da homenagem à Rota pois houve acordo para não trancar a pauta. A medalha para o capitão teve aprovação simbólica, apenas os vereadores Orlando Silva (PC do B), Toninho Véspoli (PSOL), Juliana Cardoso (PT), Alfredinho (PT) e Nabil Bonduki (PT) registraram voto contrário.

 

Com Natália Peixoto, do iG São Paulo
Autor: Tags: , ,

sexta-feira, 30 de agosto de 2013 Política | 13:05

‘Se não gosta de polícia, por que liga para polícia?’, diz tucano que tenta homenagem à Rota

Compartilhe: Twitter

Rumo à quarta tentativa de aprovar uma homenagem à ROTA na Câmara Municipal de São Paulo, na próxima terça (3), o vereador Coronel Telhada (PSDB) reclama da postura de alguns colegas de voto contrário. Entre as reclamações, o tucano, que é ex-comandante da ROTA, diz que “todos falam, mas na hora do aperto, ligam para a polícia”.

Leia também: Homenagem à Rota cai pela terceira vez enquanto vereador participava de programa na TV

Um dos 14 vereadores que se posicionam contra a Salva de Prata proposta pelo tucano, Gilberto Natalini (PV) admite ter ligado para Telhada quando foi assaltado há cerca de dois meses em frente à igreja de Cangaíba, na zona Leste da capital. “Telefonei para ele como amigo, não como político”, diz Natalini.

O vereador do PV afirmou que se a homenagem fosse para a Polícia Militar “no geral”, não iria se opor, mas que não é coerente para o presidente da Comissão da Verdade da Câmara se posicionar a favor da ROTA, que é “muito truculenta”. “O meu voto é político, de consciência. E sempre que ele precisar de mim, como profissional, como médico, estou à disposição.”

Telhada disse que assim que recebeu o telefonema acionou uma viatura para ajudar o vereador. “É a minha obrigação.” E dispara: “Mas se não gosta de polícia, por que liga para polícia?”

Leia também: Após polêmica, Telhada altera justificativa de homenagem à Rota

Com Natália Peixoto, do iG São Paulo

Autor: Tags: , , , , ,

quinta-feira, 29 de agosto de 2013 Política | 13:00

Homenagem à Rota cai pela terceira vez na Câmara de SP

Compartilhe: Twitter

Levado pela terceira vez à pauta da Câmara de São Paulo, o projeto do vereador Coronel Telhada (PSDB) que concede a Salva de Prata à Rota na quarta-feira (28) teve sua apreciação rejeitada por apenas um voto.

Enquanto os colegam tentavam aprovar a proposta, o vereador Conte Lopes (PTB), ex-capitão da Rota, participava do programa “A Tarde é Sua”, da apresentadora Sônia Abrão, na RedeTV!. Ele comentava a demora do envio de uma viatura para averiguar o caso da chacina da família de PMs na Brasilândia.

O projeto de Telhada enfrenta resistência entre os vereadores desde que foi pedida sua votação nominal. Ele retorna à pauta do plenário na próxima terça-feira (3).

Leia também: Após polêmica, Telhada altera justificativa de homenagem à Rota

Autor: Tags: , , ,

quarta-feira, 21 de agosto de 2013 Política | 20:24

Com votação nominal, homenagem à Rota na câmara paulistana vira fiasco

Compartilhe: Twitter

O vereador de São Paulo Toninho Vespoli (PSOL) pediu na noite desta quarta-feira (21) que o projeto do vereador Coronel Telhada (PSDB) que concede a Salva de Prata — homenagem da Câmara de São Paulo cedida em sessão solene pelos relevantes serviços prestados a sociedade – à Rota fosse apreciado por votação nominal.

O líder do PSDB  na Câmara, Floriano Pesaro, tentou pedir adiamento, mas a proposta não foi aceita em plenário.

Em votação, 21 vereadores se posicionaram a favor, 11 contrários e três optaram pela abstenção -entre eles o presidente da Casa, José Américo (PT), que justificou dizendo que não votaria contra uma honraria. Para ser aprovada, a concessão da homenagem precisa de 37 votos favoráveis dos 55 vereadores.

Como esse tipo de projeto necessita de maioria, a proposta ficou pendente e será apresentada novamente em plenário na próxima terça-feira (27).

Após o adiamento, o PSDB passou a obstruir a votação dos outros projetos da pauta, que eram de autoria do Executivo. O líder do PT na Câmara, Alfredinho, registrou voto contrário e pediu que a bancada do partido fizesse o mesmo. Antes do projeto ser levado ao plenário, sete dos 11 vereadores petistas tinham assinado favoravelmente.

Leia também: Após polêmica, Telhada altera justificativa de homenagem à Rota

Autor: Tags: , , , , ,

segunda-feira, 19 de agosto de 2013 Cidades | 10:00

Homenagem à Rota será votada na Câmara de SP nesta semana

Compartilhe: Twitter

O projeto polêmico do vereador Coronel Telhada (PSDB) que concede a Salva de Prata — homenagem da Câmara de São Paulo cedida em sessão solene pelos relevantes serviços prestados a sociedade – à Rota será votado na sessão de terça-feira (20).

A proposta, protocolada em março deste ano, foi aprovada em três comissões após ficar em banho-maria pela repercussão negativa que gerou.

Na justificativa inicial do projeto, Telhada diz que a Rota se destacou no que a Polícia Militar chama de campanha do Vale do Rio Ribeira do Iguape, em 1970, “para sufocar a Guerrilha Rural instituída por Carlos Lamarca”. Ele também citava “campanhas de guerra”, como os feitos da companhia chamada Boinas Negras que atuou durante a ditadura militar perseguindo guerrilheiros da esquerda como Carlos Lamarca e Carlos Marighella. O texto da proposta foi copiado do site da Polícia Militar.

Leia também: Após polêmica, Telhada altera justificativa de homenagem à Rota

Autor: Tags: ,

quarta-feira, 15 de maio de 2013 Política | 16:00

Vereador de SP sugere incluir seguro de vida em ingressos para eventos

Compartilhe: Twitter

O vereador coronel Telhada (PSDB) protocolou na terça-feira (14) um projeto de lei na Câmara Municipal de São Paulo que obriga que um seguro de acidentes pessoais coletivo seja incluso em ingressos para “eventos culturais, artísticos, recreativos, desportivos, sociais, técnicos, promocionais e religiosos”.

Ou seja, todo evento pago, de jogos de futebol a shows, teria um acréscimo no ingresso por conta do seguro obrigatório, caso o projeto de lei 323/2013 seja aprovado. Para Telhada, o valor embutido seria pequeno, “coisa de centavos”.

O projeto, assinado também pelo vereador Aurélio Nomura (PSDB) prevê multa de cerca de R$ 968.500 para o produtor que não cumprir a exigência do seguro.

Telhada afirmou que a intenção é diminuir as consequências decorrentes de eventuais tragédias que possam acontecer nesses eventos coletivos. Além disso, a avaliação do risco por parte da seguradora para a contratação do seguro minimizaria a probabilidade de riscos.

Autor: Tags: , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. Última