Publicidade

Posts com a Tag CPI do Cachoeira

quarta-feira, 4 de julho de 2012 Congresso | 17:16

Último dia para registros de candidaturas deve esvaziar reunião da CPI

Compartilhe: Twitter

O último dia de registros de candidaturas para as eleições deste ano deve esvaziar a reunião administrativa desta quinta-feira.

Embora poucos integrantes da CPI sejam candidatos este ano, boa parte dos parlamentares quer acompanhar de perto a reta final da pré-campanha de seus aliados.

Está prevista para amanhã, a votação dos requerimentos de convocação do ex-presidente da Delta Construções Fernando Cavendish e do ex-diretor do Dnit Luiz Antônio Pagot.

Autor: Tags: ,

Congresso | 07:53

Garotinho promete “testemunha bomba” na próxima semana

Compartilhe: Twitter

O deputado Anthony Garotinho (PR-RJ) afirma estar pronto para levar uma nova testemunha à CPI do Cachoeira para prestar depoimento.

Segundo o deputado,  sua testemunha prestou serviços para a Delta Construções e  revelará detalhes de transações financeiras irregulares da construtora, assim como pagamentos ilegais para deputados em contas no exterior.

Caso a CPI se recuse a ouvir a testemunha, Garotinho pretende fazer um depoimento informal no próximo dia 10 com parlamentares que integram a comissão em uma sala reservada do Senado.

Autor: Tags: , ,

terça-feira, 3 de julho de 2012 Congresso | 18:48

Montantes astronômicos assustam na CPI

Compartilhe: Twitter

Integrantes da CPI do Cachoeira estão intrigados com dados astronômicos sobre as movimentações financeiras da Delta Construções.

De acordo com os dados disponíveis para a CPI, a Delta teria movimentado mais de R$ 1 trilhão nos últimos 10 anos. Há um registro de entrada de R$ 7 bilhões e saída de R$ 1,4 trilhão.

Técnicos da comissão já acionaram as autoridades competentes para verificar se houve erros na anotação dos dados.

O senador Álvaro Dias (PSDB-PR) ficou surpreso com o montante registrado no banco de dados da comissão cobrou explicações do Banco Central.

Autor: Tags: ,

Congresso | 15:18

CPI do Cachoeira deve mudar rito de depoimentos

Compartilhe: Twitter

Os integrantes da CPI do Cachoeira querem mudar a forma como serão realizados os depoimentos de testemunhas e investigados daqui para frente.

A idéia, é que os convocados que comparecerem à comissão municiados de Hábeas Corpus para permanecer em silêncio não sejam dispensados da oitiva. Os parlamentares querem formular as perguntas para os depoentes, mesmo que eles se neguem a responder os questionamentos.

A mudança foi proposta depois que a sócia de um instituto de pesquisa Ana Cardoso de Lourenço, que teria recebido dinheiro da Alberto Pantoja, se recusou a comparecer em depoimento, nesta terça-feira.

Parlamentares de PT e PMDB foram contrários as mudanças e conseguiram impedir a nova metodologia de imediato. A alteração será votada na próxima quinta-feira, quando também serão apreciadas as convocações do ex-presidente da Delta Construções Fernando Cavendish e do ex-diretor do Dnit Luiz Antônio Pagot.

Autor: Tags: , , ,

sexta-feira, 29 de junho de 2012 Congresso | 12:11

CPI deve ter uma pausa em depoimentos para relator analisar dados

Compartilhe: Twitter

Tão logo a CPI do Cachoeira realize os depoimentos da semana que vem, o relator da comissão, Odair Cunha (PT-MG), quer uma pausa em depoimentos para que ele possa analisar as informações que já chegaram a CPI.

Embora tenha relatado dificuldades em receber dados de informações financeiras, Odair revela que já chegou o equivalente a R$ 13 bilhões em dados à comissão.

O relator quer se debruçar nestas informações antes de avançar nos próximos interrogatórios.

Autor: Tags: , ,

quinta-feira, 28 de junho de 2012 Congresso | 19:30

CPI encontra maneira criativa para punir testemunhas que ficarem caladas

Compartilhe: Twitter

Os parlamentares que compõem a CPI do Cachoeira encontraram uma forma criativa de punir aquelas testemunhas que se valerem de Habeas Corpus para permanecerem em silêncio durante as oitivas.

A idéia a partir de agora é deixar os depoentes que optarem por não falar ficarem por último na sequência dos inquiridos do dia. Desta forma, eles terão que aguardar os depoimentos de quem estiver disposto a responder às perguntas dos parlamentares, para só então serem liberados.

Foi o que aconteceu, nesta quinta-feira, com o ex-assessor da Casa Militar do Distrito Federal Marcelo Oliveira, o Marcelão, e o ex-subsecretário de Esportes do Distrito Federal, João Carlos Feitosa, o Zunga.

Eles tiveram que aguardar o depoimento Cláudio Monteiro — o ex-chefe de Gabinete do governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz (PT) — que durou aproximadamente quatro horas, para serem liberados pela presidência da CPI.

Autor: Tags: , , ,

Congresso | 07:51

Cavendish e suas idas a Brasília

Compartilhe: Twitter

No meio de uma crise política gerada pela CPI do Cachoeira, em que investigados e envolvidos com o escândalo do bicheiro Carlinhos Cachoeira evitam passar perto de Brasília, o ex-presidente da Delta Construções Fernando Cavendish foi visto esta semana chegando na capital federal.

Cavendish estavano vôo JJ3022, que partiu do aeroporto Santos Dumont, na última terça-feira, às 7h06, em direção ao aeroporto Juscelino Kubitschek, em Brasília.

Discreto, poucas pessoas reconheceram o empresário durante o vôo.

Autor: Tags: , ,

quarta-feira, 27 de junho de 2012 Justiça | 11:01

Para relator, grupo criminoso de Cachoeira continua agindo

Compartilhe: Twitter

O relator da CPI do Cachoeira, Odair Cunha (PT-MG), afirma que a “organização criminosa” montada pelo bicheiro Carlinhos Cachoeira  ainda está em plena ação.

Prova disso, segundo ele, é que investigadores vêm sofrendo ameaças.

Assista:

Autor: Tags: , ,

quinta-feira, 14 de junho de 2012 Congresso | 12:49

Relator enfrenta dificuldades na CPI por causa de atraso na entrega de dados sigilosos

Compartilhe: Twitter

O relator da CPI dos Correios, Odair Cunha (PT-MG), está enfrentando dificuldades por causa burocracia de instituições financeiras em entregar as quebras de sigilos de pessoas investigadas pela comissão.

Das 56 quebras de sigilos aprovadas pela CPI o Cachoeira, apenas 13 chegaram até a comissão.

Só o Banco de Brasília (BRB), por exemplo, informou à comissão que precisa de pelo menos três meses para entregar as quebras de sigilo dos investigados.

Além de atrasar as apurações, a demora impede que os parlamentares avancem na investigação.

Autor: Tags: , ,

quarta-feira, 13 de junho de 2012 Congresso | 08:25

Expectativas para o depoimento de Agnelo

Compartilhe: Twitter

O ex-líder do governo na Câmara Cândido Vaccarezza (PT-SP) acredita que o governador de Brasília, Agnelo Queiroz (PT), não tem muito o que dar explicações hoje na CPI do Cachoeira. E o líder do PSDB na Câmara, Bruno Araújo (PE), jura que o partido vai jogar limpo contra o petista.

Assista:

Autor: Tags: , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. 3
  5. 4
  6. 5
  7. Última