Publicidade

Posts com a Tag CPI dos Pedágios

quarta-feira, 7 de maio de 2014 Política | 07:00

PT tenta pautar discussão sobre modelo de concessões em SP

Compartilhe: Twitter

Sem conseguir a presidência da CPI dos Pedágios da Assembleia Legislativa de São Paulo, o PT vai propor ao PSDB a discussão do modelo de concessão das rodovias do estado.

A intenção é confrontar o modelo dos governos estadual e federal. Enquanto o modelo adotado pelo PT nas rodovias federais, é o da menor tarifa -quem oferece o menor preço ao usuário leva a praça-, o modelo adotado pelo estado de São Paulo desde a gestão de Mário Covas (PSDB-SP) é o da concessão onerosa -os consórcios que oferecem maior retorno ao estado ganham a licitação.

 

Autor: Tags: , , ,

terça-feira, 6 de maio de 2014 Política | 22:07

Em SP, PT evoca Mario Covas na CPI dos Pedágios e deputado pede sessão de umbanda

Compartilhe: Twitter

Durante a eleição do presidente da CPI dos Pedágios na Assembleia Legislativa de São Paulo, os deputados petistas Gerson Bittencourt e Antonio Mentor evocaram o ex-governador Mario Covas na tentativa de persuadir o deputado Bruno Covas (PSDB-SP) a não assumir a presidência da comissão.

Os petistas alegaram que o modelo responsável pelas elevadas tarifas de pedágios foi criado por Covas, avô do deputado, e que financia a perpetuação de um mesmo partido no poder.

Leia também: PT vai reivindicar presidência da CPI dos Pedágios

Coube ao deputado Campos Machado (PTB-SP) sair em defesa da família tucana. “Mário Covas não foi apenas um político, foi um estadista, um homem profundamente honesto, honrado, franciscano, correto, preparado, sério e de caráter, que não pode se defender, a não ser que nós façamos aqui uma sessão de umbanda, uma sessão espírita”, afirmou.

A vice-presidência da CPI ficou com Mentor e Covas indicou o também ex-secretário do governador Geraldo Alckmin (PSDB-SP) deputado Davi Zaia (PPS-SP) para a relatoria.

Com a chamada “tropa de choque” do governador na comissão, a oposição considera que a CPI já nasceu morta.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , ,

quarta-feira, 30 de abril de 2014 Partidos | 18:00

PT vai reivindicar presidência da CPI dos pedágios da Assembleia de SP

Compartilhe: Twitter

O PT promete fazer barulho na próxima terça-feira durante a escolha do presidente e vice-presidente da CPI dos pedágios da Assembleia Legislativa de São Paulo. A base do governador Geraldo Alckmin (PSDB-SP) tem sete das nove cadeiras da comissão e deve indicar o ex-secretário estadual de Meio Ambiente Bruno Covas para a presidência.

No entanto, apesar do regimento da Casa não versar sobre o assunto, é costume que o autor do requerimento para formação da CPI seja nomeado para a presidência -no caso, o deputado petista Antonio Mentor.

“Desconheço qualquer acordo para essa nomeação. Não é uma regra, não é uma norma, não há dispositivo regimental, mas há uma tradição em respeito a quem tomou a iniciativa já que requerimento pra ser regularizado dá trabalho. Foi uma guerra para conseguir assinaturas. Vamos reivindicar que essa prática que é comum na Casa se mantenha. Eu sei do grau de dificuldade porque é uma questão delicada do governo”, afirma Mentor.

Leia também: PT tenta responsabilizar Alckmin por crise da água

 

Autor: Tags: , , , , , ,

terça-feira, 19 de abril de 2011 Estados | 11:49

PT barra na Justiça CPIs tucanas na Assembleia paulista

Compartilhe: Twitter

Geraldo Alckmin (Foto: Vanessa Carvalho/AE)

O Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo suspendeu a instalação de três CPIs que teriam hoje a primeira sessão na Assembleia Legislativa de São Paulo. O  deputado estadual Antônio Mentor (PT) entrou com um pedido de liminar para impedir a investigação dos “temas de pouco impacto político” propostos pela bancada governista, como os implantes dentários – apelidada de CPI da Dentadura.

Na lista das CPIs tucanas estão ainda os planos de saúde, a qualidade do ensino superior privado, os honorários dos médicos pagos pelas operadoras de serviços de saúde, as operadoras de TV a cabo e o alcoolismo infantil.

Com o pedido de criação de 11 comissões, o PSDB obstruiu a criação da CPI dos Pedágios.

Em seu pedido, Mentor sustentou que os requerimentos dessas comissões parlamentares de inquérito se caracterizam pela “ausência de fato bem definido para ser investigado”.

Autor: Tags: , , , , , ,