Publicidade

Posts com a Tag Crise no Esporte

quarta-feira, 18 de janeiro de 2012 Social | 11:06

Dilma ainda reina no samba de Orlando Silva

Compartilhe: Twitter

A foto de Dilma na parede: saída pra direita (Foto: Jorge Felix)

Na roda de samba Ó do Borogodó, a preferida do ex-ministro Orlando Silva, em São Paulo, mesmo depois da saída do comunista da pasta do Esporte, a foto de Dilma Rousseff continua imperando em lugar de honra.

Por lá, todo mundo canta olhando pra ela.

Coincidência ou não, até no samba, é Dilma quem indica a saída.

Autor: Tags: , , ,

quinta-feira, 22 de dezembro de 2011 Governo | 11:04

O novo emprego de Orlando Silva

Compartilhe: Twitter

O ex-ministro Orlando Silva (Foto: Beto Barata/AE)

O ex-ministro Orlando Silva foi contratado como assessor especial da presidência do PCdoB por um salário mensal de R$ 4 mil.

Segundo correligionários, ele teria recusado três propostas de emprego na iniciativa privada.

Até fevereiro, Silva está em quarentena prevista em lei e recebe o salário de ministro.

Autor: Tags: , ,

segunda-feira, 19 de dezembro de 2011 Justiça | 16:48

STJ inicia depoimentos no inquérito de Agnelo Queiroz

Compartilhe: Twitter

O juiz Marcos Vinicius Reis ouviu, na última semana, os primeiros dos 26 co-réus no inquérito no STJ que apura suspeita de corrupção envolvendo o governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz (PT), com ongs do programa Segundo Tempo, do Ministério do Esporte.

A maioria dos depoimentos, no entanto, ficou mesmo para 2012 já que hoje é o último dia de funcionamento do Judiciário.

Apesar da pressa do governador.

Autor: Tags: , , ,

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011 Brasil | 16:49

PM João Dias é preso depois de invadir o Palácio do Buriti

Compartilhe: Twitter

O policial militar João Dias, autor de denúncias contra os ex-ministros do Esporte Orlando Silva e Agnelo Queiroz, atual governador do Distrito Federal, foi preso agora há pouco em Brasília.

Dias invadiu o Palácio do Buriti, sede do governo do DF, e agrediu o secretário de governo, Paulo Tadeu. Ainda não se sabe o motivo da invasão.

Atualização 22h45: O governo do DF divulgou a seguinte nota às 20h55: “A equipe de segurança do Palácio do Buriti teve que retirar do prédio, na tarde de hoje, o policial militar João Dias após ele agredir duas servidoras da Secretaria de Estado de Governo. João Dias teve que ser contido pelos seguranças, já que apresentava comportamento agressivo, e foi encaminhado à Polícia Civil, que tomará as medidas legais pertinentes ao caso. Quanto ao secretário de Governo, Paulo Tadeu, ele não se encontrava no Palácio durante o episódio. O secretário e outras autoridades do GDF participavam de reunião com os governadores do Centro-Oeste na Residência Oficial de Águas Claras. A segurança do Palácio do Buriti abriu procedimento para apurar como se deu o acesso de João Dias ao prédio. O Governo do Distrito Federal também vai apurar com que objetivos escusos o policial apareceu nesta tarde, de forma despropositada, no Palácio do Buriti.”

Autor: Tags: , , , ,

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011 Governo | 07:01

STJ só ouvirá Agnelo em 2012

Compartilhe: Twitter

Nenhum dos 26 co-réus no inquérito que apura suspeita de corrupção envolvendo ongs do programa Segundo Tempo, do Ministério do Esporte, foi ouvido pelo Superior Tribunal de Justiça.

O juiz Marcos Vinícius Reis, designado pelo ministro Asfor Rocha para a fase de depoimentos, ainda estuda o processo para preparar as perguntas. A tarefa é árdua.

Só a partir dos próximos dias é que alguns serão convocados pela Justiça.

Como o Judiciário entra em recesso dia 20, é bem provável que, pelo andar dos trabalhos, o governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz, só deva ser ouvido em 2012 assim como o ex-ministro Orlando Silva.

Autor: Tags: , , , , , , ,

segunda-feira, 21 de novembro de 2011 Justiça | 06:02

Asfor Rocha ouvirá Agnelo e Orlando Silva ainda este ano

Compartilhe: Twitter

Agnelo e Silva, em julho, durante o lançamento do Portal da Transparência (Foto: AE)

Logo depois de autorizar a quebra de sigilos bancário e fiscal do governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz (PT) e do ex-ministro do Esporte, Orlando Silva (PCdoB), no início da noite de sexta-feira, o ministro César Asfor Rocha, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), designou o juiz federal Marcos Vinícius Reis para ouvir os outros 26 co-réus no inquérito que apura suspeita de corrupção envolvendo ongs do programa Segundo Tempo.

Asfor Rocha ouvirá, pessoalmente, apenas Agnelo e Orlando Silva. Eles serão os últimos a depor. Hoje mesmo o juiz começa a agendar os depoimentos.

A ordem no gabinete do ministro é dar prioridade à investigação e ser o mais célere possível. Por isso, os depoimentos ocorrerão antes mesmo de a Receita Federal, o Banco Central e o Controle de Atividades Financeiras (Coaf) enviarem ao STJ as informações sobre as quebras de sigilos.

A intenção é encerrar a fase de depoimentos ainda este ano e enviar o relatório ao Ministério Público – que fará ou não a denúncia à Justiça – no início de 2012.

Portanto, é bem provável que Agnelo e Orlando Silva tenham, ambos, um feliz ano velho.

Autor: Tags: , , , , , , ,

segunda-feira, 31 de outubro de 2011 Governo | 16:20

Pelé e Ricardo Teixeira participam da posse do novo ministro do Esporte

Compartilhe: Twitter

Participam neste momento da posse do novo ministro do Esporte, Aldo Rebelo, o embaixador da Copa do Mundo de 2014, Pelé, e o presidente da Confederação Brasileira de Futebol, Ricardo Teixeira.

Ao contrário de Pelé, que quebrou o protocolo e se sentou no palanque junto a Rebelo e à presidenta Dilma Rousseff, Teixeira se manteve mais discreto. Sentou-se em meio aos convidados, e aplaudiu prontamente o discurso novo ministro.

Autor: Tags: , , ,

sábado, 29 de outubro de 2011 Governo | 13:08

Orlando Silva sobre candidatura: “Estou à disposição do partido”

Compartilhe: Twitter

O ex-ministro do Esporte Orlando Silva iniciou hoje sua escalada para uma possível candidatura em 2012 ou em 2014. Nesta manhã, ele participou de encontro estadual do PCdoB na Assembleia Legislativa de São Paulo, onde cerca de 200 militantes da legenda o receberam com aplausos. Por telefone, Orlando Silva conversou com o Poder Online. Segundo ele, uma candidatura no próximo ano ou em 2014 depende do PCdoB. “Estou à disposição do partido”, diz.

Poder Online – O sr. será candidato em 2012?

Orlando Silva –  Estou à disposição do partido. De agora em diante, vou fazer política em São Paulo, onde sempre militei.

Poder Online – O sr. se arrepende de ter atendido a apelo do ex-presidente Lula e ter desistido de se candidatar a deputado em 2010?

Orlando Silva – De jeito nenhum, foi um orgulho ter participado e ter colaborado com o governo Dilma.

Poder Online – Essa participação hoje, neste evento, é um sinal de que o partido vai lançá-lo candidato?

Orlando Silva – Foi emocionante ser recebido pelo partido neste evento. Falei mais uma vez de minha inocência e de minha conduta.

Autor: Tags: , ,

quinta-feira, 27 de outubro de 2011 Governo | 17:43

Presidente do PSDB: “Dilma deveria ter indicado um técnico”

Compartilhe: Twitter

Do presidente do PSDB, deputado Sérgio Guerra, agora há pouco, no twitter:

– A presidente Dilma marcou um gol contra ao decidiu manter Orlando Silva no Esporte semana passada. A situação era insustentável fazia tempo, agora marca outro ao indicar Aldo Rebelo. Muda o ministro, mas o Esporte segue aparelhado pelo PC do B, foco de todas as denúncias. A presidente Dilma deveria ter indicado um gestor especializado, com perfil técnico. A Copa do Mundo não permite amadorismo.

Autor: Tags: , ,

Congresso | 11:39

Aldo Rebelo: comunista ou capitalista?

Compartilhe: Twitter

Do líder do PSOL na Câmara, Chico Alencar (RJ), sobre o deputado Aldo Rebelo (PCdoB-SP), indicado pelo PCdoB à presidenta Dilma Rousseff para substituir Orlando Silva no Ministério dos Esportes:

— O Aldo é o comunista mais capitalista que eu conheço — disse ao Poder Online.

Autor: Tags: , , , , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. 3
  5. 4
  6. 5
  7. Última