Publicidade

Posts com a Tag Cristóvam Buarque

segunda-feira, 17 de março de 2014 Eleições | 09:30

PDT está de olho no apoio de evangélicos para compor candidatura ao DF

Compartilhe: Twitter

O PDT reagiu ao anúncio da aliança entre o ex-governador do DF José Roberto Arruda (PR) e a deputada distrital Liliane Roriz (PRTB).

O partido tem buscado ampliar o leque de conversas, que inclui pontes com o Solidariedade e o PSD. “Estamos trabalhando uma frente alternativa”, disse o senador Cristovam Buarque (PDT-DF).

Cristovam admitiu, entretanto, que o deputado federal Reguffe (PDT-DF) pode não ser o candidato ao governo do Distrito Federal, neste ano.

A decisão dependerá das negociações com o PSB – que pretende lançar o senador Rodrigo Rollemberg – e com o PSOL. Ao falar desse contexto eleitoral no DF, Cristovam revelou que o PDT buscará apoio dos evangélicos.

Assista:

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , ,

segunda-feira, 14 de outubro de 2013 Política | 19:00

Parlamentares montam mais um grupo para discutir ‘questões importantes’

Compartilhe: Twitter

Parece ter pegado a moda de criar grupos no Congresso para, em tese, discutir o que de fato interessa ao país. Depois do deputado Duarte Nogueira prometer a criação de uma frente parlamentar para discutir questões de interesse do país, os senadores Randolfe Rodrigues (PSOL-AP) e Cristovam Buarque (PDT-), junto com o deputado Paulo Teixeira (PT-SP) entraram na mesma onda.

Eles montaram um grupo de trabalho que, segundo eles, será suprapartidário e discutirá questões importantes do Congresso. O primeiro assunto, dizem, será a reforma política. A ideia apareceu em conversa ocorrida durante a premiação do Congresso em Foco, em Brasília.

Autor: Tags: , , , , ,

quarta-feira, 28 de agosto de 2013 Congresso | 19:00

Ignorado na Câmara, deputado recorre a senadores para tentar votar Marco Civil da internet

Compartilhe: Twitter

Alessandro Molon (PT-RJ) pretende usar a movimentação de senadores para tentar finalmente conseguir pautar o Marco Civil da Internet para votação no plenário da Câmara.

O presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), tem protelado a votação do Marco alegando que não há acordo para a votação.

Molon promete nova investida sobre Alves ainda hoje argumentando que a iniciativa de senadores em discutir o Marco Civil da Internet no Senado constrange a Câmara e que o presidente deve pautar a matéria independentemente de acordos para a votação.

Rodrigo Rollemberg (PSB-DF), Aloysio Nunes (PSDB-SP), Walter Pinheiro (PT-BA) e Cristovam Buarque (PDT-DF) manifestaram apoio a Molon pedindo da votação do Marco na Câmara.

Autor: Tags: , , , , ,

terça-feira, 2 de julho de 2013 Copa 2014 | 06:00

Oposição tentará emplacar no Senado proposta de criar fundo com royalties

Compartilhe: Twitter

Em meio às negociações no Senado para votar o projeto que destina royalties do petróleo para educação e saúde, a oposição insistirá na proposta de criar um fundo com essas receitas, cujo rendimento será integralmente repassado a essas duas áreas.

A ideia é apresentar como emenda ao texto vindo da Câmara um projeto de autoria dos senadores Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP) e Cristovam Buarque (PDT-DF), que trata deste mesmo assunto.

Os senadores vão investir na tese de que esta seria a forma de garantir recursos para a educação e a saúde no “longuíssimo prazo”. “Senão, acabou o petróleo, acabou o dinheiro para educação”, diz Aloysio.

Autor: Tags: , , , ,

quinta-feira, 20 de junho de 2013 Congresso | 21:54

O silêncio da presidente está apavorando a todos, diz Simon

Compartilhe: Twitter

Cinco senadores estão neste momento no Plenário do Senado debatendo as manifestações pelo Brasil: Pedro Taques (PDT-MT), Pedro Simon (PMDB-RS), Paulo Paim (PT-RS), Cristovam Buarque (PDT-DF) e Rodrigo Rollemberg (PSB-DF).

Simon fez um aparte num discurso de Buarque e questionou a posição da presidente Dilma Rousseff (PT) ao dizer que o silêncio dela em relação aos protestos está apavorando a todos.

Simon disse duvidar que os jovens tenham sido responsáveis pela tentativa de quebra-quebra do Itamaraty, há pouco.

Em outro momento, o senador gaúcho questionou a competência de Dilma em formar equipe. Classificou a ministra das Relações Institucionais, Ideli Salvati (PT), de piada e disse lamentar que Dilma não tenha ao lado dela um “José Dirceu do bem”.

Assista:

[kml_flashembed movie="http://www.youtube.com/v/1Kp-o8WJi3I" width="640" height="480" allowfullscreen="true" fvars="fs=1" /]

Autor: Tags: , , , , , , , ,

quinta-feira, 13 de junho de 2013 Eleições | 08:00

Cotado para disputar o DF, Cristovam Buarque faz campanha para Reguffe

Compartilhe: Twitter

Cotado para concorrer ao governo do Distrito Federal, o senador Cristovam Buarque (PDT) faz campanha para o correligionário, o deputado federal José Antônio Reguffe (PDT-DF). “Meu candidato é o Reguffe”, diz Buarque.

Entretanto, o senador admite que nunca se pode dizer que jamais será candidato.

Assista:

[kml_flashembed movie="http://www.youtube.com/v/wlNe7BOnefE" width="640" height="480" allowfullscreen="true" fvars="fs=1" /]

Autor: Tags: , , ,

terça-feira, 2 de abril de 2013 Partidos | 09:28

Mesmo com ministério, PDT mineiro flerta com Aécio

Compartilhe: Twitter

A ala mineira do PDT avalia que a presidente Dilma Rousseff (PT) corrigiu um erro estratégico ao conduzir Manoel Dias ao Ministério do Trabalho, em substituição a Brizola Neto. Mas isso não significa que os mineiros  tenham deixado de flertar com o senador tucano Aécio Neves (PSDB-MG) para a disputa de 2014.

Em reservado, líderes do PDT mineiro dizem que não há nada decidido sobre um alinhamento com Dilma, capitaneado pelo ex-ministro Carlos Lupi. Há membros do partido que se dizem insatisfeitos com o noticiário que aponta Lupi como um “entregador” do partido ao governo para manter a pasta do Trabalho.

Os mineiros têm dois membros na executiva nacional do partido e pressionam para que o PDT se afaste do governo . Os defensores dessa tese avaliam que o apoio a Aécio serviria de argumento para colocar um ponto final na relação com o PT.

Autor: Tags: , , , , , , ,

segunda-feira, 25 de março de 2013 Partidos | 18:35

Lupi ganha ministério, mas libera documento com críticas a Dilma

Compartilhe: Twitter

Embora a presidenta Dilma Rousseff considere o PDT totalmente pacificado após a nomeação de Manoel Dias para a pasta do Trabalho, os senadores Cristovam Buarque (DF) e Pedro Taques (MS), além do deputado Paulo Rubem Santiago (PE) conseguiram o compromisso do presidente da legenda, Carlos Lupi, de fazer circular pelos diretórios regionais um documento crítico ao governo.

Antes da convenção do partido, na semana passada, quando Lupi foi reconduzido ao cargo de presidente, Buarque e Taques mantiveram conversas preliminares com o governador de Pernambuco Eduardo Campos, possível adversário de Dilma em 2014, na busca de alianças.

O manifesto assinado por eles, no entanto, não significa um rompimento com Dilma.

A ideia, de acordo com Santiago, é que o documento sirva de base para as discussões locais que se juntarão em agosto na convenção nacional do partido.

O manifesto apresenta críticas ao modelo econômico adotado por Dilma, considerado esgotado.

“Os dados estão mostrando que o Brasil voltou ao período de instabilidade nos preços e o governo não parece estar consciente da gravidade do problema”, diz um trecho do documento.

Autor: Tags: , , , , , , ,

terça-feira, 30 de outubro de 2012 Brasil, Congresso | 07:00

Cristovam na garupa de Ana Amélia

Compartilhe: Twitter

O senador Cristovam Buarque (PDT-DF) decidiu pegar carona na campanha da colega Ana Amélia (PP-RS) em favor de maior  fiscalização do transporte por motocicletas.

A gaúcha tem usado a tribuna do Senado para defender uma nova legislação para coibir casos de irresponsabilidade sobre duas rodas, principalmente no interior do País – no Nordeste, a moto substituiu o jegue.

Buarque ainda não disse bem o que pretende fazer, mas aderiu à campanha a pedido da mulher,  Gladys. 

Ele achou melhor não contrariá-la.

Autor: Tags: , ,

quarta-feira, 17 de outubro de 2012 Congresso | 18:38

Cristovam Buarque recebe ameaça por causa de proposta que restringe o uso de armas

Compartilhe: Twitter

A proposta que restringe o uso de armas de fogo às Forças Armadas, polícia e empresas de segurança registradas rendeu ameaças pelo site do Senado ao autor, senador Cristovam Buarque (PDT-DF).

No dia 16 de outubro, Buarque foi alertado pela segurança do Senado sobre o “aviso” postado no serviço “Alô? Senado”, destinado a receber manifestações da  população.

— Eu vou te matar. Isso é um aviso — dizia o recado que criticava a proposta apresentada pelo senador dias depois do massacre de Realengo, em abril de 2011.

O relator do projeto na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, Eduardo Braga (PMDB-AM), também sentiu a pressão do lobby das armas.

Desde que pegou a relatoria, vem recebendo em seu twitter mensagens contra a proposta.

Braga disse que é a favor do desarmamento, mas apresentará parecer contrário à proposta, já que o referendo de 2005 rejeitou a ideia.

(Colaboração de Luciana Lima)

Autor: Tags: , , , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. 3
  5. 4
  6. 5
  7. Última