Publicidade

Posts com a Tag doações

sábado, 11 de abril de 2015 Partidos | 06:00

PT se prepara para abrir mão de doações privadas e fala em estender cobrança do dízimo

Compartilhe: Twitter

O PT pretende aprovar na próxima semana a decisão de abrir mão de doações de empresas privadas para financiar a estrutura partidária. O assunto começou a ser articulado internamente nas últimas semanas, com aval do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, como uma forma de responder ao desgaste de imagem sofrido pelo partido diante das denúncias de corrupção na Petrobras.

Abertura da quarta edição do Congresso do PT (Foto: Instituto Lula)

Abertura da quarta edição do Congresso do PT (Foto: Instituto Lula)

A proposta será submetida à executiva nacional do partido e ao diretório nacional, que se reúnem no fim da semana. Em tese, a votação é mais uma formalidade, já que a direção partidária calcula que a ideia já está bem negociada internamente e será aprovada sem muitas dificuldades.

A ideia, explicam dirigentes da legenda, é abrir mão das doações de empresas somente no que se refere ao financiamento do partido. Campanhas eleitorais, por exemplo, continuariam seguindo as mesmas regras da Justiça Eleitoral aplicadas a todos os partidos.

 

Uma vez aprovada a decisão de se financiar apenas com doações de pessoas físicas, o PT trabalhará em duas frentes para compensar o desequilíbrio nas contas. Primeiro, deve intensificar o corte de gastos que já está em andamento – hoje o partido mantém estruturas amplas em São Paulo e em Brasília.

O PT já está com cinto bem apertado, desde que minguaram as doações de empresas para o caixa da legenda, na esteira das denúncias da Operação Lava Jato. Como adiantou o Poder Online, o partido iniciou há algum tempo um corte de gastos, suspendendo, por exemplo, todas as viagens desnecessárias de dirigentes.

Em segundo lugar, a sigla já estuda internamente uma forma de estender a cobrança do chamado “dízimo petista”. Hoje, o partido cobra uma quantia mensal de todos os seus integrantes que ocupam cargos no governo. O plano, agora, é cobrar uma quantia mensal também de todos os demais filiados. O modelo exato de como seria o novo dízimo do PT ainda não está desenhado. Mas fala-se em fazer uma cobrança variável, de acordo com a renda do filiado.

 

Autor: Tags: , , , ,

segunda-feira, 26 de novembro de 2012 Brasil | 07:00

OSB busca dólares

Compartilhe: Twitter

A Orquestra Sinfônica Brasileira resolveu investir na captação de recursos no exterior.

Criou, na Park Avenue, em Nova York, um escritório para captar doações de empresas norte-americanas que têm filiais no Brasil.

Quer ficar com alguma parcela dos lucros que as subsidiárias das multinacionais enviam para suas sedes. O dinheiro voltaria como contribuição à orquestra.

Pela legislação americana, este tipo de doação, desde que feita nos Estados Unidos, pode ser abatida no imposto de renda das empresas.

Sérgio Cabral, governador do Rio, quer fazer um encontro com diretores de multinacionais de origem americana para reforçar a importância do projeto.

Autor: Tags: , ,

terça-feira, 23 de outubro de 2012 Brasil | 23:00

Prisão de primo banqueiro atrapalha Indio da Costa

Compartilhe: Twitter

A prisão de Luís Octavio Indio da Costa, dono do Banco Cruzeiro do Sul, vai atrapalhar a vida de um de seus primos, o ex-deputado e ex-candidato a vice-presidente Indio da Costa (PSD). A ida do parente para a cadeia diminuiu suas chances de conseguir uma vaga no secretariado do novo governo do prefeito Eduardo Paes (PMDB).

Em 2010, quando integrou a chapa de José Serra (PSDB), Indio da Costa recebeu R$ 1,268 milhão de doação do banco; a campanha do governador do Rio, Sérgio Cabral, então candidato à reeleição, ficou com R$ 200 mil.

No total, o Cruzeiro do Sul doou R$ 3.172.485,12 para candidatos às eleições de 2010. Silval Barbosa (PMDB), que conseguiria a reeleição ao governo de Mato Grosso, recebeu R$ 500 mil. Entre os candidatos a deputado, Julio Lopes (PP-RJ) obteve doação de R$ 400 mil.

Autor: Tags: , ,

quarta-feira, 29 de setembro de 2010 Eleições | 16:02

Leal dá uma força para a onda verde no Rio

Compartilhe: Twitter

Guilherme Leal (Foto: Cacá Meirelles)

Além da chamada “onda verde”, a boa performance da candidata a presidente,  Marina Silva (PV), entre o eleitorado do Rio de Janeiro pode ser explicada também pela generosidade do empresário Guilherme Leal, candidato a vice-presidente, com a campanha do deputado Fernando Gabeira.

Até setembro, a arrecadação do candidato verde ao governo do Rio estava em R$ 1,3 milhão, segundo a prestação de contas do PV fluminense ao TRE.

Desse total, R$ 500 mil são declarados como recursos próprios, R$ 400 mil de pessoas jurídicas e R$ 250 mil de outros candidatos/comitês.

No item pessoas físicas são registrados R$ 151,5 mil. Pelo menos, R$ 100 mil vieram de Leal.

Autor: Tags: , , , ,

Eleições | 16:01

Sérgio Cabral dá de dez

Compartilhe: Twitter

Mesmo assim Gabeira está bem atrás de Sérgio Cabral (PMDB) que já arrecadou quase dez vezes mais: R$ 10,4 milhões.

Autor: Tags: , , , ,

sexta-feira, 17 de setembro de 2010 Eleições | 17:35

Marina tem quase R$500 mil de prejuízo com internet

Compartilhe: Twitter

O site da campanha da candidata do PV a presidente, Marina Silva, passou a exibir hoje um contador com a quantidade de doações recebidas pela internet. Às 16h00, marcava R$113.197,30. Até agora, obteve 1.929 doadores – 0,13% da meta inicial que era 1,5 milhão de pessoas até o dia 03 de outubro.

As doações de Marina não cobrem nem as despesas que a candidata teve com a confecção do site. Segundo a última prestação de contas entregue ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral), a campanha já gastou R$ 593 mil com a criação e a manutenção de sua página.

Ou seja, o PV acumula R$480 mil de prejuízo com a internet.

Autor: Tags: , , ,

quarta-feira, 15 de setembro de 2010 Eleições | 18:04

Skaf acha doação baixa e devolve cheque

Compartilhe: Twitter

Paulo Skaf (Foto: Divulgação)

O candidato do PSB, Paulo Skaf, anda por aí reclamando muito dos empresários por considerar baixíssimas as doações feitas à sua campanha ao governo de São Paulo.

Recentemente, Skaf chegou a devolver um cheque a um doador por considerar o valor, digamos, uma humilhação.

Qual será o piso para doar a Skaf?

Autor: Tags: , ,

terça-feira, 7 de setembro de 2010 Eleições | 10:45

Dilma testa quiosque de doações em comício

Compartilhe: Twitter

No comício de ontem em Valparaíso, no chamado Entorno de Brasília, o pessoal da campanha de Dilma Rousseff à Presidência resolveu testar uma nova forma de arrecadação de contribuições.

Montou-se um quiosque com dois terminais de computador, equipados com internet, para receber doações mínimas de R$ 13. Só eram recebidas por cartão de crédito ou débito, para ficar tudo registrado junto à Justiça Eleitoral.

Mas parece que a novidade não pegou, apesar de ter sido divulgada pelo locutor oficial do evento. No final foram arrecadados apenas R$ 500.

Foto: Fellipe Bryan Sampaio

Autor: Tags: , , , ,

quinta-feira, 2 de setembro de 2010 Eleições | 12:04

Marina Silva aos internautas: “bem-vindos ao mundo real”

Compartilhe: Twitter

Marina Silva (Foto: Cacá Meirelles)

A campanha de Marina Silva está enviando aos internautas cadastrados no jogo virtual Um Mundo, lançado há algumas semanas, um email pedindo doações com o texto:

“No jogo, bastam alguns cliques para divulgar as bandeiras do Brasil que queremos. Mas para uma campanha presidencial defender estas bandeiras no mundo real, precisamos de sua colaboração através de uma doação. Ela serve para custear a campanha, inclusive iniciativas como o próprio Um mundo.”

A mensagem garante que mais de mil pessoas já fizeram doações de “pequenos valores usando cartões de crédito ou débito” e dá o link para quem interessar possa.

Até agora, a campanha estima que, pela internet, entraram apenas R$ 80 mil.

Autor: Tags: , , ,