Publicidade

Posts com a Tag Edison Lobão

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015 Congresso | 19:53

Comissões do Senado criam impasse no PMDB

Compartilhe: Twitter
Senador Eunício Oliveira (PMDB-CE). Foto: Luiz Alves / Agência Senado

O líder do PMDB no Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE). Foto: Luiz Alves / Agência Senado

Se a disputa interna no PMDB pelo comando da Comissão de Constituição e Justiça do Senado parece acirrada, com os senadores Edison Lobão (MA), José Maranhão (PB) e Garibaldi Alves (RN) no páreo, outras comissões esquentam o clima nos bastidores.

O líder do PMDB no Senado, Eunício Oliveira (CE), tem evitado falar sobre essas disputas na pela presidência das três comissões as quais seu partido terá direito na Casa: Constituição e Justiça, Infraestrutura e Assuntos Sociais.

Na Infraestrutura, o nome mais cotado para assumir o comando é o paraibano Raimundo Lira, que assumiu a vaga de senador com a ida de Vital do Rego para o Tribunal de Contas da União. A CAS, por sua vez, poderia ficar como prêmio de consolo para quem perder a presidência da CCJ. O martelo final, porém, só deve ser batido na próxima semana e a ordem, até lá, é evitar publicizar a disputa e demonstrar qualquer sinal de desunião na bancada.

Autor: Tags: , , , , , , , ,

quarta-feira, 29 de outubro de 2014 Congresso | 13:30

‘Qualquer dia ministros serão trazidos debaixo de vara’, diz Caiado

Compartilhe: Twitter
O deputado federal Ronaldo Caiado (DEM-GO)

O deputado federal Ronaldo Caiado (DEM-GO)

No dia seguinte à derrubada do decreto que instituía a Política Nacional de Participação Social, a oposição se articulou novamente para desgastar o governo federal, desta vez na Comissão de Agricultura e Abastecimento.

Por requerimento dos deputados federais Ronaldo Caiado (DEM-GO), Onyx Lorenzoni (DEM-RS) e Nilson Leitão (PSDB-MT), a comissão aprovou a convocação dos ministros Néri Geller (Agricultura) e Edison Lobão (Minas e Energia), e ainda pretende convocar Francisco José Coelho Teixeira (Integração Nacional).

Diante da resistência dos deputados da base governista, Caiado subiu o tom. “Os ministros têm que ser convocados mesmo, porque qualquer dia vão ser trazidos debaixo de vara”, afirmou o senador eleito.

A fala provocou vaias e foi respondida pelo vice líder do PT, Márcio Macedo (PT-SE). “O senhor já atuou na política sobre a proteção de baionetas, mas aqui vivemos em uma democracia e o senhor tem de respeitá-la. Não pode dizer uma coisa dessas para um ministro de estado”, criticou Macedo.

Autor: Tags: , , , , , , , , , ,

quinta-feira, 25 de setembro de 2014 Eleições | 17:40

Planalto endossou decisão de Temer de criticar PF

Compartilhe: Twitter
O vice-presidente da República, Michel Temer (PMDB). Foto: Agência Brasil

O vice-presidente da República, Michel Temer (PMDB). Foto: Agência Brasil

No Palácio do Planalto, a avaliação é a de que o vice-presidente da República, Michel Temer, teve razão em emitir uma nota oficial criticando a Polícia Federal pela operação que atingiu o candidato ao governo do Maranhão, Lobão Filho.

O governo entendeu que não havia base para que se realizasse buscas no avião, automóveis e bagagens de integrantes da campanha do peemedebista, que é filho do ministro de Minas e Energia, Edison Lobão.

Por outro lado, o Ministério da Justiça, a quem a PF é subordinada, foi pego de surpresa pela nota, na qual Temer afirma que “no estado democrático de Direito, é inadmissível que forças policiais sejam instrumentalizadas para atingir candidaturas legitimamente constituídas”.

Leia também: Campanha azeda clima entre Dilma e PMDB

Autor: Tags: , , , ,

terça-feira, 12 de agosto de 2014 Governo | 19:29

‘Não falo de algo que não existe’, diz Lobão sobre aumento de tarifa

Compartilhe: Twitter
O ministro de Minas e Energia, Edison Lobão. Foto: Agência Brasil

O ministro de Minas e Energia, Edison Lobão. Foto: Agência Brasil

Questionado sobre seu silêncio diante de um possível aumento na tarifa de energia elétrica e gasolina – tema amplamente debatido pelos presidenciáveis, nestas eleições – o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, descartou a possibilidade de reajuste.

“Não falo de algo que não existe”, se limitou a dizer o ministro, enquanto participava do lançamento do site “O Brasil da Mudança”, do Instituto Lula, nesta tarde.

A possibilidade de um “realinhamento de preços”, porém, já foi admitida pelos principais presidenciáveis. Inclusive pelo candidato tucano, Aécio Neves, em entrevista ao Jornal Nacional.

Autor: Tags: , , , ,

quinta-feira, 4 de abril de 2013 Política | 11:06

Dilma chama Gleisi, Padilha e Lobão para conversa no Alvorada

Compartilhe: Twitter

Um dia depois de viajar a São Paulo para se reunir com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a presidente Dilma Rousseff remanejou sua agenda na manhã desta quinta-feira e chamou para uma conversa de última hora no Palácio do Alvorada três de seus ministros: Gleisi Hoffmann, da Casa Civil, Alexandre Padilha, da Saúde, e Edison Lobão, de Minas e Energia.

Os três são apontados como possíveis candidatos ao governo de seus respectivos Estados no ano que vem – Paraná, São Paulo e Maranhão.

Depois da conversa com Lula, Dilma também decidiu mudar o tema do programa Café com a Presidenta, gravado hoje, para ir ao ar na próxima segunda-feira. Ela falaria sobre interiorização de médicos e agora tratará de seca.

Autor: Tags: , , ,

quarta-feira, 20 de março de 2013 Economia | 09:00

Lobão diz que produtores de etanol não usam R$ 7 bi do BNDES

Compartilhe: Twitter

No encontro que teve com a bancada do PMDB na Câmara dos Deputados, Edison Lobão fez uma crítica velada aos produtores de etanol.

Ao explicar aos parlamentares de seu partido os motivos pelos quais a produção de etanol caiu em 2012, Lobão tentou convencê-los de que a situação já está sendo cuidada para reestabelecer os patamateres anteriores à queda.

O ministro disse que o BNDES abriu linha de crédito de R$ 7 bilhões para ajudar os produtores, mas que o dinheiro não tem sido buscado por eles.

Assista:

Autor: Tags: , , ,

terça-feira, 19 de março de 2013 Congresso | 18:40

Em encontro com bancada, Lobão tem de defender Dilma contra críticas de peemedebistas

Compartilhe: Twitter

Durante encontro do ministro das Minas e Energia, Edison Lobão, com a bancada do PMDB da Câmara dos Deputados, o tema Petrobrás colocou os parlamentares da legenda em posição crítica contra a presidente Dilma Rousseff (PT).

Darcísio Perondi (PMDB-RS), um dos críticos, questionou Lobão sobre a estatal petrolífera e disparou contra o PT.

“O PT esculhambou a Petrobrás”, disse Perondi, que questionou a competência de Dilma a respeito do setor energético e encerrou a fala com um pedido ao ministro. “Não tenho seu otimismo, me contagie”.

Lobão então precisou fazer a defesa da presidente, quem vem sofrendo crítica semelhante de tucanos.

Assista:

Autor: Tags: , , , , ,

sábado, 3 de novembro de 2012 Brasil | 10:00

Zimmermann não será titular de ministério

Compartilhe: Twitter

A perspectiva de o ministro interino de Minas e Energia, Márcio Zimmermann, virar titular do cargo acabou frustrada por uma mudança de estratégia do PMDB.

O nome do ministro Edison Lobão como candidato à Presidência do Senado foi substituído pelo de Renan Calheiros (PMDB-AL), que conta  com a aceitação da presidenta Dilma Rousseff.

Engenheiro eletricista, Zimmermann, que tem a preferência de Dilma  para conduzir a política energética do país,  chegou a se filiar ao PMDB em março deste ano para poder representar o partido do ministério.

Autor: Tags: , ,

terça-feira, 11 de setembro de 2012 Congresso | 05:01

Senador Lobão Filho diz que o pai, ministro Edison Lobão, não deixa o governo para disputar a Presidência do Senado

Compartilhe: Twitter

O senador Edison Lobão Filho (PMDB-MA), como o nome indica, é filho do ministro das Minas e Energia, Edison Lobão. Assumiu o Senado como suplente do pai.

Em conversa com o Poder Online, Lobao Filho afasta a possibilidade de o  pai deixar o governo para concorrer a presidente do Senado. Para ele, a presidenta Dilma Rousseff conduziu mal o processo.

— Meu pai é um democrata. Não há hipótese de ele tentar se impor como nome do Planalto contra um candidato já estabelecido. A presidenta Dilma errou ao deixar circular seu desejo de que ele fosse o próximo presidente do Senado. Isso só fez fortalecer o espírito de corpo na Casa e consolidou a candidatura do líder do PMDB, Renan Calheiros (AL). O Renan, aliás, já manifestou aos senadores do partido seu desejo de concorrer.

Autor: Tags: , , , , ,

quinta-feira, 19 de julho de 2012 Congresso | 09:05

Candidatura de Lobão a presidente do Senado corre riscos

Compartilhe: Twitter

Eleito senador pelo PMDB do Maranhão, o ministro das Minas e Energia, Edison Lobão, é o nome da preferência da presidenta Dilma Rousseff para presidir o Senado em 2013.

Mas corre solta nos corredores do Congresso a versão de que ele não estaria muito interessado em deixar o Poder Executivo. Seu suplente, Lobão Filho, teria dito ao pai que quer manter o mandato.

Não se sabe ainda se a história é verdade absoluta, ou se é apenas obra dos adversários.

A verdade é que, para se eleger presidente do Senado, Lobão deveria estar em campanha há muito tempo.

Tanto que o líder do governo no Senado, Eduardo Braga (PMDB-AM), chegou a procurar o atual presidente da Casa, José Sarney (PMDB-AP), que é padrinho político do ministro, para avisá-lo:

— Para quem quer se eleger presidente do Senado, o ministro Lobão tinha que estar atendendo muito melhor os senadores. Há gente por aqui reclamando de que ele nem retorna os telefonemas — disse Braga a Sarney.

Que ouviu calado.

É que também não se sabe ainda se Sarney acompanhará Dilma na preferência por Lobão, ou se a velha raposa da política está trabalhando nos bastidores para que o líder do PMDB, Renan Calheiros (AL), seja o seu sucessor.

Autor: Tags: , , , , , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. 3
  5. 4
  6. Última