Publicidade

Posts com a Tag Edson Aparecido

quinta-feira, 21 de novembro de 2013 Política | 19:47

Deputados do PT pedem afastamento de secretários de Alckmin

Compartilhe: Twitter

A bancada do PT na Assembleia Legislativa de São Paulo pediu o afastamento dos secretários do governador Geraldo Alckmin (PSDB), Edson Aparecido (Casa Civil) e Jurandir Fernandes ( Transportes Metropolitanos). Os deputados petistas acusam os tucanos de impedirem depoimentos de envolvidos nos casos Siemens e Alstom na Casa.

Leia também: Ex-diretor da Siemens envolve seis políticos com cartel

O líder da bancada, deputado Luiz Claudio Marcolino, afirmou que o afastamento é necessário para evitar “constrangimentos ou risco de extravios de documentos” durante a investigação.

Além do pedido na Casa, os petistas vão enviar ofício com a mesma solicitação para as secretarias executivas das Promotorias do Patrimônio Público e Social do Ministério Público do Estado.

Autor: Tags: , , , , , , , ,

segunda-feira, 14 de outubro de 2013 Eleições | 08:00

‘Quem vai dar palanque para o PSB é o PSB’ , diz braço direito de Alckmin

Compartilhe: Twitter

Secretário da Casa Civil de São Paulo e principal articulador político de Geraldo Alckmin, Edson Aparecido diz que o PSDB está num esforço grande para manter uma “aliança forte” com o PSB no estado. “Temos uma aliança tradicional com o PSB”.

Alguns congressistas tucanos dizem reservadamente que após a entrada de Marina Silva no PSB, oferecer um palanque duplo para Eduardo Campos em São Paulo pode ser uma estratégia perigosa para a candidatura de Aécio Neves.

Aparecido pondera que ainda é cedo para falar sobre esse tipo de coisa, mas diz Alckmin fará campanha para Aécio. “Quem vai dar o palanque para o PSB (em São Paulo) é o PSB. Vamos fazer campanha para o Aécio”, disse Aparecido, que exemplificou a situação de outros partidos que deverão apoiar Dilma Rousseff (PT) no plano nacional, mas que estarão ao lado dos tucanos em São Paulo, como o PSC e o PRB.

O PSB, entretanto, discute a aliança de olho no palanque para Eduardo Campos e flerta com a possibilidade de lançar um nome próprio para garantir mais exposição para a candidatura do governador pernambucano.

Autor: Tags: , , , ,

terça-feira, 16 de abril de 2013 Sem categoria | 19:31

‘Estão antecipando a eleição municipal’, diz secretário sobre diretório do PSDB

Compartilhe: Twitter

O secretário de Estado da Casa Civil, Edson Aparecido, criticou nesta terça-feira (16) o impasse na eleição do diretório municipal do PSDB. “Estão antecipando a eleição municipal e isso não faz sentido porque temos uma eleição dificílima para governador antes”, afirmou Aparecido, que apoia a candidatura do vereador Andrea Matarazzo.

Marcada para o último domingo (14), a votação foi adiada para hoje depois que os secretários estaduais Julio Semeghini (Planejamento), Bruno Covas (Meio Ambiente) e José Aníbal (Energia) articularam, em cima da hora, a candidatura do ex-deputado estadual Milton Flávio, que já foi assessor de Aníbal. Covas, Aníbal e Matarazzo são pré-candidatos tucanos à Prefeitura de São Paulo em 2016.

Aparecido, que desde ontem conversa com os envolvidos no impasse para costurar um acordo, afirmou que já havia tido um consenso no partido que seria bom que um vereador assumisse a legenda para prestigiar a Câmara. Pessoas ligadas ao vereador paulistano consideram que o adiamento da eleição da executiva foi uma “puxada de tapete”.

Autor: Tags: , , , ,

quarta-feira, 6 de março de 2013 Governo | 08:00

‘Nós vamos lutar pelos direitos do Estado de São Paulo’

Compartilhe: Twitter

Edson Aparecido, chefe da Casa Civil do governo Alckmin

O secretário da Casa Civil do governo Alckmin, Edson Aparecido, afirmou que a administração paulista já está preparada para acionar o Supremo Tribunal Federal (STF), uma vez derrubado o veto da presidente Dilma Rousseff ao projeto dos royalties do petróleo. Alckmin reuniu auxiliares para traçar a estratégia para a votação, marcada inicialmente para ontem e adiada para esta quarta-feira.

Entenda: Congresso adia votação de veto sobre lei dos royalties

“Sabemos que esta é uma medida que vai impactar muito nas contas do Estado. Estamos falando de um impacto futuro. Mas, ainda assim, um impacto importante”, disse Aparecido. O governo estima que a mudança na lei dos royalties pode significar uma perda anual de R$ 2 bilhões. “Nós vamos sim entrar com a Adin, se for necessário. Vamos lutar pelos direitos de São Paulo.”

Autor: Tags: , , ,

segunda-feira, 17 de dezembro de 2012 Sem categoria | 08:30

Posse na Casa Civil será amanhã

Compartilhe: Twitter

Ficou para amanhã a posse de Edson Aparecido (PSDB) como titular da secretaria estadual da Casa Civil.

O secretário de políticas sindicais do PSDB, Antônio de Souza Ramalho, diz querer aproveitar a data para encontrar Sergio Guerra e falar sobre a estratégia para disseminar a candidatura de Aécio Neve (PSDB) pelo Brasil.

Mas o próprio Aparecido acha improvável que Guerra compareça à cerimônia, que será realizada às 9h30 no Palácio dos Bandeirantes, Zona Sul de São Paulo.

Autor: Tags: , , ,

quarta-feira, 5 de dezembro de 2012 Eleições | 10:00

Para tucanos paulistas, Alckmin e Serra estão no páreo para 2014

Compartilhe: Twitter

O gesto do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB), que nesta segunda-feira lançou o senador mineiro Aécio Neves como candidato tucano à Presidência da República, não afasta as chances de o partido ter outro nome para a disputa nacional.

A opinião é de tucanos paulistas. Para eles, o governador Geraldo Alckmin e até José Serra poderiam representar o PSDB em 2014 na eleição presidencial.

— O Serra nunca é carta fora do baralho — disse o deputado Walter Feldman, que foi coordenador de mobilização da campanha de Serra neste ano.

O deputado estadual Orlando Morando, que também participou da coordenação da campanha de Serra, defende que tanto o ex-governador, quando Alckmin devem ser ouvidos em relação à escolha do partido.

— São Paulo tem de ser ouvido — resuimiu o parlamentar.

O líder do PSDB na Câmara paulistana, vereador Floriano Pesaro, também engrossou o coro em defesa dos paulistas:

— Serra e Alckmin serão sempre candidatos em potencial — afirmou ele.

O coordenador-geral da campanha tucana em São Paulo, Edson Aparecido, também defendeu um maior diálogo para a definição da escolha do candidato em 2014, mas defendeu que o PSDB precisa se posicionar o quanto antes.

Autor: Tags: , , , , , , , ,

terça-feira, 6 de novembro de 2012 Estados | 22:03

Coordenador da campanha de Serra reassume posto no governo estadual

Compartilhe: Twitter

O coordenador-geral da campanha de José Serra (PSDB), Edson Aparecido (PSDB), retornou nesta terça-feira para o cargo de Secretário Estadual de Desenvolvimento Metropolitano.

Aparecido havia sido exonerado da pasta para se dedicar à campanha tucana em São Paulo.

Autor: Tags: , , , ,

domingo, 28 de outubro de 2012 Eleições | 23:10

“O PSDB não pode ser um partido que só se mobiliza em época de eleição”, diz tucano

Compartilhe: Twitter

Edson Aparecido (PSDB) fez uma autocrítica em relação ao comportamento do partido para as próximas eleições. E o diagnóstico imediato é de que o PSDB precisa fortalecer o diálogo com setores da sociedade e criar uma militância ativa fora do período eleitoral. — O PSDB precisa deixar de ser cartorial. Precisa se aproximar da sociedade. Não pode ser só um partido que se mobiliza apenas em época de eleição — afirmou ele.

Autor: Tags: , ,

Eleições | 21:51

Coordenador tucano diz que PSDB não vai cair na armadilha do PT e antecipar discussão sobre 2014

Compartilhe: Twitter

O coordenador-geral da campanha de José Serra (PSDB), Edson Aparecido, afirmou que o partido não vai “cair na armadilha do PT” e antecipar a discussão sobre a corrida eleitoral de 2014.

Para Aparecido, o partido precisa fazer muitas avaliações e se preocupar em continuar a ter na administração estadual um “espelho” de boa gestão para ter muito a mostrar em 2014.

— Não vamos entrar na estratégia do PT — resumiu o tucano.

Autor: Tags: , , ,

quarta-feira, 17 de outubro de 2012 Eleições | 06:02

PSDB quer ajuda de prefeitos aliados para campanha de Serra

Compartilhe: Twitter

O encontro desta tarde realizado no comitê central de José Serra (PSDB) teve como propósito também recrutar o apoio de prefeitos da Grande São Paulo para a campanha da capital.

 O coordenador-geral da campanha de Serra, Edson Aparecido (PSDB), disse que esses prefeitos vizinhos poderão ajudar na campanha por meio de panfletagens nas rodoviárias, faixas em estradas e no boca a boca mesmo.

Assista:

Autor: Tags: , , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. 3
  5. 4
  6. Última