Publicidade

Posts com a Tag Eduardo Jorge Caldas Pereira

quinta-feira, 2 de setembro de 2010 Eleições | 13:38

Quebra de sigilos: sentença de juiz dá indicativos de quem deve ser punido

Compartilhe: Twitter

No caso da quebra de sigilo bancário de pessoas próximas ao candidato José Serra ainda merece maior destaque e atenção – para os cidadãos interessados em preservar a lisura do Estado brasileiro – a sentença do juiz Antônio Carlos Macedo da Silva, da 8ª Vara Federal (DF), que concedeu ao vice-presidente do PSDB, Eduardo Jorge, o direito de acesso aos autos de investigação de sua quebra de sigilo fiscal.

De acordo com o ex-secretário da Receita Federal Everardo Maciel, que há alguns dias revelou ao Poder Online sua opinião de que quem violou o sigilo de Eduardo Jorge também teria feito o mesmo com outras pessoas, a sentença de Macedo da Silva é um indicador do possível desdobramento jurídico do caso.

O juiz aponta uma “relação promíscua entre alguns setores da Administração Pública e alguns setores da imprensa”, sublinha Maciel. Para ele, caso a Polícia Federal consiga estabelecer o que o mundo político desconfia, ou seja,  que o material teria sido liberado por servidores para jornalistas produzirem dossiês para serem usados na campanha do PT, a Justiça já apontou os possíveis culpados.

Maciel destaca que, em seis páginas, o juiz produziu uma peça jurídica “exemplar na história do Direito”. Macedo da Silva escreve:

– A primeira pergunta seria: que Estado é esse?

Em seguida, derruba, uma por uma, todas as argumentações de defesa do governo Lula sobre o caso da quebra de sigilos, com admirável demonstração de cultura.  E termina pedindo “tolerância zero” por parte da Administração Pública e do Poder Judiciário.

Autor: Tags: , , , , , ,

sábado, 28 de agosto de 2010 Eleições | 09:29

Álvaro Dias defende discussão da quebra do sigilo na campanha

Compartilhe: Twitter

O senador tucano Álvaro Dias (PR) admite que os tucanos apostam na repercussão do vazamento do sigilo fiscal do vice-presidente do PSDB, Eduardo Jorge, como uma forma de atrair votos para o presidenciável José Serra.

Mas ele não concorda com os petistas que isso seja uma forma oportunista de tentar estancar a queda de Serra nas pesquisas.

 — O assunto tem que entrar na campanha, porque o povo precisa despertar e reagir contra esse tipo fascismo moderno. Apesar da banalização do crime nesse governo, temos que dar a exata dimensão para a população do que é quebrar de sigilo para prejudicar um candidato. Isso é querer ganhar a eleição a qualquer preço.

Autor: Tags: , , ,

sexta-feira, 27 de agosto de 2010 Eleições | 05:01

PSDB quer colocar quebra de sigilo na campanha, mas o PT não aceita

Compartilhe: Twitter

Cândido Vaccarezza

A ordem entre os tucanos é centrar fogo na questão do vazamento do sigilo fiscal do vice-presidente do PSDB, Eduardo Jorge Caldas Pereira.

A ideia é tentar usar o caso para atingir a candidatura da petista Dilma Rousseff à Presidência. E torcer para que isto ajude a estancar a queda de José Serra nas pesquisas.

No lado do PT, a ordem é inversa, tentar fugir dessa briga.

O líder do governo na Câmara, Cândido Vaccarezza (PT-SP), explica:

— Isso aí não é um caso polítco. É caso de polícia. Nós não aceitaremos que tentem enfiar isso na campanha, transformar escândalo em tábua de salvação. Não tem nada a ver com o PT, nem com eleição. Quem rompeu o sigilo tem que ser preso, e quem fraudou o fisco, também. Só isso.

Autor: Tags: , , ,

quinta-feira, 26 de agosto de 2010 Eleições | 14:08

Caso dossiê: PT anuncia processo contra Serra

Compartilhe: Twitter

O deputado José Eduardo Cardozo concovou agora uma coletiva de imprensa, em Brasília, para anunciar que o PT vai abrir um processo contra o candidato do PSDB a presidente, José Serra, por suas declarações cobrando de Dilma Rousseff explicações sobre o uso das informações de sigilo fiscal dos tucanos em produção de dossiês.

Agora há pouco, durante palestra na Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ), Serra voltou a cobrar explicações de Dilma e, informado sobre a abertura do processo, afirmou que o PT sempre se faz de vítima.

(Atualizado às 14h40)

Autor: Tags: , , , , , ,

terça-feira, 24 de agosto de 2010 Brasil | 20:43

Eduardo Jorge obtém inquérito da Receita Federal sobre sua quebra de sigilo

Compartilhe: Twitter

Precisamente às 20 horas e 29 minutos desta terça-feira o vice-presidente do PSDB, Eduardo Jorge, abria o documento com as informações levantadas pela Receita Federal em inquérito sobre a quebra de seu sigilo.

Ao Poder Online, ele disse pelo celular que deveria passar boa parte da noite analisando os dados e que amanhã decidiria sobre o que levaria a público do material.

Sua advogada foi hoje mesmo à sede do Ministério da Fazenda receber os documentos, logo depois de o tucano ter conseguido, na Justiça de Brasília, liminar para ter acesso ao conteúdo.

Autor: Tags: , ,

quarta-feira, 14 de julho de 2010 Eleições | 12:53

Cartaxo sobre vazamentos: não sei, não vi

Compartilhe: Twitter

Mais uma vez deve prevalecer no governo a estratégia do ‘não sei’.Depois de Lula e de Dilma Rousseff, hoje foi a vez do secretário da Receita Federal Otacílio Cartaxo.

Em depoimento na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) do Senado, Cartaxo confirmou o vazamento de informações fiscais do vice-presidente do PSDB, Eduardo Jorge Caldas Pereira, e do empresário Guilherme Leal, candidato a vice-presidente da República na chapa de Marina Silva.

Disse que sabia até o nome dos funcionários, mas disse que não sabia de nada. O secretário adotou o “não sei, não vi e não ouvi” durante todo o depoimento à CCJ, que acaba de terminar.

Autor: Tags: , , , , , , ,