Publicidade

Posts com a Tag Eduardo Paes

quarta-feira, 31 de outubro de 2012 Congresso, Eleições | 16:30

Pote até aqui de mágoas…

Compartilhe: Twitter

A campanha à Prefeitura do Rio deixou mágoas.

Candidato derrotado do DEM, o deputado federal Rodrigo Maia, disse que sua relação com o prefeito reeleito Eduardo Paes (PMDB) é de “convergência recíproca de nenhum interesse”.  

“Perdemos a eleição e não vamos conversar com ninguém. Nem ele quer e nem nós queremos”

Autor: Tags: ,

terça-feira, 30 de outubro de 2012 Brasil, Cidades | 09:14

Eduardo Paes começa seu novo governo

Compartilhe: Twitter

Prefeito reeleito do Rio, Eduardo Paes (PMDB) resolveu não esperar o dia 1º de janeiro para iniciar seu novo mandato.

O Diário Oficial publica hoje a troca de funções de um de seus principais auxiliares: Carlos Roberto Osorio deixa a Secretaria de Conservação e Serviços Públicos  e assume a de Transportes.

O coronel do Corpo de Bombeiros Marcus Belchior Corrêa Bento assume o antigo posto de Osorio.

Bento trabalhava no gabinete de Paes.

Autor: Tags: , ,

Brasil, Governo | 09:00

Temer quer “nacionalizar” Cabral e Paes

Compartilhe: Twitter

O vice-presidente Michel Temer quer que o governador do Estado do Rio, Sérgio Cabral, e o prefeito da capital, Eduardo Paes, se envolvam em discussões nacionais, mais amplas.

Em almoço no Rio, Temer disse que os dois colegas de partido estão muito ligados a temas regionais.

Autor: Tags: , ,

quinta-feira, 18 de outubro de 2012 Copa 2014 | 15:03

Outro Eduardo, outro José Maria

Compartilhe: Twitter

Numa solenidade hoje, no Rio, o presidente da CBF, José Maria Marin, confundiu o nome do prefeito do Rio com o do governador de Pernambuco e chamou Eduardo Paes de “Eduardo Campos”. De vingança, Paes iniciou seu discurso saudando o povo pernambucano, em especial os moradores de Recife e de Garanhuns.
O aliado Sérgio Cabral foi na mesma linha: puxou pela memória o nome de um ex-ministro da Fazenda e tratou Marin de “José Maria Alckmin”.

Autor: Tags: , ,

quinta-feira, 6 de setembro de 2012 Eleições | 05:01

Dilma e as gravações para campanha: uma no ferro e outra na ferradura

Compartilhe: Twitter

Além de ter gravado ontem sua participação no programa de TV de Fernando Haddad (PT) para prefeito de São Paulo, a presidenta Dilma Rousseff também gravou para dois outros candidatos:  o petista  Patrus Ananias, em Belo Horizonte, e o peemedebista Eduardo Paes, no Rio de Janeiro.

Segundo o comando nacional do PT, a gravação para Eduardo Paes neutraliza eventuais protestos de aliados.

Mais ou Menos. Já que Patrus Ananias concorre contra o prefeito Márcio Lacerda, que é do aliado PSB.

Mas Dilma baseia-se no fato de que foi liberada pelo próprio presidente nacional do PSB, o governador de Pernambuco, Eduardo Campus, pois foi Lacerda que rompeu com o PT local.

Em contrapartida, a presidenta ainda não gravou para o candidato do PT no Recife, Humberto Costa, que concorre contra Geraldo Júlio, do PSB.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , ,

quarta-feira, 22 de agosto de 2012 Eleições | 08:17

Por que Lindbergh se afasta de Sérgio Cabral

Compartilhe: Twitter

Antes alinhadíssimo com o governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral (PMDB), o senador Lindbergh Farias (PT-RJ) resolveu criticar o governo do Estado por abanonar a Baixada Fluminense por alguns motivos:

a) Concluiu que Cabral não abrirá mão de fazer do seu vice, Pezão, o seu candidato à sucessão. Ou seja, Lindebergh, que é candidato, não poderá contar com o apoio da atual administração à sua campanha;

b) A imagem do governador está desgastada desde que seu amigo, Ferando Cavendish, dono da Construtora Delta, tornou-se um dos protagonistas da CPI do Cachoeira;

c) Lindbergh soube que vem mais chumbo grosso contra Cavendish e Cabral na CPI;

d) Se até o prefeito do Rio, Eduardo Paes (PMDB), que é candidato à reeleição, está afastando um pouco a sua imagem da de Cabral, por que ele, Lindbergh continuaria amarrado ao governador?

Autor: Tags: , , , , , , , , , ,

segunda-feira, 20 de agosto de 2012 Eleições | 07:01

Eduardo Paes e Sérgio Cabral: nem tão próximos, nem tão distantes

Compartilhe: Twitter

A ordem no comando da campanha de Eduardo Paes (PMDB) a prefeito do Rio é não negar sua proximidade com o governador Sérgio Cabral (PMDB), mas também não chamar atenção para isso.

É como aquele velha história da política: não andar tão rápido que pareça estar com medo, nem tão lento que pareça provocação…

Autor: Tags: , , ,

segunda-feira, 13 de agosto de 2012 Eleições | 09:23

Candidato à reeleição, prefeito do Rio faz a festa com bandeira olímpica

Compartilhe: Twitter

Candidato à reeleição, o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PMDB), está em estado de graça com imagens divulgada ontem para o mundo inteiro dele recebendo a bandeira olímpica e desfraldando-a em plena cerimônia de encerramento das Olímpiadas de Londres.

Tanto que deve repetir a cena daqui a pouco, às 17h, quando desembarca no aeroporto do Galeão.

Eduardo Paes promete apresentar a  bandeira olímpica já da janela da aeronave da Air France, ainda na pista, logo após a aterrisagem no Galeão.

Autor: Tags: , , , , ,

terça-feira, 7 de fevereiro de 2012 Brasil | 19:56

Niemeyer visita obras do Sambódromo no Rio

Compartilhe: Twitter

O arquiteto Oscar Niemeyer, 104 anos, visitará amanhã, ao meio-dia, as obras do Sambódromo do Rio de Janeiro. A previsão é que a reforma termine no domingo.

Com as obras, a Sapucaí retomará o traçado original desenhado por Niemeyer há quase 30 anos.

O prefeito Eduardo Paes (PMDB) acompanhará a vistoria.

Autor: Tags: , , ,

domingo, 27 de novembro de 2011 Eleições | 06:08

Aliança de PT e PMDB no Rio aumenta pressão sobre Chalita

Compartilhe: Twitter

O deputado Gabriel Chalita (Foto: Alex Silva/AE)

A aliança do PT e do PMDB no Rio de Janeiro deve aumentar a pressão do ex-presidente Lula sobre o pré-candidato peemedebista a prefeito de São Paulo, Gabriel Chalita, para ser vice do ministro Fernando Haddad.

– É um argumento bom que o Rui Falcão vai ter quando sentar à mesa com o PMDB de São Paulo. Se o PT está abrindo mão de candidatura no Rio de Janeiro e apoiando o PMDB, nada mais justo que reivindicar o apoio em São Paulo – afirma o vereador Adilson Pires, integrante do Diretório Nacional do PT e indicado como pré-candidato a vice do prefeito Eduardo Paes.

Pires garante que o acordo do Rio independe de São Paulo e nunca foi um “gesto casado”. Mas reconhece que “facilita muito” o entendimento e coloca o PT e o PMDB praticamente juntos se não no primeiro, mas – “na pior das hipóteses” – no segundo turno da eleição paulistana.

Autor: Tags: , , , , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. 3
  5. 4
  6. Última