Publicidade

Posts com a Tag energia

quinta-feira, 27 de março de 2014 Eleições | 13:30

Palácio dos Bandeirantes terá paineis de energia solar

Compartilhe: Twitter

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), anuncia nesta quinta-feira (27) a construção de duas usinas fotovoltaicas – que transformam energia solar em energia elétrica por meio de placas. A crise energética é um dos temas que deverão pautar o debate eleitoral deste ano.

Geraldo Alckmin (Foto: Tiago Queiroz/AE)

Geraldo Alckmin (Foto: Tiago Queiroz/AE)

Em Votuporanga, no oeste paulista, será construída a primeira usina fotovoltaica comercial do país, que começará a gerar energia a partir de março do ano que vem, custará R$ 32,5 milhões e produzirá 7 megawats pico de energia, que será vendida para um shopping da cidade. A empresa responsável pelo investimento é a espanhola Solarium.

No embalo da energia renovável, Alckmin também anuncia a construção, por meio de um convênio entre a AES Eletropaulo e a Casa Civil, de uma usina fotovoltaica no telhado do Palácio dos Bandeirantes, sede do governo paulista -será a primeira a usar esse tipo de energia. A usina deverá produzir cerca de 30% de toda a energia usada no local e tem previsão de começar a operar no ano que vem.

Leia também: Setor energético é o calcanhar de Aquiles na reeleição de Dilma

Autor: Tags: , , , , , ,

segunda-feira, 8 de outubro de 2012 Congresso | 08:01

Senado cobra explicações sobre apagões

Compartilhe: Twitter

Membro da Comissão de Infraestrutura do Senado, Ricardo Ferraço (PMDB-ES) defende a convocação de autoridades da área de energia elétrica para explicar os apagões que atingiram várias partes do país nos últimos dias:

— Estamos analisando a medida provisória 579, queprorroga concessões, reduz tarifas e mexe estruturalmente no marco regulatório do setor elétrico. Portanto, acho que precisamos convocar autoridades do Poder Executivo para que possamos conhecer o exato teor das fragilidades do sistema antes de votá-la.

Autor: Tags: , , ,

sexta-feira, 31 de agosto de 2012 Economia | 15:00

Governo pretende reduzir em 30% o custo de energia elétrica para a indústria

Compartilhe: Twitter

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, disse a empresários, durante reunião na semana passada em que ficou estabelecida a prorrogação do IPI, que vem aí uma redução considerável no custo da energia para a produção industrial no país.

Mantega não fixou valores, mas confidenciou que o governo trabalha com a possibilidade de reduzir em 30% o custo da energia.

O anúncio deve ser feito na semana que vem pela presidenta Dilma Rousseff, quando serão definidas as novas regras para as concessões de energia elétrica.

Autor: Tags: ,

quarta-feira, 1 de agosto de 2012 Governo | 14:57

Dilma faz acertos do pacote de bondades de Agosto

Compartilhe: Twitter

Agenda oficial de hoje da presidenta Dilma Rousseff:

Às 10h, no Palácio do Planalto, com o ministro da Fazenda, Guido Mantega. Às 15h, Dilma recebe o ministro dos Transportes, Paulo Sérgio Passos, e às 17h, o ministro-chefe da Secretaria de Portos, Leônidas Cristino.

Em outras palavras: a presidenta está acertando os detalhes do pacote de bondades de agosto, especialmente os cortes nos gastos de transportes, via rediscussão das concessões de portos e rodovias. Os cortes nos gastos de energia vêm pela revisão das concessões das empresas de distribuição.

Nada a ver com o julgamento do mensalão…

Autor: Tags: , , , ,

domingo, 7 de agosto de 2011 Governo | 13:20

Senador petista acusa Aneel de trabalhar por aumento do preço da energia

Compartilhe: Twitter

Governista de carteirinha, o senador Walter Pinheiro (PT-BA) foi ao plenário na quinta-feira reclamar contra uma das agências reguladoras do governo, a Aneel (Agência Nacional de  Energia Elétrica).

No dia seguinte, o Rio de Janeiro sofreu um apagão. Mais um desses blecautes que têm atingido ora uma, ora outra cidade ou região do país.

Em entrevista ao Poder Online, Walter Pinheiro responsabiliza a Aneel por mais este prejuízo à população e lança suspeitas sobre o órgão:

Poder Online — No seu discurso, o senhor criticou o fato de a Aneel querer reduzir a meta de produção de energias renováveis no país.

Walter Pinheiro — Pois é. Ainda bem que  o Ministério das Minas e Energia obrigou-os a voltar atrás e manteve a meta de 4,3 mil Megawatts/ano. A Aneel queria reduzir a meta à metade.

Poder Online — E o que isso significa?

Walter Pinheiro — Significa que, com a diminuição da expectativa de produção de energia, o preço do quilowatt de energia elétrica iria aumentar. Quem defendeu isso na Aneel entende muito mais do assunto do que eu, então sabia muito bem a quem interessa essa diminuição da meta e o aumento de preços.

Poder Online — O senhor responsabiliza a Aneel de alguma forma pelos apagões que têm ocorrido?

Walter Pinheiro — Claro. Costumo dizer que uma agência reguladora não é uma caixa registradora. Cabe à agência se antecipar, fiscalizar, para que os problemas não ocorram.

Poder Online — Mas ela tem multado…

Walter Pinheiro — A multa, por exemplo, pelo apagão que ocorreu meses atrás no Nordeste, nunca pagará os prejuízos causados aos cidadãos e às empresas. Quem vai pagar pelo grande prejuízo sofrido pelo Polo de Camaçari? Multa não adianta, a agência tem que se antecipar para evitar o problema. E o pior é que essas multas acabam não sendo pagas.

Poder Online — Como assim?

Walter Pinheiro — Ora, as concessionárias recorrem à Justiça. A Light, do Rio de Janeiro, não pagou multa alguma. A Coelba, da Bahia, a Eletrosul, a Eletronorte também não pagaram. Não vi até hoje uma ação contundente da Aneel sobre a Chesf por conta do apagão no Nordeste.

Poder Online — Qual a origem desses apagões?

Walter Pinheiro — É a questão da renovação das concessões de energia elétrica. 68% dos contratos do sistema de distribuição e mais de 70% das concessões para geração de energia vemcem até 2015. Isso deixa as empresas no ar, sem saber se continuarão com o negócio. Aí diminuem ou estancam os investimentos e os problemas na rede aumentam.

Poder Online — E qual a solução?

Walter Pinheiro — Defendo que o governo edite uma medida provisória renovando ou prorrogando as concessões que estão funcionando e promovendo novos leilões para aumentar o número de empresas e atores no processo, o que aumentaria também a oferta de energia.

Veja abaixo o discurso de Walter Pinheiro no Senado, na quinta-feira:

Autor: Tags: , , ,

segunda-feira, 25 de julho de 2011 Governo | 17:53

Líder do PR já cobra de Dilma faxina também na ANP

Compartilhe: Twitter

Diante das denúncias de esquema de propina na Agência Nacional de Petróleo (ANP), o líder do PR na Câmara, Lincoln Portela (MG) cobrou da presidenta Dilma Rousseff a mesma postura que ela teve no caso dos Transportes.

Na ocasião, Dilma afastou quatro integrantes da cúpula do ministério — comandado pelo PR — no mesmo dia em que surgiram denúncias de corrupção na pasta.

— Estou esperando a balança funcionar. Foi ela [Dilma Rousseff] mesmo quem falou que teria a mesma atitude em casos de denúncia de corrupção — afirmou ao Poder Online.

Autor: Tags: , , , , , ,

segunda-feira, 27 de dezembro de 2010 Estados | 11:28

Alckmin separa Energia e Saneamento em duas secretarias

Compartilhe: Twitter

Geraldo Alckmin (Foto: AE)

Se não houver nenhum soluço no que estava previsto antes de sua internação para tratar de problemas digestivos, na semana passada, o governador eleito Geraldo Alckmin deve mesmo separar as áreas de Energia e Saneamento em duas secretarias.

A avaliação de Alckmin é que as duas áreas cresceram muito no estado e merecem ser administradas separadamente. O tucano recebeu estudos do físico José Goldemberg dando conta de que o aumento da produção de energia pela cana-de-açúcar é tão grande em São Paulo que tem o potencial de uma usina de Itaipu (14.000 MW de potência e responsável por quase 20% da energia consumida no país).

Na área de Saneamento, o crescimento da Sabesp explicaria a necessidade de uma secretaria só para esta área. Nas duas secretarias, Alckmin pretende destacar o papel do Estado como indutor de novos investimentos.

Autor: Tags: , , , ,

quarta-feira, 30 de junho de 2010 Congresso | 09:02

Comissão da Câmara decide se Brasil pagará mais por Itaipu

Compartilhe: Twitter

Está para começar a votação na Comissão de Assuntos Exteriores  do Projeto de Decreto Legislativo  do Executivo que prevê o aumento dos pagamentos anuais — de cerca de R$ 222 milhões para cerca de R$ 666 milhões — feitos pelo Brasil ao Paraguai pela energia de Itaipu. A matéria promete esquentar as discussões entre a base oposicionista e a governista, que quer aprovar o projeto antes da próxima reunião de Lula com o presidente do Paraguai, Fernando Lugo.  

– O assunto é polêmico. A oposição acha que o Brasil está cedendo demais para o Paraguai – disse ao Poder Online o deputado Emanuel Fernandes (PSDB-SP), atual presidente da CAE.

Autor: Tags: , , ,

sexta-feira, 28 de maio de 2010 Eleições | 13:10

Guerra e Dutra em novo debate

Compartilhe: Twitter

Enquanto José Serra reclama da falta de debate direto entre os candidatos – até agora só ocorreram sabatinas -, os presidentes do PSDB, Sérgio Guerra, e do PT, José Eduardo Dutra, partem para o segundo enfrentamento nesta fase de pré-campanha.

Desta vez o tema é energia. O evento ocorre dia 1º, em São Paulo, e é organizado pela Abrace (Associação Brasileira de Grandes Consumidores Industriais de Energia e de Consumidores Livres).

Autor: Tags: , , , , , ,