Publicidade

Posts com a Tag ES

terça-feira, 17 de abril de 2012 Congresso | 06:01

Senador governista xinga Mantega de arrogante e diz que governo vai “passar o rodo” na guerra dos portos

Compartilhe: Twitter

Hoje a Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado deve votar a chamada Resolução 72, uma proposta do governo para unificar a alíquota do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) em 4% como mecanismo de extinção da guerra dos portos (incentivos fiscais estaduais para produtos importados).

Ontem o assunto foi discutido entre o ministro da Fazenda, Guido Mantega, e os governadores de Espírito Santo, Renato Casagrande (PSB); Goiás, Marconi Perillo (PSDB); e Santa Catarina, Raimundo Colombo (PSD). Eles argumentam que seus estados — que se beneficiavam de serem os únicos a praticar a alíquota reduzida — perderão o incentivo e, com isso, sofrerão queda abrupta de arrecadação.

Não houve acordo. Os governadores propuseram um período de transição, mas Mantega quer a unificação imediata.

O senador governista Magno Malta (PR-ES) subiu à tribuna e contou que os governadores saíram com a certeza de que “o governo vai passar o rodo”,  hoje na CAE, contra os três estados.

Malta chamou Mantega de arrogante e disse que sua reunião com os governadores parecia “conversa de bêbado com delegado”.

Comparou o ministro ao antecessor, Antonio Palocci, demitido em meio a denúncias, e vaticinou:

— Olha, seu Guido Mantega, a arrogância precede a ruína.

Veja:

Autor: Tags: , , , , , , ,

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012 Eleições | 06:01

Governador nega apoio à ex-ministra para prefeita de Vitória

Compartilhe: Twitter

A petista Iriny Lopes deixou o cargo de ministra-chefe da Secretaria Nacional de Políticas para as Mulheres a fim de concorrer a prefeita de Vitória.

Mas ela não contará com o apoio do governador do Espírito Santo, Renato Casagrande.  E não é porque o governador já tenha declarado apoio a algum candidato de seu partido, o PSB.

Em entrevista ao Poder Online, Casagrande declarou que só apoiará um nome: o do ex-governador Paulo Hartung (PMDB), que ainda não decidiu se será candidato;

Autor: Tags: , , , ,

terça-feira, 15 de novembro de 2011 Congresso | 07:01

Crivella: Dilma prometeu defender os estados produtores de petróleo

Compartilhe: Twitter

Na edição fluminense do programa “Jogo do Poder” — transmitida pela CNT e apresentada pelo jornalista Ricardo Bruno —  o senador Marcelo Crivella (PRB-RJ) contou que, na reunião com os líderes da base governista, semana passada no Palácio do Planalto,  a presidenta Dilma Rousseff não prometeu apenas fazer uma nova rodada do encontro para discutir exclusivamente a distribuição dos royalties do pretóleo, conforme o noticiado.

Segundo Crivella, depois da reunião, numa conversa reservada com ele, o senador Magno Malta (PR-ES) e o líder do PRB na Câmara, Vitor Paulo (PRB-RJ), Dilma disse textualmente que é contra o modelo de redistribuição dos royalties aprovado no Senado.

Crivella contou que Dilma pediu reserva sobre essa conversa. O programa, que foi ao ar domingo, é transmitido apenas para o Rio de Janeiro, e possivelmente por isso o senador sentiu-se à vontade para revelar a história, apesar de — segundo ele próprio — a presidenta ter pedido que não o fizesse.

Crivella conta ainda que os parlamentares do Rio falaram com o ex-presidente Lula sobre o assunto e que Lula também se comprometeu a intervir em favor dos estados produtores de petróleo.

O fato é que esta versão de Crivella sobre o novo posicionamento de Dilma se espalhou pelas bancadas do Rio de Janeiro e do Espírito Santo.

Por conta disso, os deputados dos dois estados suspenderam a estratégia de obstrução das sessões da Câmara na semana passada e votaram em peso a favor da prorogação da DRU (Desvinculação das Receitas da União).

Veja trechos da entrevista de Marcelo Crivella ao “Jogo do Poder”:

Autor: Tags: , , , , ,

quarta-feira, 21 de setembro de 2011 Congresso | 08:03

Câmara finalmente discutirá fim de aposentadorias vitalícias a políticos

Compartilhe: Twitter

Após saga que durou quase oito meses, o deputado Lelo Coimbra (PMDB-ES) finalmente conseguiu as 171 assinaturas necessárias para protocolar proposta que acaba com aposentadorias vitalícias para presidentes, governadores e prefeitos.

Para não correr o risco de apresentar a PEC, e algum deputado retirar o nome, Lelo afirmou que vai recolher mais algumas assinaturas essa semana:

— É melhor conseguirmos umas 200 para garantir — disse.

Ainda no começo da legislatura, Lelo reclamou ao Poder Online da resistência dos parlamentares em, ao menos, colocar a matéria em discussão na Casa:

Autor: Tags: , , ,

segunda-feira, 29 de agosto de 2011 Estados | 09:11

Cabral debate divisão de royalties em seminário no Espírito Santo

Compartilhe: Twitter

O governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, participará hoje em Vitória, no Espírito Santo, de seminário para tratar da divisão dos royalties do petróleo.

O evento, organizado pelo Instituto Brasileiro de Executivos de Finanças, acontecerá às 16h no Palácio Anchieta.

Na sexta-feira, será a vez de o senador Wellington Dias (PT-PI) debater sua proposta ao lado dos capixabas Ricardo Ferraço (PMDB) e Ana Rita (PT).

Autor: Tags: , , , , ,

terça-feira, 16 de agosto de 2011 Estados | 16:03

Casagrande cobra participação do governo nas negociações sobre royalties

Compartilhe: Twitter

O governador de Espírito Santo, Renato Casagrande, afirmou que agora só o governo para resolver impasse dos estados produtores e não produtores do petróleo sobre a divisão dos royalties do pré-sal.

— Para conseguir acordo agora, o governo federal vai ter de coordenar as negociações. Estamos aguardando o governo nos chamar para continuarmos as conversas — disse ao Poder Online.

Segundo Casagrande, a última reunião dos estados com os ministros Edison Lobão (Minas e Energia) e o secretário-executivo da Fazenda, Nelson Barbosa, aconteceu há mais de um mês.

Autor: Tags: , , , ,

sexta-feira, 8 de outubro de 2010 Eleições | 05:02

Candidato derrotado a governador do Espírito Santo deve voltar ao BNDES: “Serei o sub do sub do quinto subsolo”

Compartilhe: Twitter

 O deputado e ex-prefeito de Vitória Luiz Paulo Vellozo Lucas (PSDB-ES) concorreu ao governo de seu Estado. Foi derrotado por larga margem pelo senador Renato Casagrande (PSB), que contou com o apoio do presidente Lula.

Velozzo Lucas é outro sem-mandato presente no evento de campanha para o segundo turno que o tucano José Serra promoveu em Brasília esta semana.

Bem-humorado, ele lembrou que é um bom economista e funcionário de carreira do Banco Nacional de  Desenvolvimento Econômico e Social, o BNDES, para onde deve voltar no ano que vem. Mas não espera uma grande recepção:

Autor: Tags: , , , ,

sábado, 17 de julho de 2010 Eleições | 08:30

Lula desconfia de Paulo Hartung

Compartilhe: Twitter

Em sua passagem por Vitória, o presidente Lula abordou o senador Gerson Camata (PMDB), profundo conhecedor da política local:

— Afinal, Gerson, o Paulo Hartung está apoiando a Dilma?

O governador Paulo Hartung (PMDB) é conhecido por, digamos, sua extrema habilidade política. Foi eleito pelo PSB, quando Garotinho era candidato a presidente, mas oscilou entre o apoio a José Serra e Lula. Hoje, formalmente apoia a petista Dilma Rousseff, mas é amicíssimo do tucano José Serra. No seu próprio Estado, declarou apoio a Renato Casagrande (PSB) para governador, tendo descartado seu primeiro candidato, o vice-governador Ricardo Ferraço.  Mas é amigo do peito mesmo do adversário, o tucano Luiz Paulo Veloso Lucas.

— Ele está com a Dilma. Eu garanto — respondeu o senador.

Em tempo: a esposa de Gerson Camata, deputada Rita Camata (PSDB), está em campanha aberta por José Serra.

Autor: Tags: , , , , ,

terça-feira, 22 de junho de 2010 Congresso | 11:00

Mandado contra a Emenda Ibsen

Compartilhe: Twitter

Os deputados tucanos Luiz Paulo Vellozo Lucas e Rita Camata, do Espírito Santo, entraram ontem com mandado de segurança no Supremo Tribunal Federal, para impedir a votação na Câmara da chamada Emenda Ibsen — que redistribui igualmente entre todos os Estados os royalties do pré-sal. 

– Essa matéria é inconstitucional. O parágrafo I do artigo 20 diz que o rateio deve ser feito entre a União e os estados e municípios produtores de Petróleo. Então, ela deveria ter sido apresentada como Emenda Constitucional, e não como Lei Ordinária — alega Luiz Paulo.

Até aí, tudo bem.  Mas o STF não costuma impedir votações no Congresso. Costuma decidir, depois de votada, se uma lei é inconstitucional.

Autor: Tags: , , , ,

sábado, 12 de junho de 2010 Estados | 13:24

Paulo Hartung segue Cabral: não aparece na Convenção, mas manda todo o Espírito Santo

Compartilhe: Twitter

O governador do Espírito Santo, Paulo Hartung, copiou o colega do Rio, Sérgio Cabrtal, no boicote de mentirinha à Convenção do PMDB: também não foi, mas mandou todos os convencionais.

Só o vice-governador e candidato ao Senado, Ricardo Ferraço, também não apareceu. Ferraço era candidato a governador, mas Hartung puxou-lhe o tapete e passou a apoiar Renato Casagrande.

Autor: Tags: , , , , , , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. Última