Publicidade

Posts com a Tag escritório da presidência

quinta-feira, 6 de dezembro de 2012 Brasil | 14:45

Os privilégios de Rosemary

Compartilhe: Twitter

Procurador da República com larga experiência no combate a corrupção e ao crime organizado, o senador Pedro Taques (PDT-MT) ainda não entendeu porque Rosemary Noronha não foi presa e nem “grampeada” pela Polícia Federal na Operação Porto Seguro.

“Havia todos indícios para que ela fosse grampeada e presa. Ela fazia parte da organização criminosa e participou dos mesmos atos que os demais”, afirma Taques, que faz parte da base do governo. Rose foi indiciada e seu apartamento em São Paulo foi alvo de buscas da polícia.

Embora tenha elogiado a atuação da Polícia Federal, o senador Álvaro Dias (PSDB-PR) acha que houve um acordo de bastidor envolvendo a cúpula do governo para que Rose fosse poupada.

Pela hipótese levantada pelo senador paranaense, a polícia nem pediria à justiça o monitoramento de Rose. O sistema de grampo da PF, conhecido por Guardião, é altamente auditável. Uma vez interceptado o telefone, tudo ficaria armazenado.

A blindagem, então, passaria também pela decisão de restringir a apreensão de e-mails e as ligações de Rose com os demais membros da quadrilha.

A explicação da Polícia Federal é que a participação de Rose no esquema não justificava grampo nem prisão.

Autor: Tags: , , ,