Publicidade

Posts com a Tag exportações

segunda-feira, 25 de maio de 2015 Política | 18:40

Dilma espera inaugurar sequencia de “agendas positivas” em junho

Compartilhe: Twitter

A presidente Dilma Rousseff quer vencer logo a fase de desgaste com as votações do pacote fiscal no Congresso e com os anúncios de cortes para inaugurar uma sequência de “agendas positivas” em junho.

O governo tem preparado para o próximo mês quatro lançamentos que os interlocutores da presidente consideram capazes de ajudar a melhorar a imagem.

Além do pacote de concessões de obras em infraestrutura, Dilma também quer lançar em junho em eventos pomposos, o Plano Safra, a terceira fase do programa habitacional Minha Casa Minha Vida e um programa de incentivo às exportações, cujo desenho está sendo finalizado.

As medidas de ajuste que estão no Senado precisam ser votadas até o final deste mês para que não percam a validade.

Autor: Tags: , , , , , ,

sábado, 18 de abril de 2015 Economia | 09:00

Agência de exportações pode ganhar escritório em SP e remodelar unidades no exterior

Compartilhe: Twitter

A Agência de Promoção de Exportações (Apex) está cogitando a possibilidade de abrir um escritório em São Paulo, para dar suporte direto a empresas e entidades interessadas em vender para outros países. A agência vê potencial de intensificar os negócios diante do ajuste fiscal e da perspectiva de uma retração no consumo interno.

Em relação à estratégia de atuação no exterior, a agência está levantando informações para ver onde há potencial maior de obter um desempenho superior e onde o resultado está abaixo do investimento.

Cuba, por exemplo, nunca esteve no radar da agência, mas a perspectiva de abertura comercial pode tornar o mercado interessante para o Brasil. Entre os mercados que a Apex considera interessantes estão países como África do Sul e Indonésia. Hoje, a Apex possui nove escritórios no exterior.

 

Autor: Tags: , ,

quarta-feira, 4 de maio de 2011 Diplomacia | 15:51

Temer viaja para a Rússia para encontro com Putin

Compartilhe: Twitter

Michel Temer (Foto: ABr)

Michel Temer tem um encontro marcado com o primeiro-ministro russo, Vladimir Putin, na semana que vem. O vice-presidente embarca para a Rússia, no próximo dia 13,  para participar da reunião da Comissão de Alto Nível de Cooperação Brasil-Rússia (CAN).

Presidente da comissão pelo lado brasileiro, Temer colocará em pauta a exportação de carne suína. Principal mercado para as carnes do Brasil, a Rússia tem imposto restrições temporárias às importações de carnes do Brasil. A justificativa dos russos são as questões sanitárias.

O objetivo de Temer é que a coversa com Putin, que preside a comissão pelo lado russo, minimize as barreiras impostas aos produtos brasileiros.

A ideia da viagem para Rússia surgiu no final de janeiro, quando o vice-presidente recebeu o embaixador do Brasil na Rússia, Carlos Antônio da Rocha Paranhos. Temer quer retomar as atividades da comissão, que estavam paradas desde 2006.

Autor: Tags: , , ,

quarta-feira, 8 de setembro de 2010 Economia | 14:28

Para AEB, fomento à exportação é devolução atrasada de ICMS

Compartilhe: Twitter

Saiu hoje no Diário Oficial da União a liberação R$ 1,9 bilhão que o governo anuncia como verba destinada a fomentar as exportações nos estados e municípios. No entanto, o vice-presidente da Associação de Comércio Exterior do Brasil (AEB), José Augusto de Castro, afirma que esse dinheiro não é nenhum estímulo à exportação.

Ao contrário, é apenas parte do dinheiro arrecadado com o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), que o governo precisa repassar para os estados e municípios. A regra é: 25% da arrecadação deve voltar para os municípios, e 75% para os estados.  

— O governo está divulgando esse pagamento com uma outra roupagem. Na verdade, o repasse é uma obrigação do governo, que está ressarcindo os estados e municípios. Não está estimulando a exportação coisa nenhuma, está cumprindo, e com atraso, o seu dever.

Autor: Tags: , , ,

quinta-feira, 19 de agosto de 2010 Economia | 18:21

Ministério do Desenvolvimento bate de frente com a Receita Federal

Compartilhe: Twitter

É por essas e outras que tem gente graúda no Ministério do Desenvolvimento Indústria e Comércio defendendo, como bandeira para o próximo governo, que seja retirada da Receita Federal a área de aduana, ou seja, a alfândega, a fiscalização das importações e exportações.

O raciocínio é que, no mundo inteiro, os governos separam as áreas de arrecadação e de fiscalização, exatamente para evitar conflitos entre a burocracia e o mundo real.

Autor: Tags: , ,