Publicidade

Posts com a Tag Fernando Bezerra

quinta-feira, 26 de janeiro de 2012 Partidos | 10:03

Michel Temer e Eduardo Campos lideram guerra surda entre o PMDB e o PSB na base governista

Compartilhe: Twitter

O vice-presidente Michel Temer (Foto: Léo Barrilari/Frame/AE)

Vice-presidente da República e presidente licenciado do PMDB, Michel Temer é um homem educado. Não vai sair por aí dizendo impropérios acerca do governador de Pernambuco e presidente nacional do PSB, Eduardo Campos.

Mas Temer está irritadíssimo com Campos. Vê nos gestos do PSB, nos últimos tempos, uma estratégia clara de enfrentamento com o PMDB.

Não bastasse o próprio Eduardo Campos se insinuar como possível vice na chapa pela reeleição de Dilma Rousseff, o PSB ainda aliou-se nacionalmente ao PSD de Gilberto Kassab e ameaça formar um bloco na Câmara capaz de atropelar a eleição do líder do PMDB, Henrique Eduardp Alves (RN) para presidente da Casa.

E agora essa história da debnúncias contra o presidente do Departamento Nacional de Obras Contra a Seca (Dnocs), Elias Fernandes Neto, indicado para o cargo pelo próprio Henrique Eduardo Alves. O PMDB vê aí mais um gesto de guerra do PSB, cujo ministro da Integração, Fernando Bezerra, que é afilhado político de Eduardo Campos, se apressou em anunciar a demissão do peemedebista.

Autor: Tags: , , , , , , , ,

sábado, 21 de janeiro de 2012 Governo | 16:27

PMDB tenta segurar aliado em órgão da Integração Nacional

Compartilhe: Twitter

O líder do PMDB na Câmara, Henrique Eduardo Alves (RN), ligou hoje para o ministro da Integração, Fernando Bezerra, para se informar sobre a demissão do seu aliado político, Elias Fernandes, da diretoria-geral do Departamento Nacional de Obras contra a Seca (DNOCS).

— O ministro me disse que só foi definida a saída do diretor administrativo-financeiro Albert Gradvohl. Inclusive vai sair no Diário Oficial desta segunda-feira. O Elias continua.

Para o lugar de Gradvohl foi escolhido um representante da Controladoria-Geral da União. O órgão de fiscalização do governo encontrou uma série de irregularidades no departamento.

Segundo palacianos, é por isso que Dilma já definiu a saída de Elias da diretoria-geral do órgão como o Poder Online informou. Só falta definir um substituto para a exoneração ser efetivada.

Mesmo assim, o líder do PMDB ainda sai em defesa do afilhado.

— A CGU apontou alguns problemas, mas o Elias respondeu tudo. Isso faz parte do processo administrativo. A CGU não é órgão punitivo.

Autor: Tags: , , , , , ,

sexta-feira, 20 de janeiro de 2012 Governo | 18:37

Dilma demite diretor de estatal ligado a líder do PMDB

Compartilhe: Twitter

O PMDB foi comunicado na tarde de hoje que o diretor-geral do Departamento Nacional de Obras e Secas (Dnocs), Elias Fernandes, será exonerado.

O principal motivo seria suspeita de corrupção no órgão.

A decisão foi tomada pela presidenta Dilma Rousseff hoje, mas será executada pelo ministro da Integração, Fernando Bezerra (PSB).

A demissão de Fernandes vai gerar uma crise com o PMDB, já que o diretor é uma indicação pessoal do líder da bancada do partido na Câmara, Henrique Eduardo Alves (RN). Revoltados, peemedebistas veem a participação do PSB no processo de fritura de Fernandes.

Autor: Tags: , , , , ,

terça-feira, 17 de janeiro de 2012 Governo | 13:58

Bezerra sente esfriar a crise e encontra Dilma

Compartilhe: Twitter

Principal foco de denúncias contra o governo no início deste ano, o ministro Fernando Bezerra (Integração Nacional) acredita que começou a sair da crise.

Às vésperas da reforma ministerial, ele retoma a rotina de reuniões. Hoje à tarde, terá um encontro com a presidenta Dilma Rousseff.

Hora de decidir se é melhor deixar o governo com os colegas que sairão, ou se dá para seguir em frente com os que ficam.

Autor: Tags: ,

domingo, 15 de janeiro de 2012 Partidos | 06:01

Presidente nacional do PSDB, Sérgio Guerra pisa em ovos para atacar ministro de Dilma

Compartilhe: Twitter

Deputado Sérgio Guerra (foto: José Cruz/ABr)

Presidente nacional do PSDB, o deputado Sérgio Guerra (PE) viu-se numa situação delicada com o aparecimento de denúncias contra o ministro da Integração, Fernando Bezerra.

É que Sérgio Guerra é amigo pessoal do governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), padrinho político do ministro.

Uma amizade que lhe rendeu inimigos no Estado, como o ultra  oposicionista senador Jarbas Vasconcelos (PMDB-PE).

E, agora, essa proximidade com o governador está custando ao presidente dos tucanos a suspeita de que esteja trabalhando, por baixo dos panos, pelo silêncio da oposição em relação às denúncias contra o ministro.

Em entrevista ao Poder Online, Sérgio Guerra nega atuar neste sentido, mas não esconde que está numa situação muito delicada.

Poder Online – Deputado, como o senhor está vendo as denúncias contra o ministro Fernando Bezerra?

Sérgio Guerra – Olha, não gosto de falar muito sobre isso. O ministro é de Pernambuco e estão concentrando muito a discussão nessa coisa do Estado, do Nordeste…

Poder Online – O senhor acha que está havendo um movimento da imprensa do Sul e do Sudeste contra as verbas para o Nordeste?

Sérgio Guerra – Não. Não acho que haja plano nenhum de ninguém contra ninguém. Não dá para transformar isso numa guerra de secessão. Mas, como ficou nessa história, estou evitando entrar…

Poder Online – Mas o senhor acha, afinal, que o ministro é culpado ou inocente?

Sérgio Guerra – Acho que há dois tipos de assuntos nessas denúncias. Um é em relação à liberação de verbas para Pernambuco, denúncias de que ele teria privilegiado o seu Estado de origem. As outras denúncias se referem a coisas pessoais, digamos assim, que teria havido favorecimentos a parentes. O que posso dizer é que essas liberações para Pernambuco, pelo que se viu, são de responsabilidade múltipla dentro do governo. Não foi só o ministro. Têm responsabilidade também seus colegas, a presidente da República e até governadores de diversos estados e partidos.

Poder Online – E a questão de ele ter deixado o irmão dirigindo a Codevasf (Companhia de Desenvolvimento do Vale do São Francisco), de o filho, que é deputado, ter tido liberação privilegiada de emendas?

Sérgio Guerra – Olha, isso aí tem que ser investigado. O homem público tem que esclarecer todo tipo de denúncia que apareça contra ele. Mas não quero entrar muito nessa coisa de família.

Poder Online – O que o senhor achou do depoimento do ministro no Congresso?

Sérgio Guerra – Para ser absolutamente sincero, eu não assisti.

Poder Online – Pois é. Tem essa história de que o senhor, na verdade, tem trabalhado por uma posição mais suave do PSDB em relação ao ministro, exatamente por sua ligação com o governador.

Sérgio Guerra – Olha, eu nunca neguei minha amizade com o Eduardo. Mas não estou trabalhando para suavizar nada. O papel da oposição é cobrar e nós estamos fazendo isso como deve ser feito, como em todos os casos.

Poder Online – Mas, no caso do depoimento no Congresso, a mídia registrou que as críticas foram dirigidas menos ao ministro e mais ao governo, à presidenta Dilma.

Sérgio Guerra – Sim, sim. Mas não foi só no caso do Fernando Bezerra. Também foi assim com as denúncias contra o ex-ministro do Turismo Pedro Novais (PMDB-MA). A culpa principal é do Palácio do Planalto. Não é relevante o Novais, ou o Fernando. É a presidente da República que mantém essa estrutura viciada de distribuição de cargos e benesses. Ela não diz que é a gerentona, que manda em tudo, que sabe de tudo? Então é ela quem tem que responder mesmo.

Autor: Tags: , , , , , ,

quinta-feira, 12 de janeiro de 2012 Congresso | 18:08

Governo parte para o desprezo à oposição na audiência de Bezerra

Compartilhe: Twitter

Parlamentares da base governista estão menosprezando os deputados de oposição que ainda acompanham a audiência pública com o ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra, na comissão de plantão do Congresso.

Aproveitando que a maioria dos oposicionistas já deixou a reunião, o deputado Sílvio Costa (PTB-PE) provocou:

– Eu não sei o que a oposição ainda tem para falar, mas eu ainda estou curioso em ouvir o que eles têm para dizer.

Os dois últimos parlamentares oposicionistas presentes, Arnaldo Jardim (PPS-SP) e Alexandre Leite (DEM-SP), enfrentaram dificuldades para conseguir o direito de questionar o ministro.

Autor: Tags: ,

Governo | 16:14

Bezerra faz treinamento com líderes antes de depoimento

Compartilhe: Twitter

O ministro Fernando Bezerra fala ao Congresso (Foto: Dida Sampaio/AE)

A base governista se reuniu na manhã de hoje para ensaiar o tom da audiência do ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra, que ocorre neste momento no Senado.

Para reduzir o risco de deslizes durante o depoimento, todos os líderes partidários receberam um questionário com as perguntas a serem feitas ao ministro.

Autor: Tags: , ,

quarta-feira, 11 de janeiro de 2012 Partidos | 11:05

Depoimento de Fernando Bezerra servirá de termômetro sobre divisão dos tucanos

Compartilhe: Twitter

A Comissão Reperesentativa do Congresso é composta por 24 deputados e senadores que representam os demais colegas nas atividades que ocorrem durante o recesso parlamentar.

Pela composição atual, são 20  membros de partidos governistas e quatro da oposição.

Serão eles os encarregados de ouvir amanhã as explicações do ministro da Integração, Fernando Bezerra, sobre as denúncias de favorecimento a seu Estado, Pernambuco, na distribuição de verbas para prevenção de desastres naturais no país, além do suposto favorecimento a empresas  de familiares.

Um dos quatro oposicionistas da Comissão Representativa é o deputado ACM Neto (BA), pelo DEM. os outros três são do PSDB: O líder do partido no Senado, Álvaro Dias (PR), o líder na Câmara, Duarte Nogueira (SP), e o deputado Eduardo Gomes (TO).

A curiosidade é com relação ao comportamento desses três tucanos, já que o DEM resolveu bater no ministro tanto quanto vinha atacando os demais.

O senador Aécio Neves (PSDB-MG) sonha com uma aliança futura com o governador de Pernambuco, Eduardo Campos  (PSB), padrinho político de Fernando Bezerra. Por isso, é contra os ataques ao ministro.

Já o grupo ligado ao ex-governador José Serra defende uma posição mais dura do PSDB.

O comportamento dos tucanos amanhã será, portanto, um termômetro de como anda a disputa interna entre Serra e Aécio.

Autor: Tags: , , , , , , ,

sexta-feira, 6 de janeiro de 2012 Governo | 12:02

Plano B de Fernando Bezerra é vingança contra o PT de Recife

Compartilhe: Twitter

Bezerra hoje ao anunciar verbas para Minas Gerais (Foto: AE)

O minstro da Integração, Fernando Bezerra (PSB), tem dito a aliados que, se deixar o governo na reforma ministerial que se aproxima, por conta das denúncias de favorecimento a Pernambuco, aí sim é que fará de tudo para convencer o governador Eduardo Campos a permitir que ele concorra à Prefeitura de Recife.

Como se sabe, o governador, que é presidente nacional do PSB, mantém no Estado uma aliança com o PT, que deverá indicar o candidato da coligação a prefeito de Recife. Mas os petistas não chegaram a um nome de consenso entre o atual prefeito, João da Costa, e o ex-prefeito João Paulo.

Como Bezerra havia transferido seu título para Recife no ano passado tornando-se um potencial candidato, seus aliados suspeitam de mãos petistas por trás das denúncias contra o ministro.

Autor: Tags: , , , , , , , ,

quinta-feira, 5 de janeiro de 2012 Governo | 09:02

E o ministro da Integração ainda sonha com férias…

Compartilhe: Twitter

Depois de ter  interrompido suas férias para dar explicações ao Palácio do Planalto e à imprensa sobre destinação de recursos para a prevenção de desastres naturais, o ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra, ainda planeja embarcar para Pernambuco na sexta-feira.

Ele pretende desfrutar os últimos dois dias do descanso oficial com a família.

Autor: Tags: , , , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. 3
  5. Última