Publicidade

Posts com a Tag Fernando Collor de Mello

quinta-feira, 11 de setembro de 2014 Eleições | 16:17

Collor se recupera de dengue e volta à campanha pela reeleição

Compartilhe: Twitter
Senador Fernando Collor (PTB-AL). Foto: Agência Senado

Senador Fernando Collor (PTB-AL). Foto: Agência Senado

Após cinco dias afastado por dengue, o senador Fernando Collor de Mello (PTB-AL) recebeu alta médica nesta quinta-feira e retomou sua campanha pela reeleição em Alagoas.

A primeira atividade do candidato foi um café da manhã com o grupo Carajás, em Maceió, na companhia do filho do senador Renan Calheiros e candidato a governador, Renan Filho (PMDB-AL).

Líder nas intenções de voto do estado, Collor havia interrompido suas atividades de rua na última sexta-feira, mantendo apenas a exibição dos programas eleitorais e a campanha virtual.

Autor: Tags: , , , ,

terça-feira, 29 de outubro de 2013 Congresso | 19:45

‘Impeachment serviu para consolidar a Constituição’, afirma Collor

Compartilhe: Twitter

Não foi só o ex-presidente Lula que discursou em homenagem aos 25 anos da Constituição brasileira. Um outro ex-presidente também fez ponderações acerca da Carta.

Fernando Collor de Mello (PTB-AL), que é senador, fez um discurso logo após a passagem de Lula pelo plenário do Senado. O chão ainda estava forrado do confete usado para saudar Lula, mas ao contrário do petista, Collor falou para um plenário praticamente vazio.

Fez, entretanto, reflexões profundas sobre o processo de impeachment ao qual foi alvo sob a perspectiva da então recém-nascida Constituição.

“O processo de impeachment ao qual fui submetido, com minha participação direta e isenta, serviu para consolidar a Constituição”, disse Collor.

Assista:

Autor: Tags: , , ,

terça-feira, 7 de maio de 2013 Congresso | 17:24

Ex-líder de Collor, Renan diz que não acompanha julgamento do caso PC Farias

Compartilhe: Twitter

O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), disse que não está acompanhando o julgamento dos quatro policiais acusados pela morte de Paulo César Farias e da namorada dele, Suzana Marcolino, no dia 23 de junho de 1996. Os policiais trabalhavam como seguranças de PC Farias.

Leia também: Caso PC: Julgamento chega ao segundo dia

Em 1990, Renan foi líder do governo do então presidente da República Fernando Collor de Mello na Câmara dos Deputados. Mais tarde, acabou apoiando o processo de impeachment do ex-presidente.

Perguntado se espera que o julgamento possa trazer novos elementos para elucidar o crime, Renan reforçou que não acompanha o caso.

Assista:

[kml_flashembed movie="http://www.youtube.com/v/Qpw0gXZzQdQ" width="640" height="480" allowfullscreen="true" fvars="fs=1" /]

Autor: Tags: , , ,

sexta-feira, 8 de março de 2013 Congresso | 18:05

Collor e Suplicy se estranham por erro em discurso

Compartilhe: Twitter

A discussão sobre royalties do petróleo não foi o único assunto a acirrar os ânimos de congressistas nesta semana. No Senado, ao iniciar seu discurso que incluía, como de costume, a “renda básica de cidadania”, o senador Eduardo Suplicy (PT-SP) fez referência ao colega Fernando Collor, “do Amazonas”.  Fora do microfone, Collor, que é de Alagoas, tentou corrigir o petista, mas foi ignorado.

Assim que Suplicy terminou sua fala, na qual defendeu seu projeto até para o próprio Collor, Xuxa, Pelé e Antônio Ermírio de Morais, o ex-presidente deu início ao revide: “Ínclito senador Eduardo Suplicy, representante do ‘Amazonas'”, evocou Collor que falou sobre o 8 de Março, Dia Internacional da Mulher.

Autor: Tags: , , ,

sexta-feira, 5 de outubro de 2012 Eleições | 06:27

Eleição em Maceió aponta para a derrota do Chapão Renan-Collor-Lessa

Compartilhe: Twitter

Gigantes da política alagoana uniram-se no chamado “Chapão” pela candidatura do ex-governador Ronaldo Lessa (PDT) a prefeito de Maceió: o líder do PMDB no Senado, Renan Calheiros, o ex-presidente da República Fernando Collor de Mello e o atual prefeito, Cícero Almeida.

Mas as pesquisas apontam que o “Chapão” tende a ser derrotado no primeiro turno para um deputado jovem, Rui Palmeira (PSDB).

Expert na política de seu Estado, o senador Benedito de Lira (PP-AL) explica o fenômeno:

— Apoio o Rui. Então, tenho que reconhecer suas qualidades. Mas também teve o fato de o Lessa ter tido o registro cassado pelo TRE, em agosto, e o TSE ainda não ter decidido o assunto. O próprio Renan reconheceu que o Lessa deveria ter desistido naquela época. Por fim, temos uma grande lição dessa história. A de que nem sempre quem tem voto consegue transferi-lo. Não dá para empurrar qualquer coisa para o eleitorado.

Autor: Tags: , , , , , ,

quinta-feira, 27 de setembro de 2012 Eleições | 10:03

TSE define hoje candidatura de Ronaldo Lessa em Maceió

Compartilhe: Twitter

O Tribunal Superior Eleitoral decide hoje, a partir das 19h, o destino do candidato a prefeito de Maceió, Ronaldo Lessa (PDT).

O pedetista encabeça o chamado Chapão para a Prefeitura, que tem o apoio do líder do PMDB no Senado, Renan Calheiros, do expresidente Fernando Collor de Mello (PTB) e do PT.

Lessa teve seu registro negado pelo TRE de Alagoas devido ao não pagamento de multa eleitoral relativa à sua campanha para governador, em 2010. O pagamento foi feito depois do prazo estabelecido pela Justiça.

A cassação do registro esfriou a sua campanha e ele foi ultrapassado nas pesquisas pelo tucano Rui Palmeira.

Autor: Tags: , , , , , ,

sexta-feira, 21 de setembro de 2012 Eleições | 10:01

Nem Lessa sai, nem Collor entra, aposta Renan

Compartilhe: Twitter

O líder do PMDB no Senado, Renan Calheiros (AL), não aposta um centavo na desistência de Ronaldo Lessa (PDT) de disputar a eleição para prefeito de Maceió.

Renan aposta que seu colega de Senado, Fernando Collor de Mello (PTB-AL), não sairá candidato a prefeito no último momento.

Autor: Tags: , , , ,

terça-feira, 28 de agosto de 2012 Brasil | 05:01

“Será preciso mais tempo para avaliar o governo Lula”, diz FHC

Compartilhe: Twitter

Poder Online fez uma rápida entrevista com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso sobre a enquete do iG que o apontou como o presidente que mais fez pelo País durante seus dois mandatos.

Baseada no conceito de real time, que proporciona uma interação entre todos os usuários do portal, a nova plataforma de enquete foi lançada no final de julho.

Durante sete dias, na semana passada, foram computados 195.028 votos a respeito do desempenho de ex-presidentes. Fernando Henrique Cardoso (PSDB), que governou o Brasil de 1995 a 2002, recebeu 116.306 votos, superando o petista Luiz Inácio Lula da Silva (2003-2010), com 63.312. Itamar Franco (1992-1994), a atual presidenta Dilma Rousseff (desde 2011), Fernando Collor de Mello (1990-1992) e José Sarney (1985-1990) apareceram em seguida, nesta ordem.

Eis as respostas de FHC às perguntas da coluna:

Poder Online — A  que o senhor atribui o resultado da enquete do iG?

Fernando Henrique Cardoso — Provavelmente, com o tempo, a ação de cada presidente vai se sedimentando na avaliação das pessoas melhor informadas. Obviamente, há também um fator de proximidade com as questões atuais do país. É mais difícil avaliar a ação de alguém que já desapareceu da cena há, digamos, 50 anos De qualquer forma, permanecer na memória não é fácil.

Poder Online — E para o senhor, quem foi o presidente que mais fez pelo País?

FHC — É sempre difícil saber quem fez mais, depende de em que aspecto. Dos que mudaram o rumo do país mais recentemente, se sobressai Getúlio Vargas, sem ter sido o único.

Poder Online — O que acha do segundo lugar do Lula?

FHC — Será preciso mais tempo para avaliar a contribuição de Lula, mas é indiscutível que, sem haver mudado o rumo das coisas, ampliou os programas sociais e incluiu mais os setores populares na vida nacional.

Poder Online — E os demais citados na pesquisa: Dilma, Itamar, Collor. Algum comentário?

FHC — Quanto aos demais, é cedo para julgar a Dilma; Itamar deu força para que eu fizesse o Plano Real e Collor, embora atropeladamente, abriu a economia. Cada um fez um pouco e todos nós, em áreas diferentes, deixamos de fazer ou fizemos insuficientemente outras coisas.

Poder Online — Em suma…

FHC — Vejo essas avaliações com a natural satisfação, mas com modéstia. Só o tempo dirá quem permanecerá grande na História.

Autor: Tags: , , , , , , , , , ,

segunda-feira, 27 de agosto de 2012 Eleições | 12:20

Collor chama prefeito de frouxo e diz que correligionário “não honra as calças”

Compartilhe: Twitter

O estilo faz o homem.

Conta a imprensa de Alagoas que o senador e ex-presidente da República Fernando Collor Mello (PTB-AL) tem participado ativamente das campanhas municipais em seu Estado.

Na cidade de União dos Palmares ele apoia o médico Beto Baia (PSD), adversário político do atual prefeito, Areski de Freitas, o Kil, que apoia outro candidato.

Curioso é que Kil é do mesmo partido de Collor.

Mas, durante o ato, o senador chamou o correligionário de “frouxo”, segundo o site alagoano Cadaminuto, por conta da atuação do prefeito no período das enchentes. Collor chegou a dizer que ele “não honra as calças que veste”.

Vale lembrar: quando presidente, em visita ao Ceará, Collor declarou que tinha “aquilo roxo”.

Conta-se que estaria irritado com o então governador do Estado, Ciro Gomes, a quem estaria endereçada sua declaração,

Autor: Tags: , , , ,

terça-feira, 15 de maio de 2012 Congresso | 11:01

Collor e os traumas do impeachment

Compartilhe: Twitter

Os ataques do senador Fernando Collor de Mello (PTB-AL) ao procurador-geral da República, Roberto Gurgel, e sua esposa, a subprocuradora Cláudia Sampaio Marques, só fazem aumentar o espírito de corpo na Procuradoria.

A versão que corre solta entre os procuradores é a de que Collor guarda um verdadeiro trauma em relação ao Ministério Público desde que foi afastado da Presidência da República.

É que o impeachment veio acompanhado da abertura de processo na Procuradoria-Geral.

Ontem, o ex-presidente subiu à tribuna do Senado para pedir novamente a convocação de Roberto Gurgel pela CPI do Cachoeira.

E também atacou setores da imprensa. Veja:

Autor: Tags: , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. 3
  5. 4
  6. 5
  7. Última