Publicidade

Posts com a Tag Fernando Collor

terça-feira, 3 de março de 2015 Justiça | 10:30

‘Pessoal deveria estar preocupado com lista do HSBC’, diz Gim Argello

Compartilhe: Twitter
Senador Gim Argello (PTB-DF). (Foto: divulgação)

Senador Gim Argello (PTB-DF). (Foto: divulgação)

Sem conseguir se reeleger ao Senado, o petebista Gim Argello (DF) tem acompanhado de perto os desdobramentos da Operação Lava Jato e aguarda, ansioso, a divulgação da lista de indiciados pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot.

O ex-senador tem dito, entretanto, que preocupante mesmo serão as revelações do caso HSBC. “Na verdade, tem duas listas. Por enquanto, tá todo mundo falando nessa que o Janot vai divulgar, da Petrobras. Mas, se eu te perguntar, você sabe me dizer os 20 nomes. Agora, o pessoal devia tar preocupado é com essa lista do HSBC. Aí, é outro nível de esquema”, diz Gim.

O banco é acusado de ajudar clientes a esconderem recursos de origem ilícita e a sonegar impostos. O envolvimento de correntistas brasileiros será investigado pela Polícia Federal, além de alvo de uma CPI no Senado Federal.

Leia também: Lista do HSBC na Suíça revela empresas da Lava Jato em paraísos fiscais

O esquema de propinas na Petrobras, porém, já chegou no PTB. De acordo com reportagem da Folha de S. Paulo, o ex-presidente e senador Fernando Collor (PTB-AL) seria um dos beneficiados, tendo recebido R$ 3 milhões. O dinheiro, disse o doleiro Alberto Youssef, teria sido entregue por “emissários do PTB”. O jornal diz ainda que o partido tinha dois diretores na BR Distribuidora: José Zonis, na área de Operações e Logística, e Luiz Claudio Caseira Sanches, na Diretoria de Rede de Postos de Serviço.

 

Autor: Tags: , , , , , , , ,

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015 Partidos | 07:00

Cristiane Brasil tenta proteger PTB de denúncias contra Collor

Compartilhe: Twitter
A deputada federal e presidente nacional do PTB, Cristiane Brasil (RJ). (Foto: Divulgação)

A deputada federal e presidente nacional do PTB, Cristiane Brasil (RJ). (Foto: Divulgação)

Na última terça-feira, a presidente nacional do PTB e deputada federal, Cristiane Brasil (RJ), passou o dia tentando apagar o fogo e proteger seu partido das denúncias feitas contra o senador e ex-presidente da República Fernando Collor (PTB-AL) no esquema de corrupção da Petrobras.

De acordo com reportagem da Folha de S. Paulo, Collor seria um dos beneficiados do esquema de propinas e teria recebido R$ 3 milhões resultante de negócio da BR Distribuidora, subsidiária da estatal. O dinheiro, disse o doleiro Alberto Youssef, teria sido entregue por “emissários do PTB”. O jornal diz ainda que o PTB tinha dois diretores na BR Distribuidora: José Zonis, na área de Operações e Logística, e Luiz Claudio Caseira Sanches, na Diretoria de Rede de Postos de Serviço.

“Não dá para colocar todos no mesmo balaio”, diz Cristiane, que foi ao plenário da Câmara para defender o partido, sem, no entanto, proteger o senador alagoano. “O PTB não tem qualquer cargo na Petrobras ou em suas subsidiárias. O partido, como todo o povo brasileiro, quer o esclarecimento na Justiça dos fatos e do envolvimento dos personagens nesse escândalo que está afundando a Petrobras num mar de lama”, completa a filha do ex-deputado federal e delator do mensalão Roberto Jefferson.

Autor: Tags: , , , , ,

terça-feira, 24 de fevereiro de 2015 Congresso | 17:00

Collor se solidariza com medidas amargas de Dilma

Compartilhe: Twitter
Fernando Collor: 62 anos (Foto: AE)

Fernando Collor: 62 anos (Foto: AE)

Ao participar do café da manhã com o ministro de Relações Institucionais, Pepe Vargas, o senador Fernando Collor (PTB-AL) fez questão de se solidarizar com o governo e, ao mesmo tempo, relembrar sua posição de ex-presidente.

Após a explanação das medidas fiscais, feitas pelos ministros das pastas afins ao pacote fiscal, Collor disse que entendia a necessidade das mudanças porque “já esteve do outro lado do balcão” e tinha consciência dos “momentos difíceis”.

Autor: Tags: ,

segunda-feira, 11 de agosto de 2014 Eleições | 20:10

Collor pede parabéns pelo aniversário na internet

Compartilhe: Twitter
Senador Fernando Collor (PTB-AL). Foto: Agência Senado

Senador Fernando Collor (PTB-AL). Foto: Agência Senado

A campanha de reeleição do ex-presidente Fernando Collor (PTB-AL) ao Senado tem apostado cada vez mais no potencial das redes sociais, para dialogar com o público jovem e passar a ideia de um candidato antenado.

Nos últimos dias, a equipe de Collor pediu a seus apoiadores que enviassem mensagens de feliz aniversário ao senado – que completa 65 anos, nesta terça-feira.

“Que tal mandar um grande abraço virtual?”, incentivava a imagem compartilhada amplamente nos perfis de Collor no Facebook e Whatsapp. As mensagens enviadas serão compiladas e republicadas na internet.

Leia também: No Whatsapp, Collor lança clipe com jingle eleitoral

Autor: Tags: , , ,

quinta-feira, 7 de agosto de 2014 Eleições | 18:00

No Whatsapp, Collor lança clipe com jingle eleitoral

Compartilhe: Twitter

Nada de Youtube ou Facebook. O ex-presidente alagoano e candidato à reeleição ao Senado, Fernando Collor (PTB-AL), escolheu o aplicativo de celular Whatsapp para lançar o clipe oficial de seu jingle, nesta tarde.

Com ritmo de forró, o clipe aposta no novo colorido adotado como marca de Collor – que substituiu o vermelho e azul dos dois “ll”, adotado em 2010, e o mais conhecido verde e amarelo, cunhado em 1989.

Ao contrário da campanha a governador em 2010, desta vez Collor não faz referência ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e à presidente Dilma Rousseff. “Vem chegando, vem pra mim. Proposta boa cola em mim. Collor senador, eu voto sim, sim, sim”, diz um trecho da canção.

Assista ao vídeo completo divulgado por celular:

Autor: Tags: , , , ,

segunda-feira, 12 de agosto de 2013 Congresso | 19:18

Um aniversário solitário para Fernando Collor

Compartilhe: Twitter

O senador Fernando Collor (PTB-AL) está comandando neste momento uma audiência pública no Senado. Hoje, é aniversário dele. Ainda assim, nenhum outro senador se dispôs a acompanhá-lo no evento.

Ele é o único representante da Casa a participar do debate, convocado para discutir os caminhos para o desenvolvimento da mineração no Brasil.

Autor: Tags: ,

quarta-feira, 13 de junho de 2012 Partidos | 13:26

Coordenador nacional da maior corrente interna do PT elogia Collor por críticas à Veja

Compartilhe: Twitter

Francisco Rocha, o Rochinha, é integrante do diretório nacional do PT, militante histórico, fundador do partido e coordenador nacional da maior corrente interna petista, Construindo um Novo Brasil (CNB).

Hoje, no Facebook, Rochinha perdeu o pudor e postou mensagem rasgando elogios ao senador Fernando Collor (PTB-AL) pelas críticas à “Veja” feitas ontem durante o depoimento de Marconi Perillo (PSDB) à CPI do Cachoeira.

Confira a mensagem postada por Rochinha:

“Mensagem de reconhecimento para o Senador Fernando Collor de Melo. Senador Fernando Collor, independentemente das nossas divergências políticas, quero sinceramente lhe parabenizar pela sua atitude corajosa na intervenção feita ontem na CPMI do Cachoeira no que se refere à ação criminosa da revista Veja e na minha opinião a omissão do procurador-geral da República. O senhor com certeza expressou o que muita gente têm a vontade de falar, mas não fala: ou por medo ou por covardia. Um abraço.”

Autor: Tags: , , , , ,

quarta-feira, 4 de janeiro de 2012 Estados | 10:53

Novo escândalo envolvendo crime e política em Alagoas

Compartilhe: Twitter

Novo escândalo político em Alagoas com denúncias de tentativa de assassinato.

O diretor da Polícia Civil do Estado, José Edson, informou a sites locais que um grupo de policais de Pernambuco e de Alagoas teria sido contratado para matar dois deputados estaduais do PMN a mando de um colega de partido, Cícero Ferro, que chegou a ser cotado como candidato a prefeito de Maceió.

A propósito, no próximo dia 16, a Justiça Federal de Alagoas deverá julgar, enfim, o ex-deputado federal Talvane de Moraes, acusado do assassinato — há mais de 13 anos — da então deputada Ceci Cunha.

Foi também um alagoano, o senador Arnon de Mello — pai do ex-presidente da República afastado do cargo, Fernando Collor de Mello — quem disparou um tiro no plenário do Senado Federal matando o então senador Silvestre Péricles.

A Assembleia Legislativa de Alagoas também protagonizou o maior tiroteio em um Parlamento já ocorrido na história.

Foi em 1957, na votação do primeiro pedido de impeachment contra um governador do Brasil, o então chefe de governo alagoano Muniz Falcão: 92 tiros em plenário numa disputa entre governistas e oposicionistas, que resultou na morte do líder do governo, Humberto Mendes, e outros oito feridos.

A TVE alagoana produziu até um pequeno vídeo a respeito. Veja:

Autor: Tags: , , , , , ,

sábado, 24 de setembro de 2011 Congresso | 07:01

Jucá critica sugestões de Collor para lei de acesso a documentos secretos

Compartilhe: Twitter

Fruto de um “esforço intelectual notável”, mas que traz “retrocessos inaceitáveis” para o país. Foi assim que o líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR), classificou as sugestões contidas no voto em separado que o senador Fernando Collor (PTB-AL) apresentará ao PLC nº 41/10, que regulamenta o acesso público a documentos secretos oficiais.

A crítica consta no requerimento nº 476, de autoria do líder governista, que acelerou o envio da matéria a plenário, após cinco meses de batalha com Collor. Ao longo das 29 páginas do documento (leia a íntegra aqui), Jucá rebate, entre outros pontos do substitutivo collorido, a tentativa do petebista de manter o chamado “sigilo eterno” das informações.

Autor: Tags: , , , ,

quinta-feira, 22 de setembro de 2011 Congresso | 16:34

Collor apresentará voto em separado sobre acesso a documentos sigilosos

Compartilhe: Twitter

O senador Fernando Collor (PTB-AL) liberou na terça-feira para votação no plenário o projeto de lei que regulamenta o acesso público a documentos secretos.

Mas já avisou líderes governistas: apresentará voto em separado.

Autor: Tags: , , , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. 3
  5. Última