Publicidade

Posts com a Tag Fernando Francischini

sexta-feira, 5 de dezembro de 2014 Congresso | 10:30

Três nomes disputam liderança do Solidariedade

Compartilhe: Twitter
O deputado federal Fernando Francischini (SDD-PR). (Foto: Divulgação)

O deputado federal Fernando Francischini (SDD-PR). (Foto: Divulgação)

Com a ida do líder do Solidariedade, Fernando Francischini, para o comando da Secretaria de Segurança Pública do Paraná, Arthur Maia (BA), Benjamin Maranhão (PB) e Aureo Ribeiro (RJ) entraram no páreo para assumir a liderança do partido.

Saiba mais: Francischini é convidado para Secretaria de Segurança de Beto Richa

De acordo com o presidente do partido, entretanto, a prioridade no momento é a consolidação do bloco parlamentar que deverá reunir Solidariedade, PSB, PV e PPS. “Nós só vamos definir liderança em janeiro”, diz Paulinho da Força (SP).

Autor: Tags: , , , , , , ,

quarta-feira, 26 de novembro de 2014 Estados | 16:30

Francischini é convidado para Secretaria de Segurança de Beto Richa

Compartilhe: Twitter
Deputado Fernando Francischini (SDD-PR) - Foto: divulgação

Deputado Fernando Francischini (SDD-PR) – Foto: divulgação

O delegado e deputado federal Fernando Francischini (SDD-PR) foi convidado para comandar a pasta de Segurança Pública no segundo mandato do governador reeleito do Paraná, Beto Richa (PSDB).

Nos últimos meses, Francischini ficou conhecido por sua posição ferrenha contra o governo federal, sobretudo pela atuação na CPMI da Petrobras e no acompanhamento da operação Lava Jato da Polícia Federal.

Ex-tucano, antes de se eleger deputado federal pela primeira vez Francischini também atuou como secretário municipal Antidrogas de Curitiba, quando Richa era prefeito.

Autor: Tags: , , , , ,

quarta-feira, 18 de junho de 2014 Congresso | 16:39

Por causa de assalto, Francischini também falta a reunião da CPMI da Petrobras

Compartilhe: Twitter
Deputado Fernando Francischini (SDD-PR) - Foto: divulgação

Deputado Fernando Francischini (SDD-PR) – Foto: divulgação

Nem mesmo o deputado Fernando Francischini (SDD-PR), sempre muito participativo quando o assunto é Petrobras, veio a Brasília para a reunião da CPMI – que não ocorreu por falta de quórum. O deputado decidiu ficar em Curitiba com a família, que foi vítima de um assalto violento na última semana.

“Seria desumano deixar minha família num momento como esses”, afirmou o deputado, que também é delegado da Polícia Federal. “Estamos aqui, tentando achar uma casa nova, indo em psicólogos, todos ficaram em pânico.”

A família de Francischini – inclusive a caçula de quatro anos, com autismo – foi amarrada com cadarços pelos assaltantes, que conseguiram entrar na casa do deputado após fazerem um buraco no muro do condomínio.

Autor: Tags: , ,

quarta-feira, 11 de junho de 2014 Congresso | 19:19

Nem os petistas poupam os longos discursos de Graça Foster

Compartilhe: Twitter
Presidente da Petrobras, Graça Foster. (Foto: Antonio Cruz / Agência Brasil)

Presidente da Petrobras, Graça Foster. (Foto: Antonio Cruz / Agência Brasil)

A presidente da Petrobras, Graça Foster, já ficou famosa por seus longos discursos sobre a estatal, nas investigações sobre a compra da refinaria de Pasadena. Em sua quarta ida ao Congresso, o deputado Fernando Francischini (SDD-PR) até tentou encurtar a fala de Graça.

“Da próxima vez, pode mandar um DVD sobre a Petrobras, em vez de passar uma hora repetindo o mesmo discurso”, ironizou Francischini, que encomendou até uma pizza para comer durante a reunião da CPMI da Petrobras.

Entre petistas e aliados do governo, a brincadeira que circula é de que essa seria a nova estratégia para atacar a Petrobras: manter sua presidente o maior tempo possível afastada da empresa, prestando depoimentos.

Autor: Tags: , ,

terça-feira, 25 de março de 2014 Congresso | 08:00

Deputado ironiza resistência do governo a mudanças no Marco Civil da Internet

Compartilhe: Twitter
Deputado Fernando Francischini (SDD-PR) - Foto: divulgação

Deputado Fernando Francischini (SDD-PR) – Foto: divulgação

Fernando Francischini, líder do Solidariedade na Câmara dos Deputados, fez uma ironia diante da resistência que o governo demonstra sobre mudança a respeito de eventuais discriminações à neutralidade na rede contidas no Marco Civil da Internet.

O texto do relator, Alessandro Molon (PT-RJ), defendido pelo governo, diz que isso será feito por decreto, mas alguns partidos tem defendido que isso seja feito pela Anatel.

Ativistas que defendem a versão governista do Marco Civil da Internet argumentam que a Anatel sofre demasiada influência das teles, o que poderia deturpar a avaliação das exceções à neutralidade.

“Em ano eleitoral, presidente da República é até mais sensível às teles do que agência reguladora”, disse Francischini

Autor: Tags: , , , , , ,

terça-feira, 18 de março de 2014 Congresso | 10:50

‘Espero que não prospere’, diz deputado sobre CPI Black Blocs

Compartilhe: Twitter

Domingos Dutra (SDD-MA) quer que Solidariedade reveja o requerimento sobre a criação da CPI dos Black Blocs, apresentado pelo líder da bancada, Fernando Francischini (PR).

Dutra diz que pretende discutir com a bancada e com o líder do partido o requerimento para a instalação da CPI dos Black Blocs.

“Não tem cabimento o Solidariedade, um partido que tem base social, pedir essa CPI e abrir espaço pra direita conservadora pegar carona”, afirmou Dutra. “Espero que não prospere”, acrescentou ele.

Assista:

Autor: Tags: , , ,

sexta-feira, 14 de março de 2014 Congresso | 17:31

Autor de requerimento busca apoio de senadores para CPMI dos Black Blocs

Compartilhe: Twitter
Deputado Fernando Francischini (SDD-PR) - Foto: divulgação

Deputado Fernando Francischini (SDD-PR) – Foto: divulgação

O líder do Solidariedade na Câmara e autor do requerimento para instalação da CPMI dos Black Blocs, Fernando Francischini, tem encontrado dificuldade para conseguir as as 27 assinaturas necessárias no Senado.

Nessa semana, ele conversou pessoalmente com alguns senadores em busca de apoio.

Para contornar a situação, Francischini pretende nova investida no Senado acompanhado do deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), na próxima semana.

A ideia é tentar sensibilizar a bancada do PMDB na Casa a aderir ao requerimento.

Segundo Francischini, não deve ser difícil fechar a coleta na próxima semana. “Na Câmara, já conseguimos as assinaturas”, afirma. Com a instalação da CPMI, o Congresso investigaria as denúncias de suposto aliciamento e financiamento de jovens para participarem das manifestações.

Autor: Tags: , , , , , , , ,

segunda-feira, 23 de julho de 2012 Partidos | 08:42

Deputado justifica poucas adesões em nova legenda

Compartilhe: Twitter

O deputado Fernando Francischini (PR) deixou o PSDB e tornou-se um dos fundadores do Partido da Ecologia Nacional, o PEN.

Segundo ele, um grupo de parlamentares com inquéritos no Supremo Tribunal Federal tentou se filiar à nova legenda, na semana passada, nas horas limites impostas pela legislação para a transferência sem que sofressem punições da Justiça eleitoral.

Francischini afirma que o comando do partido não aceitou.

— Antes só, do que mal acompanhado — declarou ao Poder Online.

Para o parlamentar, este é um dos motivos pelos quais o PEN acabou ficando com apenas dois deputados.

Autor: Tags: , ,

terça-feira, 17 de julho de 2012 Congresso | 16:01

Deputados têm até amanhã para se filiar ao PEN

Compartilhe: Twitter

Dois deputados federais, Fernando Francischini (ex-PSDB-PR) e João Caldas (ex-PSDB-AL), já se filiaram ao Partido Ecológico Nacional (PEN).

Os criadores da nova legenda esperam conquistar a adesão de 10 deputados até esta quarta-feira.

Parlamentares de outros partidos que queiram ingressar numa nova legenda têm um prazo de 30 dias, contados a partir do registrado da nova sigla no TSE, para fazer a mudança sem serem enquadrados na regra da fidelidade partidária.

Um dos principais motes que o PEN pretende levantar em sua criação, será contra os pedágios cobrados nas estradas brasileiras.

Segundo o deputado estadual paranaense, Cleiton Kielse, no Brasil são gastos R$ 11 bilhões anuais com pedágios nas rodovias.

Autor: Tags: , ,

sexta-feira, 8 de junho de 2012 Congresso | 16:22

Silêncio de tucanos em depoimento de empresário na CPI foi voto de confiança para Perillo

Compartilhe: Twitter

De acordo com o deputado Fernando Francischini (PSDB-PR), o silencio dele e do líder do PSDB no Senado, Álvaro Dias (PSDB-PR), durante depoimento do empresário Walter Paulo Santiago foi o último voto de confiança dado para o governador do Goiás, Marcone Perillo (PSDB).

Agora os parlamentares querem ouvir as novas explicações do governador na comissão.

Segundo Francischini, se Perillo não apresentar justificativas plausíveis sobre a venda da casa,  perderá o apoio de seu próprio partido na comissão.

Autor: Tags: , , , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. 3
  5. Última