Publicidade

Posts com a Tag financiamento

terça-feira, 19 de abril de 2011 Congresso | 21:15

Câmara aprova financiamento público para lan houses, mas exige cadastro de usuários

Compartilhe: Twitter

A Câmara acaba de aprovar o  projeto de lei que prevê parceria entre o governo e as lan houses de todo país.

O texto ainda vai a votação no Senado. Caso aprovado, esses estabelecimentos poderão adquirir  equipamentos em linhas de financiamento de órgãos da administração pública ou de instituições como Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal e BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social).

Mas tem um  probleminha: foi aprovada uma emenda que exige o cadastro dos usuários de LAN houses. Quem explica é o deputado Miro Teixeira (PDT-RJ), que já foi ministro das Comunicações no governo Lula:

Autor: Tags: , , ,

terça-feira, 5 de abril de 2011 Economia | 07:02

BNDES sai ileso da crise do etanol

Compartilhe: Twitter

Nas conversas com o setor de açúcar e álcool, resta ao governo um desafio: ampliar o número de usinas novas no país. Em 2008, foram abertas 31 usinas, em 2009, depois da crise financeira abriram somente 19, em 2010, apenas 10 e a previsão para 2011 são de três a cinco.

Uma planta demora até quatro anos para entrar em operação e mais um ou dois para atingir a capacidade plena de produção.

O pior para o governo é que o problema no setor deixou, há tempos, de ser financiamento – que era uma reclamação antiga dos usineiros. Aliás, o presidente do BNDES, Luciano Coutinho, saiu muito bem nessa fita toda de explosão dos preços do etanol. O banco tem sido pim-pom-pim-pá – como a presidenta Dilma Rousseff tanto gosta.

Autor: Tags: , , , ,

quarta-feira, 4 de agosto de 2010 Eleições | 05:30

Autor da lei se arrepende do modelo de financiamento eleitoral que criou

Compartilhe: Twitter

O líder do PSDB na Câmara, João Almeida (BA), afirma que se arrepende de ter sido autor e relator da lei que define o atual modelo de financiamento das campanhas eleitorais. O deputado diz que o tiro saiu, definitivamente, pela culatra.

— Sou o autor desse crime. A ideia, na época, era dar maior transparência ao processo. O problema é que hoje as empresas não querem mais colaborar com os candidatos, porque são mal vistas pela sociedade, como se tivessem algum interesse por trás. E as que realmente tem interesse contribuem sem declarar.

O tucano jura que, até o momento, recebeu apenas R$ 80 mil da Companhia de Ferro Ligas da Bahia (Ferbasa) para finaciar sua campanha. Segundo ele, porque os donos da empresa são velhos amigos.

Autor: Tags: , ,