Publicidade

Posts com a Tag futebol

terça-feira, 24 de março de 2015 Congresso | 11:00

Eduardo Cunha melou o futebol semanal dos deputados

Compartilhe: Twitter
O presidente de Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Foto: Alan Sampaio / iG Brasília

O presidente de Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Foto: Alan Sampaio / iG Brasília

Os deputados que se reuniam semanalmente para uma partida de futebol em Brasília andam para lá de azedos com o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). É que as sessões têm se estendido até tarde às terças-feiras, data em que tradicionalmente acontecia a pelada.

Na semana passada, os parlamentares tentaram remarcar o jogo para quarta. E lá veio Eduardo Cunha de novo, que segurou os deputados no plenário no fim do dia.

 

Autor: Tags: , , ,

terça-feira, 27 de maio de 2014 Congresso | 10:30

Horário de sessões da Câmara empata futebol dos deputados

Compartilhe: Twitter
Tiririca: sem futebol (Foto: Alan Sampaio, iG Brasília)

Tiririca: sem futebol (Foto: Alan Sampaio, iG Brasília)

Não é de hoje que os deputados reclamam do horário das sessões desde que o peemedebista Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN) assumiu a presidência da Câmara. Houve tentativa de fazer até abaixo-assinado, mas nada vingou. Ultimamente, a queixa é que nem o tradicional futebol dos deputados resistiu.

“É uma pena, mas agora não tá dando mais tempo, a gente fica aqui até muito tarde”, lamenta o deputado Tiririca, um dos mais assíduos da partida, que costumava contar, especialmente, com a presença dos colegas e ex-jogadores profissionais Romário (PSB-RJ) e Danrlei (PSD-RS), entre outros.

Autor: Tags: , , , , ,

quarta-feira, 30 de abril de 2014 Copa 2014 | 11:00

“Nenhum de nós somos macacos”, defende deputado petista

Compartilhe: Twitter
Deputados repudiam ato de racismo no esporte. (Foto: reprodução)

Deputados repudiam ato de racismo no esporte. (Foto: reprodução)

Com uma banana na mão, o deputado Amauri Teixeira (PT-BA) subiu à tribuna do plenário para repudiar os recentes casos de racismo no esporte e criticar a campanha “Todos Somos Macacos”, criada por personalidades como Neymar e Luciano Huck.

“Quero dizer que nenhum de nós somos macacos. Somos iguais, sim, somos gente. Pretos e brancos na luta pela igualdade. Nossa solidariedade a Tinga, a Daniel Alves e a todos aqueles que sofreram discriminação”, afirmou Teixeira. “Todos nós congressistas queremos repudiar toda e qualquer atitude racista em todos os setores, inclusive no esporte.”

À atitude de Teixeira se juntaram outros deputados, como Dr Ubiali (PSB-SP), José Stédile (PSB-RS) e Carlos Zarattini (PT-SP).

Autor: Tags: , , , , , , ,

segunda-feira, 21 de outubro de 2013 Brasil | 09:00

Dilma só discutirá dívidas com clubes que já estiverem de acordo com nova lei

Compartilhe: Twitter

A presidente Dilma Rousseff fez chegar aos clubes de futebol que o governo só aceitará fazer qualquer tipo de discussão sobre renegociação de dívidas com quem estiver de acordo com as novas regras impostas a essas entidades.

Dilma: sem conversa enquanto não houver adequação às regras (Foto: André Dusek/AE)

Dilma: sem conversa enquanto não houver adequação às regras (Foto: André Dusek/AE)

Dilma sancionou nesta semana a lei 12.868, que alterou a Lei Pelé e determinou uma série de regras de transparência para entidades esportivas que queiram ter acesso a recursos públicos e incentivos fiscais. A lei é a mesma que prevê que entidades sem fins lucrativos ligadas ao Sistema Nacional de Desporto só recebam dinheiro público se seus presidentes tiverem mandato de quatro anos, com direito a uma única reeleição.

Pela nova norma, os clubes que receberem dinheiro público devem abrir dados econômicos e financeiros, além de informações sobre contratos, patrocinadores, direitos de imagem, propriedade intelectual e quaisquer outros aspectos de gestão. Os clubes têm o prazo de seis meses para as se adaptar às novas regras.

Os clubes também terão que publicar na internet documentos e informações relacionados à gestão, além de garantir aos associados e filiados acesso irrestrito aos dados sobre a prestação de contas.

 

Autor: Tags: , , ,

terça-feira, 15 de outubro de 2013 Brasil | 15:00

Deputado do PMDB diz que Caixa deveria financiar clubes da série C

Compartilhe: Twitter

Francisco Escórcio (divulgação)Expoente do baixo clero da Câmara, o deputado Francisco Escórcio (PMDB-MA) pretende questionar a concentração dos patrocínios da Caixa Econômica Federal a clubes da série A e B. O Maranhão, seu estado de origem, tem apenas equipes disputando a série C. “Por que a Caixa não ajudar os times da série C?”, diz.

Ele pretende lançar a provocação no debate que a Câmara realiza hoje com os dirigentes dos principais clubes do futebol brasileiro para discutir a renegociação de dívidas milionárias das equipes com a União. “A Caixa precisa ajudar as série C”, afirma.

Atualmente a Caixa investe cerca de R$ 100 milhões em equipe do primeiro e segundo escalão do futebol, após definir uma estratégia para desbancar concorrentes como Itaú e BMG, tradicionais patrocinadores dos gramados.

Leia também: Dilma deve receber clubes para discutir perdão de dívidas

 

Autor: Tags: , ,

sexta-feira, 11 de outubro de 2013 Brasil | 08:00

Dilma deve receber representantes de clubes para falar sobre perdão de dívidas

Compartilhe: Twitter

Depois de receber representantes de clubes que buscam uma saída para os débitos que possuem junto ao governo federal, o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), articula um encontro dessas organizações com a presidente Dilma Rousseff (PT). Renan vem discutindo com o chefe do gabinete da presidente, Giles Azevedo, os detalhes para a realização de uma reunião da presidente com os dirigentes.

O encontro ainda não tem data para ser realizado, mas Azevedo já sinalizou o desejo de tirá-lo do papel nas próximas semanas. Na terça-feira, dirigentes de alguns clubes participarão de audiência pública na Câmara dos Deputados para avaliar a proposta de abatimento de dívidas sugerida pelo deputado Vicente Cândido (PT-SP).

Autor: Tags: ,

segunda-feira, 1 de julho de 2013 Governo | 19:46

‘Meu governo é padrão Felipão’, afirma Dilma

Compartilhe: Twitter

A presidente Dilma Rousseff surpreendeu os jornalistas que acompanham a reunião ministerial na Granja do Torto ao sair do encontro para conceder uma entrevista coletiva. Dilma, que costuma ser bem mais reservada que o antecessor Luiz Inácio Lula da Silva quando o assunto é relação com a imprensa, disse que pretende começar a falar bem mais. E, antes de voltar para a reunião, seguiu a receita de Lula de fazer referências ao futebol.

Dilma afirmou que vai receber o técnico Luiz Felipe Scolari e os jogadores da seleção brasileira, que levou a Copa das Confederações no fim de semana. “Eu adoro o Felipão. Meu governo, aliás, é padrão Felipão”, disse a presidente.

A escapadela para uma rápida entrevista no fim do dia é prática comum de políticos interessados em assegurar uma exposição nos telejornais da noite e nos jornais do dia seguinte. Dilma, entretanto, nunca foi adepta do modelo. Em reuniões como a de hoje, ela dificilmente fala diretamente com os jornalistas. Em geral, algum ministro do time mais próximo à presidente é quem acaba dando os esclarecimentos aos jornalistas.

Autor: Tags: , , , ,

quarta-feira, 19 de junho de 2013 Congresso | 15:30

Senador propõe que Casa trabalhe durante o jogo e vira alvo piada entre colegas

Compartilhe: Twitter

O senador Cássio Cunha Lima (PSDB-PB) sugeriu ontem, durante reunião de líderes, que todos os 81 senadores trabalhassem durante o jogo Brasil x México, marcado para esta tarde. A proposta era que todos comparecessem ao plenário e, assim, dariam um recado à população de que estão dispostos a colocar em primeiro lugar a votação de projetos de interesse do País.

Pelos corredores da Casa, Cunha Lima virou motivo de piada entre os colegas. As risadas vinham principalmente diante da tese de que ninguém ficaria sabendo, até porque nenhum televisor estaria ligado na TV Senado.

“Eu acho que muito do que está ocorrendo nesses protestos tem a ver com a forma do Legislativo de trabalhar”, argumentou o senador.

No fim das contas, o Senado decidiu manter a sessão prevista para esta tarde. “Mas vamos ver quem vai aparecer. Eu estarei aqui”, disse o tucano.

Autor: Tags: , , ,

Governo | 11:30

Legislativo e Judiciário reduzem expediente para jogo Brasil x México

Compartilhe: Twitter

Tanto no Legislativo quanto no Judiciário, o expediente desta quarta-feira será reduzido, em função do jogo Brasil x México.

A Câmara dos Deputados, por exemplo, convocou sessão extraordinária para a manhã desta e liberou servidores de várias áreas a partir das 15 horas.  Ontem, alguns deputados chegaram a sugerir que os servidores e parlamentares fossem liberados somente durante o horário do jogo, retomando suas funções no fim da tarde. Mas não convenceram.

Já no Supremo Tribunal Federal, a sessão plenária de julgamentos que ocorreria hoje foi antecipada para a manhã. Além disso, o julgamento sobre o projeto de lei sobre a criação dos novos partidos foi adiado para a quinta-feira. O STF já tem maioria definindo que não pode interromper projetos de lei em tramitação. Faltam os votos dos ministros Celso de Mello e do presidente, Joaquim Barbosa.

Ao menos até o fim da manhã, o Palácio do Planalto afirmava que não havia nenhuma previsão de mudanças no expediente.

*Com colaboração de Wilson Lima, iG Brasília

Autor: Tags: , ,

quarta-feira, 3 de abril de 2013 Brasil | 17:19

Garotinho pede à CBF que adie jogo entre Brasil e Bolívia

Compartilhe: Twitter

O deputado Anthony Garotinho (PR-RJ) foi à tribuna da Câmara pedir à CBF que adie o jogo entre Brasil e Bolívia, em função da prisão de torcedores corintianos na Bolívia.

“Porque se marcar um jogo de futebol – Brasil e Bolívia – no momento em que há um clima de velório, de ressentimento entre as torcidas, o que pode acontecer com os torcedores brasileiros, alguns que irão lá? O que poderá acontecer com os jogadores brasileiros?”, indagou.

Autor: Tags: , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. Última