Publicidade

Posts com a Tag Gleisi Hoffman

quinta-feira, 13 de março de 2014 Congresso | 12:00

Após bate-boca em comissão, petista critica Lei de Licitações

Compartilhe: Twitter

Um debate acalorado entre os deputados Nelson Pellegrino (PT-BA) e Onyx Lorenzoni (DEM-RS) marcou a reunião desta quarta-feira na Comissão Mista sobre a  Medida Provisória (MP) 630/2013, que estende o Regime Diferenciado de Contratações Públicas (RDC) a obras do sistema prisional.

Depois de críticas de Lorenzoni ao relatório da senadora Gleisi Hoffman (PT-PR), o baiano acusou o DEM de incoerência e uso irregular do RDC citando o prefeito de Salvador ACM Neto.

“Era um dos que mais  condenaram o RDC. Agora, como prefeito de Salvador, mudou completamente o discurso. Está fazendo uma obra de R$57 milhões sem licitação, pelo regime do RDC e já está anunciando uma outra de R$100 milhões pelo RDC também”, disse o petista

O correligionário do prefeito baiano respondeu o petista tem dor de cotovelo por ter perdido a eleição para ACM Neto.

Depois do bate-boca, Pellegrino reforçou sua defesa do RDC e criticou a Lei de Licitações.

Assista:

Autor: Tags: , , , , , , , , , , ,

sexta-feira, 6 de dezembro de 2013 Congresso | 07:00

Demarcação de terras indígenas volta a tensionar relação do governo com ruralistas

Compartilhe: Twitter

A Frente Parlamentar da Agropecuária não gostou da minuta apresentada pelo ministro José Eduardo Cardozo (Justiça) para regulamentar a demarcação de reservas indígenas. A ministra Gleisi Hoffman (Casa Civil) reuniu-se com a bancada ruralista e empresários, mas nada de fechar um acordo. Quem participou descreveu o clima do encontro como “tenso”.

A principal queixa se aplica ao trecho que mantém o protagonismo da Fundação Nacional do Índio (Funai) nos processos de demarcações e não inclui com poder deliberativo outras instituições, como o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) e a Embrapa.

Leia também: Índios protestam em Brasília contra mudança no processo de demarcação de terras

“Estamos sendo ouvidos pelo governo federal sobre essa questão desde o início do ano e essa minuta vai de encontro com a promessa feito pelo ministro da Justiça, fica parecendo que o governo redigiu essa minuta apenas para mostrar um retorno publicamente. Essas demarcações estão provocando um mal-estar imenso em todo o interior do país e a portaria não resolve o problema da insegurança jurídica da questão”, afirma o presidente da Sociedade Rural Brasileira (SRB), Cesário Ramalho da Silva.

 

Autor: Tags: , , , , ,

sexta-feira, 9 de novembro de 2012 Brasil, Cidades | 14:30

Fruet pede ajuda ao Planalto

Compartilhe: Twitter

Quem passou pelo Palácio do Planalto foi o prefeito eleito de Curitiba, Gustavo Fruet (PDT).

Primeiro ele se reuniu com a ministra da Casa Civil, Glesi Hoffmann, uma das principais apoiadoras de sua campanha.

Depois, a presidenta Dilma Rousseff, que estava no Alvorada sem compromissos oficiais, retornou ao Planalto para se receber Fruet em seu gabinete.

“Conversamos sobre as estratégias para conseguir recursos junto aos ministérios. Vou precisar muito do governo federal”, disse Fruet, que tem como prioridade levantar recursos para as obras com vistas à Copa do Mundo de 2014.

Autor: Tags: ,

quinta-feira, 8 de março de 2012 Brasil | 18:08

Tabagistas estão em pé de guerra com a Anvisa

Compartilhe: Twitter

A indústria do tabaco e a Anvisa estão em pé de guerra por conta das proibições de aditivos em produtos de tabaco, que devem ser anunciadas pela agência na semana que vem.

O presidente da Câmara Setorial da Cadeia Produtiva do Tabaco, Romeu Schneider, enviou carta para a ministra chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, afirmando que, se as proibições forem mesmo mantidas, irão afetar drasticamente o setor.

No documento, ele afirma que o Brasil é o maior exportador de tabaco do mundo e o segundo maior produtor.

Já na avaliação da Anvisa, a estratégia do uso de aditivos é perigosa porque tem como principal objetivo deixar o produto mais atraente para atrair jovens e novos fumantes.

Autor: Tags: , ,

quarta-feira, 8 de junho de 2011 Governo | 17:29

Deputados são barrados na posse de Gleisi

Compartilhe: Twitter

Primeira falha de coordenação política na nova gestão da Casa Civil do governo.

Os deputados Jose Nobre Guimarães (PT-CE), Nelson Pelegrino  (PT-BA) e Paulinho da Força (PDT-SP), e o senador Clésio Andrade (PR-MG) quase não conseguiram acompanhar nada da cerimônia de posse da senadora Gleisi Hoffman na Casa Civil, realizada no Palácio do Planalto.

Seguranças não permitiram que eles passassem pela entrada de autoridades.

Durante boa parte da solenidade, o grupo de parlamentares teve de se contentar com um espaço numa área mais afastada do salão, onde ficou parte da imprensa. Apenas no final a entrada dos quatro foi liberada.

Autor: Tags: , , , , ,

terça-feira, 7 de junho de 2011 Congresso | 20:47

De Lindbergh Farias sobre Gleisi Hoffman: “Ela passou no Senado como um furacão”

Compartilhe: Twitter

Do senador Lindberg Farias (PT-RJ) sobre como ficará o governo com a ministra Gleisi Hoffman na chefia da Casa Civil:

— Quem acompanhou a atuação da Gleisi no Senado sabe que ela passou aqui como um furacão. Então agora é um momento novo, com fatos políticos novos, uma cara nova, uma cara boa. A gente entra em um novo momento do governo, de ofensiva política.

Autor: Tags: , , , , ,

Governo | 19:53

Para PT, Luiz Sérgio cairá

Compartilhe: Twitter

Em reunião agora há pouco com a bancada do PT no Senado, a ministra Gleisi Hoffman comunicou a determinação da presidente Dilma Rousseff de que ela terá função de gestora na Casa Civil, e não política.

Deu a entender que Dilma está ainda a procura do coordenador político para o lugar do ministro de Relações Institucionais, Luiz Sérgio.

Dilma disse explicitamente à Gleisi:

— Quero que você seja para mim o que eu fui para o Lula.

Autor: Tags: , , , , ,

Congresso | 19:21

Vaccarezza: “Nunca houve falta de interlocução no Congresso”

Compartilhe: Twitter

Logo após a saída de Antônio Palocci da Casa Civil, o líder do governo na Câmara, Cândido Vaccarezza (PT-SP), rebateu as notícias de que houve falta de articulação política e de interlocução do governo no Congresso:

— Nesses últimos cinco meses, nós aprovamos dezoito medidas provisórias na Câmara e quinze no Senado. E no período mais recente, inclusive, impedimos a convocação do ministro Palocci aqui na Casa — argumentou.

Autor: Tags: , , , ,

segunda-feira, 22 de novembro de 2010 Congresso | 09:01

Troca de gabinetes: de mulher para mulher

Compartilhe: Twitter

Senadora eleita pelo PT do Paraná, Gleisi Hoffman está se ambientando ao novo local de trabalho. Gleisi ocupará o gabinete de Ideli Salvatti (SC), que deixará a Casa a partir do próximo ano.

Sobre o tamanho do Senado, Gleisi brincou:

— Desse jeito, vou ter que comprar um patins.

Autor: Tags: , , ,