Publicidade

Posts com a Tag governo de São Paulo

quinta-feira, 20 de agosto de 2015 Brasil, Congresso, Estados, Política | 14:51

Deputados querem acompanhar investigações sobre chacina de Osasco

Compartilhe: Twitter
Deputados querem acompanhar investigações sobre chacina em Osasco (Reprodução)

Deputados querem acompanhar investigações sobre chacina em Osasco (Reprodução)

Os deputados Valmir Prascidelli (PT-SP) e Reginaldo Lopes (PT- MG) querem que a criação de uma Comissão Externa para acompanhar as investigações sobre as mortes ocorridas em Osasco, no último dia 13 de agosto. Os dois parlamentares apresentaram o pedido à Mesa Diretora da Câmara.

Também devem integrar o grupo os parlamentares Erika Kokay (PT-DF), Orlando Silva (PCdoB-SP) e Rosângela Gomes (PRB-RJ), que foi relatora da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) sobre o extermínio de Jovens Negros, que funcionou na Câmara durante o primeiro semestre.

“A segurança pública é responsabilidade do Governo Estadual, mas nós não podemos deixar que as investigações não cheguem aos responsáveis. Vamos acompanhar tudo de perto”, disse Prascidelli.

A suspeita é de que as mortes teriam ocorrido por ação de agentes do próprio Estado, daí a preocupação com a isenção das investigações. A justificativa para a criação da comissão indica que as execuções seguiram um padrão e que uma das linhas de apuração aponta para crime de vingança por parte de policiais, devido a morte de um colega.

“A gravidade dos fatos e a necessidade de apurar as reais motivações e descobrir os autores trazem a necessidade do acompanhamento de parlamentares federais para que as investigações e suas conclusões tenham um desfecho isento e transparente”, justificou Reginaldo Lopes.

 

Autor: Tags: , , , , , , ,

quarta-feira, 13 de maio de 2015 Estados | 15:03

‘Risco de desabastecimento de água é cada vez menor’, diz secretário de Alckmin

Compartilhe: Twitter
O deputado federal Duarte Nogueira (PSDB-SP).

O deputado federal Duarte Nogueira (PSDB-SP).

Embora não descarte totalmente o risco de desabastecimento, o governo do tucano Geraldo Alckmin afirma que esta possibilidade está cada mais distante, mesmo com a chegada do período de estiagem.

“O problema de abastecimento foi bem gerido e estamos confiantes de que a produção de água vai aumentar em ritmo equivalente ao consumo. Com todo a cautela que deve ter quem é parte da gestão, eu diria que a chance de desabastecimento é cada vez menor”, diz presidente do PSDB paulista e secretário de Transporte do tucano, Duarte Nogueira.

 

Autor: Tags: , ,

domingo, 5 de abril de 2015 Política | 07:00

Alckmin vai passar bem longe das manifestações anti-Dilma

Compartilhe: Twitter

Embora o PSDB discuta nos bastidores a possibilidade de ampliar seu envolvimento nos protestos anti-Dilma, o governador Geraldo Alckmin já avisou que vai continuar evitando o envolvimento direto nas manifestações.

Geraldo Alckmin (foto: divulgação)

Geraldo Alckmin (foto: divulgação)

Parte do partido defende que, diferentemente do que ocorreu em 15 de março, os tucanos participem ativamente e tomem a linha de frente nos atos convocados para o próximo dia 15.  Há, por exemplo, propostas para que o senador tucano Aécio Neves, presidente nacional do PSDB e candidato derrotado à Presidência, vá para  a rua.

Hoje, Alckmin e Aécio são os dois nomes que aparecem no topo da lista de possíveis candidatos do PSDB à Presidência em 2018. De um lado, avaliam interlocutores dos dois tucanos, a participação nos protestos poderia render uma vitrine e tornar mais direta a associação do partido e de seus principais líderes ao “sentimento anti-PT”.

Do outro, há quem defenda que a jogada é arriscada demais. Primeiro, o risco de aproximação com grupos que defendem o impeachment poderia render aos tucanos a fama de “golpistas”.

Por via das dúvidas, Alckmin achou melhor ficar de fora. O que pode acontecer é alguns de seus secretários comparecem aos protestos, com o discurso de que apoiam democraticamente as manifestações.

Autor: Tags: , , , ,

sexta-feira, 3 de abril de 2015 Estados | 07:00

Governo de São Paulo já contingenciou R$ 1,7 bilhões

Compartilhe: Twitter
Governador Geraldo Alckmin (PSDB-SP). Foto: Divulgação

Governador Geraldo Alckmin (PSDB-SP). Foto: Divulgação

A faca que o governador Geraldo Alckmin começou a passar nos gastos do governo paulista já resultou num corte de R$ 1,7 bilhão. Segundo auxiliares do tucano, a redução se concentra em gastos de custeio da máquina. Por enquanto, foram preservadas as áreas de saúde, educação e segurança.

Mas a redução ainda está muito aquém da meta do governo paulista para enfrentar o que descreve como “período muito difícil na economia”. O plano é cortar R$ 6 bilhões até o meio do ano.

Autor: Tags: , ,

quinta-feira, 2 de abril de 2015 Estados | 16:58

Governo Alckmin começa a montar novo escritório em Brasília

Compartilhe: Twitter
Geraldo Alckmin (Foto: Cris Castello Branco)

Geraldo Alckmin (Foto: Cris Castello Branco)

Integrantes da equipe do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, desembarcam na próxima terça-feira em Brasília.

Eles têm a tarefa de começar a fazer andar a montagem de um novo escritório para a administração paulista na capital federal.

O primeiro passo é a visita de imóveis que possam abrigar a nova estrutura.

 

Autor: Tags: , , ,

terça-feira, 10 de março de 2015 Política | 12:34

Organizadores dos protestos do dia 15 pedem encontro com Alckmin para discutir segurança

Compartilhe: Twitter

Alguns dos grupos que estão por trás dos protestos convocados para o próximo dia 15, contra a presidente Dilma Rousseff, pretendem predir uma reunião com o governador paulista, Geraldo Alckmin.

Eles pretendem pedir um reforço de segurança na Avenida Paulista. Estudam propor, por exemplo, que sejam instalados detectores de metais nas áreas de acesso ao vão do Masp, onde deve começar a concentração.

Autor: Tags: , , , , ,

segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015 Estados | 06:00

‘Estamos montando uma operação de guerra’, diz secretário de Alckmin

Compartilhe: Twitter
Edson Aparecido, chefe da Casa Civil do governo Alckmin

Edson Aparecido, chefe da Casa Civil do governo Alckmin

O chefe da Casa Civil paulista, Edson Aparecido, afirma que o governo de Geraldo Alckmin está atuando em todas as frentes para minimizar o impacto da crise hídrica. O tucano insiste na tese de que a redução da pressão no fornecimento vem demonstrando resultados “positivos” e medidas mais intensas dependerão de fato das chuvas que vierem nos próximos três ou quatro meses.

“Nós estamos acelerando a obra na Billings, montamos um plano de contingência, aumentamos a fiscalização em indústrias e estamos atuando para legalizar ligações ilegais, como aquelas de produtores rurais. Melhoramos a comunicação e estamos mobilizando a população, que vem colaborando muito com esse cenário”, diz Aparecido. “Estamos montando uma operação de guerra”, emenda.

Autor: Tags: , , , , , ,

sábado, 31 de janeiro de 2015 Estados | 09:00

Governo Alckmin diz ver ‘terrorismo’ do PT e fala em dar ‘resposta política’

Compartilhe: Twitter

Nas conversas mantidas nos últimos dias, a equipe do governador Geraldo Alckmin reclamou da ação do PT e dos ataques da oposição por conta da crise hídrica. O governo discutiu a necessidade de dar uma “resposta política” ao que descreve como “terrorismo petista”.

A queixa versa, por exemplo, sobre a tese de que haverá a suspensão de aulas  na rede estadual de ensino, por conta dos problemas no abastecimento de água no estado.

Autor: Tags: , , , , , ,

quinta-feira, 18 de dezembro de 2014 Estados | 06:00

Governo Alckmin prepara vacina para falta de água

Compartilhe: Twitter

A equipe do governador paulista, Geraldo Alckmin, foi orientada a preparar uma espécie de vacina para a falta de água, que na avaliação da administração paulista ainda vai se agravar, apesar das primeiras chuvas de fim de ano.

Geraldo Alckmin (Foto: Divulgação)

Geraldo Alckmin (Foto: Divulgação)

Alckmin pediu aos auxiliares – principalmente os que chegam agora à equipe – que invistam pesado em medidas que permitam mostrar ao eleitorado que o governo está fazendo tudo o que é possível para sanar o problema. Ou seja, tudo o que acontecer a partir daí, é culpa de São Pedro.

Alckmin espera entrar no novo governo já com a estratégia bem definida para responder às críticas que vierem quando a secura nas torneiras piorar.

Todas as ações que tenham relação com a área deverão ser feitas em conjunto com o novo secretário de Recursos Hídricos, Benedito Braga. Alckmin, segundo um interlocutor, priorizou o perfil de gestão à imagem política na hora de indicar o novo secretário.

Autor: Tags: , , ,

quarta-feira, 17 de dezembro de 2014 Estados | 13:30

DEM é o próximo da fila nas definições do governo Alckmin

Compartilhe: Twitter
O governador Geraldo Alckmin participa de encontro do DEM em São Paulo (Foto: Paulo Liebert/AE)

O governador Geraldo Alckmin participa de encontro do DEM em São Paulo (Foto: Paulo Liebert/AE)

Depois de definir o espaço do PSB e os detalhes do núcleo político e administrativo do governo, o governador Geraldo Alckmin deve se debruçar sobre a cota do DEM no novo governo.

A expectativa é de que ele dê a Secretaria de Serviços ao partido aliado.

 

Autor: Tags: , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. 3
  5. 4
  6. 5
  7. Última