Publicidade

Posts com a Tag Guilherme Campos

sexta-feira, 9 de janeiro de 2015 Partidos | 10:30

‘PSD não deixará de existir’, diz vice-presidente da sigla

Compartilhe: Twitter
Deputado Guilherme Campos (Foto: Agência Câmara)

O presidente nacional do PSD, Guilherme Campos (SP).(Foto: Agência Câmara)

De acordo com o vice-presidente nacional do PSD, Guilherme Campos (SP), embora boa parte da sigla esteja contribuindo para a recriação do Partido Liberal ao lado do ministro Gilberto Kassab (PSD-SP), ainda não existe acordo para uma fusão automática de todo o PSD à futura sigla.

“O PSD não deixará de existir”, diz o ex-líder do PSD na Câmara, que ocupa interinamente a presidência do partido desde que Kassab assumiu o Ministério das Cidades. “Não há nenhuma decisão no sentido de nos fundirmos automaticamente ao Partido Liberal. Nós estamos ajudando na coleta de assinaturas por uma questão de reciprocidade, para retribuir a ajuda que tivemos na criação do PSD”, completa Campos ao citar especificamente o nome de Cleovan Siqueira (PSD-GO), um dos idealizadores do novo PL.

A postura tem o respaldo do novo líder da bancada na Câmara, Rogério Rosso (PSD-DF). “Não podemos esquecer que o PSD é um partido histórico, de relevância nacional. Quando Juscelino Kubitschek inaugurou Brasília, a que partido ele pertencia? Ao PSD! Este é o nosso partido”, relembra o ex-governador do DF, em referência à sigla que existiu de 1945 a 1965, quando foi dissolvida pela ditadura militar. O partido só voltaria a existir em 1987, até ser incorporado ao PTB em 2003. Já em 2011, por iniciativa de Kassab, foi refundado mais uma vez.

Leia também: Kassab ganha fama de ministro badalado graças ao novo PL

Autor: Tags: , , , , , ,

sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014 Congresso | 18:18

Deputados do PSD saem frustrados de reunião para tratar de emendas

Compartilhe: Twitter
Deputado Guilherme Campos (Foto: Agência Câmara)

Deputado Guilherme Campos (Foto: Agência Câmara)

A cara de desânimo de alguns deputados do PSD era visível na noite de quarta-feira no Plenário da Câmara dos Deputados. O grupo acabava de voltar de uma audiência no Ministério das Cidades.

Leia mais: PSD fica sem emendas e ameaça votar com a oposição no Congresso

“Minha cara diz tudo”, sintetizou Guilherme Campos (SP). O PSD tem tido enormes frustrações no que diz respeito a execução das emendas de seus deputados e o encontro dessa semana não mudou nada nesse cenário.

O grupo que foi ao ministério era composto de Fabio Faria (RN), José Nunes (BA), Jaime Martins (MG), Julio Cesar (PI), Eduardo Sciarra (PR), Felipe Bornier (RJ) e Walter Tosta (MG).

“O governo está adepto do gerundismo. O que eu ouvi foi: ‘vou estar transferindo'”, contou Campos.

Autor: Tags: , , ,

quarta-feira, 5 de fevereiro de 2014 Partidos | 10:30

Kassab faz nova visita a Brasília para negociar acordos nos estados

Compartilhe: Twitter
O prefeito Gilberto Kassab foi recebido pela presidenta Dilma Rousseff em Brasília (Foto: Dida Sampaio)

Gilberto Kassab vem a Brasília para negociar acordos nos estados (Foto: Dida Sampaio)

O ex-prefeito de São Paulo faz nesta quarta-feira mais uma passagem por Brasília para reuniões políticas visando a acordos para as eleições estaduais.

Enquanto costura Brasil afora, Kassab se mostra conformado em encabeçar uma chapa pura do PSD para o governo paulista, já que outras legendas já se adiantaram em negociações com siglas como PT e PSDB.

Kassab deve se lançar com Alda Marco Antonio como vice. Ele também tenta convencer o ex-presidente do Banco Central Henrique Meirelles a disputar o Senado.

“Antes só do que junto a quem possa comprometer a composição da chapa”, minimiza Guilherme Campos (PSD-SP), ao ser perguntado se a alternativa não seria buscar os pequenos partidos para uma composição.

Leia também: Kassab tenta atrair PCdoB para disputa em São Paulo

Autor: Tags: , , , , , ,

sábado, 18 de janeiro de 2014 Política | 08:00

PSD diz não ter pretensão de aumentar espaço no governo imediatamente

Compartilhe: Twitter
Deputado Guilherme Campos (Foto: Agência Câmara)

Deputado Guilherme Campos (Foto: Agência Câmara)

Apesar das conversas do presidente nacional do PSD, Gilberto Kassab (SP), com a presidente Dilma Rousseff, sobre a reforma ministerial, o deputado Guilherme Campos (SP) afirma que o partido não tem pretensões imediatas de aumentar seu espaço no governo.

Leia também: Henrique Meirelles ainda pensa no futuro

“O partido não tem pretensão de ter espaço nesta Legislatura. Manifestamos nosso apoio à reeleição da presidente Dilma e esperamos participar do governo na próxima”, disse o deputado.

Guilherme Afif Domingos (PSD-SP) é o ministro-chefe da Secretaria da Micro e Pequena Empresa, indicado por Kassab. A adesão ao governo, entretanto, mantém-se informal.

Autor: Tags: , , , ,

segunda-feira, 28 de outubro de 2013 Eleições | 15:30

‘Estão preocupados com a candidatura Kassab’, diz deputado

Compartilhe: Twitter

Aliado próximo de Gilberto Kassab (PSD), o deputado Guilerme Campos (SP) provoca os possíveis adversários ao falar sobre os comentários de que o ex-prefeito paulistano poderia ser candidato ao Senado em 2014.

Reservadamente, alguns petistas e tucanos acreditam que Kassab poderia concorrer a uma vaga no Senado, desistindo de sua pré-candidatura ao governo paulista.

“Eles estão preocupados com a candidatura do Kassab, por isso dizem isso”, disse Campos. “É uma tentativa de enfraquecer (a candidatura)”, acrescentou o deputado.

Autor: Tags: , , ,

sexta-feira, 25 de outubro de 2013 Eleições | 14:10

Caminho natural do PSD é com Dilma em 2014, diz líder

Compartilhe: Twitter

Embora nomes como Aécio Neves (PSDB) e Eduardo Campos (PSB) insistam em fazer a corte ao PSD, o líder do partido na Câmara, Guilherme Campos (PSD-SP), avisa que o caminho natural do partido continua sendo apoiar a reeleição da presidente Dilma Rousseff em 2014.

Ele admite que não há decisão formal nesse sentido. Porém, lembra que os 14 diretórios estaduais da legenda já manifestaram a predileção por Dilma. “É muito difícil uma decisão que seja diferente disso”, diz o parlamentar.

Autor: Tags: , , , ,

quinta-feira, 24 de outubro de 2013 Congresso | 19:46

Irritado, representante do PMDB retira-se de reunião do grupo da reforma política

Compartilhe: Twitter

A busca pelo consenso nem sempre é tarefa simples, que o digam os integrantes do grupo de trabalho que discute a reforma política na Câmara dos Deputados.

Na reunião desta quinta-feira, o representante do PMDB no grupo, Marcelo Castro (PI), irritou-se com a proposta sugerida por Guilherme Campos (PSD-SP) de que a distribuição das cadeiras na Casa seja feita com base na população de cada estado.

Castro interrompeu a fala de Campos e saiu da sala esbravejando, dizendo que se a ideia fosse adiante, o PMDB a derrubaria na votação no plenário.

Assista:

Autor: Tags: , , ,

Congresso | 14:12

‘O Congresso Nacional não representa o eleitorado brasileiro’, diz deputado

Compartilhe: Twitter

Representante do PSD no grupo de trabalho que discute na Câmara dos Deputados a reforma política, Guilherme Campos (SP) defendeu na reunião desta quinta-feira que a composição da Casa seja feita com base na proporcionalidade direta da população de cada estado.

“Hoje definimos duas classes de cidadãos. Os supereleitores e os subeleitores. Do jeito que está definido hoje, é assim”, disse Campos. “O Congresso Nacional não representa o eleitorado brasileiro”, acrescentou o parlamentar.

Reconhecendo que tal medida deverá ser impopular quando avaliada no plenário, Campos aceitou que a discussão seja feita por meio de uma emenda e não diretamente no texto da PEC que será formulada a partir das discussões realizadas pelo grupo.

Assista:

Autor: Tags: , ,

sexta-feira, 18 de outubro de 2013 Congresso | 11:00

Deputado critica falta de debate para revisão da CLT

Compartilhe: Twitter

O deputado Guilherme Campos (PSD-SP) afirma que considera muito difícil  a Câmara dos Deputados discutir uma revisão para a CLT. Segundo ele, o tema é um tabu na Casa.

“Do ponto de vista eleitoral, é complicadíssimo. Diria que é o tema mais corrosivo eleitoralmente para ser colocado na pauta, principalmente em véspera de eleição”, diz ele.

Campos defende que impostos governamentais e contribuições sindicais tenham menor peso na folha para que se diminua essa espécie de ágio que existe entre o valor pago pelo empregador e o montante recebido pelo funcionário.

Assista:

Autor: Tags: , , ,

segunda-feira, 26 de agosto de 2013 Política | 10:00

Reforma política ainda não tem nem temas prioritários definidos

Compartilhe: Twitter

Depois de tanto barulho, a discussão da reforma política continua muito longe de um consenso. Até agora, nem mesmo o PT, que vinha discutindo o tema há algum tempo, conseguiu chegar a um acordo sobre quais assuntos pretende defender. Por enquanto, está acertado que os deputados que integram o grupo de trabalho da reforma vão decidir só no dia 29 quais serão os temas prioritários da nova proposta.

“Parece seleção brasileira, cada um tem a sua escalação”, afirmou o deputado Guilherme Campos (PSD-SP), que integra o grupo. “Não tem nenhuma proposta, nem de dentro nem de fora (do grupo), que tenha adesão majoritária pelas pessoas. Todos têm prós e contras. É uma grande frustração. Nossa preocupação é de querer aprovar qualquer coisa para 2014 e isso ficar pior do que já esta hoje”, afirmou.

Parte das discordâncias decorre do fato de alguns setores sugerirem que sejam feitas várias mudanças na lei eleitoral, com validade já para a disputa do ano que vem. Um dos patrocinadores dessa campanha é o deputado Ricardo Berzoini (PT-SP). E o coordenador do grupo, Cândido Vaccarezza (PT-SP), ainda fala em plebiscito.

Autor: Tags: , , , , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. 3
  5. 4
  6. 5
  7. Última