Publicidade

Posts com a Tag Henrique Eduardo Alves

quarta-feira, 17 de agosto de 2011 Congresso | 11:20

Projeto de comandar a Câmara é freio para a rebelião do PMDB

Compartilhe: Twitter

Uma declaração da presidenta Dilma Rousseff  no seu encontro de ontem  com a cúpula do PMDB calou fundo entre seu interlocutores:

— Eu apoiarei o PMDB na Presidência da Câmara, na sucessão de Marco Maia, conforme foi acordado com o PT.

Como se sabe, o nome da cúpula do PMDB para o cargo já está escolhido, é o do atual líder na Câmara, Henrique Eduardo Alves (RN). A declaração de Dilma foi entendida como um recado:  Henrique Eduardo Alves só tem a garantia do acordo mantendo-se fiel ao governo. Com o PMDB rebelado, ele pode até se eleger, mas corre sério risco de não conseguir.

No Cafezinho da Câmara, dois jovens e experientes políticos do PMDB, Renan Calheiros Filho (AL) e Lúcio Veira Lima (BA) — um, filho do ex-presidente do Senado Renan Calheiros, e outro, irmão do ex-ministro Geddel Vieira Lima –, insistiam que não há mais hipótese de rebelião no PMDB.

— Depois então que Dilma prometeu apoio a Henrique, não há mais possibilidade de rebelião. A Presidência da Câmara é decisiva para o projeto politico do nosso partido.

Autor: Tags: , , , , ,

terça-feira, 16 de agosto de 2011 Congresso | 19:51

Átila Lins será o candidato do PMDB à vaga no TCU

Compartilhe: Twitter

O líder do PMDB na Câmara, Henrique Eduardo Alves (RN), informou ao deputado Átila Lins que os peemedebistas Fátima Pelaes e Osmar Serraglio abriram mão de disputar cadeira no Tribunal de Contas da União.

Com a desistência, Átila se torna o candidato único do partido para vaga aberta com a aposentadoria de Ubiratan Aguiar.

Segundo ele, a decisão será anunciada amanhã à bancada peemedebista.

Autor: Tags: , , , , ,

Congresso | 13:44

Emendas antecipam campanha de Henrique Alves

Compartilhe: Twitter

Com a batalha pela aprovação das emendas parlamentares, a base governista está antecipando acampanha do líder do PMDB, Henrique Eduardo Alves(RN) à presidência da Câmara.

O recado é: se quer ser eleito, defenda a todos. Por suas declarações à imprensa, dá para perceber que Henrique Alves está sabendo aproveitar a chance e tem agradado, sobretudo, o baixo clero.

Autor: Tags: , ,

quarta-feira, 10 de agosto de 2011 Governo | 12:10

Faxina de Dilma na Conab assusta líderes do PMDB

Compartilhe: Twitter

A faxina determinada pela presidenta Dilma Rousseff na Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) do Ministério da Agricultura deixou de cabelo em pé  os líderes do PMDB na Câmara, Henrique Eduardo Alves (RN), e no Senado, Renan Calheiros (AL).

Não só porque o Ministério da Agricultura é área de inluência do PMDB. Mas porque, junto com a notícia veio o recado da presidenta para não poupar nem mesmo os indicados pelos dois líderes.

Autor: Tags: , , , , , ,

terça-feira, 9 de agosto de 2011 Governo | 19:45

Líderes do PMDB cobram retratação de Cardozo por operação da PF

Compartilhe: Twitter

Os líderes do PMDB no Senado, Renan Calheiros (AL), e na Câmara, Henrique Eduardo Alves (RN), estão reunidos neste momento com o ministro da Justiça, Eduardo Cardozo, e a ministra de Relações Institucionais, Ideli Salvatti, no Palácio do Planalto.

Os peemedebistas vão cobrar retratação pública pela “forma abusiva” com que foi conduzida hoje a operação da Polícia Federal no Ministério do Turismo, que resultou na prisão de 38 pessoas.

Autor: Tags: , , , , , , ,

Congresso | 13:39

Líder do PMDB diz que prisões no Turismo foram “abuso judicial”

Compartilhe: Twitter

O líder do PMDB na Câmara, Henrique Eduardo Alves, disse que foi um “abuso judicial” a operação hoje da Polícia Federal no Ministério do Turismo, que resultou na prisão de 38 pessoas.

Segundo ele, a polícia executou as prisões por ordem do Ministério Público, por causa de convênio de 2009 que teve todos os pareceres técnicos aprovados, e que sem que ninguém tenha sido ouvido.

— Está preso o rapaz [secretário nacional de Programas de Turismo, Colbert Martins], pelo amor de Deus. Num estado democrático não pode ser assim. Ele não foi ouvido, não foi chamado, nunca foi questionado, nada. Ai de repente, estão seus familiares vendo ele preso.

Autor: Tags: , , ,

sexta-feira, 5 de agosto de 2011 Congresso | 11:01

Líder do PMDB anuncia candidatura do partido a ministro do TCU

Compartilhe: Twitter

A bancada do PMDB na Câmara marcou para a próxima quarta-feira reunião em que será escolhido o candidato dos deputados do partido a ministro do TCU.

O líder Henrique Eduardo Alves informa que chegou a discutir com o governador de Pernambuco, Eduardo Campos, a possibilidade de indicação da deputada Ana Arraes (PSB-PE), mãe do governador, como candidata única dos partidos governistas, mas voltou atrás:

— Essa é uma discussão vencida. O PT já escolheu seu candidato e o PSB, também. Então não há mais condições para a candidatura única. Nós no PMDB agora escolheremos um nome na bancada e vamos marchar unidos para a disputa.

Autor: Tags: , , , , ,

quinta-feira, 14 de julho de 2011 Partidos | 10:19

Acordo PMDB-PSB sobre mandato de Chalita perde o efeito

Compartilhe: Twitter

O deputado Thiago Peixoto (ex-PMDB), secretário de Educação de Goiás, decidiu mesmo ir para o PSD. Inicialmente sua intenção era o PSB, mas com a filiação de um desafeto seu ao partido, rumou para a outra legenda.

Sendo assim, o presidente do PSB, governador Eduardo Campos (PE), decidiu lavar as mãos sobre o tal acordo feito com o líder do PMDB, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), para poupar o mandato do deputado Gabriel Chalita (SP) que trocou o PSB pelo PMDB.

A aposta é que o PMDB de Goiás, comandado por Íris-Íris Resende, também deve ir atrás do mandato de seu ex-aliado.

Autor: Tags: , , , , , ,

terça-feira, 5 de julho de 2011 Governo | 19:41

PT e PMDB não chegam a acordo sobre reforma política

Compartilhe: Twitter

Michel Temer (Foto: Mister Shadow/AE)

Deputados do PT e do PMDB se reuniram com o vice-presidente Michel Temer, na tarde de hoje, para tentar chegar a um acordo sobre a reforma política. A reunião, que teve a presença de onze deputados, entre eles Ricardo Berzoini (PT-SP), Henrique Fontana (PT-RS), Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN) e Mendes Ribeiro (PMDB-RS), recém-nomeado líder do governo no Congresso, terminou sem acordo.

O PT não abriu mão da lista fechada – em que eleitor vota no partido, e não no candidato individualmente. Temer e os deputados peemedebistas, que defendem o chamado distritão – voto majoritário para vereador e deputados federais e estaduais – afirmaram que aceitariam o sistema misto. Mas com a condição que o PT também cedesse em alguns pontos.

O único acordo da reunião: para ganhar mais tempo para “misturar água e óleo”, o relator da Comissão Especial da Reforma Política, deputado Henrique Fontana, só apresentará seu parecer depois do recesso. É a segunda vez que a apresentação é adiada.

Autor: Tags: , , , , , , , , ,

terça-feira, 28 de junho de 2011 Congresso | 15:01

Henrique Eduardo Alves diz que votação da RDC seria “voto de confiança” a Ideli

Compartilhe: Twitter

Almoço na casa do deputado Henrique Eduardo Alves (Foto: Celso Junior/AE)

O líder do PMDB, Henrique Eduardo Alves, está, neste momento, recebendo os líderes da base governista, o líder do governo, Cândido Vaccarezza (PT-SP), e a ministra Ideli Salvatti (Relações Institucionais) em sua casa para um almoço-reunião.

Pelo twitter, o peemedebista faz a locução do evento.

Fica-se sabendo o cardápio – picadinho e camarão – , a ordem de chegada dos convidados, uma saída de Ideli da sala para conversar com a presidenta Dilma Rousseff e o interesse do anfitrião em defender a prorrogação dos restos a pagar nas emendas parlamentares para 31 de dezembro:

– Relato à ministra que os restos a pagar são uma questão vital para que as prefeituras possam honrar as obras já assumidas com a população!

Henrique Alves também diz que está tudo certo para a votação do Regime Diferenciado de Contratação (RDC) como “um gesto de confiança à ministra”. E que ainda luta para que a Câmara vote a correção da tabela do Simples antes do recesso.

Autor: Tags: , , ,

  1. Primeira
  2. 10
  3. 17
  4. 18
  5. 19
  6. 20
  7. 21
  8. Última