Publicidade

Posts com a Tag Ideologia de Gênero

quinta-feira, 13 de novembro de 2014 Congresso | 10:30

PT tenta reverter fragilidade em Comissão de Direitos Humanos

Compartilhe: Twitter
Deputada federal Érika Kokay (PT-DF). Foto: Divulgação

Deputada federal Érika Kokay (PT-DF). Foto: Divulgação

Diante de mais uma derrota na Comissão de Direitos Humanos, petistas e aliados começaram mapear o número de deputados que precisarão mobilizar para estarem presentes nas próximas sessões, a fim de conseguir votar qualquer assunto.

Leia também: Evangélicos voltam a polemizar sobre ‘ideologia de gênero’

A intenção é garantir a presença de todos os titulares e suplentes do campo, na próxima semana, para reverter a fragilidade observada nas últimas sessões. Além disso, a bancada buscará o apoio de parlamentares da oposição vistos como mais “dialogáveis” do que alguns religiosos.

Ontem, com direito a socos na mesa de Jair Bolsonaro (PP-RJ) e a presença de militantes evangélicos e católicos, a bancada conservadora se organizou para impedir que a comissão sequer analisasse os pontos de pauta, que incluía o projeto de lei 7086/2014, da deputada Iriny Lopes (PT-ES), sobre o combate às desigualdades das condições de trabalho e remuneração no serviço público.

Autor: Tags: , , , , ,

quarta-feira, 5 de novembro de 2014 Congresso | 17:37

Evangélicos voltam a polemizar sobre ‘ideologia de gênero’

Compartilhe: Twitter
Deputada Federal Iriny Lopes (PT-ES). Foto: Agência Câmara

Deputada Federal Iriny Lopes (PT-ES). Foto: Agência Câmara

A bancada religiosa voltou a se mobilizar contra a chamada “ideologia de gênero” – nome adotado por parlamentares católicos e evangélicos contra a inclusão de termos como equidade de gênero e orientação sexual, desde a votação do Plano Nacional de Educação.

Desta vez, o foco é o projeto de lei 7086/2014, de autoria da deputada Iriny Lopes (PT-ES), sobre o combate às desigualdades das condições de trabalho e remuneração no serviço público, em discussão na Comissão de Direitos Humanos.

Após pedir vistas do projeto, o deputado federal Pastor Eurico (PSB-PE) pediu a retirada do tema da pauta, com apoio da bancada religiosa. Eurico também apresentou um voto em separado onde critica teóricos como Marx, Engels, Judith Butler e a Escola de Frankfurt, para reafirmar os valores cristãos da família.

 

 

Autor: Tags: , , ,

quinta-feira, 24 de abril de 2014 Congresso | 08:00

‘Mudança no PNE pode intimidar combate à discriminação em sala de aula’, diz deputada do PCdoB

Compartilhe: Twitter

De acordo com a deputada federal Alice Portugal (PCdoB-BA), a retirada do texto que previa o combate à discriminação de gênero, raça e orientação sexual no Plano Nacional de Educação pode ‘intimidar educadores’ no desenvolvimento de atividades sobre o tema em sala de aula.

Leia também: Comissão retira trecho contra discriminação de gênero e sexual do PNE

A supressão foi uma vitória da bancada religiosa, que organizou uma verdadeira ofensiva contra a diversidade de gênero no PNE, nos últimos meses.

Assista:

Autor: Tags: , , , , , , ,

quarta-feira, 2 de abril de 2014 Congresso | 14:37

Evangélicos organizam ofensiva contra Plano Nacional de Educação

Compartilhe: Twitter

A articulação para votar o Plano Nacional de Educação mobiliza a bancada evangélica nesta quarta-feira. Ontem, em vídeochat realizado com o deputado Angelo Vanhoni (PT-PR), relator projeto, quase todas das mais de 900 perguntas apresentadas traziam críticas à chamada “ideologia de gênero”.

Reunião da Comissão Especial do PNE é marcada por protestos contra a “ideologia de gênero” (foto: Mel Bleil Gallo / IG)

Militantes evangélicos e católicos também têm telefonado diretamente para o gabinete dos deputados da Comissão Especial do PNE, pedindo a rejeição do relatório de Vanhoni. Na última reunião, o deputado federal Jair Bolsonaro (PP-RJ) – que nem faz parte da Comissão – chegou a ser aclamado pelo movimento.

Na votação desta tarde, deputados da bancada evangélica já anunciaram que, caso não seja possível ganhar no voto, tentarão obstruir toda votação do parecer.

Apesar da polêmica, o debate se refere simplesmente ao artigo que defende “a superação das desigualdades educacionais, com ênfase na promoção da igualdade racial, regional, de gênero e de orientação sexual”. Com essa estratégia, o debate sobre o direcionamento dos 10% do PIB da educação para o ensino público ou privado acabou ofuscado.

Leia mais: Evangélicos retomarão pauta conservadora em comissão especial

Autor: Tags: , , , , , , ,