Publicidade

Posts com a Tag inquérito

sábado, 15 de março de 2014 Governo | 14:23

UFMG é alvo de investigação durante gestão do novo ministro de Ciência e Tecnologia

Compartilhe: Twitter
Novo ministro da Ciência e Tecnologia, Clélio Campolina, era reitor da UFMG desde 2010 (foto: Foca Lisboa/UFMG)

Novo ministro da Ciência e Tecnologia, Clélio Campolina, era reitor da UFMG desde 2010 (foto: Foca Lisboa/UFMG)

A gestão do ex-reitor da Universidade Federal de Minas Gerais e novo ministro de Ciência e Tecnologia, Clélio Campolina, é alvo de investigação do Ministério Público Federal.

O Inquérito Civil Público para apurar possível ato de improbidade administrativa foi instaurado no dia 5 de março, pelo procurador Carlos Henrique Dumont Silva.

O objeto da investigação é apurar supostas irregularidades na contratação da empresa Contécnica Consultoria Técnica Ltda, responsável por fiscalizar as obras do Centro de Atividades Didáticas das Ciências Exatas, pelo Departamento de Obras da UFMG.

Em auditoria realizada pela Controladoria Regional da União em 2012, foi constatado “um superdimensionamento em relação à quantidade de mão de obra orçada e contratada”, referente ao Contrato 018/2012. Também foi observado “indício de fraude” com “conivência da fiscalização da UFMG”. O MPF calcula prejuízo potencial da contratação de R$ 567,7 mil.

Em nota, a UFMG afirma que a auditoria da Controladoria Regional da União “resultou em relatório preliminar, no qual foi apontada discordância a respeito da necessidade da contratação de profissionais de apoio para fiscalização de segurança do trabalho, fiscalização de instalações elétricas e de ar condicionado, nos termos previstos no mencionado contrato e também quanto aos valores efetivamente pagos aos profissionais pela empresa Contécnica Consultoria Técnica Ltda, que logrou vencer a Concorrência Pública no 01/2012”.

O documento da UFMG diz ainda que “embora defendesse a contratação dos profissionais e dos serviços nas bases antes especificadas, a UFMG acatou todas as recomendações da CGU e, por meio da assinatura de aditivo de supressão ao contrato no 018/2012, reduziu o número de profissionais e os valores acertados anteriormente com a empresa Contécnica Consultoria Técnica Ltda”.

Atualizada às 20h40

Autor: Tags: , , , , , , , , ,

terça-feira, 25 de outubro de 2011 Congresso | 19:35

Argumento do PCdoB é que STF não abriu inquérito

Compartilhe: Twitter

O ministro do Esporte, Orlando Silva (PCdoB), afirmou agora há pouco que vai procurar os advogados para “estudar exatamente do que se trata” o inquérito aberto pelo Supremo Tribunal Federal (STF) para investigar seu suposto envolvimento em esquema de corrupção na pasta.

O PCdoB tem argumentado junto ao Planalto que a ministra Carmem Lúcia (STF) não abriu inquérito, apenas pediu mais informações.

— Eu preciso apurar exatamente do que se trata, porque inclusive tem um padrão de comportamento da Procuradoria-Geral da República — afirmou.

Autor: Tags: , , , ,

segunda-feira, 25 de julho de 2011 Governo | 09:12

Dnit: cada funcionário com a sua denúncia

Compartilhe: Twitter

Coordenador de Segurança e Engenharia de Trânsito do Dnit, Marcelino Augusto Santos Rosa foi citado como um dos investigados pela Controladoria Geral da União. O motivo: denúncia de fraude em licitação de 56 contratos, realizada em 2006, na área de sinalização.

Apesar de reconhecer que é alvo da CGU e que sofre processo administrativo disciplinar no Dnit, Marcelino criticou que seu caso foi incluído na mesma vala comum da crise que se instalou nos Transportes:

– O meu processo vem de uma denúncia de quatro anos atrás, que não tem nada a ver com esse momento atual. Tenho 44 anos de serviço público sem nenhuma mancha. Esse foi o primeiro e o último edital que fiz no órgão  – afirmou ao Poder Online.

Autor: Tags: , , , ,