Publicidade

Posts com a Tag Israel

sexta-feira, 24 de maio de 2013 Congresso | 20:00

Suplicy sugere jogo do Brasil contra combinado judaico palestino

Compartilhe: Twitter

Durante sessão da comissão de Relações Exteriores do Senado, nesta semana, Eduardo Suplicy (PT-SP) sugeriu a realização de um jogo da seleção brasileira nos moldes do jogo da paz, realizado em 2004 contra o Haiti em Israel.

Suplicy fez a sugestão aproveitando a presença de Henrique da Silveira Sardinha Pinto, indicado para assumir a embaixada do Brasil em Israel que passava pela comissão.

O senador petista até citou o filme Invictus, do diretor Clint Eastwood, que conta como o ex-presidente Nelson Mandela usou o Rugby para promover a integração entre negros e brancos na África do Sul como exemplo de como o esporte pode promover a paz.

Só falta combinar com árabes e israelenses, já que Suplicy sugeriu um jogo da seleção brasileira contra um combinado de jogadores de Israel e Palestina.

Autor: Tags: , ,

segunda-feira, 3 de dezembro de 2012 Internacional | 15:48

Paz agora – judeus apoiam Palestina na ONU

Compartilhe: Twitter

Entidades judaicas sediadas no Brasil e Argentina, como a Associação Scholem Aleichem de Cultura e Recreação, divulgaram, nesta segunda-feira, comunicado conjunto em que saudam a inclusão da Palestina na ONU, como Estado observador não-membro.

O documento foi lançado logo depois de o governo israelense divulgar novas medidas de retaliação aos palestinos.

De acordo com o manifesto – assinado também por entidades como o Tortura Nunca Mais -, a aceitação da Palestina “é um passo muito significativo para a constituição de um Estado palestino soberano e independente, indispensável para se alcançar uma paz duradoura no Oriente Médio.”

A seguir, o texto do comunicado:

As instituições abaixo-assinadas saúdam a inclusão da Palestina como Estado observador não-membro da ONU. Entendemos que esse é um passo muito significativo para a constituição de um Estado palestino soberano e independente, indispensável para se alcançar uma paz duradoura no Oriente Médio.

A fórmula Dois povos, dois Estados é uma ideia-força, que, se implementada, permitirá o desenvolvimento de palestinos e israelenses nas fronteiras de seus Estados nacionais.

No Oriente Médio, a paz é revolucionária. Com ela, o reconhecimento mútuo, baseado em acordos que levem em consideração as fronteiras anteriores à guerra de junho de 1967, poderá trazer segurança, estabilidade e desenvolvimento tanto para o Estado de Israel como para o futuro Estado da Palestina.

Repudiamos alternativas militaristas, que carregam no ventre formas inaceitáveis de supremacia. Defendemos respostas políticas abrangentes, que respeitem identidades, histórias e perspectivas de futuro.

ASA – Associação Scholem Aleichem de Cultura e Recreação (Brasil)

Associação Kinderland (Brasil)

ICIB – Instituto Cultural Israelita Brasileiro (Brasil)

ICUF – Ídisher Cultur Farband (Argentina)

Instituto Casa Grande (Brasil)

Meretz (Israel)

Meretz (Brasil)

Jornal Algo a Dizer (Brasil)

Grupo Tortura Nunca Mais (Brasil)

Autor: Tags: , ,

quarta-feira, 25 de janeiro de 2012 Diplomacia | 18:45

Suspeita de antraz leva pânico à embaixada de Israel

Compartilhe: Twitter

A Polícia Federal foi acionada na tarde desta quarta-feira pela embaixada de Israel, em Brasília, por causa da suspeita de conter antraz em uma das correspondências recebidas.

Uma equipe de peritos esteve no local e adotou todos os procedimentos padrões internacionais para este tipo de ameaça.

O conteúdo da correspondência foi entregue para a embaixada e a substância suspeita encaminhada para um laboratório da PF no Rio de Janeiro. Eles serão analisados por equipamentos de última geração para dizer se a ameaça era verdadeira.

Autor: Tags: , , ,

terça-feira, 7 de dezembro de 2010 Diplomacia | 13:43

Ricúpero: “Lula quer poupar Dilma de desgaste”

Compartilhe: Twitter

Rubens Ricupero

Ministro da Fazenda durante o período de implantação do Plano Real, o jurista e diplomata Rubens Ricúpero apoiou a decisão do presidente Lula de ter reconhecido o Estado Palestino com as fronteiras de 4 de junho de 1967, anteriores à Guerra dos Seis Dias entre países árabes e israelenses:

– Foi uma decisão correta do presidente porque segue a orientação da ONU e é também uma medida que já foi tomada por uma centena de países. Além disso, acredito que o presidente decidiu fazer o anúncio agora para tornar o governo de Dilma mais fácil. Lula quer poupar a presidenta eleita do desgaste.

Para Ricúpero, a decisão do presidente tem um valor simbólico e não mudará as pretensões de Israel:

– Apesar de o Brasil ter uma representação importante no mundo, a nossa decisão não muda o fato de Israel ter suas pretensões. Isso não vai mudar de uma hora para a outra. É muito mais um gesto simbólico. E também entra na política de Lula evitar desgaste para Dilma. E acredito que ele estenderá essa atitude para outros assuntos polêmicos, como a decisão sobre o futuro do ativista italiano Cesare Battisti, que está preso no Brasil. Eu quase que apostaria que o presidente usará o clima de Natal como desculpa para deixá-lo no Brasil.

Autor: Tags: , , , , ,

quarta-feira, 2 de junho de 2010 Congresso | 15:21

Câmara convida Iara Lee para debater Israel

Compartilhe: Twitter

O deputado Ivan Valente (PSOL-SP) quer ouvir a cineasta brasileira Iara Lee, sobrevivente do ataque israelense aos seis barcos de ajuda humanitária, para falar sobre o Oriente Médio na Comissão de Relações Exteriores da Câmara. Valente propôs uma audiência pública.  

Na próxima quarta-feira, é a vez do ministro Celso Amorim ir à comissão da Câmara para falar sobre o tema Israel e também sobre Irã.

Autor: Tags: , , , ,