Publicidade

Posts com a Tag Jilmar Tatto

terça-feira, 31 de janeiro de 2012 Congresso | 19:02

No fim do recesso, liderança na Câmara é prioridade para o PT

Compartilhe: Twitter

O deputado Jilmar Tatto (Foto: Tiago Queiroz/AE)

A bancada do PT na Câmara fará um rodízio de líderes para resolver a disputa entre os deputados Jilmar Tatto e José Nobre Guimarães pela sucessão do atual líder, Paulo Teixeira.

Ficou acertado que eles dividirão os próximos dois anos da atual Legislatura. Tatto faz questão de ficar no cargo neste primeiro ano do acordo e assumir a liderança na quinta-feira, quando termina o recesso no Congresso.

A bancada volta a se reunir no final desta semana para definir quem será o líder de 2012. A decisão deve sair até a semana que vem. O partido quer o resolver o impasse o quanto antes.

Autor: Tags: , , , ,

terça-feira, 3 de janeiro de 2012 Partidos | 10:01

PT tenta superar impasse na escolha do líder

Compartilhe: Twitter

A bancada do PT na Câmara passou o ano de 2011 tentando curar as feridas da disputa interna pela presidência da Casa.

Não avançou grandes coisas. O vencedor, Marco Maia (RS), e o líder do governo na Câmara, Cândido Vaccarezza (SP), até hoje se estranham.

E os petistas viraram o ano sem conseguir resolver outro problema: a disputa entre os deputados Jilmar Tatto (SP) e José Guimarães (CE) pela sucessão do atual líder, Paulo Teixeira (SP).

Para superar este novo impasse, a bancada do PT se reúne no próximo dia 24, antes do fim do recesso parlamentar. Tentará  escolher o novo líder para este ano já com uma proposta de acordo: o derrotado assume a liderança em 2013.

*Colaborou Leonardo Santos

Autor: Tags: , , , ,

segunda-feira, 7 de novembro de 2011 Eleições | 08:03

PT espera desistência de Zarattini e Tatto até o fim da semana

Compartilhe: Twitter

Depois do ex-casal Suplicy, o PT espera a desistência dos deputados Carlos Zarattini e Jilmar Tatto até o fim da semana. A ideia é fazer de 27 de novembro – data marcada para as prévias – o dia de oficialização da candidatura de Fernando Haddad a prefeito de São Paulo.

Autor: Tags: , , , ,

quinta-feira, 3 de novembro de 2011 Eleições | 17:43

Zarattini mantém candidatura, mesmo com desistência de Marta

Compartilhe: Twitter

Deputado federal Carlos Zarattini (Foto: Beto Oliveira/Agência Câmara)

Um dos postulantes à candidatura a prefeito de São Paulo pelo PT, o deputado Carlos Zarattini disse ao Poder Online que — independentemente da desistência da senadora Marta Suplicy — ele pretende continuar na disputa.

Poder Online — A desistência da Marta não influencia em nada?

Carlos Zarattini — Influencia sim. Creio que um bom número dos eleitores da Marta passará a apoiar a minha candidatura.

Poder Online — Mas o sr. não desistirá nem com um pedido do Lula?

Carlos Zarattini — Não creio que ele pedirá, assim como não pediu na última vez em que nos encontramos. Pelo contrário, ele até incentivou tanto a mim como ao Jilmar Tatto. Disse que mantivéssemos nossos nomes e que ele apoiará quem for o escolhido pelo partido.

Poder Online — Então por que ele pediu a saída da Marta?

Carlos Zarattini — Já naquele encontro o Lula disse que não achava certo a senadora Marta se colocar. O Lula é favorável a uma renovação. Está claro que ele prefere o ministro Fernando Haddad (Educação) como candidato. Mas, se não for o Haddad, acho que ele quer uma cara nova.

Autor: Tags: , , , , ,

Eleições | 10:06

A fatura de Jilmar Tatto

Compartilhe: Twitter

O deputado Jilmar Tatto (PT-SP) considera essa história toda de ele abrir mão das prévias em troca de assumir a liderança do PT na Câmara uma jogada de mau gosto.

Para Tatto, a liderança já entrou na coluna de crédito dele com o PT depois de seu apoio ao presidente da Casa, Marco Maia (PT-RS) na acirrada disputa pelo cargo.

Ou seja, Tatto está apresentando fatura ainda mais alta para aceitar um acordo a favor do nome do ministro da Educação, Fernando Haddad.

Autor: Tags: , ,

sexta-feira, 28 de outubro de 2011 Eleições | 16:23

Semana decisiva para as prévias do PT de São Paulo

Compartilhe: Twitter

Marta em caravana do PT (Foto: Divulgação/Elisabete Alves)

A uma semana do encerramento das caravanas zonais (sábado, dia 6) e do fim do prazo para apresentar as assinaturas (até o dia 7) necessárias para validar a inscrição nas prévias, todos os cinco pré-candidatos do PT à Prefeitura de São Paulo sustentam a intenção de participar da disputa interna.

A senadora Marta Suplicy (PT-SP), agora totalmente afastada do grupo que tentou convencê-la a abrir mão do embate, colhe assinaturas por sua conta e risco.

Ao contrário do que imaginavam alguns contendores, as falhas no Enem foram pequenas demais para causar impacto negativo ao ministro da Educação, Fernando Haddad, a ponto de tirá-lo do páreo.

O senador Eduardo Suplicy mostra-se “animadíssimo”. Os deputados Jilmar Tatto e Carlos Zaratini – contrariando também expectativas – mostram disposição de manter suas candidaturas.

Destaque-se, porém, que existe um hiato de 20 dias entre a etapa que se encerra no dia 7 e a eleição propriamente dita, marcada para o dia 27.

É neste período que todos apostam que o ex-presidente Lula voltará a atuar a favor de Haddad. Mas muitos apostam também que são poucas as chances de alteração do quadro – pelo menos no primeiro turno das prévias.

Autor: Tags: , , , , , ,

quarta-feira, 19 de outubro de 2011 Eleições | 07:01

Há limite para brigar com Lula

Compartilhe: Twitter

O deputado Carlos Zarattini (PT-SP) foi cobrar do líder do governo, Cândido Vaccarezza (PT-SP), autoria sobre notícias veiculadas no fim de semana de possível acordo entre ele e o deputado Jilmar Tatto (PT-SP), também pré-candidato a prefeito de São Paulo, para apoiar Marta Suplicy (PT-SP) nas prévias de novembro.

Vaccarezza negou ser a fonte do boato. Não foi mesmo.

Até porque o líder sabe bem que Zarattini e Tatto têm pouca chance de abrir mão da exposição que estão tendo na imprensa em troca do apoio a Marta, pelo menos no primeiro turno.

Primeiro porque as prévias devem mesmo ocorrer já que o senador Eduardo Suplicy (PT-SP) está telefonando para todos os presidentes de diretórios zonais e vai registrar sua candidatura nos próximos dias.

Segundo porque, segundo aposta de petistas de estrela dourada, o mais provável é que Zarattini e Tatto, em caso de derrota, apoiem – nem que seja publicamente – o ministro da Educação, Fernando Haddad.

O motivo é simples: há limite para brigar com o ex-presidente Lula.

Autor: Tags: , , , , ,

terça-feira, 11 de outubro de 2011 Eleições | 09:03

Propaganda do PT em São Paulo trará os cinco pré-candidatos à prefeitura

Compartilhe: Twitter

Diante da falta de definição sobre quem será candidato pelo PT à prefeitura de São Paulo em 2012, a cúpula do partido na capital paulista prometeu ceder espaço aos cinco aspirantes na propaganda de TV que irá ao ar no estado entre 7 e 21 de novembro .

São pré-candidatos pela legenda o ministro da Educação, Fernando Hadadd, os senadores Marta e Eduardo Suplicy, e os deputados Carlos Zarattini e Jilmar Tatto.

Autor: Tags: , , , , , ,

segunda-feira, 12 de setembro de 2011 Eleições | 08:04

PT compara Haddad com Dilma

Compartilhe: Twitter

Alguns dias depois de divulgada a primeira pesquisa eleitoral para prefeito de São Paulo, a primeira também em que aparece o nome do ministro da Educação, Fernando Haddad, o PT faz uma comparação desvantajosa para o candidato preferido pelo ex-presidente Lula.

A análise dificulta o desempenho de Haddad nas prévias de 27 de novembro. Os petistas comparam o desempenho de Dilma Rousseff na largada da corrida presidencial com a de Haddad e chegam à conclusão de que o ministro apareceu muito fraco (com 2% das intenções de voto) depois de grande exposição na mídia e o apadrinhamento claro de Lula.

Em 16 de agosto de 2009, Dilma tinha 17% no Datafolha contra 38% de José Serra, 14% de Ciro Gomes, 12% de Heloisa Helena e 3% de Marina Silva. Indecisos, nulos, brancos somavam 18%.

Embora Carlos Zarattini, Jilmar Tatto e Eduardo Suplicy, outros pré-candidatos do PT paulistano, não aparecerem na pesquisa do Datafolha, os petistas comentam que os três estariam na mesma faixa de Haddad ou até melhor, no caso de Suplicy. Logo, a pesquisa enterrou definitivamente a chance de negociação com esses contendores para uma desistência em favor de Haddad.

Autor: Tags: , , , , , , , ,

quinta-feira, 11 de agosto de 2011 Eleições | 06:02

Crítica a Haddad é ser um candidato de um tema só

Compartilhe: Twitter

Os pré-candidatos do PT na caravana de Sapopemba (Foto: Dilvulgação)

A principal crítica ao desempenho do ministro Fernando Haddad é ser, até este momento, um candidato monotemático. Haddad falou muito de sua própria pasta independentemente dos problemas dos bairros.

Ele chegou mais cedo a Sapopemba para ouvir as lideranças e a militância. O presidente do PT local, Milton dos Santos Silva, o Miltão, relatou que o principal problema por lá era o transporte público. Um morador de Sapopemba demora mais de 1h 30 minutos para chegar ao centro da cidade.

Em sua fala, Haddad ignorou o tema em vez de explorá-lo. Preferiu falar do Prouni.

– Ele precisa estudar um pouco mais os outros temas. Educação é importante. mas tem que dar uma lida, uma pesquisada e discorrer sobre outras coisas – sugere Miltão.

Um dia antes da caravana, Miltão recebeu o telefonema de uma assessora de Marta Suplicy perguntando sobre os problemas do bairro. Ela e os deputados Carlos Zarattini e Jilmar Tatto, seus ex-secretários, abordaram mais a questão dos transportes.

Autor: Tags: , , , , , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. 3
  5. 4
  6. Última