Publicidade

Posts com a Tag João Campos

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015 Congresso | 09:00

Caminho livre para João Campos liderar evangélicos na Câmara

Compartilhe: Twitter
O deputado federal João Campos (PSDB-GO). Foto: Divulgação

O deputado federal João Campos (PSDB-GO). Foto: Divulgação

Autor do polêmico projeto batizado como “Cura Gay”, o deputado João Campos (PSDB-GO) deverá assumir a coordenação da bancada evangélica na Câmara dos Deputados.

O tucano diz ter aparado as arestas com seu único adversário até o momento, Takayama (PSC-PR), que também pretendia disputar o posto.

De acordo com Campos, numa conversa entre os dois, o paranaense teria aberto mão de concorrer e deixado o caminho livre para o tucano, que já liderou os evangélicos na legislatura anterior.

A decisão oficial será tomada na próxima terça-feira e, a não ser que surja um novo interessado, o tucano deve ser referendado como novo líder dos 83 evangélicos eleitos.

Autor: Tags: , , , , ,

sexta-feira, 13 de fevereiro de 2015 Congresso | 08:00

João Campos e Takayama disputam comando da bancada evangélica

Compartilhe: Twitter
O deputado federal João Campos (PSDB-GO). Foto: Divulgação

O deputado federal João Campos (PSDB-GO). Foto: Divulgação

Nós últimos dias, dois deputados reforçaram a campanha pela coordenação da bancada evangélica: João Campos (PSDB-GO) e Takayama (PSC-PR). Os dois disputam a sucessão de Paulo Freire (PR-SP), que assumiu o comando a bancada em 2014, no lugar de Campos.

Até o momento, entretanto, o goiano é visto entre boa parte de seus colegas como favorito na corrida contra Takayama. A seu favor, pesam a atuação em defesa do projeto que ficou conhecido como “cura gay” e o bom trânsito com diversas alas da bancada.

Leia também: ‘Atuação da bancada evangélica deixou a desejar’, diz pastor Eurico

 

Autor: Tags: , , , ,

segunda-feira, 20 de outubro de 2014 Eleições | 06:00

Irmão de Eduardo Campos ensaia entrada na política

Compartilhe: Twitter
Antonio Campos (Foto: Divulgação)

Antonio Campos (Foto: Divulgação)

O filho de Eduardo Campos, João Campos, deve ter companhia em sua entrada na vida política. O irmão do governador de Pernambuco morto num acidente aéreo, o advogado Antonio Campos, também discute a possibilidade de uma candidatura.

A família tem negociado em conjunto a estratégia para manter o capital político no estado, tudo com participação da viúva Renata Campos.

Autor: Tags: , , , ,

terça-feira, 7 de outubro de 2014 Política | 09:00

Renata Campos libera o filho João para preparar candidatura

Compartilhe: Twitter
João Campos, herdeiro político do ex-governador pernambucano Eduardo Campos (PSB). Foto: Divulgação

João Campos, herdeiro político do ex-governador pernambucano Eduardo Campos (PSB). Foto: Divulgação

A viúva de Eduardo Campos, Renata Campos, deu sinal verde para que o filho João comece a preparar uma candidatura. Os planos eleitorais são discutidos faz tempo pela família, mas a disputa interna no PSB e a preocupação dos pais em que os estudos do filho – que está na faculdade – jogaram a empreitada para frente.

Desde a morte de Campos, João abraçou de vez a política e se engajou pessoalmente na campanha do governador eleito de Pernambuco, Paulo Câmara. Lá atrás, o plano era lançá-lo candidato a deputado federal.

Renata, por sua vez, deve continuar se dividindo entre a atuação nos bastidores do partido e na criação dos filhos.

Autor: Tags: , , , ,

sexta-feira, 15 de agosto de 2014 Eleições | 12:00

Pressão por candidatura do filho chegou a provocar atritos entre Campos e aliados

Compartilhe: Twitter
Eduardo Campos e o filho João (Foto: Reprodução)

Eduardo Campos e o filho João (Foto: Reprodução)

Apontado como herdeiro político natural do ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos, o jovem João Campos, de 20 anos, já foi assunto de mais de uma divergência entre o socialista e alguns de seus aliados próximos.

Parte do PSB via a oportunidade de aproveitar a exposição da campanha presidencial para projetar politicamente o jovem. No auge das manifestações no ano passado, em especial, as pressões aumentaram. O argumento era que João traria a chance de uma aproximação com o eleitorado jovem, combinada à imagem de “tradição política”.

Campos chegou a discutir internamente o assunto. Mas acabou batendo o martelo pelo adiamento da candidatura. O socialista, que já se mostrava reticente, irritou-se ainda mais quando o assunto acabou virando motivo de disputa interna com algumas alas do partido. Em algumas ocasiões, Campos chegou a se irritar com interlocutores que insistiam na ideia. Dizia que o filho teria seu momento.

João vinha acompanhando o pai em agendas políticas sempre que conseguia. Já o fazia havia alguns anos. Os dois sempre bateram na tecla dos estudos para justificar publicamente a decisão de esperar – embora outros fatores também pesassem na decisão. João cursa Engenharia na Universidade Federal de Pernambuco. De qualquer forma, ficou acertado que o filho estaria ao lado do pai nas agendas políticas sempre a agenda estudantil permitisse.

Autor: Tags: , ,

quarta-feira, 19 de março de 2014 Congresso | 09:00

Evangélicos retomarão pauta conservadora em comissão especial

Compartilhe: Twitter
Culto da bancada evangélica, na Câmara dos Deputados (foto: divulgação)

Culto da bancada evangélica, na Câmara dos Deputados (foto: divulgação)

Já tem quórum para instalação a Comissão Especial sobre o Estatuto da Família (PL 6583/2013), de autoria do deputado evangélico Anderson Ferreira (PR-PE).

Leia mais: Feliciano não quer nem saber da liderança do PSC na Câmara

Prioridade máxima da bancada evangélica e longe dos holofotes que acompanhavam a Comissão de Direitos Humanos, o estatuto retoma a pauta conservadora contra o casamento homossexual e anti-aborto.

Entre os indicados para compor a comissão, estão o presidente da bancada evangélica, João Campos (PSDB-GO), o pastor Marco Feliciano (PSC-SP), o pastor Silas Câmara (PSD-AM), o pastor Eurico (PSB-PE), Marcos Rogério (PDT-RO), Marcelo Aguiar (DEM-SP) e Jair Bolsonaro (PP-RJ), que, apesar de não integrar a a bancada, é aliado político nesses temas.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , ,

terça-feira, 11 de março de 2014 Eleições | 07:00

Cotado para ser candidato, filho de Eduardo Campos acompanha pai em viagens

Compartilhe: Twitter
João, à esquerda (Foto: Reprodução)

João, à esquerda (Foto: Reprodução)

Cotado para ser candidato a deputado, o segundo filho mais velho do governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), João, de 20 anos, esteve em São Paulo com o pai e acompanhou todos os compromissos políticos do pré-candidato à Presidência na cidade.

Leia também: PSB está de olho em filho de Eduardo Campos

João estuda engenharia civil e já acompanhava o pai nas viagens por cidades do interior de Pernambuco.

Agora, durante as férias, foi para a Brasília com o pai e esteve em São Paulo. “Para mim é natural estar com meu pai nesses compromissos. Meu pai nunca distanciou a política da família, todos os filhos gostam. E é muito emocionante ver nas cidades do interior do Nordeste como a imagem do meu bisavô (Miguel Arraes) é forte”, afirma João.

Questionado sobre a possibilidade de ser candidato neste ano, João, que se filiou ao PSB no fim de 2013, diz que a prioridade agora é outra. “Esse ano não. Meu objetivo principal agora é me formar engenheiro”.

 

Autor: Tags: , ,

sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014 Eleições | 09:00

PSB está de olho no filho de Eduardo Campos

Compartilhe: Twitter
João, à esquerda: PSB vê potencial (Foto: Reprodução)

João, à esquerda: PSB vê potencial (Foto: Reprodução)

Aliados do governador de Pernambuco, Eduardo Campos, não cansam de sugerir ao socialista que lance o quanto antes seu filho João, de 20 anos, na política.

A sugestão é de uma candidatura a deputado. Mas, ao menos por enquanto, Campos torce o nariz. Nem ele, nem o filho se mostram muito animados com a ideia.

Autor: Tags: , , ,

sexta-feira, 19 de julho de 2013 Congresso | 11:00

Pai da cura gay desiste de reapresentar projeto neste ano

Compartilhe: Twitter

O deputado João Campos (PSDB-GO) garantiu que não pretende fazer uma nova tentativa de reapresentar o PDC 234/2011, conhecido como projeto da cura gay.

Leia também: Câmara aprova retirada da tramitação da cura gay

No dia 2 de julho, a proposta foi enterrada graças a uma articulação do presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), que colocou a proposta para votação no plenário prevendo sua derrota.

Campos entendeu o movimento, se antecipou e aprovou um requerimento para retirada de pauta do projeto, impedindo que ele voltasse à pauta neste ano, mas evitando que ele fosse definitivamente enterrado.

“Temos outros projetos para nos dedicar”, disse ele sem, contudo, entrar em detalhes a respeito de quais propostas pretende apresentar na volta do recesso.

Autor: Tags: , , ,

segunda-feira, 24 de junho de 2013 Congresso | 09:00

Pai da cura gay disse que esperava ‘aplausos’ da comunidade LGBT

Compartilhe: Twitter

Autor do Projeto de Decreto Legislativo 234/11, conhecido como projeto da cura gay, o deputado federal João Campos (PSDB-GO) diz que esperava “aplausos” da comunidade LGBT por sua iniciativa.

“Até pensei, quando apresentei esse projeto, que teríamos os aplausos inclusive dos ativistas  do segmento LGBT. Porque nesse projeto, uma das finalidades é a gente resgatar a premissa inicial do artigo 5º da Constituição, de que todos são iguais perante a Lei. E essa resolução do Conselho Federal de Psicologia ofende esse princípio na medida em que discrimina o homossexual e não dá o mesmo tratamento ao heterossexual”, disse o tucano.

O parlamentar diz que a bandeira principal de seu projeto é “a igualdade”.

“Estranhamente (ativistas LGBT) se colocaram contra”, afirmou ele.

Autor: Tags: , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. Última