Publicidade

Posts com a Tag Joaquim Levy

sexta-feira, 18 de dezembro de 2015 Congresso, Economia, Governo | 17:51

Lindbergh comemora saída de Levy

Compartilhe: Twitter
Lindbergh Farias (Foto: José Cruz/ABr)

Lindbergh Farias (Foto: José Cruz/ABr)

O senador Lindbergh Farias, (PT-RJ), um dos mais aguerridos críticos da política econômica e do ajuste fiscal implantado no primeiro ano do segundo mandato de Dilma disse ter esperanças na condução do novo ministro Nelson Barbosa

“Eu tenho muita esperança que o novo ministro Nelson Barbosa mude a política econômica. A grande questão no Brasil, hoje, não é fazer ou deixar de fazer um ajuste fiscal. É colocar o Brasil para crescer, proteger os empregos. Eu sempre fui muito crítico ao ministro Joaquim Levy porque eu sabia que esses ajustes fiscais, feitos dessa forma, levavam à recessão econômica”, disse o senador.
“O pior é que, aqui no Brasil, fizemos ajuste e ao mesmo tempo aumentamos a taxa de juros. Era um caminho que não tinha como dar certo.Espero que, com Nelson Barbosa, a gente corrija a política econômica, coloque o Brasil para crescer, proteja os empregos”, disse o senador.
O anúncio sobre a troca será feito por meio de nota a ser divulgada ainda nesta sexta-feira pelo Palácio do Planalto.

 

Autor: Tags: , ,

Economia, Governo | 17:26

Dilma tenta agradar movimentos sociais e empresários ao nomear Barbosa para a Fazenda

Compartilhe: Twitter

O governo deverá anunciar daqui a pouco, por meio de nota, a troca na condução da política econômica.

Na Fazenda, sai o ministro Joaquim Levy e entra o atual ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, que deverá ser substituído na pasta pelo atual ministro da Controladoria Geral da União (CGU), Valdir Simão.

Nelson Barbosa é, por excelência um formulador de políticas públicas sua ida para a Fazenda é um claro sinal de que Dilma decidiu afrouxar um pouco as medidas de ajuste fiscal, marca na gestão de Levy.

Barbosa é também reconhecido por sua habilidade em solucionar problemas nesta área, devido as suas ponderações na relação entre a necessidade de corte e de gastos no campo social.

Autor: Tags: ,

Economia, Política | 10:42

Dilma já decidiu pela saída de Levy, mas ainda procura substituto

Compartilhe: Twitter
Joaquim Levy (Foto: Agência Brasil)

Joaquim Levy (Foto: Agência Brasil)

A saída de Joaquim Levy do Ministério da Fazenda já foi decidida pela presidente Dilma Rousseff, no entanto, ela ainda não definiu quem será seu sucessor. Dois nomes estão sendo analisados mais detidamente pela presidente.

Um deles é o do atual ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, que tem a confiança da presidente e tem um foco mais voltado para a questão de políticas públicas.

Outro nome é o do atual ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Armando Monteiro Neto. Mais aceito pelo mercado, Monteiro seria um sinal mais claro do governo sobre a intenção de desenvolver políticas mais voltadas para setor industrial e empresarial.

 

Autor: Tags: , ,

quarta-feira, 16 de setembro de 2015 Partidos, Política | 17:07

Aécio chama economistas tucanos para encontrar soluções para crise

Compartilhe: Twitter

AecioNeves_AlanSampaio_IGBRASILIAPelo menos quatro economistas que baseiam o pensamento tucano confirmaram presença no seminário promovido pelo PSDB com o objetivo de “encontrar soluções para a crise, sem aumento de impostos”, de acordo com os próprios integrantes do partido.

Os ex-presidentes do Banco Central, no governo de Fernando Henrique Cardoso, Armínio Fraga e Gustavo Franco, além de Mansueto Almeida e Samuel Pessoa estarão no encontro marcado para a parte da manhã, no Senado, organizado sob pretexto de comemorar os 20 anos do Instituto Teotônio Vilela, órgão de formulação do partido.

Detalhe: os quatro rezam a mesma cartilha do ministro Joaquim Levy. Mansueto Almeida chegou a elogiar a postura do atual ministro dizendo em seu blog que sem Levy, o país já teria perdido o grau de investimento há muito tempo.

Autor: Tags: , , , , ,

segunda-feira, 3 de agosto de 2015 Brasil, Governo, Justiça, Política | 14:09

Por “razões de segurança”, governo esconde paradeiro de Levy

Compartilhe: Twitter

Com a invasão do prédio do Ministério da Fazenda por integrantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) nesta segunda-feira (3), a assessoria do ministro da Fazenda, Joaquim Levy decidiu não divulgar seu paradeiro. Aos jornalistas que insistiam em saber onde está Levy, a assessoria alegou “razões de segurança” para não dar informações.

Os sem terras chegaram ao ministério por volta das 5h30 tomaram o prédio. Nesta segunda, nenhum funcionário pode entrar para trabalhar. Os manifestantes carregam faixas de “fora Levy” e alegam que o ajuste fiscal do governo paralisou a reforma agrária. Eles prometem ficar no prédio até obter uma sinalização do governo de retomada dos assentamentos.

Autor: Tags: , ,

segunda-feira, 29 de junho de 2015 Brasil, Congresso, Economia, Governo, Partidos, Política | 15:01

Senadores “progressistas” querem derrubar proposta que reduz maioridade penal

Compartilhe: Twitter
O candidato ao governo do Rio de Janeiro, Lindbergh Farias (PT-RJ). (Foto: Agência Brasil)

Senador Lindbergh Farias (PT-RJ). (Foto: Agência Brasil)

Depois de se juntarem contra o pacote fiscal imposto pela presidente Dilma Rousseff, os senadores que formam a chamada “frente progressista” preparam um manifesto bem mais simpático ao Planalto.

Para esta semana, a frente se posicionará contra a redução da maioridade penal, proposta ainda em discussão na Câmara e que é considerada um ponto de honra para o presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

A frente tem um caráter suprapartidário. No manifesto contra o ajuste reuniu 14 parlamentares, entre eles o senador Lindibergh Farias (PT-RJ), que chegou a defender a saída do ministro da Fazenda, Joaquim Levy.

Além dele, também assinam a frente os senadores João Capiberibe (PSB/AP), Telmário Mota (PDT/RR), Cristovam Buarque (PDT/DF), Paulo Paim ( PT/RS), Hélio José ( PSD/DF), Roberto Requião ( PMDB/PR), Donizeti Nogueira ( PT/TO), Regina Sousa (PT/PI), Lídice da Mata (PSB/BA), Jorge Viana ( PT/AC), Roberto Rocha ( PSB/MA), Randolfe Rodrigues (PSOL/AP) e Vanessa Graziotin (PCdoB/AM).

Leia também: Petista anuncia grupo formado para derrubar ajuste fiscal e até o ministro da Fazenda, Joaquim Levy.

 

 

Autor: Tags: , , , ,

sábado, 13 de junho de 2015 Partidos, Política | 12:53

“Fora Levy” vira texto ameno em “Carta de Salvador”

Compartilhe: Twitter

As críticas duras ao ministro da Fazenda, Joaquim Levy, e ao pacote de ajuste fiscal deram lugar a texto ameno sobre a necessidade de retomar o crescimento econômico e a política de empregos, durante o 5º Congresso do PT, nesta semana, em Salvador (BA).

Durante a votação da Carta de Salvador, a única alteração admitida pelos governistas no texto base em relação à política econômica foi a seguinte: “É preciso conduzir a orientação geral da política econômica para a implementação de estratégias para a retomada do crescimento, para defesa do emprego, do salário e demais direitos dos trabalhadores que permitam ampliação das políticas sociais.”

Autor: Tags: , , ,

Partidos | 11:14

Petistas governistas derrubam tese crítica ao ajuste fiscal

Compartilhe: Twitter

O campo majoritário do PT conseguiu derrubar a tese assinada pela chamada esquerda do partido com críticas explícitas ao ministro da Fazenda Joaquim Levy e a condução da política econômica do governo da presidente Dilma Rousseff.  A tese era assinada por tendências como a Articulação de Esquerda, a Democracia Socialista, Mensagem ao Partido, O Trabalho entre outras.

Para contemplar as reinvindicações do PT mais ligado à Central Única do Trabalhadores (CUT), os delegados ainda aprovaram um acordo prevendo no texto uma retomada imediata do crescimento econômico, da política de emprego e salários além da retomada das políticas sociais.

Ao defender o acordo construído para evitar uma racha no partido, o senador Humberto Costa (PT-PE) defendeu que o PT reafirme sua posição de apoio ao governo. “É preciso que o PT afirme e reafirme que está ao lado do governo e de suas políticas”, disse o senado sob vaias dos delegados.

“A votação do texto ocorre neste momento no 5º Congresso do partido, em Salvador (BA).

Autor: Tags: , , ,

sexta-feira, 22 de maio de 2015 Política | 17:21

“Não é mais que uma gripe”, diz Barbosa sobre ausência de Levy

Compartilhe: Twitter

O ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, minimizou a ausência da Fazenda, Joaquim Levy, na coletiva de anúncio do corte de R$69,9 bilhões no Orçamento deste ano. “Não leiam isso como mais que uma gripe”, disse Barbosa. “O ministro Levy esteve conosco todo tempo detalhando este corte. Este esforço fiscal é de todo governo”, justificou.

Antes do anúncio, Levy defendia um valor acima de R$ 70 bilhões e de até R$ 80 bilhões.

 

 

Autor: Tags: , , ,

Economia, Sem categoria | 16:21

Levy falta a anúncio do Orçamento

Compartilhe: Twitter

ausencia_levyEsperado para o anúncio do contingenciamento no Orçamento deste ano, o ministro da Fazenda, Joaquim Levy, não apareceu para a entrevista coletiva que daria ao lado do ministro do Planejamento, Nelson Barbosa.

Em meio a rumores de que o pedido da cabeça do ministro, feito por senadores aliados do governo, teria funcionado, assessores explicaram que o motivo da ausência foi uma forte gripe.

Autor: Tags: , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. 3
  5. Última