Publicidade

Posts com a Tag José Pimentel

terça-feira, 11 de junho de 2013 Congresso | 09:00

‘Nenhum senador defendeu a redução da maioridade penal em palanque’, diz petista

Compartilhe: Twitter

O senador José Pimentel (PT-CE) disse ter feito um levantamento entre os discursos de campanha dos 81 senadores que compõem a atual legislatura na Casa e garante que nenhum dele defendeu a redução da maioridade penal quando eram candidatos.

A redução da maioridade penal é tema de uma série de audiências públicas realizadas no Senado Federal. “Nenhum dos 81 senadores em exercício defendeu essa matéria em palanque”, disse Pimentel.

Assista:

[kml_flashembed movie="http://www.youtube.com/v/4Ws8aB-BoAQ" width="640" height="480" allowfullscreen="true" fvars="fs=1" /]

Autor: Tags: , ,

quinta-feira, 13 de setembro de 2012 Congresso | 09:49

Pimentel não aceita mandato tampão e Aníbal Diniz assume vaga de Marta

Compartilhe: Twitter

O senador Anibal Diniz (PT-AC) foi eleito novo vice-presidente do Senado, na vaga deixada por Marta Suplicy (PT-SP), nomeada ministra da Cultura.

Anibal fica no cargo até 2 de fevereiro do ano que vem, quando se encerra o mandato da atual Mesa.

O líder do governo no Congresso, José Pimentel (PT-CE), não aceitou ocupar um mandato tampão. Está de olho no mandato de dois anos a partir de fevereiro.

Autor: Tags: , ,

quarta-feira, 12 de setembro de 2012 Congresso | 09:35

José Pimentel é o primeiro da fila para o lugar de Marta Suplicy

Compartilhe: Twitter

recordar é viver:

O senador José Pimentel (PT-CE) começou o ano cobrando o cumprimento de um acordo interno no PT segundo o qual Marta Suplicy (SP) abriria mão do cargo de vice-presidente do Senado em seu favor.

A senadora petista, no entanto, não reconheceu o acordo. O que obrigou a presidenta Dilma Rousseff a entregar a Pimentel um cargo reconhecido entre os parlamentares como praticamente decorativo, o de líder do governo no Congresso.

Agora com a saída de Marta para o Ministério da Cultura, Pimentel vai cobrar do PT que ele assuma como vice-presidente do Senado.

Só tem um porém: ele não vai querer um mandato tampão só até a virada do ano, quando está marcada nova eleição para a Mesa Diretora do Senado.

Autor: Tags: , ,

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012 Estados | 14:57

Paz no Ceará: senador desculpa-se com Cid Gomes

Compartilhe: Twitter

O colunista Érico Firmo, do site do jornal cearense “O Povo”, entrevistou o líder do governo no Congresso, senador José Pimentel (PT-CE), acerca do fato de o governador Cid Gomes (PSB) ter entendido como “uma declaração de guerra” suas afirmações de que há verbas federais que não estão sendo utlizadas no Ceará.

Nas vésperas da visita que a presidenta Dilma Rousseff fará ao Estado, na segunda-feira, Pimentel aproveitou para colocar panos quentes na briga.

Disse que “dava por encerrada a polêmica”, e que sua preocupação principal, no momento, é manter a aliança em torno do governador Cid Gomes (PSB) e da prefeita Luizianne Lins (PT), “basicamente a mesma aliança da presidenta Dilma”.

Veja o vídeo de Érico Firmo com um trecho da entrevista:

Autor: Tags: , , , , ,

Estados | 07:04

Agrados de Dilma em Fortaleza devem acalmar Cid Gomes

Compartilhe: Twitter

Além de receber uma visita da presidenta Dilma Rousseff, o governador do Ceará, Cid Gomes (PSB), receberá também um aporte em dinheiro para alavancar as obras no metrô da capital Fortaleza.

O estado já é o quinto a receber um aporte financeiro do governo federal para obras metroviárias. Já foram contemplados Salvador, Curitiba, Porto Alegre, Belo Horizonte e agora Fortaleza. Nas outras ocasiões, cada cidade recebeu R$ 1 bilhão do governo federal.

O dinheiro vem em boa hora, já que Cid andou se estranhando publicamente com o senador petista José Pimentel (PT-CE).

Autor: Tags: , ,

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012 Estados | 12:01

Desafetos, Cid e Pimentel devem se cruzar em evento com Dilma

Compartilhe: Twitter

O governador Cid Gomes (PSB) e o senador José Pimentel (PT-CE), que recentemente se declararam em guerra, devem dividir o mesmo palanque na próxima segunda-feira.

O encontro está previsto durante visita de Dilma Rousseff ao Ceará, quando a presidenta assinará uma ordem de serviço para obras no metrô de Fortaleza e visitará o projeto Vila do Mar, de revitalização da orla marítima.

De olho na aliança com o PSB para a sucessão eleitoral em Fortaleza, o comando nacional do PT está tentando evitar novas faíscas entre os dois.

Autor: Tags: , , , ,

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012 Estados | 15:01

Rui Falcão tenta esfriar guerra entre PT e PSB no Ceará

Compartilhe: Twitter

O presidente do PT, Rui Falcão, vai ao Ceará no próximo dia 10 de março encontrar-se com o governador do estado, Cid Gomes (PSB).

A visita se deve ao mal estar gerado pelo desentendimento entre Cid e o senador José Pimentel (PT-CE) na última quinta-feira.

Na ocasião, Cid disse ter entendido como “uma declaração de guerra” do senador a afirmação de que, por falta de projetos,  o Ceará estaria perdendo verbas colocadas à disposição pelo governo.

Reveja o vídeo com as declarações de Cid:

Autor: Tags: , , , , ,

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012 Estados | 17:30

Governador Cid Gomes em guerra com petista José Pimentel

Compartilhe: Twitter

Circula no Youtube um vídeo de palestra do governador do Ceará, Cid Gomes (PSB), em que ele se declara indignado com o líder do governo no Congresso, José Pimentel (PT-CE).

Pimentel havia declarado que a falta de projetos do governo estadual levou o Ceará a perder várias verbas federais.

Em trechos do vídeo selecionados por Poder Online (abaixo), o governador diz ter entendido as afirmações do petista como “uma declaração de guerra”.

E sublinha que isto ocorre num momento em que ele tem defendido, solitariamente em seu partido, a manutenção da aliança com o PT, até mesmo contra a vontade de seu irmão, Ciro Gomes.

Veja:

Autor: Tags: , , , , ,

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012 Congresso | 14:24

Para Pimentel, Marta rompeu acordo “foi com a bancada”

Compartilhe: Twitter

O senador José Pimentel (Foto: Roosevelt Pinheiro/ABr)

Preterido pelos petistas na queda de braço com a senadora Marta Suplicy (SP) pela vice-presidência do Senado, José Pimentel (CE) afirma que o acordo de rodízio no posto havia sido firmado “com a bancada”.

Questionado se ainda almeja o cargo na Mesa, o petista é rápido em responder: “Vou estar aqui por mais sete anos”.

Poder Online – Como foi tomada a decisão do PT em manter Marta Suplicy na vice-presidência da Mesa?

José Pimentel – Foi uma decisão por unanimidade, não teve nenhuma divergência. A decisão foi tomada como sempre, faz-se um debate e ao término se delibera. E ao final deliberamos tudo por unanimidade, tanto na eleição do líder como na manutenção da Marta na vice-presidência. O PT não tem divergência.

Poder Online –Mas havia o acordo de rodízio, segundo o qual o senhor assumiria o posto este ano.

José Pimentel – O acordo não era com o senador José Pimentel. O acordo era com a bancada. Quem presta esclarecimento em nome da bancada é o líder. Os cargos das comissões e da Mesa não pertencem ao parlamentar, pertencem à bancada. O acordo pode ser reformulado. E tudo o que nós fazemos é por unanimidade.

Poder Online –Faltou palavra por parte da senadora Marta?

José Pimentel – O líder é quem esclarece essas coisas. Eu respeito muito as decisões das instâncias do partido e da bancada. Aliás, sou uma das pessoas mais disciplinadas dentro do PT.

Poder Online –O senhor continua almejando a vice-presidência?

José Pimentel – Sou um senador da República. Vou estar aqui por mais sete anos. E vou exercer o mandato em toda sua intensidade, como sempre fiz política.

Autor: Tags: , , , ,

segunda-feira, 30 de janeiro de 2012 Congresso | 19:01

Planalto torce para Marta ficar como vice no Senado

Compartilhe: Twitter

Ninguém do Palácio do Planalto vai admitir oficialmente. Mas palacianos de todas patentes preferem que Marta Suplicy (PT-SP) continue no cargo de primeira vice-presidente do Senado. O que, na prática, significa romper um acordo com seus colegas de bancada para que o senador José Pimentel (PT-CE) ocupe a vaga no próximo ano.

Palacianos avaliam que Marta cumpriu muito bem a função quando substituiu José Sarney (PMDB-AP) na presidência do Senado. Avaliam ainda que ela será menos raivosa em qualquer tipo de sugestão de mudança na estrutura administrativa da Casa, o que setores do PMDB resistem fazer há anos.

Autor: Tags: , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. 3
  5. 4
  6. Última